Rio de Janeiro, 22 de setembro de 2018 13:46 Ver em Português See in English Ver en Español
Pesquise na Abraman:
Digite algo
Facebook Linkedin Twitter Youtube

Programação / Trabalhos Técnicos

CLIQUE AQUI E CONFIRA OS TRABALHOS TÉCNICOS PREMIADOS

Dos mais de 400 Trabalhos Técnicos inscritos para o 28º CBMGA foram selecionados 149 trabalhos de autores brasileiros e do exterior para a apresentação no evento, sendo 78 para a Apresentação Oral e 71 para a Sessão de Pôster.

Os Trabalhos Técnicos estarão disponíveis também no site da Abraman, através de seus resumos, e na íntegra, no CD-Rom com os Anais do 28º CBMGA e este tem o número do ISSN 2176-4832 – Número Internacional Normalizado para Publicações Seriadas (Internacional Standard Number), que é o identificador aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação seriada, tornando-o único e definitivo. Seu uso é definido pela norma técnica internacional e, no Brasil, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT atua como Centro Nacional dessa rede. Este ISSN identifica o título de uma publicação seriada em circulação, futura (pré-publicação) e encerrada, em qualquer idioma ou suporte físico utilizado (impresso, online, CD-Rom etc).

Quando: Dias 24, 25 e 26 de setembro
 

Definição: Troca de experiências entre os profissionais de Manutenção e Gestão de Ativos, através da divulgação do estado-da-arte em gestão, métodos e técnicas de trabalho, assim como, apresentar o progresso tecnológico e as modernas técnicas de gerenciamento e execução, visando à melhoria da qualidade, produtividade, segurança, preservação ambiental e racionalização de custos.

Os Trabalhos Técnicos do Congresso se dividem em duas modalidades: Oral e Pôster. Nos dias 24, 25 e 26 de setembro, serão feitas as apresentações Orais dos trabalhos nos auditórios e, no dia 25/09, das 15h e 30 min às 16h e 30min, será disponibilizada a Sessão de Pôsters, em uma área da Expoman 2013.

Público-alvo: Congressistas
 

Pagamento a parte: Não
 

Temas (somente a título de orientação)

- Agronegócio;
- Confiabilidade na Manutenção;
- Conservação de Energia;
- Energia Elétrica;
- Engenharia de Manutenção;
- Fator Humano na Manutenção;
- Gerência, Organização e Custos de Manutenção;
- Gestão de Ativos;
- Indicadores de Manutenção;
- Informática na Manutenção;
- Instrumentação e Automação Industrial;
- Manutenção de Obras, Serviços Públicos, Transportes, Hospitais e Instalações Prediais;
- Manutenção e a Norma NR-10;
- Manutenção e a Automação Industrial;
- Manutenção e Meio Ambiente;
- Manutenção em Equipamentos e Instalações Específicas;
- Manutenção Preventiva e Preditiva;
- Manutenção Produtiva Total (TPM);
- Qualidade e Produtividade na Manutenção;
- Segurança na Manutenção e as NRs;
- Tecnologias e Técnicas Aplicadas em Manutenção;
- Terceirização na Manutenção;
- Treinamento e Qualificação de Pessoal de Manutenção.
 

Resumo dos Trabalhos Técnicos - 28°CBMGA

Download do Resumo

 

TT-001 - Apresentação em Pôster
BLOQUEIO DE MOVIMENTO INDEVIDO PARA PTM’S

Charles Lindember Barbosa de Souza - Albras-Aluminio Brasileiro S.A
Marcos André da Silva Ferreira - Albras-Alumínio Brasileiro S.A

O presente trabalho evidencia a aplicação de um sistema de proteção contra movimentos involuntários de translação de equipamentos denominados pontes rolantes (ptm’s). A metodologia aplicada é a utilização de portas lógicas para monitoramento do sistema de translação das pontes rolantes, fazendo uso de um micro plc para executar o desligamento da ponte sempre que houver falha do equipamento, relé colado, contator colado, travamento do sistema, etc... A solução adotada garante o desligamento da ponte antes que ocorram danos sérios, tanto ao equipamento quanto às pessoas e poderá ser aplicada em outros equipamentos similares, garantindo a maior confiabilidade e disponibilidade dos equipamentos e reduzindo os riscos com acidentes graves.

 


TT-005 - Apresentação Oral
IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DOS TEMPOS DA JORNADA DE TRABALHO DA MANUTENÇÃO NA INDÚSTRIA DE DIÓXIDO DE TITÂNIO (PIGMENTO DE TINTA) - ROTA SULFATO

Roberto Máscia - Millennium Innorganic Chemical

A redução, ou até mesmo a eliminação de perdas, é uma necessidade contínua de todo processo em uma empresa que busca a excelência em seus negócios e que possuem estratégia de mercado para estarem entre as maiores globalmente. O mundo global cada vez mais competitivo não tem espaço para processos com alto nível de perdas, as empresas que não evoluírem, reduzindo seus custos, provavelmente serão adquiridas por outras empresas com menos perdas. A falta de dados e informações sobre perdas e produtividade em prestação de serviço em manutenção de plantas industriais, interno ou externo, dificulta tomada de decisões para redução de perdas ou até mesmo leva a uma tomada de decisão equivocada podendo custar muito mais para a empresa. Este trabalho, utilizando a metodologia de gerenciamento de projetos do PMBoK - “Project Management Body of Knowledge”, visa identificar e caracterizar os tempos da jornada de trabalho da manutenção na indústria de dióxido de titânio – rota sulfato; para que possa ter conhecimento das perdas e a empresa ter condições de montar um plano de ação visando redução de perdas no processo de manutenção e consequentemente aumentar a produtividade e motivação da equipe. Conclui-se neste trabalho que, o planejamento da execução dos serviços é uma ferramenta importante para maximizar a produtividade, através da convergência de todos os envolvidos para um mesmo objetivo: execução da Ordem de Serviço num menor tempo possível; e consequentemente a redução de perdas. Também se conclui que a supervisão tem um papel importante para redução de perdas através da eficiência de distribuição das Ordens de Serviços e monitoramento da execução do trabalho.

 


TT-006 - Apresentação Oral
COORDENAÇÃO DE ALIMENTADORES - FUSE COLOR

Rômulo Damasceno Moura - Coecle
Eduardo Nascimento - Coelce
Carlos Nilberto Lima Venancio - Coelce
Jean Cristian Martins Fiorenza - Coelce
Julio Cesar de Oliveira - Coelce

O presente trabalho propõe a implementação de uma nova metodologia para coordenação de alimentadores, utilizando uma codificação de cores que resultará em fácil identificação dos elos fusíveis em qualquer instante do dia ou noite por parte da equipe do atendimento emergencial. Garantindo a seletividade dos equipamentos de proteção e consequentemente melhorando os índices de DEC e FEC. Esse projeto tem como foco principal a coordenação do sistema de distruição. No qual o elo fusível é um elemento importante nessa coordenação dos alimentadores, por possuir em sua estrutura de projeto condições de perceber sobrecorrente no sistema protegido e garantir a coordenação com outros dispositivos utilizados na proteção. Dessa forma o projeto proposto tem como objetivo utilizar da melhor formar as características dos elos fusíveis para se oferecer uma melhoria na confiabilidade e continuidade do fornecimento de energia.

 


TT-007 - Apresentação Oral
APLICAÇÃO QUANTITATIVA DE CONFIABILIDADE EM BOMBA CENTRÍFUGA NA INDÚSTRIS QUÍMICA

Rômulo Alexandre de Vasconcelos Araújo - Proquigel Química
Jean Benício - John Crane

Aplicar a metodologia DMAIC (6 Sigma) onde o problema será definido, medido seus indicadores, analisada a causa raiz, implementado o plano de ação e controlado seus indicadores para evitar reincidências e garantir o aumento obtido na Confiabilidade da bomba centrífuga B140.11 e então obter a continuidade operacional da Unidade Industrial conforme objetivos estratégicos da organização.

 


TT-011 - Apresentação em Pôster
ANÁLISE PARA SUPORTE DA RENOVAÇÃO DA SINALIZAÇÃO DA ESTRADA DE FERRO CARAJÁS COM BASE NA GESTÃO DA CONFIABILIDADE DA LCC

Climerio Pereira Lima - Vale
Francisco Valdecy Bezerra da Silva - Vale

Em face da decisão de Renovação da Sinalização da EFC (Estrada de Ferro Carajás) da Vale, em comprimento ao Projeto de duplicação de toda a Ferrovia, fez-se necessário a elaboração deste trabalho para responder qual era a confiabilidade do atual Sistema de Sinalização, seu comportamento de vida, falhas esperadas e tempo ótimo para reposição, bem como comparar o atual Sistema com outro Sistema de tecnologia diferente e mais moderna. Esperava-se entender qual seria a melhor estratégia, bem como o tempo ótimo para a renovação da EFC. Aplicou-se neste estudo técnicas da Engenharia de Confiabilidade como LDA (Life Data Analysis), RBD (Reliability Block Diagram), RGA (Reliability Growth Analysis) com o objetivo de mensurar o comportamento de vida, disponibilidade, melhor momento para a reposição, crescimento e analise sistêmica da confiabilidade do Sistema de Sinalização da EFC. Foram usadas também técnicas de LCC (Life Cicle Cost) com objetivo de avaliar qual seria a melhor estratégia de custo de renovação. O atual estudo teve importância significativa para a tomada de decisão da Renovação da Sinalização da EFC e foi determinante para elaboração de metas para 2013 e demais anos subseqüentes para todos os envolvidos na implantação e reposição dos pátios de cruzamentos, das Diretorias de Projetos da Logística Norte, Diretoria de Inovação e Desenvolvimento e Diretoria de Operações e Logística Norte, bem como da Sinalização como um todo

 


TT-012 - Apresentação Oral
REDUÇÃO DE FALHAS ELÉTRICAS DOS VENTILADORES DA PELOTIZAÇÃO UTILIZANDO LEAN SEIS SIGMA E FERRAMENTAS DE CONFIABILIDADE

Victor de Menezes Vidal - Samarco Mineração S.A.

Estudo utilizando a metodologia Lean Seis Sigma integrando a ferramentas de engenharia de confiabilidade para redução das horas de falhas elétricas nos Ventiladores Radiais do Processo de Endurecimento de Pelotas nas Usinas de Pelotização na Samarco Mineração, Ponta Ubu - ES. Estes ventiladores provocaram entre janeiro de 2010 e junho de 2011, 123 horas de usina parada devido a intervenções corretivas elétricas. Dentro desta metodologia Seis Sigma foi utilizado o processo DMAIC (Define, Measure, Analyze, Improve e Control) para estudar os problemas e propor soluções. Identificou-se que distribuição de confiabilidade dos motores de indução de média tensão deste sistema tem características de falhas aleatórias (β ~ 1), o que descarta a hipótese de falha em motores por fim de vida útil ou por falha de manutenção neste equipamento. Outra análise foi a distribuição de confiabilidade nos equipamentos periféricos (caixa de ligação, banco de capacitor e sistema de proteção) que mostra uma característica de mortalidade infantil (β = 0,46). Após o estudo e implementação das ações a média de horas de falhas elétricas neste sistema reduziu para 96% e sua variabilidade reduziu para 94%.

 


TT-014 - Apresentação Oral
MATEMÁTICA INDUSTRIAL - APLICAÇÕES E ESTUDOS DE CASO NA MANUTENÇÃO MECÂNICA DA ARCELORMITTAL TUBARÃO

Salustiano Martins Pinto Jr. - Arcelormittal Tubarão

Esse trabalho tem a intenção de fortalecer o papel da matemática industrial em auxiliar as equipes de manutenção em suas atividades. Serão apresentados casos reais de manutenção mecânica onde a aplicação da matemática logrou grande sucesso na ArcelorMittal Tubarão. Em todos os casos o auxílio da matemática tornou possível a antecipação da equipe de manutenção ao ajuste e correção dos equipamentos além da simulação de diferentes cenários possíveis de acontecer, trabalhando assim de forma pró-ativa e com alta confiabilidade.

 


TT-016 - Apresentação em Pôster
A MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ELETROMECÂNICOS E AUXILIARES DE UMA DAS LINHAS MAIS CARREGADAS DO MUNDO: LINHA 3 - VERMELHA DO METRÔ-SP

Alécio Hirano - Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô-SP
Eduardo Massanori Fukuda - Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô-SP

A intenção do trabalho é mostrar a rotina de trabalho das equipes de manutenção de equipamentos eletromecânicos da Linha 3 – Vermelha do Metrô de São Paulo. Esta linha é considerada uma das mais carregadas do mundo. Como característica tem o movimento pendular, ou seja, no período da manhã a maioria dos usuários caminham da região de leste de São Paulo, Itaquera, em direção à estação Barra Funda, na região oeste. Já à tarde o fluxo se inverte, com milhares de pessoas desembarcando na estação final da região leste de São Paulo (Itaquera). O Trabalho também cita a dificuldade de se manter o padrão de qualidade e disponibilidade dos equipamentos eletromecânicos das estações em virtude do crescente aumento de demanda de usuários, fato que culmina com um horário cada vez mais reduzido para as intervenções de manutenção nos equipamentos com o consequente desligamento dos mesmos. Finalmente expõe as estratégias das equipes de manutenção, a atual capacitação interna dos profissionais e a projeção futura de expansão do sistema com as novas linhas de Metrô e, também, a novidade atual, no Brasil, que é a implantação do sistema de Monotrilho de alta capacidade de transporte de usuários na região metropolitana de São Paulo.

 


TT-017 - Apresentação Oral
ANÁLISE DE MECANISMOS DE DESGASTE EM CORREIAS TRANSPORTADORAS VISANDO AUMENTO DE SUA VIDA ÚTIL

Monique Kretli Zanetti - Faesa
Rogério Oliveira de Paula - Vale
Salustiano Martins Pinto Júnior - Faesa

O objetivo deste trabalho é aumentar a vida útil de correias transportadoras industriais, através do estudo de seus mecanismos de desgaste. A metodologia é apoiada em literaturas afins e complementada por um estudo de caso, aplicado em uma empresa produtora de pelotas de minério de ferro, onde é realizado coleta de dados, análise dos mecanismos de desgaste e implantação de ações para a sua eliminação. O estudo de caso apontou que a temperatura de operação da correia é o mecanismo de desgaste que mais contribui para redução de sua vida útil. Baseado nas propriedades dos materiais que compõem a correia e nas propriedades termodinâmicas da água, formulou-se uma proposta de solução de criar uma fina camada de água para proteção térmica da correia antes do seu carregamento. Esse filme de água é criado por meio de bicos spray com água de processo industrial, com vazão e pressão controladas. Esta solução trouxe benefícios à correia transportadora em estudo, resultando em um incremento de vida útil. Este aporte de desempenho maximiza o uso do ativo e, consequentemente, reduz custos de produção. A redução de custos é uma variável procurada por todas as empresas que procuram sobreviver no atual mercado competitivo global. Palavras-chave: Correia; Transportadora.

 


TT-018 - Apresentação em Pôster
ESTRATÉGIA DE MANUTENÇÃO EM PLANTA PETROQUÍMICA BASEADO EM CONFIABILIDADE DE EQUIPAMENTOS

Alexsandro de Bem da Rocha - Braskem S.A.
Adelson Moacir Bornhold - Braskem S.A.
Luiz Fernando Pavão - Braskem S.A.

O trabalho, “Estratégia de Manutenção em Planta Petroquímica Baseado em Confiabilidade de Equipamentos”, foi realizado em uma unidade Petroquímica de 2º geração, produtora de polipropileno com tecnologia spheripol e processamento contínuo. A unidade é composta por duas plantas, que tem a capacidade de produção 420.000 toneladas/ano de diferentes produtos caracterizados por: homopolímero, Copolímero heterofásico e Copolímero Randomico; produtos que visam atender o mercado em sua grande gama de aplicação. Para que o mercado seja atendido e a unidade tenha os seus lucros maximizados, foi realizado o trabalho na área de gestão em manutenção, objetivando o aumento de disponibilidade dos ativos industriais e minimização de paradas de equipamentos em emergência, causadoras de perdas de produtividade. O objetivo é manter a competitividade da empresa no setor petroquímico, visando a perpetuidade da organização; para tanto, foram utilizados ferramentas aplicadas para a obtenção dos resultados, que permitam determinar paradas programadas da unidade, de acordo com as necessidades do mercado e definir os pontos de investimentos e melhorias a serem realizadas na área de manutenção, tanto em equipe quanto a equipamentos.

 


TT-019 - Apresentação em Pôster
ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO COMO FERRAMENTA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Márcio Zamboti Fortes - Universidade Federal Fluminense - UFF
Jose Antonio Bento de Andrade - Universidade Federal Fluminense - UFF
Gilson Brito Alves Lima - Universidade Federal Fluminense - UFF

Nos dias atuais a busca por oportunidades de redução de custos operacionais nas indústrias é ponto focal para gestores e administradores. As equipes que trabalham nas áreas de manutenção e operação são solicitadas a apresentar periodicamente oportunidades de melhorias em suas plantas que possam levar com pequeno investimento a identificação de cortes de custos e aumento de eficiências operacionais que gerem um maior retorno para os acionistas. Este artigo apresenta uma metodologia de gestão da manutenção direcionada para a eficiência energética e alguns exemplos de oportunidades que podem ser aplicados na maioria dos parques fabris com pequenas ações de manutenção que podem ser aderentes aos novos planos de manutenção baseados em eficiência energéticas. Estas ações serão desenvolvidas através de um tripé de sustentação: - Treinamento visando o aprimoramento técnico e conscientização para a eficiência energética; - Ação e monitoramento para a confecção de planos de manutenção aderentes a eficiência energética, implantação e acompanhamento dos mesmos; - Controle de gestão objetivando visualização clara dos resultados e se for o caso, melhoria das ações. Palavras-chave: Manutenção, Eficiência energética, Consumo, Custo.

 


TT-023 - Apresentação em Pôster
MOBILIDADE COM CONFIABILIDADE

Wilson Carlos Dos Santos Pestano - Cemig Geração e Transmissão S.A.

A Cemig Geração e Transmissão esta implantando desde 2009 o Projeto Prisma o qual define um novo processo de manutenção de ativos de Geração e Transmissão. As principais diretrizes do projeto contemplam a informatização do processo manutenção, a utilização das mais recentes tecnologias e a maximização da utilização do CMMS (Computerised Maintenance Management System) na gestão da manutenção. Dentro deste cenário a empresa buscou no mercado uma ferramenta de mobilidade que possibilitasse a integração das atividades de campo com o CMMS e que permitisse a captação de dados de avaria de equipamentos visando à utilização desta massa de dados pela Engenharia de Confiabilidade. No entanto a informatização do processo manutenção através de dispositivos móveis não e suficiente para garantir que os dados sejam utilizados de forma segura e inteligente pela Engenharia de Confiabilidade. Neste aspecto foi necessária reconfigurar o CMMS com base em melhores práticas das quais destacamos a utilização da norma ISO 14.224, a configuração de tipos distintos de notas de manutenção, a inclusão nos roteiros de manutenção dos pontos de medição utilizados nas atividades de ensaios e medições em equipamentos dentre outras. O sistema apresenta vários ganhos dos quais destacamos a geração de dados confiáveis sobre o histórico de manutenção, redução dos custos de planejamento e execução da manutenção e possibilidade de consulta em campo do histórico da manutenção.

 


TT-024 - Apresentação em Pôster
DETERMINAÇÃO DO INTERVALO ÓTIMO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA DE BOMBAS CENTRÍFUGAS UTILIZADAS EM ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS DE ESGOTOS

Luiz Cláudio Rodrigues Bittencourt - Companhia de Saneamento de Minas Gerais

A globalização da economia vem exigindo cada vez mais competitividade em todos os seguimentos da sociedade e não poderia deixar de interferir diretamente na administração das empresas públicas de saneamento. As ameaças de privatização e municipalização dos serviços de saneamento, a escassez de recursos financeiros para novos investimentos exige do administrador a busca de novos modelos de gestão empresarial, principalmente em redução de custos e aumento de receita.Os processos tecnológicos implantados procuram administrar os recursos humanos e materiais de modo a oferecer maior confiabilidade e disponibilidade da frota de bombas das unidades operacionais e atender às unidades de operação de esgotamento sanitário da Região Metropolitana de Belo Horizonte com qualidade, segurança e custos adequados.Este trabalho tem como finalidade apresentar a metodologia de preventiva implantada no reparo de bombas de Estações Elevatórias de Esgotos, baseado nos conceitos de confiabilidade, visando o aumento de qualidade dos serviços de sobressalente e na quantidade de equipamento indisponíveis.

 


TT-025 - Apresentação em Pôster
ANÁLISE DE CRITÉRIOS NA AVALIAÇÃO DE RISCO PARA MANUTENÇÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO UTILIZANDO EQUIVALENCIAS DE ÁREAS DE CONCESSÃO

Tiago Furlan Aquino - Copel Distribuição

Este trabalho teve como propósito mensurar riscos para manutenção em linhas de transmissão da Companhia Paranaense de Energia – COPEL sob a ótica PAS 55 das normas vigentes no PAS 55. Esta pesquisa é descritiva e exploratória, de abordagem qualitativa e de natureza aplicada com o objetivo de diminuir o tempo de atendimento de serviços de manutenção preventivos e corretivos. Para isto foram consideradas as características técnicas das Linhas instaladas na COPEL, a analise de risco de multas determinada pelo PRODIS Módulo 8 e responsabilidade social. O método para a avaliação de riscos nas atividades de manutenção foi aplicado com formação de equipe mínima averiguando o tempo de atendimento de serviço de manutenção.

 


TT-029 - Apresentação Oral
REDUÇÃO DOS CUSTOS DE MATERIAIS DOS CARROS DE GRELHA UTILIZANDO A METODOLOGIA LEAN SEIS SIGMA

Filipe de Almeida Simões - Samarco Mineração S.A.

Os carros de grelha são responsáveis pelo transporte de pelotas durante o processo de endurecimento no forno, os fornos possuem em operação 257 carros na usina 1, 270 carros na usina 2 e 282 carros na usina 3. Para realizar a manutenção dos carros de grelha utilizam-se diversos materiais mecânicos, gerando um elevado custo de manutenção. Porém, nos últimos anos esse custo subiu muito chegando a um gasto médio mensal nos anos de 2010/11 de R$ 683.237,00, que no acumulado do ano chega a 8 milhões de reais. O objetivo do trabalho foi reduzir 20% do custo mensal de manutenção com materiais de carros de grelha do período de 2010/11 até Dezembro de 2012. O trabalho utilizou a metodologia Lean Seis Sigma que é uma estratégia gerencial disciplinada e altamente quantitativa, que tem como objetivo aumentar expressivamente o desempenho e lucratividade das empresas, por meio da melhoria da qualidade de produtos e processos e do aumento da satisfação de clientes e consumidores (WERKEMA, 2010). Utilizando a metodologia foi possível verificar quais eram os pontos que mais impactavam nos custos da oficina de manutenção e através dessa análise levantar soluções para o problema. Após a implantação de todas as soluções priorizadas os custos de manutenção da oficina de manutenção foram reduzidos para uma média de R$ 310.000,00 mensais.

 


TT-031 - Apresentação em Pôster
AUTOMAÇÃO DO PROCESSO BIODIESEL: POSSIBILIDADES E BENEFÍCIOS

Paulo Cesar Nascimento Andrade - IFBA - Instituto Federal da Bahia Unifacs
Luiz Antonio Magalhaes Pontes - Unifacs

Neste trabalho são indicadas propostas para otimização, automação e controle, usando sistemas modernos e com um viés de biorefinaria, nas usinas de biodiesel existentes e a serem instaladas. Propõe-se a criação de uma metodologia para avaliação de desempenho do processo produtivo biodiesel em diferentes condições de processo(oleaginosas, blendings, catalisadores, álcool/metanol e alterações no processo). Busca-se, a partir do projeto original, avaliar o funcionamento dos instrumentos especificados, bem como, parâmetros de confiabilidade , segurança, desempenho dos equipamentos e sistemas controle envolvidos na produção do biodiesel. Pretende-se, ainda, validar resultados operacionais na otimização, controle e monitoração da produção de biodiesel sob diferentes condições de matéria prima e processo. Para desenvolvimento do trabalho, a metodologia proposta baseia-se numa pesquisa bibliográfica exploratória, experimental e explicativa, uma vez que será realizado um levantamento bibliográfico sobre o estado da arte da automação e controle envolvida na produção de biodiesel, bem como ,as principais oleaginosas usadas no processo e os tipos de catalisadores utilizados via transesterificação. Um enfoque maior será dado com relação as possibilidades de automação e controle , encontrados na literatura e usados industrialmente, que serão propostas para monitorar o desempenho do processo de produção de biodiesel em diferentes condições de funcionamento . Os resultados esperados são: maximizar produção, minimizar variações operacionais, melhorar qualidade e segurança, minimizar custos, possibilitar monitoração ambiental e contribuir para o incremento do biodiesel na matriz energética e, ainda, avaliar possibilidades para implementações de processos biorefinarias.

 


TT-034 - Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DA TECNOLOGIA DE DETECÇÃO DE VAZAMENTOS SAHARA NAS ADUTORAS DO SISTEMA PRODUTOR ALTO TIETÊ

Sidney Morelato - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

Para determinar a existência, ou não, de perdas de água nas tubulações de grande diâmetro, foi iniciada a utilização do sistema de detecção acústica de vazamentos – Sahara, nas adutoras do Sistema Produtor Alto Tietê, tecnologia com comprovada eficácia. A tecnologia de detecção de vazamentos Sahara consiste basicamente de um dispositivo acústico que capta o som produzido no interior da tubulação e o transmite à base de operações através de um cabo condutor, uma base de operação que abriga o tambor do cabo condutor e um sistema de recepção e processamento do sinal enviado pelo sensor acústico, um emissor de ultra-baixa frequência transportado por um operador que acompanha da superfície o deslocamento do sensor no interior da adutora. O vazamento é detectado pela variação tanto do áudio quanto da reprodução visual do sinal, e então se procede à sua exata localização pelo posicionamento do sensor no ponto de maior intensidade sonora, e com o dispositivo localizador superficial marca-se o solo para posterior reparo da tubulação. A utilização desta tecnologia permitiu a localização de perdas de água que não estavam aparentes, contribuindo com sua eliminação e respectivamente com a diminuição das perdas de água tratada no sistema adutor.

 


TT-035 - Apresentação Oral
PRESERVAÇÃO DE MOTORES ELÉTRICOS ARMAZENADOS NO ALMOXARIFADO

Rounald de Oliveira Santos - Thyssenkrupp-CSA
Amelio Soares Praxedes - Thyssenkrupp-CSA
Eduardo Narciso Campos - Thyssenkrupp-CSA

A confiabilidade do processo produtivo de uma empresa será sempre um objetivo a ser alcançado. Para que isso aconteça é de fundamental importância que equipamentos, máquinas, conjuntos e componentes entrem neste processo com sua confiabilidade próxima a do período imediatamente após a sua fabricação. Antes que equipamentos, máquinas, conjuntos e componentes entrem no processo, estes são armazenados no Almoxarifado (Warehouse), sofrendo degradações ao longo do tempo de armazenagem se não preservados adequadamente, reduzindo assim a confiabilidade dos mesmos. Assim sendo, um plano de preservação faz-se necessário para preservar as características originais afim de que quando forem entrar em operação, mantenham sua confiabilidade próxima a da original. Este trabalho descreve as condições de armazenagem, as atividades de manutenção, testes elétricos com planilha para tomada de decisão, planejamento e programação das atividades no almoxarifado de uma empresa.

 


TT-036 - Apresentação em Pôster
ESTUDO DA SEGURANÇA E CONFIABILIDADE DE ESQUEMAS DE TELEPROTEÇÃO BASEADO NA IEC 60834-1 E NOS PROCEDIMENTOS DE REDE DO ONS

Carlos Henrique da Silva Certorio - Furnas Centrais Elétricas S.A.

O estudo realizado se propõe a comparar o desempenho de diferentes topologias para sistemas de teleproteção, avaliando a disponibilidade, segurança e confiabilidade de cada uma delas sob a ótica da engenharia de confiabilidade, considerando os requisitos mínimos de desempenho exigidos nas normas brasileiras e internacionais vigentes. Aos requisitos de desempenho a serem alcançados adicionam-se, com importância cada vez maior, os custos associados, seja ao projeto e aquisição de equipamentos e sobressalentes, seja à operação e manutenção, que precisam ser minimizados sem causar prejuízos à confiabilidade, disponibilidade, segurança e mantenabilidade do sistema. Através da análise de documentações técnicas de equipamentos de teleproteção e da realização de simulações de sistemas reais utilizando software de análise de confiabilidade e disponibilidade, conclui-se que quando o foco é a segurança, o desempenho de um equipamento de teleproteção com tecnologia de transmissão digital pode ser milhares de vezes superior, tanto quanto ao exigido na norma IEC 60834-1 quanto ao desempenho de uma interface analógica de geração anterior. Quanto à disponibilidade mostra-se que, com a utilização de apenas um equipamento de teleproteção digital em cada terminal, por via, é possível atender satisfatoriamente os níveis de disponibilidade e confiabilidade exigidos para estes sistemas.

 


TT-037 - Apresentação em Pôster
GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Douglas da Costa Ferreira - Universidade Federal do Mato Grosso
Ana Paula Quadros de Oliveira - Universidade Federal do Mato Grosso
Cliciane Ferreira dos Santos - Universidade Federal do Mato Grosso

Na gestão de resíduos sólidos deve levar em consideração a classificação dos resíduos sólidos gerados, os processos de destinação disponíveis na localidade da empresa e os custos da destinação pretendida. A decisão da forma de descarte depende da disponibilidade de serviços de incineração, aterro sanitário ou industrial, os custos associados, critérios das empresas prestadoras de serviço, custos logísticos e também as regras definidas pela legislação ambiental. Considerando esses aspectos, esse artigo avaliou duas importantes empresas do estado de Mato Grosso que possuem resíduos sólidos e analisou o processo de gerenciamento desses resíduos frente às opções de destinação oferecidas e os desafios e particularidades que o estado de Mato Grosso oferece diante das opções da empresa quanto ao gerenciamento desses resíduos. Foram observados diversos desvios perante a legislação ambiental e foram realizadas sugestões acerca do melhor gerenciamento desses resíduos.

 


TT-042 - Apresentação em Pôster
MODERNIZAÇÃO DE ESCADAS ROLANTES COM FOCO EM EFICIÊNCA ENERGÉTICA E SUSTENTABILIDADE: ESTUDO DE CASO PARA ANÁLISE DE VIABILIDADE

José Florentino Dos Santos Junior - Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metro-SP
Eduardo Ioshimoto - Universidade de São Paulo - USP
Marcelo Sanchez Turrini - Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metro-SP
Ideraldo Pereira - Kron Medidores

Os ganhos diretos e indiretos observados por este estudo sugerem alto grau de aplicabilidade deste modelo em todos os equipamentos de mesmo escopo, tanto em trens urbanos quanto em outros modais de transporte. Reforçam também a total compatibilidade deste estudo com a Visão e Missão da Companhia do Metropolitano de São Paulo e Legislações e Normas vigentes. O escopo da modernização propõe a troca de motores por outros de alta eficiência, a inserção de “Variador de Frequência Regenerativo” e “Controlador Lógico Programável” em 385 escadas rolantes. O “Baseline” escolhido para execução das medições foi um período de uma semana. Os resultados estimados são: Evitar o consumo de energia de 788 Mwh/ano; Redução na emissão de CO2 de trezentos e noventa e sete toneladas por ano (397 Ton. CO2/ano); A potência ativa passará de 7.1 para 4.4 Mega Watts; Redução de eventos com idosos de 50% nos horários de vale da operação comercial do Metrô; Payback TIRM de em torno de 9,1 anos para o pior cenário de custo de energia simulado; Relação custo benefício (RCB) de 0.62.

 


TT-043 - Apresentação em Pôster
ANÁLISE E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS VIBRACIONAIS SIMULTÂNEOS, DESALINHAMENTO, DESBALANCEAMENTO E BAIXA RIGIDEZ ESTRUTURAL EM UM TURBO GERADOR DE UMA DESTILARIA DE ETANOL.

Paulo Roberto Santos Bomfim – IFCE Campus Acaraú
Carlson Antonio Verçosa - UFPE

A partir de avanços no desenvolvimento nos vários setores industriais, entre eles o de açúcar e etanol, pode-se observar melhorias nos equipamentos necessários ao aumento de produtividade. Em paralelo, verifica-se uma crescente modernização nos instrumentos e técnicas que dão suporte a avaliação e monitoramento do funcionamento destes equipamentos na planta. Um dos grandes fatores que afastam os equipamentos dos níveis normais de funcionamento são as vibrações geradas por desbalanceamento e desalinhamento. Assim, se faz necessário um maior controle na montagem e operação dos equipamentos para que eles trabalhem em níveis de vibração aceitáveis. Neste trabalho será exposto um estudo de caso em que foram utilizados instrumentos e técnicas atuais para redução nos níveis de vibração de um turbogerador, localizado em uma destilaria de Etanol– PB, possibilitando o seu funcionamento segundo as normas técnicas ISO 2372, VDI 2056, ISO 10816.

 


TT-044 - Apresentação Oral
MODERNIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE SINALIZAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES DO METRÔ DE SP NOVO PARQUE DE INSTRUMENTOS PARA A MANUTENÇÃO

Francisco Carlos Lopes Mathias - Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô-SP

MODERNIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE SINALIZAÇÃO E TELECOMUNICAÇÕES DO METRÔ DE SP NOVO PARQUE DE INSTRUMENTOS PARA A MANUTENÇÃO Francisco Carlos Lopes Mathias (1) RESUMO Novas tecnologias para elevar a eficiência em processos de controle de trens e passageiros, exigem paralelamente investimentos em tecnologia analítica e diagnóstica com um novo parque de instrumentos. O mérito deste trabalho de especificação e aquisição do novo parque de instrumentos para a manutenção se materializa em agregar ao Metrô de São Paulo recursos de qualidade, segurança e tecnologia. Atendendo plenamente à manutenção dos sistemas modernizados e também à manutenção do próprio parque de instrumentos internamente ao Metrô. Assim mantemos o domínio da tecnologia da manutenção dos novos sistemas e do novo parque de instrumentos, permitindo diagnósticos otimizados de falhas, monitoramento de desvios antecipando ações de manutenção e principalmente obter índices de confiabilidade e disponibilidade elevados. (1) Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô; Engenheiro da coordenadoria de Estudos e Planejamento da Manutenção de Equipamentos Fixos Eletrônicos.

 


TT-045 - Apresentação Oral
TRATAMENTO HOLÍSTICO DAS INCERTEZAS EM UM PROJETO

João Carlos Mosquim - Moschim Consultatis

O artigo discute uma proposta de mudança na cultura de planejamento de uma parada ou um projeto, tomando-se com base o modelo determinístico e reducionista hoje muito utilizado no delineamento de cronogramas, para um modelo probabilístico e holístico, discute algumas doenças que afetam os projetos e vacinas utilizadas, o comportamento humano e suas atitudes, com a finalidade da busca da excelência da gestão e da produtividade e a metodologia de Análise de Riscos hoje em uso por uma metodologia mais abrangente. Todo esta metodologia está alicerçada nos fundamentos da excelência, como pensamentos sistêmicos, aprendizado organizacional, cultura da inovação, liderança, mudanças comportamentais e atitudes das pessoas, entre outros. Resultados alcançados em um projeto – parada de uma unidade industrial •Redução no prazo total do projeto de 42 para 34 dias. Ganho de 8 dias •Aumento do fator operacional da unidade •Ganhos financeiros, com o início da produção antecipada em 8 dias •Redução do número de acidentes •Melhoria na integração e clima organizacional na equipe. •Aumento da previsibilidade futura •Diminuição do estresse da equipe

 


TT-046 - Apresentação Oral
GESTÃO DE ATIVOS SUPORTADA PELA RELIABILITY TPM

Jacques Vigato Dos Santos
Isabella Alves Ferreira

Este trabalho apresenta uma proposta de estruturação e implantação da Gestão de Ativos (Asset Management – PAS 55) utilizando a metodologia Reliability TPM (Total Productive Maintenance – Manutenção Produtiva Total), desenvolvida através da aplicação da metodologia RCM (Reliability-Centered Maitenance – Manutenção Centrada na Confiabilidade), LSS (Lean Seis Sigma), aplicação de ferramentas de confiabilidade e qualidade. Esta melhoria realizada na metodologia TPM (Total Productive Maintenance – Manutenção Produtiva Total) tem por finalidade otimizar os pilares de confiabilidade (Manutenção Planejada, Manutenção Autônoma, Melhorias Específicas, Educação & Treinamento e Controle Inicial) e atender os requisitos exigidos pela especificação de Gestão de Ativos PAS 55:2008, base da futura norma ISO 55000.

 


TT-049 - Apresentação Oral
ANÁLISE DO CUSTO DE CICLO DE VIDA DE PARQUES EÓLICOS

Kelvin Palhares Bastos Sathler - Construtora Queiroz Galvão
Daniel Enrique Castro – Cefet-MG

O trabalho desenvolvido tem como objetivo analisar a viabilidade econômica dos sistemas de geração de energia eólica considerando a eficiência energética e o desenvolvimento dos custos observados em parques eólicos em operação. Para isso, será utilizada a ferramenta LCC (Life Cycle Cost – Custo do Ciclo de Vida), a qual faz uma análise do impacto econômico da tecnologia durante toda a vida útil do equipamento. Para a avaliação da eficiência será considerada a ferramenta OEE (Overall Equipment Efficiency – Eficiência Global do Equipamento). A metodologia proposta se mostrou uma importante ferramenta para analisar a viabilidade dos parques e determinar sua vida útil econômica. Através deste trabalho também foi possível identificar novas variáveis para o controle do rendimento dos parques eólicos que permitem melhorar a análise de sua eficiência e nível de desempenho.

 


TT-050 - Apresentação em Pôster
PROGRAMA INDÚSTRIA MAIS EFICIENTE

Arthur Rangel Laureano - Celesc Distribuição S.A.
Marco Aurélio Gianesini - Celesc Distribuição S.A.

A energia elétrica é um insumo essencial e fator de competitividade para o setor industrial, as despesas com energia elétrica representam quase 4% do custo direto da produção industrial. Estas despesas poderiam ser menores, já que quase 70% do parque fabril brasileiro possui mais de 10 anos de idade, Equipamentos em geral perdem eficiência com o passar dos anos, passando a consumir mais energia sem aumentar sua produtividade. Através de ações de eficiência energética busca-se a redução do consumo e intensidade energética, ou seja, produzir mais utilizando menos. Estas ações estão ligadas intimamente à proteção do meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável, mas se justificam inicialmente com a economia de energia proporcionada pelas ações de eficiência desenvolvidas. Buscando auxiliar a renovação do parque fabril catarinense e a redução dos custos na indústria com energia elétrica, a Celesc desenvolveu o Programa Indústria +Eficiente, com o objetivo de selecionar e financiar, a juro zero, projetos de eficiência energética em instalações industriais dentro de sua área de atuação.

 


TT-051 - Apresentação em Pôster
ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA DA SUBESTAÇÃO DO SIFÃO 22

Ilso Lopes da Cruz - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

Este trabalho tem o intuito de apresentar a modernização realizada nos equipamentos instalados na subestação EEA Sifão 22, responsável pela alimentação do Sistema Rio Claro que, por sua vez, é responsável pelo abastecimento de cerca de 1 (um) milhão de pessoas da zona leste da região metropolitana de São Paulo. Apresentaremos todas as melhorias, atualizações e modernizações realizadas como: substituição dos pararraios de linha (138 kV); revisão geral dos disjuntores de alta tensão (138 kV); substituição de um transformador de 5,5 MVA; retrofit em 10 disjuntores de média tensão (13,8 kV); substituição dos comandos elétricos e mecânicos das chaves seccionadoras de alta tensão (barramento de 138 kV); substituição do banco de baterias e instalação de um novo painel retificador (carregador de baterias). Alguns trabalhos ainda estão em andamento como: substituição de toda a mesa de comando (painel sinóptico) da subestação por um SDSC (Sistema Digital de Supervisão e Controle), que deverá monitorar todos os sinais de campo, compilar estes dados e fazer a supervisão, com disponibilidade de monitoramento e supervisão à distância; substituição de chaves seccionadoras motorizadas para duas linhas de média tensão em 34,5 kV denominadas de Linha A e Linha B; e substituição dos relés de proteção eletromecânicos por relés microprocessados de última geração. Estas melhorias proporcionarão à subestação maior confiabilidade de operação e segurança.

 


TT-056 - Apresentação Oral
TREINAMENTO E MANUTENÇÃO - PARCERIA NECESSARIA PARA O SUCESSO

Marcelo Silva Monteiro - Emac - Engenheria de Manutenção
Alan Carvalho Pousa - Emac Engenharia de Manutenção

Os equipamentos e sistemas, impulsionados pela necessidade de melhoria continua na qualidade, aumento de produtividade, melhor eficiência energética e preservação do meio ambiente vem passando por constantes avanços tecnológicos nos últimos anos. O avanço das tecnologias impacta diretamente nos métodos e procedimentos de manutenção de forma a garantir não somente a vida útil dos equipamentos, mas também sua eficiência técnico-ambiental. Vários segmentos da nossa economia possuem equipamentos e sistemas de última geração, mas não possuem equipe técnica qualificada capaz de manter estes equipamentos e sistemas em operação causando ineficiência nas instalações, baixa disponibilidade e até mesmo quebras prematuras com altíssimos prejuízos. Portanto, é de fundamental importância a existência de um programa contínuo de formação e qualificação de mão de obra nas empresas. O presente trabalho trata sobre os métodos utilizados para desenvolvimento de um programa de formação e qualificação de mão de obra, bem como, uma análise dos métodos utilizados com seus resultados e como vem suprindo a necessidade de uma empresa e seu mercado, não somente apenas para manter sistemas e equipamentos, mas ter como fator motivacional e de responsabilidade social.

 


TT-058 - Apresentação Oral
AUMENTO DA PRODUTIVIDADE DA MANUTENÇÃO ATRAVÉS DA CERTIFICAÇÃO DO PESSOAL TÉCNICO

Rafael Guidi Gargantini – 3M do Brasil

Ainda que se estude o aperfeiçoamento das rotinas de manutenção e conservação dos ativos industriais, o sucesso de qualquer modelo dependerá da capacidade do time de executores em absorver o conhecimento e aplicá-lo na prática. No Brasil, programas de certificação técnica do conhecimento em manutenção ganharam espaço nos últimos anos, levando muitas empresas a investir na certificação do seu pessoal para potencializar resultados. Pensando na base da pirâmide organizacional, como a certificação do pessoal técnico pode, de fato, aumentar a eficiência operacional da manutenção? Este trabalho apresenta um caso prático de como começar, quanto custa, e quais foram os benefícios obtidos após a certificação através de um modelo de qualificação individualizado para obtenção do conhecimento teórico, somado a difusão interdependente das habilidades destacadas no grupo. Neste processo, o Programa Nacional de Qualificação e Certificação (PNQC) figura como mediador externo, cuja função é validar de maneira imparcial, padronizada e justa o conhecimento individual.

 


TT-059 - Apresentação Oral
MÉTODO DE ELIMINAÇÃO DE PEQUENAS FALHAS

Antonio Carlos Leal de Castro Júnior - Vale
Jose Regivaldo de Carvalho Júnior - Vale
Liana de Amaral Melo - Vale

O objetivo principal deste trabalho é demonstrar o processo de tratamento de perdas desenvolvido em 2012 através da identificação e priorização das perdas relacionadas à manutenção em falhas nos equipamentos da área do Embarque no Porto da Ponta da Madeira em São Luis-Maranhão. O método aplicado ao sistema de embarque de minério de ferro da VALE usa a engenharia de confiabilidade para atacar e eliminar pequenas falhas de forma imediata e definitiva. O trabalho começou em maio de 2012 quando o sistema de embarque apresentava uma DI (Disponibilidade Intrínseca) de 71% e um total de 300h de HMC (Horas de Manutenção Corretiva). Com o trabalho diário do GPF (Grupo de Pequenas Falhas) e a aplicação da Engenharia de Confiabilidade, foi possível obter uma DI de 91% e alcançar o recorde de HMC de 80 horas. Será mostrada a implementação do método RCA (Análise de Causa Raiz) na eliminação/redução de pequenas falhas do embarque no Porto Norte a fim de garantir menor número de horas corretivas na manutenção, assegurando maior confiabilidade nos equipamentos, bem como seus respectivos resultados.

 


TT-060 - Apresentação Oral
ANÁLISE DA CONFIABILIDADE DAS VÁLVULAS DE SEGURANÇA DA BRASKEM CS2-BA

Márcio Ney de Matos Rodrigues - Braskem S.A.
Alberto Luis Borges Rodrigues - Braskem S.A.

Válvula de Segurança (PSV) é um dispositivo automático de alívio de pressão caracterizado por uma abertura instantânea (“pop”) uma vez atingida à pressão de abertura especificada. Como ela só atua quando solicitada, não é possível identificar o momento exato em que ocorre uma falha. Por isso, é de extrema importância que este dispositivo opere com um nível de confiança elevado. O levantamento de dados realizado em 274 certificados de manutenção mostra que pode ser significativo o percentual de válvulas que abrem com pressão diferente da pressão de ajuste, que se apresentam obstruídas, que vazam antes ou após abertura, que apresentam falhas em componentes ou que não abrem durante o teste de recepção. O objetivo deste trabalho é tratar as Válvulas de Segurança por sistema operacional (fluido), demonstrando o método de análise dos dados, e adequar sua política e seu programa de manutenção (todo o processo de manutenção, desde sua retirada de operação até sua reinstalação). Para analisar os dados coletados foi utilizado o software Weibull do MERIDIUM, que forneceu os valores dos parâmetros de forma (β), dos parâmetros de vida característica (η) e do nível de confiabilidade de 80%, adequado para válvulas de segurança, demonstrando a ocorrência de uma falha até um tempo aproximado de 33 meses.

 


TT-061 - Apresentação em Pôster
GESTÃO DE ATIVOS, DIFICULDADES DE IMPLANTAÇÃO DE CULTURA DE OBSOLESCÊNCIA DE ATIVOS EM UMA FÁBRICA DE PAPEL

Wellington José Figueiredo de Lima - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Romildo Camelo - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Luciana Vieira - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Samir Lobo - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Simei Campos - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM

Este trabalho visa apresentar um caso de viabilidade técnica no retrofit de uma rebobinadeira responsável pela produção de papel. Esta máquina é de grande importância junto à linha de produção de uma Empresa de grande porte da região norte. Devido ao grande fluxo de produção e o tempo elevado de uso, o equipamento passou a apresentar repetidas falhas, trazendo inúmeras perdas, além de comprometer a qualidade do produto. Neste trabalho Serão retratas as dificuldades da equipe de manutenção em convencer a direção sobre a necessidade de modernização neste processo, o levantamento da viabilidade técnica, o custo da implantação e os resultados da implantação. São demonstrados os levantamentos históricos dos problemas relacionados, as dificuldades de peças de sobressalência, que justificaram a implantação do projeto de modernização da rebobinadeira. Para detectar as causas raízes, foram realizados estudos específicos usando métodos de identificação e análises de problema como o MÉTODO DE PARETO e o MÉTODO QC STORY, conhecido no Brasil por MASP. Possibilitando a elaboração da justificativa do investimento baseado em dados e fatos e finalmente são apresentados os passos de modernização e os resultados finais da implantação da solução.

 


TT-065 - Apresentação Oral
CORROSÃO EM LINHAS DE TRANSMISSÃO: UMA SOLUÇÃO DE MONITORAÇÃO ON-LINE DE BAIXO CUSTO

Wellington José Figueiredo de Lima - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Lourival Torre - Eletronorte - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A.
Elziane a. Silva - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Wilkens Renato - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Roger Silva - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Alex Guedes - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM
Luciana Vieira - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia- IESAM

Atualmente o controle da corrosão das torres de transmissão geram um custo anual de aproximadamente R$188.985,00 para monitoramento de 5 linhas de transmissão contendo total de 3351 torres, esta monitoração exigi o deslocamento de técnicos para áreas de difícil acesso que realizam a monitoração por amostragem em 10 torres de cada linha, totalizando 50 torres analisadas por ano. O projeto desenvolvido visa evitar estes deslocamentos, provendo o envio do estado da corrosão nas linhas de transmissão por intermédio de uma rede Zigbee que segue o padrão IEEE 802.15.4. As medições são realizadas utilizando um sensor eletrodo, seguindo metodologia desenvolvida pelo CEPEL –Centro de Pesquisa da Eletrobras. As medições do estado das torres são realizadas pelo sistema de medição distribuídos na linha de transmissão, enviados via rede sem fio, que têm seu sinal retransmitido nas torres que possuem a monitoração, até chegar à subestação mais próxima da concessionária de energia, onde terá um aplicativo que consolida os dados e os envia a um banco de dados que trata as informações e apresenta de forma amigável aos analistas.

 


TT-066 - Apresentação Oral
USO DO ACESSO POR CORDA - NORMAS E LEGISLAÇÃO

Raimundo de Oliveira Sampaio Filho - Braskem S.A.

O acesso por corda é uma técnica da engenharia de acesso, aplicada para serviços onde envolva risco de queda e/ou acesso difícil, utilizada no Brasil há pelo menos 19 anos, não se limitando a um segmento de mercado ou determinado tipo de especialidade. O uso do acesso por corda, seus procedimentos e práticas é um item importante a ser discutido, principalmente em face da diversidade dos segmentos e especialidades que a utilizam. As práticas de segurança, normas e legislação, o papel das contratantes, contratadas, organismos de treinamento, certificadores e do próprio profissional de acesso por corda, serão o foco de análise deste trabalho.

 


TT-068 - Apresentação Oral
ESTABILIZAÇÃO DE RECALQUES EM UNIDADE DE EVAPORAÇÃO DE SODA CÁUSTICA - CASE UCS-AL

Rogério Silva Bonfim - Braskem S.A.
Sérgio Batista - Braskem S.A.

A unidade 228 – Concentração de soda cáustica – é responsável pelo processo de produção de soda cáustica por meio da evaporação do licor de soda. Nesta área encontra-se o prédio da evaporação. Tal estrutura apresentava recalques diferenciais significativos de pilares, bases e pavimentos, geralmente próximos a bombas e canaletas, causados pelo carreamento e acomodação dos grãos de sílica da areia do solo de fundação, após reagirem com meio alcalino presente no subsolo. A alta alcalinidade do solo sob o referido prédio deve-se a contribuições primárias decorrentes de efluentes inerentes ao processo de produção de soda cáustica. Ensaios atuais SPT (Standard Penetration Test) confirmaram a perda de resistência mecânica do solo entre as cotas -7m e -12m, quando em comparação aos dados levantados na implantação da unidade (ano de 1972). Com o objetivo de promover a estabilização dos referidos recalques, foi desenvolvido um projeto de reforço de fundação, o qual foi implantado em condições de operação de planta, utilizando metodologias de engenharia diferenciadas que asseguraram a execução segura e o alcance dos objetivos dentro de um cronograma desafiador e um cenário atípico

 


TT-069 - Apresentação em Pôster
CAVITAÇÃO EM BOMBAS CENTRIFUGAS: ANÁLISE DAS TÉCNICAS DE MEDIÇÃO

Carlos Moreno Dos Santos - Senai Cimatec
Valéria Loureiro da Silva - Senai Cimatec

Responsável por danos catastróficos em bombas centrífugas, a cavitação tem sido objeto de estudo em todo o mundo. As refinarias de petróleo, plantas petroquímicas e químicas, dentre outras, tem sido bastante afetadas por este fenômeno que impacta diretamente o funcionamento de rotores , rolamentos, selos mecânicos, provocando redução da eficiência de bombeamento, aumento do custo do ciclo de vida, vazamentos de produtos, acidentes ambientais etc. As bolhas que contém vapor do líquido originam-se em pequenas cavidades, nas paredes do material ou em torno de pequenas impurezas contidas no líquido, em geral próximas às superfícies, chamadas núcleos de vaporização ou de cavitação, cuja natureza constitui objetos de intensas pesquisas. Quando a pressão reinante no líquido se torna maior que a pressão interna das bolhas com vapor, as dimensões das mesmas se reduzem bruscamente, ocorrendo o seu colapso e provocando um deslocamento do líquido circundante para o seu interior, o que gera assim uma pressão de inércia considerável. As superfícies metálicas onde se chocam as diminutas partículas resultantes da condensação são submetidas a uma atuação de forças complexas oriundas da energia destas partículas, que produzem percussões, desagregando elementos de material de menor coesão, e formam pequenos orifícios, que, com o prosseguimento do fenômeno, dão á superfície um aspecto esponjoso, rendilhado, corroído. É a erosão por cavitação. O desgaste pode assumir proporções tais que pedaços de metal podem soltar-se das peças. Este trabalho apresentará uma avaliação das diferentes técnicas de detecção da cavitação em caráter preventivo em bombas centrífugas. Fará uma análise das vantagens e desvantagens de cada método do ponto de vista da eficácia em indicar os sintomas que possam ser utilizados para prever o inicio da cavitação, permitindo a execução de controles operacionais que evitem os danos comuns observados.



TT-073 - Apresentação Oral
PLANEJAMENTO DIRECIONAL COMPARTILHANDO RECURSOS

Anderson Dos Santos Pitanga - Votorantim Siderurgia

A forma tradicional como são definidos o planejamento e programação da manutenção, tendem à observação das análises de falhas nos históricos existentes, distribuindo os recursos e equipamentos de maneira setorizada. Embora sejam relativamente eficientes ao que se propõem ações direcionadas ás análises de falhas, contenção de sintomas e eliminação das anomalias detectadas, soam apenas como solução temporária às intercorrências, colaborando de maneira ainda tímida para a estabilização dos indicadores de manutenção das empresas. O objetivo desse trabalho é demonstrar como distribuir os recursos disponíveis para atendimento de manutenção, direcionando o efetivo, que são os mantenedores e as máquinas disponíveis, aproveitando suas habilidades em funções correlatas às suas habilidades, expandindo assim as respectivas áreas de atuação. Tradicionalmente os profissionais são admitidos pelas empresas para realizarem suas atividades em um determinado setor, seção, departamento ou área, esse fator limita a possibilidade de atuação nas demais divisões da mesma unidade. A proposta, então é observar o total da demanda a ser atendida, sem desprezar o controle da disponibilidade das máquinas, equipamentos e pessoas, deixando bem entendido aos profissionais envolvidos, os benefícios de trabalhar em todos os setores produtivos da organização. Palavras-chave: Compartilhamento. Planejamento. Recursos. Demanda.

 


TT-078 - Apresentação em Pôster
PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA TEXTIL

Rodrigo Augusto Neves - Weg Equipamentos Elétricos S/A
Leandro Ávila da Silva – Weg Equipamentos Elétricos S/A

Em busca de competitividade, a meta universal das indústrias é obter aumento da produção com redução de custo, principalmente os energéticos. No setor têxtil, o desafio é ainda maior dada à imensa competitividade vinda do exterior. A necessidade de redução do consumo de energia elétrica, dos custos de manutenção e operação, fizeram empresas do segmento têxtil, buscar a WEG Equipamentos Elétricos S.A. para realizar um projeto de eficiência energética nos sistemas de exaustão. O projeto consiste no ajuste da rotação do sistema de exaustão a partir da variação do processo. No projeto foi realizada a aplicação do motor de imãs permanentes acionado por inversor de frequência e controlado por um transmissor de pressão, mantendo a igualdade do processo, mas com um grande diferencial, redução aproximada de 24% no consumo de energia elétrica.

 


TT-084 - Apresentação Oral
PROPOSTA E AVALIAÇÃO DE UM MODELO DE REFERÊNCIA DE MANUTENÇÃO CENTRADA EM CONFIABILIDADE (MCC) VOLTADO À INDÚSTRIA SIDERÚRGICA

Fábio André Brand - Gerdau
Wagner Maurício Pachekoski - Senai Cimatec

As empresas de classe mundial, para atingir a excelência, buscam inovações para manter-se na vanguarda da aplicação de tecnologias no seu processo produtivo e, principalmente, na gestão de seu patrimônio. Para estas empresas, os departamentos de manutenção assumem cada vez mais uma função estratégica e a utilização de metodologias como a Manutenção Centrada em Confiabilidade (MCC) têm contribuído muito para a obtenção de um desempenho positivo em seu sistema produtivo, com aumento da disponibilidade de seus equipamentos e consequente aumento da produtividade e redução de custos. A MCC é usada para determinar os requisitos de manutenção de qualquer item físico no seu contexto operacional, através de uma análise de suas funções e padrões de desempenho. Apesar das inúmeras vantagens da aplicação da MCC, identificaram-se duas oportunidades de melhoria nesta metodologia, nas etapas de definição dos equipamentos críticos e na aplicação do diagrama de decisão para escolha das tarefas de manutenção. Pois é dentro deste contexto que se insere o presente trabalho, que busca consolidar o processo de implementação da MCC, com a introdução de melhorias nas etapas deficitárias, voltadas principalmente para a indústria siderúrgica. Inicialmente, apresenta-se uma abordagem sobre os conceitos e métodos empregados na MCC tradicional. Em seguida, as melhorias propostas para aplicações no ramo siderúrgico foram detalhadas junto com um estudo de caso, onde a MCC, já contendo os métodos elaborados neste trabalho, foi aplicada em uma empresa siderúrgica, sendo que os resultados obtidos demonstraram a adequação desta proposta às necessidades deste ramo industrial.

 


TT-085 - Apresentação em Pôster
COMPARAÇÃO ENTRE A TÉCNICA RBI E A NORMA NR-13 PARA A DETERMINAÇÃO DE PLANOS DE INSPEÇÃO PARA EQUIPAMENTOS MECÂNICOS ESTÁTICOS

Rômulo Augusto de Souza Passos - Braskem S.A.

Objetivamos comparar a técnica RBI com a NR-13 na determinação de planos de inspeção para equipamentos estáticos. Utilizados equipamentos típicos de uma Unidade de Processo Petroquímico de segunda geração onde se realizou uma projeção, para os próximos 20 anos, dos planos de inspeção para estes equipamentos. Foi realizada uma análise dos resultados desta projeção, buscando a elaboração de planos que proporcionem um controle mais efetivo dos mecanismos de danos e das consequências associadas com uma falha do tipo ‘perda de contenção , que assegurem uma maior confiabilidade, disponibilidade e segurança dos equipamentos e sistemas produtivos, dentro de uma melhor relação de custo benefício (custo de inspeção x benefício do risco) e atendendo a legislação vigente.

 


TT-086 - Apresentação Oral
ANÁLISE DA IMPLANTAÇÃO DA MANUTENÇÃO PRODUTIVA TOTAL: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA QUÍMICA

Rebeca Vieira de Oliveira - Instituto Militar de Engenharia - Ime
Wellington Dylmar de Jesus - Servatis

Com a necessidade crescente de maior competitividade, as organizações buscam permanentemente oportunidades de melhorias em seus processos e produtos. Neste sentido, o setor de manutenção das empresas vem sendo identificado como fonte promissora para redução de custo e a melhoria de desempenho da produção. Este é o caso de uma indústria química que vem empreendendo esforços e investimentos para otimizar os serviços do seu departamento de manutenção. Com a finalidade de prolongar a vida útil de seus equipamentos, a indústria adotou a metodologia de trabalho da Manutenção Produtiva Total (MPT). A MPT foi introduzida na empresa visando à redução de paradas de produção em virtude de quebras de equipamentos, entre outras necessidades. Passado algum tempo da implantação da MPT, a empresa identificou a necessidade de fazer uma análise dos resultados obtidos com a adoção desta nova metodologia. Assim, utilizando indicadores corporativos, buscou-se evidenciar as vantagens e benefícios alcançados. Os resultados obtidos indicaram uma significativa melhora no desempenho do departamento de manutenção da empresa gerando uma redução de custos para o setor e melhorando o tempo de utilização dos equipamentos em função de uma maior confiabilidade.

 


TT-087 - Apresentação em Pôster
A MANUTENÇÃO SUSTENTADA PELA SIMULAÇÃO

Aline Schimidt Brum - Comau do Brasil

Manter um equipamento qualquer funcionando em perfeitas condições no decorrer de um tempo não é trivial. Quando falamos de componentes mecânicos estamos levando em conta variáveis como desgaste, aquecimento, resfriamento, erros operacionais, folgas, interferências dentre outras que podem levar um conjunto qualquer do equipamento a falhar. É muito importante conhecer a vida útil de cada componente responsável pelo funcionamento correto de uma máquina. A engenharia evoluiu bastante no campo de projeto de componentes, com materiais de durabilidade elevada e sistemas que permitem verificar suas falhas. Um outro ramo que evoluiu e traz inúmeros benefícios na manutenção é a simulação das falhas, com modelos matemáticos e estatísticos. Desta forma é possível “prever” o momento da falha antes de acontecer. Na indústria o planejamento é o pilar que sustenta a continuidade produtiva, logo prever e planejar a parada de um dispositivo ou maquina para uma intervenção, proporciona um ganho considerável, comparado com uma substituição depois do defeito ocorrido. No cenário atual uma fabrica não se mantém no mercado se não for competitiva. O objetivo do trabalho é mostrar quais os ganhos obtidos principalmente em custo e prazo quando utilizamos a simulação na manutenção de um parque de máquinas industriais.

 


TT-088 - Apresentação Oral
SISTEMA DE GESTÃO CARGOS MULTIFUNCIONAIS OPERADORES PETROQUÍMICOS COM HABILIDADES DE MANUTENÇÃO – INSTRUMENTAÇÃO ELÉTRICA – MECÂNICA CALDEIRARIA

Victor Guidobono da Silva - Oxiteno Nordeste S.A.

O Sistema de gestão de multifunção define, caracteriza e estabelece objetivos, componentes, procedimentos e diretrizes de operacionalização, acompanhamento, gerenciamento para treinamento, capacitação, desenvolvimento de carreira e remuneração. É um novo conceito que valoriza as pessoas e os processos de desenvolvimento, tendo como objetivo capacitar os operadores multifuncionais para que cresçam profissionalmente. O modelo apresentado deve promover o desenvolvimento e a remuneração do funcionário conforme as habilidades técnicas profissionais certificadas. Para a empresa, deve propiciar a obtenção de ganhos consistentes de qualidade, produtividade e redução de custos. A implantação da multifuncionalidade implica em uma mudança que não modifica drasticamente a realidade corrente. A gestão da multifunção tem enfoque na adoção de novos métodos organizacionais. Desta forma, a organização de cargos possibilita o crescimento vertical e horizontal, permitindo a constituição de carreira por Habilidades.

 


TT-094 - Apresentação em Pôster
MELHORIA NO SISTEMA DE DESPOEIRAMENTO DAS MÁQUINAS DA BA 8105 B

Carlos Benvindo de Souza - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

A área de ensaques da Braskem unidade PVC – BA como o próprio nome diz é responsável pelo ensacamento do seu produto final do processo que é o PVC granulado. Nesta área em uma de suas máquinas de ensacamento, representa pelo TAG “BA 8105 B”, havia um problema de perda de eficiência no seu sistema de despoeiramento do enchimento de sacos tipo big bag (termo inglês utilizado para os contentores flexíveis de volume médio, muito utilizado em transportes, armazenamento e estocagem de produtos em pó e granulados, entre outros). Frente a este desafio foi desenvolvido pelas equipes de manutenção em conjunto com a operação um dispositivo simples e de baixo custo que eliminasse o problema. Este dispositivo se acopla no bocal de enchimento da “BA 8105 BA” através de um anel envolto de uma manta feita com borracha esponjosa a qual se acopla no aro da mesa de enchimento do big bag, ou seja, trata-se de um condutor vedado de matéria prima. Enfim, com esta melhoria foi possível atingir os seguintes resultados: a) Redução de 90,25% do índice de desperdício de resina no equipamento; b) Custo Evitado = R$28.344 (anual) e intangíveis: c) Melhoria do local de trabalho e satisfação da equipe; d) eliminação das reclamações do cliente; e) Aumento de produtividade da Equipe; f) Melhorias em SSMA, Organização Física e Qualidade. Além disso, já foi identificada uma máquina similar onde à aplicabilidade desta solução será aplicada, trata-se da “BA 8105 C”.

 


TT-095 - Apresentação Oral
ELIMINAÇÃO DE VAZAMENTO DE MINÉRIO DAS GUIAS LATERAIS DOS ALIMENTARES DO PENEIRAMENTO DA BRITAGEM

Nivan Castro Carvalho - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

A aplicação de ferramentas de gestão de qualidade são fundamentais para otimizar processos de produção na empresa. Contudo, é necessário o envolvimento de todos os setores, de operários a gestores, com foco na melhoria contínua de processos eliminando as perdas existentes e aumentando a confiabilidade dos equipamentos. O setor de manutenção é relevante no processo produtivo da empresa, pois lida diretamente com a disponibilidade operacional de seus equipamentos, agregando papel fundamental em todo o processo da cadeia produtiva. A redução dos desperdícios é um tema tratado nas corporações com muito empenho onde, também, deixa as empresas mais competitivas perante o mercado. Este trabalho tem como objetivo apresentar as melhorias nas guias laterais dos alimentadores de um sistema de peneiramento da britagem de minério de ferro a fim de eliminar os desperdícios nos processos produtivos, redução de MTTR e aumento de MTBF de equipamentos e diminuir custo de manutenção. Alinhado a estes conceitos, este trabalho foi desenvolvido com a metodologia do kaizen. Após definida a técnica de trabalho a utilizar, foi feito um estudo de aplicabilidade focando na padronização do processo com o auxílio das ferramentas PDCA, Ishikawa e 5 porquês. Foi montado um plano de ação dividido em etapas onde foi possível ter um retorno de investimento em menos de um mês de implantado a melhoria.

 


TT-096 - Apresentação em Pôster
ACERVO TÉCNICO - ALIADO DA MANUTENÇÃO

Luis Fernando Rosário - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Marcelo Ferreira Araújo - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

O setor de manutenção de ativos é de fundamental importância dentro da indústria, a sua eficiência e eficácia se traduzem em confiabilidade, disponibilidade e por consequência em produtividade. Porém para que o setor de manutenção funcione corretamente, os periféricos deste setor também devem estar em sintonia, sobressalentes, mapas de manutenção, quadros de manutenção atualizados, manuais e fichas técnicas com fácil acesso. Dependendo da planta pode-se ter centenas tipos de inversores, com várias aplicações e parametrizações, e por isso a importância de reduzir o tempo de substituição e parametrização destes. Neste trabalho mostramos os resultados da reorganização do setor de manutenção elétrica, o que trouxe melhor resultado, foi o acervo técnico com foco nos inversores de frequência, que são equipamentos que possuem diferentes configurações de trabalhos de acordo com suas aplicações; bombas, ventiladores, motores, controladores, etc. Tecnicamente, uma das ações definidas pela equipe foi coletar os manuais e os parâmetros de configuração de cada inversor existente na planta, agilizando a re-parametrização de qualquer equipamento em sua substituição, perda de parâmetros ou manutenção dos mesmos. Como resultado desta reorganização foi observado que o MTTR dos equipamentos envolvidos que era de 3,3 horas, após a criação da lista mestra com os modelos, manuais e parâmetros de configuração de cada inversor de frequência passou para 1,2 horas.

 


TT-097 - Apresentação em Pôster
INDICADORES DE MANUTENÇÃO - QUAL, QUANDO E COMO USAR!

Edeilson Aparecido Dos Santos - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Frank James Souza Mavignier - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

A alta competitividade das empresas no setor industrial faz com que os gestores industriais adotem diferentes indicadores para medir a eficiência e disponibilidade de seus ativos, estes indicadores funcionam como balizadores para tomadas de decisão em investimentos e/ou correções em seus processos produtivos, porém em alguns casos o número de indicadores e ferramentas como por exemplo MTBF, MTTR, FPY, OTD, Lead Time, Satisfação Cliente, Back Log, Cumprimento Programação, 5S, SIX Sigma, FEMEA, etc, resultam na perda de foco, dificultando a análise e tomada de ações. Neste trabalho partimos da análise de todos os indicadores que estavam sendo utilizados, buscando suas correlações. Uma das ações impingidas destas análises foi a definição de quais indicadores utilizar. A partir deste ponto foi possível implantar indicadores de medição que são fundamentais para medir a eficiência de atendimento e entrega dos trabalhos realizados pela área de manutenção, assim como, se a equipe está, ou não, corretamente dimensionada com as demandas da planta, e gerando ações para solucionar os desvios encontrados. Como resultado desta estruturação do processo o número de ordens fora da meta de lead time reduziu 85%, o cumprimento da programação passou para 96%, aumento da taxa de apropriação em 35%, e a satisfação do cliente passou para 96%, mostrando o evidente impacto positivo e a importância da engenharia de manutenção para o bom funcionamento dos ativos de qualquer planta.

 


TT-098 - Apresentação em Pôster
MODELOS DE CONTRATAÇÕES DE SERVIÇOS AGREGANDO VALOR

José Maurício Tornéli - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

Este trabalho busca mostrar os modelos de Contratos de Prestações de Serviços na área de manutenção. Colocando as vantagens e desvantagens para o Contratante e Contratada. Sempre buscando a agregação de valor por ambas as partes, no cenário de técnico e econômico. A parceria se inicia na formação do escopo de serviços e seu final é infinito.

 


TT-102 - Apresentação Oral
MATRIZ DE HABILIDADES GESTÃO DE QUALIDADE E PRODUTIVIDADE DOS SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO

Roberto Barbosa Gomes - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
José Carlos Sacramento - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

Este trabalho foi desenvolvido na UT Manserv/Braskem/UNIB localizada no Pólo Petroquímico, Camaçari-BA. A equipe de manutenção composta de um (1) engenheiro líder, três (3) técnicos de manutenção, seis (6) supervisores e quarenta e seis (46) profissionais de mecânica e usinagem, são responsáveis para dar manutenção em torno de 1200 equipamentos das famílias de bombas centrífugas horizontais e verticais (simples estágios, multiestágios, tipo barrel, etc.), turbinas a vapor de pequeno e grande porte, compressores centrífugos e alternativos, redutores, etc. O objetivo do trabalho é melhorar a qualidade e produtividade dos serviços de manutenção, através gestão técnica e comportamental dos profissionais de execução de forma estruturada. Para isso, foi desenvolvida uma ferramenta chamada de Matriz de Habilidades. A Matriz de Habilidades tem a função de possibilitar o desenvolvimento de um plano de treinamento direcionado para melhorar a qualificação técnica de profissionais de execução do contrato, e, consequentemente, reduzir retrabalhos, custo de manutenção e aumentar a satisfação do cliente.

 


TT-103 - Apresentação Oral
CONTROLE NÍVEL IMPACTANDO NA EFICIÊNCIA DO PROCESSO

Geovaldo Ferreira da Silva - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Sidnei Pizzetti - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Aloísio Fernando de Freitas - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

Dado contexto atual, onde na maioria dos sistemas de armazenagem e distribuição tem a necessidade de extrair o máximo de sua capacidade produtiva, intervenções para verificação de nível, manutenção não planejada ou revisões gerais prematuras se traduzem em falta de disponibilidade, confiabilidade e quebra no volume de produção. Neste trabalho reproduzimos a experiência vivenciada na substituição de sensores tipo Radioativo, modelo - 4800 F, fabricante – Lince, por um sensor do tipo Ultrassom, modelo – MS/HAWK SUTAN 234 REMOTO, fabricante – MS-Instrumentos. Com esta substituição dos sensores, além da não utilização de um material radioativo, a medição passou a ser feita de forma gradual, com escala de nível. Na condução deste trabalho para a identificação do problema, foram coletadas informações do histórico de manutenção e entrevistas com operadores. Estas informações foram tratadas através da ferramenta da qualidade ishikawa, assim como foi analisado o tempo gasto entre manutenções MTBF e o tempo para executar as manutenções MTTR. Tecnicamente, foi identificado pela equipe de estudo, que a utilização de materiais radioativos, emitem raios nocivos à saúde, tendo o risco de exposição de pessoas próximas a este material radioativo, demora na liberação para manutenção nos silos, devido ao aguardo do desligamento somente por pessoas autorizadas e treinadas, a indicação de nível dos silos é somente on/off, ou seja, nível baixo ou nível alto.

 


TT-105 - Apresentação em Pôster
SISTEMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE LUBRIFICAÇÃO DE MOTORES ELÉTRICOS

Marcelo Ferreira de Araújo - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Welington Darlu - Cocamar - Cooperativa Agroindustrial
Carlos Ferreira – Proativa – Vibration Solution
Leandro Pena - Proativa – Vibration Solution

O motor elétrico é hoje o principal conversor de energia utilizado nas indústrias do mundo, está presente em praticamente 100% dos processos produtivos industriais devido a sua versatilidade, simplicidade de construção e operação. Com o passar dos anos e o aperfeiçoamento dos processos, a falta desse equipamento passou a ser sinônimo de prejuízos financeiros, ambientais e alguns casos de segurança. A manutenção desses motores tornou-se parte vital nas organizações, a aplicação das técnicas de manutenção preventiva e preditiva aumentou a confiabilidade e melhorou os índices de MTBF e MTTR. Neste trabalho reproduziu-se a experiência vivenciada na implantação da sistematização do processo de lubrificação de motores elétricos. A partir de uma pesquisa nos manuais dos fabricantes de motores elétricos, foi elaborado um cronograma de lubrificação dos motores levando em consideração os dados construtivos dos motores, a quantidade e especificação técnica do lubrificante, o equipamento utilizado na lubrificação e a periodicidade da lubrificação. Para o controle e execução dessa sistemática foi utilizado o software de gerenciamento de manutenção do cliente no qual é gerada uma ordem de serviço contendo as instruções necessárias para a manutenção da qualidade do rolamento do motor. Assim, o novo Plano de Manutenção atendeu a necessidade, pois através dele as metas foram atingidas, e fica evidente o valor da pesquisa e implantação de melhorias nos processos existentes.

 


TT-107 - Apresentação Oral
ADEQUAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE LINHA DE MONTAGEM DE MOTORES A NORMA NR 12

Vinícius Cícero Alves - Comau do Brasil

A segurança na operação e manutenção de máquinas e equipamentos é item primordial em qualquer empresa. Como forma de garantir que este requisito seja sempre cumprido, o governo federal revisou e aprimorou a NR 12, norma que regulamenta a segurança de máquinas e equipamentos. Essas mudanças vieram para diminuir o numero de acidentes de trabalho, garantir mais segurança aos trabalhadores e diminuir gastos em decorrência dos acidentes. O presente trabalho apresenta a metodologia empregada pela parceria COMAU/Pilz na priorização, avaliação, quantificação e eliminação dos riscos, tendo como protótipo uma linha de montagens de motores e de um equipamento critico. Os resultados obtidos com esse método superam as expectativas, apresentando ideias simples, que permitiram ter uma máquina completamente adequada.

 


TT-108 - Apresentação Oral
INDICADORES DE DESEMPENHO DE MANUTENÇÃO NO SEGMENTO DO SANEAMENTO BÁSICO

Adilson Oliveira - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

Atualmente, as organizações vêm buscando incessantemente novas ferramentas de gerenciamento, que as proporcione uma maior competitividade através da qualidade e produtividade de seus produtos, e no setor de Saneamento não é diferente. Para se tornarem mais competitivas, as empresas necessitam que os diversos departamentos de sua estrutura apresentem os melhores resultados na busca pela excelência. A manutenção, como parte estratégica das organizações é a responsável direta pela disponibilidade dos ativos para a operação, tendo extrema importância nos resultados das empresas. Para se medir a qualidade da manutenção são utilizados índices internacionais que permitem medir e comparar os resultados entre diferentes áreas descentralizadas de manutenção de uma mesma empresa, ou entre empresas, aumentando a competitividade e melhorando seu desempenho. Na Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp, através de sua Unidade funcional de Manutenção – Guarapiranga, definiu-se os seguintes Índices: Índice de Manutenção Planejada (IMPh), Índice de Manutenção Corretiva (IMC) e o Índice de disponibilidade de equipamentos. Esses índices são acompanhados mensalmente através de um software de Gerenciamento de Manutenção desenvolvido dentro da própria empresa, de forma a atender suas necessidades especificas. Este software recebeu o nome de Sistema de Gerenciamento da Manutenção – SGM e após o cadastramento de todos os ativos da empresa e de um Plano de Manutenção, denominado de mapa de 52 semanas, passou a emitir Ordens de Serviço (OS) com períodos de manutenção pré-determinados (Manutenção Preventiva) e permitindo a abertura de Ordens de Serviço Emergenciais (Manutenção Corretiva), gerando um histórico de cada manutenção realizada. Ao final de cada mês o SGM emite de forma automática os Índices de Manutenção e Disponibilidade, permitindo sua analise pelo corpo técnico da empresa, que toma as atitudes necessárias para manter estes índices dentro das metas estabelecidas pela Companhia. Quando há o não atingimento de qualquer dos índices, é feito o estudo da causa raiz do por que o índice não foi atingido, desta forma aprendemos com 2 os erros e impedimos que eles voltem a ocorrer, fazendo desta forma o giro do PDCA e melhorando cada vez mais a manutenção no setor de saneamento,com menor ocorrência de manutenções corretivas que acarretam na falta de abastecimento de água aos usuários e quando não é possível, diminuindo ao máximo o tempo de realização da manutenção.Finalmente com a implantação dos índices de manutenção e suas respectivas metas, que vão sendo mais apuradas a cada ano, é possível medir de forma clara e constante a qualidade da manutenção prestada.

 


TT-109 - Apresentação em Pôster
UTILIZAÇÃO DE POLÍMERO RECICLADO NA INDÚSTRIA

Davi Nogueira da Silva - Escola Senai Waldemiro Lustoza

Os benefícios da inovação já é um fator determinante nos dias de hoje. Não há como negar que a sobrevivência da competitividade no âmbito industrial depende e muito das inovações. O crescimento do conceito de sustentabilidade aliado ao desenvolvimento de produtos ecologicamente corretos, tem fomentado cada vez mais o interesse da sociedade e das empresas em novas tecnologias, novos processos e novos serviços. Com o mercado em crescimento, os plásticos tomaram conta do mundo moderno. Os produtos de polímero reciclado alia o conceito de um produto ambientalmente correto, agregando conforto e designe inovador. De fato, torna-se necessário uma vez que a indústria da construção civil é responsável por grandes impactos ambientais antes e depois da conclusão do projeto. O estudo de caso conduzido em uma Escola de Educação Profissional demonstrou consistência quanto à aplicação do uso de polímero reciclado na indústria. Este trabalho se volta à discussão da reciclagem de polímeros e sua utilização na confecção de produtos inovadores destinados a vários segmentos industriais.

 


TT-111 - Apresentação Oral
PRATICAS, INDICADORES DE MANUTENÇÃO E CUSTOS NA GESTÃO DE PNEUS: ESTUDO EM UMA EMPRESA DE TRANSPORTES

Marcos Dario - Etec - Gustavo Teixeira
Eliciane Maria da Silva - Universidade Metodista de Piracicaba- Unimep

Resumo: Dentro da gestão da cadeia de suprimentos na gestão das atividades de transportes e armazenagens está o Prestador de Serviços Logísticos (PSL), buscando eficiência no sistema de operação e gestão da sua frota, existem alguns custos operacionais mais expressivos para um PSL: manutenção da frota, pneus e combustíveis. Nos estudos de manutenção pouco se tem pesquisado sobre o conceito de gestão de pneus, práticas de manutenção e desempenho em conjunto. Neste contexto, o objetivo geral de estudo é identificar tais práticas e seus indicadores de desempenho na área de manutenção na gestão de pneus de uma empresa prestadora de serviços logísticos. Objetiva-se analisar a influência dos custos aplicados aos pneus sobre o custo total da manutenção. Realizado como um estudo de caso exploratório, descritivo, explanatório e analítico. A coleta de dados foram observações in loco, em entrevistas não estruturadas, na análise de documentos, de relatórios com os resultados de indicadores. Os dados foram analisados pela análise de correlação e regressão múltipla. O teste Anova indicou que custos aplicados aos pneus influência em 54% das variações no custo total da manutenção.

 


TT-114 - Apresentação em Pôster
UTILIZAÇÃO DE LUBRIFICANTE ECOLOGICAMENTE CORRETO EM LAVADOR ROTATIVO DE ENGRENAGEM ABERTA MINA DE BAUXITA DE JURUTI

Anderson Valadares Viana - Alcoa World Alumina Brasil
Alan Pereira Dos Snatos - Alcoa World Alumina Brasil
Raimundo Nonato Camanho Monteiro - Alcoa World Alumina Brasil
Paulo Cesar Batista Rodrigues - Alcoa World Alumina Brasil
Emanoel de Jesus Lopes de Lima - Alcoa World Alumina Brasil
Valciro Andrade Batista - Alcoa World Alumina Brasil
Sidney Santos - Fuchs Lubritech

A lubrificação é uma operação que consiste em introduzir uma substância apropriada entre superfícies sólidas que estejam em contato entre si e que executam movimentos relativos. Essa substância apropriada normalmente é um óleo ou uma graxa que impede o contato direto entre as superfícies sólidas. Quando recobertos por um lubrificante, os pontos de atrito das superfícies sólidas fazem com que o atrito sólido seja substituído pelo atrito fluido, ou seja, em atrito entre uma superfície sólida e um fluido. Nessas condições, o desgaste entre as superfícies será bastante reduzido. Visando reduzir os custos com o lubrificante de base asfáltica, e otimizando a utilização de um produto ecologicamente correto, que reduza a emissão de resíduos no meio ambiente. Visando a sustentabilidade do projeto identificou-se um lubrificante isento de metais pesados de fácil pulverização e ótima adesividade.

 


TT-116 - Apresentação Oral
INSPEÇÃO TÉCNICA NAS INSTALAÇÕES DA OTP, UTILIZANDO AUDITORIA COMO INSTRUMENTO DE OTIMIZAÇÃO DE GESTÃO DA MANUTENÇÃO

Eleanor Dias de Sousa - Eletronorte Eletrobrás
Ana Vera Souza - Eletronorte Eletrobrás
Mario Alberto Roca - Eletronorte Eletrobrás

Otimizar a gestão da manutenção a fim de prevenir e evitar a reincidência de falhas e, por consequência, atender ao contrato de transmissão e prestação de serviços mantido com a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. Uma equipe multidisciplinar foi composta, para realizar auditorias periódicas nas instalações da OTP, obedecendo a um protocolo previamente estabelecido. O escopo das auditorias é levantar não conformidades nos equipamentos de potência, abrangendo os circuitos de alta tensão, serviço auxiliar, proteção, comando e controle, aspectos e impactos ambientais, questões relativas à segurança do trabalho e conservação do patrimônio. As auditorias seguem cronograma anual, previamente definido pelo Superintendente Regional, com intervalo médio de 4 meses entre visitas. A linha de processo obedece ao fluxo: auditoria  emissão e encaminhamento de parecer técnico  ações de melhorias pelas instalações  retorno a instalação, quando o ciclo se reinicia. No ano de 2012 foram realizadas 18 auditorias e levantadas 4062 não conformidades, com índice de correção da ordem de 50,83%. Como ganho tangível pode-se observar a redução de 29% no pagamento de parcela variável e não incidência de multa de auditagem de orgãos externos pela Regional do ano de 2010 para 2012 em virtude da implantação deste método.

 


TT-117 - Apresentação em Pôster
GESTÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E REDUÇÃO DOS REATIVOS NAS ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS DE ÁGUA TRATADA COM INSTALAÇÃO DE BANCO DE CAPACITADORES

Jean Carlos Pessoa de Araújo - Companhia de Saneamento Básico de SP - Sabesp
Marcos Roberto Montosa - Companhia de Saneamento Básico de SP - Sabesp

A Correção do fator de potencia através, principalmente, da instalação de capacitores tem sido alvo de muita atenção das áreas de projeto, manutenção e finanças de empresas interessadas em racionalizar o consumo de seus equipamentos elétricos. Objetivando otimizar o uso da energia elétrica gerada no pais, o extinto DNAEE (Departamento Nacional de Aguas e Energia Elétrica), atualmente com a denominação de ANEEL (Agencia Nacional de Energia Elétrica), através do Decreto No 479 de 20 de marco de 1992 estabelece que o fator de potencia mínimo deve ser 0,92. Com o avanço da tecnologia e com o aumento das cargas não lineares nas instalações elétricas, a correção do fator de potencia passa a exigir alguns cuidados especiais. A utilização de máquinas e equipamentos que utilizam componentes indutivos faz baixar o fator de potência das instalações elétricas. Os componentes indutivos solicitam da rede uma parcela de energia responsável pela formação do campo magnético. Esta energia é chamada de reativa. A energia reativa está em quadratura com a energia ativa e o fator de potência representa a relação entre elas. Quanto mais baixo for o fator de potência de uma instalação, pior é o aproveitamento da energia elétrica. A utilização de bancos de capacitores para correção do fator de potência, além de ser uma das opções mais viáveis financeiramente, torna maior a eficiência dos equipamentos, evita penalidades por multas e disponibiliza maior confiabilidade para os circuitos elétricos da concessionária.

 


TT-118 - Apresentação Oral
SUPERVISORES DE MANUTENÇÃO O PAPEL DA FORMAÇÃO DE PESSOAL DE SUPERVISÃO EM INDÚSTRIA COMPLEXA NA PREVENÇÃO DE FALHAS E ACIDENTES

Sérgio Dias Costa - Eletrobras Eletronuclear

As indústrias brasileiras têm como ponto comum em suas áreas de manutenção a necessidade de que seus supervisores sejam dotados de conhecimento e qualificação técnica compatível com a importância do exercício do seu papel na execução das atividades e em sua supervisão. É certo que o conhecimento técnico e as habilidades no exercício de liderança que precisamos destes profissionais são de extrema importância mas só isto é capaz de garantir a execução perfeita do trabalho, a coesão da equipe, a segurança do pessoal envolvido, a prevenção de erros humanos e a segurança contra acidentes pessoais e organizacionais? A resposta é fácil, não. A administração de grande parte das indústrias modernas poderia ser considerada como pertencendo ao novo conceito de “administração complexa” e sua estrutura de manutenção teria claramente o funcionamento de um sistema complexo adaptativo. Este sistema é composto como uma rede de interações entre os indivíduos que o compõem e que, neste inter-relacionamento, fazem surgir regras e comportamentos que são influenciados pelo meio ambiente em que ocorrem. Estas regras e meio ambiente é que determinam a aceitação da participação ou não do indivíduo naquele grupo ou equipe. Com isto o comportamento do conjunto é determinado pela combinação das interações destes indivíduos. Sabendo-se que a manutenção, assim como os sistemas complexos adaptativos, tem como suportes a autonomia, cooperação, agregação e auto-organização entre seus componentes devemos buscar uma forma de preparação dos supervisores de manutenção em indústrias complexas que leve em conta estes comportamentos adaptativos. De forma a que se obtenha o maior proveito da auto organização e da agregação sem que isto venha a prejudicar a cooperação entre as equipes e sem que a autonomia, possivelmente adquirida, não se torne um entrave ao seguimento das regras e procedimentos estabelecidos para obtenção de bons resultados em manutenção e prevenção de acidentes pessoais e/ou organizacionais o modo atual de se formar um supervisor deve ser modificado.
Devemos dar a eles um nível muito maior de informações e conhecimentos acerca das possibilidades de interações entre os membros de sua equipe e do modo com que os comportamentos são engendrados dentro dela para que permitamos a eles atuarem com 2 consciência plena das razões que levaram a estes comportamentos e quais as possíveis resultantes dos mesmos.

 

TT-121 - Apresentação Oral
AUMENTO DA PRODUTIVIDADE DAS EQUIPES DE MANUTENÇÃO UTILIZANDO TÉCNICAS DE AMOSTRAGEM E CRONOANÁLISE NO TRABALHO

Luiz Gustavo de Souza - Comau do Brasil

Os processos de manutenção são cada vez mais estratégicos nas operações produtivas das empresas. O objetivo é garantir a disponibilidade física dos equipamentos com custos competitivos. Pequenas e grandes interrupções inesperadas, podem produzir perdas significativas de produção em função do tempo de parada para reparação destas falhas ou impacto na qualidade final do produto. Estes desvios, em geral de caráter aleatório, prejudica o atendimento das demandas programadas que se transforma num dos problemas mais difíceis de gerenciar nos processos de reparação. Serviços corretivos podem sobreporem às atividades programadas (preventivas), que em geral não são atendidas devido à prioridade dos serviços corretivos. Este cenário pode degradar a instalação caracterizando um ciclo vicioso resultando em altos custos de manutenção. Neste contexto, otimizar cada atividade pode impactar diretamente na quantidade de serviço realizado garantindo o cumprimento do escopo da manutenção (preventivas e corretivas) aumentando a aderência à programação com a produtividade desejada. Dentro desta busca pela maximização dos resultados, vem a importância do fator humano como elemento essencial para a gestão das equipes de atendimento. Para garantir a produtividade das equipes, foram utilizadas diversas técnicas ao longo de 5 anos em indústrias como siderúrgicas, automobilísticas, metalúrgicas e manutenção ferroviária de Norte a Sul do país. Os fatores culturais assim como a gestão dos recursos, principalmente controlados pelo PCM, são os principais fatores das perdas. Foram aplicadas técnicas como cronoanálise e amostragem do trabalho no qual serão abordadas as vantagens e limitações de cada uma delas. Também foram definidos indicadores e controles que visam competição entre as equipes e o equilíbrio da oferta com a demanda – gerenciamento do backlog e nivelamento dos recursos. Através da formação de grupos de melhoria, foi possível identificar as principais perdas em termos de tempo durante a execução dos reparos e transformar o ambiente de trabalho de forma harmônica através da participação coletiva das próprias equipes na solução dos problemas. Em todas as aplicações foram obtidos ganhos de 26% à 35% na produtividade.


TT-122 - Apresentação Oral
MANUTENÇÃO COM FOCO EM RESULTADOS

Livio Bezerra de Moura - Man Latin America
Flávio Luis da Costa - Man Latin America
Nestor Rafael Decclesiis Godoy - Man Latin America
Aldo Roderlei Mendes - Man Latin America
Willian Leonardo Andrade - Man Latin America
Mauro Eugenio Mecca - Man Latin America
Carlos Douglas Reis Sardella - Man Latin America

Diante da atual situação econômica, onde as empresas enfrentam uma concorrência mundial e precisam manter-se ativas e competitivas nesse mercado global, a manutenção é parte imprescindível para esse objetivo. Como função estratégica intrinsecamente ligada a diversas áreas da empresa como: produção, qualidade, vendas, meio ambiente, finanças, pesquisa e desenvolvimento etc, seria um ato extremamente nocivo preterir essa atividade tão vital ao bom funcionamento das organizações. Esse trabalho de manutenção com foco em resultados é proveniente de uma análise crítica sobre os principais eventos de manutenção ocorridos na linha de montagem de uma montadora de veículos comerciais ao longo do ano de 2011. Foram identificados e priorizados os equipamentos responsáveis pela indisponibilidade da linha de produção final e, diante da lista desses equipamentos críticos, estratégias de manutenção foram desenvolvidas para sanar a maior parte dos problemas e, de maneira simples e objetiva, contribuir para um ganho considerável na disponibilidade.

 


TT-125 - Apresentação em Pôster
MODIFICAÇÃO NO SISTEMA DE VEDAÇÃO E LUBRIFICAÇÃO DE CONJUNTOS MANCAIS DE ROLAMENTO DE BOMBAS DE POLPA

Gustavo Baumgratz de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Luiz Flávio Gaspar - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Rodrigo Araújo – Vale Fertilizantes

A exigência imposta pela aplicação e a frequência de manutenção dos conjuntos mancais de rolamento variam conforme o cenário e seguimento industrial ao qual estão aplicados, necessitando desta forma, de cuidados e procedimentos específicos que contribuem para elevar seu tempo médio entre falhas (MTBF), sua confiabilidade e vida útil. Em plantas de extração e beneficiamento de minerais (agressivas), onde os conjuntos de mancais bombeiam a polpa, sofrem deterioração, diminuindo consideravelmente seu MTBF com quebras indesejáveis e perdas de produção. A modificação, tema deste trabalho, é realizada no sistema de vedação da caixa de conjuntos mancais e tem por intuito impedir a entrada de contaminações em seu interior, provocadas vazamento de polpa. Além da modificação na vedação, o método de lubrificação é alterado de graxa para óleo. Os ganhos como disponibilidade e MTBF, somados à confiabilidade do conjunto mancal e do equipamento onde está aplicado, oferecem maior continuidade operacional e consequente redução de custos. Atualmente há dois conjuntos mancais de rolamentos, com a modificação proposta, em aplicação na planta, onde um deles já atinge a marca de 50.000 horas (aproximadamente cinco anos e meio) sem apresentar falhas, resultado que, se comparado às paradas não programadas e ao MTBF do mancal nesta aplicação, com média de 5.000 horas, leva a conclusão do sucesso do projeto.

 


TT-134 - Apresentação em Pôster
AVALIAÇÃO EXPERIMENTAL DO ERRO DE MEDIÇÃO COMO FUNÇÃO DO ÂNGULO DE VISADA E DO CAMPO DE VISÃO DO TERMOVISOR EM INSPEÇÃO TERMOGRÁFICA APLICADA À MANUTENÇÃO ELÉTRICA

Pablo Rodrigues Muniz - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Shirley Peroni Neves Cani - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Robson da Silva Magalhães - Universidade Federal da Bahia - UFBA

A medição de temperatura por termografia infravermelha é uma poderosa técnica utilizada em manutenção elétrica preditiva. Uma vez que diagnósticos são obtidos a partir de análise de diferenças de temperatura entre equipamentos semelhantes, ou entre partes de um mesmo equipamento, os erros associados aos resultados das medições devem ser consideravelmente inferiores aos critérios de diferenças de temperaturas indicativos de defeitos. Vários são os fatores que introduzem erros na medição de temperatura por termografia infravermelha. Este artigo estuda experimentalmente a influência do ângulo de visada entre termovisor e objeto inspecionado, combinado com o campo de visão (FOV) do termovisor. Os resultados indicam que de fato esses fatores podem introduzir erros sistemáticos nas medições, podendo levar a diagnósticos equivocados. Apesar de nesse estágio da pesquisa ainda ser necessário minimizar a influência da incerteza do termovisor nos experimentos, são propostos modelos empíricos através de regressão e de treinamento de uma rede neural artificial para correção desses erros, viabilizando a execução de inspeção termográfica sob ângulos de visada desfavoráveis.

 


TT-135 - Apresentação Oral
ESTRATÉGIAS DE MANUTENÇÃO DE ATIVOS NUMA COOPERATIVA DE REFERÊNCIA NO AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

Carlos Alberto Karasinski - Cooperativa Agraria Agroindustrial
David Lira Nunez - Universidade Tecnologia Federal do Paraná

O estudo apresenta técnicas implantadas na gestão dos ativos da Cooperativa Agrária Agroindustrial, iniciado em 2005, através do Gerenciamento pelas Diretrizes, oriundas do desdobramento do Planejamento Estratégico. A utilização das estratégias é apresentada por meio de estudo de caso, onde se demonstra a aplicação de ferramentas de excelência em gestão e os ganhos para a gestão do negócio Manutenção.

 


TT-137 - Apresentação Oral
COMO REDUZIR O TEMPO DE PARADA DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA EM ESTAÇÕES DE COMPRESSÃO DE GÁS NATURAL USANDO CONTROLE E AUTOMAÇÃO COM BASE EM ANÁLISE DE RISCO

Tarcildo Fernandes Costa - TBG - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia Brasil S.A.
Tarciso Fernandes Costa - TBG - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia Brasil S.A.

Este trabalho apresenta uma solução de controle e automação, com base em análise de risco, que possibilita a redução do tempo de parada de Estações de Compressão de Gás Natural para manutenção preventiva, por meio de intervenção individualizada de determinado instrumento do processo. A solução adotada se baseia no desenvolvimento e implementação, no Sistema de Supervisão e Controle, contendo mecanismos que permitem a seleção, exclusão do processo, execução da manutenção e reinclusão no processo de um determinado instrumento sem comprometer a continuidade operacional e confiabilidade. Foi realizado um “Estudo de Perigos e Operabilidade” (Hazard and Operability Study – HAZOP), com o objetivo de identificar as causas e mitigar as consequências dos riscos ligados à implementação do projeto. Com base no resultado deste estudo, o projeto foi concebido para que ao se selecionar um determinado instrumento para manutenção, suas funções no processo sejam automaticamente substituídas por outro redundante, ou por redução de instrumentos votantes na malha de controle, ou por fixação do sinal, ou por aplicação de procedimento, garantindo assim as condições de operabilidade e segurança, tendo sido obtido os seguintes ganhos: • Aumento da disponibilidade pela intervenção de manutenção mesmo com a planta em operação; • Aumento da confiabilidade pela redução do número de paradas por falha de instrumentos; • Redução do número de alarmes espúrios, dando mais confiança na operação da planta.

 


TT-138 - Apresentação em Pôster
A ANÁLISE DA AUTOMAÇÃO NO PROCESSO DE MANUTENÇÃO DE UM POÇO BSC UTILIZANDO O SUPERVISÓRIO SCADA

André Pedro Fernandes Neto – Univer. Fed. Rural do Semi-Árido - UFERSA
Gutembergue Soares da Silva – Univer. Fed. do Rio Grande do Norte - UFRN
Teófilo Camara Mattozo - Univer. Fed. do Rio Grande do Norte - UFRN
Jose Alfredo Ferreira Costa - Univer. Fed. do Rio Grande do Norte - UFRN
Gilberto Horácio de França - Petrobras

Na manutenção a automação se tornou uma das principais ferramentas para os processos industriais modernos, pois com a sua utilização é possível diminuir desperdícios de matéria-prima, melhorar a qualidade da manutenção, aumentar a produção e controlar a exposição do ser humano aos riscos em ambientes de trabalho insalubre. Com o avanço das tecnologias na área da eletrônica e da informática, os processos podem ser automatizados, seja em uma empresa de manufatura ou de serviço, pois os custos dos equipamentos utilizados na automação de processos se tornaram acessíveis. Setores fundamentais para a sociedade moderna, como é o caso das indústrias de extração de petróleo que produzem um único produto, utilizando a automação dedicada e capaz de integrar os vários poços de petróleo distribuídos em longas áreas geográficas, sendo responsáveis pela extração do petróleo utilizando vários métodos de elevação. Este trabalho faz a comparação entre um poço manual e automatizado que utiliza o BCS como método de elevação do petróleo. Utilizando a estrutura SCADA existente. Foram comparados os dados de produção, da receita gerada e da disponibilidade do poço antes e depois da automação. No primeiro momento a automação trouxe a possibilidade de acompanhar uma quantidade maior de variáveis através da instalação de instrumentos.

 


TT-140 - Apresentação em Pôster
ESTUDO DO CONTROLE DA CONDUTIVIDADE DA ÁGUA INDUSTRIAL NO BONDER II E AUMENTO DA EFICIÊNCIA DO PROCESSO, ALIADO A MANUTENÇÃO DOS OBJETIVOS AMBIENTAIS DA FÁBRICA

Arlon Junio Pinheiro - Comau do Brasil
Heber Vieira - Comau do Brasil
Sérgio Luiz França Cajá - Comau do Brasil

Este trabalho foi realizado com o objetivo de reduzir a condutividade da água do 3º estágio do Bonder II para atender aos índices sugeridos pelos fornecedores. Além disso, visava aumentar a demanda fluídica do Bonder II, sem deixar de levar em consideração os índices econômicos e principalmente os ambientais, tornando o processo industrial mais eficiente, viável e ambientalmente interessante. Ciente desta situação, a equipe iniciou o trabalho fazendo uma avaliação de cada estágio do Bonder II, levantando as características e aspectos físico-químicos, fixando-se mais atentamente para entender de forma mais ampla o mecanismo de transição entre os estágios 2, 3 e 4, que poderiam ser melhorados. O grupo tinha consciência que essa melhoria deveria satisfazer três esferas: o fornecedor de uma forma geral, o setor de Tratamento e Pintura de uma forma local e a Fábrica no aspecto gerencial, como um todo. Ainda assim, era importante e necessário agregar valores. A oportunidade para isso estava na manipulação da água industrial, um produto criado para atender aos apelos econômicos e também aos novos conceitos ambientais. Este era o desafio.

 


TT-141 - Apresentação em Pôster
ANÁLISE RAM DO SISTEMA DE CARREGAMENTO DE VAGÕES

Fabio Marques Tavares - Reliasoft Brasil Ltda.

Neste trabalho foram utilizadas ferramentas e metodologias da Engenharia da Confiabilidade para avaliar através da disponibilidade e produtividade simuladas pelo método de Monte Carlo a necessidade de utilização de um ou dois sistemas de carregamentos de vagões em um pátio de produtos de uma empresa do setor de mineração que deveria atender uma determinada capacidade de produção estipulada.

 


TT-142 - Apresentação em Pôster
MANUTENÇÃO DOS AERADORES MA-01401 A/B DA UTE BRASKEM ALAGOAS - MELHORIA E AUMENTO DA DISPONIBILIDADE OPERACIONAL

Alexandre José Cícero Athayde - Braskem S.A.

Este relatório analisa as falhas dos redutores de velocidades e motores elétricos dos Aeradores MA-01401 AB do condomínio da UTE – Braskem - Alagoas. Identifica também, as oportunidades de melhorias para aumentar o MTBF e MTTR do desempenho operacional do sistema. Em avaliação dos equipamentos foi constatado que as falhas são da alta amperagem de funcionamento dos motores elétricos desde início da partida dos equipamentos e danificação interna do redutor de velocidade acoplado a palheta de Aeração. Esses têm provocado baixa disponibilidade do equipamento, altos custo de manutenção e vulnerabilidade na unidade de tratamento de efluentes, podendo provocar alto impacto ambiental por não tratamentos dos efluentes. Espera-se um investimento inicial de R$ 97.415,87, com pay back de 13 meses.

 


TT-147 - Apresentação em Pôster
A SEGURANÇA DO TRABALHO NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO

Áulus Fialho de Carvalho - Tecsis Tecnologia e Sistemas Avançados

A necessidade em cumprir as Normas Regulamentadoras – NR, e o comprometimento que o profissional de manutenção deve ter com a Segurança no Ambiente de Trabalho são condições relevantes para a empresa que busca ser de classe mundial. Dessa forma, o gestor da área deve estar atento aos riscos das atividades executadas pelo seu time e tomar medidas preventivas para mitiga-lo, não sendo possível eliminá-lo. Para isso, deve estar em suas metas alcançar o estágio de excelência em Prevenção. Diversas são as medidas adotadas por diferentes organizações nos mais variados segmento. O investimento para o atendimento às exigências legais, nos treinamentos obrigatórios nas NR s, ferramentas e materiais não é discreto. Mas não só treinamentos evitarão a ocorrência de acidente. O comportamento precisa também ser readequado. Fato é que a perseverança daqueles que se dispõem a implementar a cultura de Acidente Zero em uma equipe inexperiente ou iniciante será sempre uma referência quando ela for alcançada. As ferramentas de segurança atualmente utilizadas nas empresas têm, praticamente, o mesmo formato. Mudam os nomes, mas não o objetivo: prevenir e orientar a execução de atividades de maneira segura, minimizando riscos buscando o Zero Acidentes. Uma reunião relâmpago sobre Saúde e Segurança no Trabalho, as inspeções de área e as observações dos riscos e condições inseguras realizadas antes e durante as atividades pelo gestor da manutenção consistem em boas práticas que este deve adotar. Ações que auxiliam na prevenção e evitam a ocorrência de perdas na força de trabalho, danos em equipamentos e impactos ambientais.

 


TT-149 - Apresentação em Pôster
AUMENTO DA DISPONIBILIDADE ATRAVÉS DA GESTÃO ORGANIZADA DOS PROCESSOS DE MANUTENÇÃO

Leandro Almeida Dutra - Samarco Mineração
Luiz Claudio Salarini Ceccon - Samarco Mineração S.A.
Anderson Lucio de Souza - Samarco Mineração S.A.
Jose Carlos de Freitas - Samarco Mineração S.A.

A disponibilidade do pelotamento 1 (sistema de máquinas composto por 10 discos de pelotização) sofreu em abril de 2008 uma forte mudança no patamar. A média sofreu um deslocamento de 98,26% para 93,63%, além disso, a variabilidade passou de 1,20% para 3,65%. É possível correlacionar o maior número de discos em operação com uma maior taxa de alimentação do forno de pelotização, logo a parada dos discos conduz a perdas de produtividade. Para tanto foi iniciado um estudo com o objetivo de aumentar a disponibilidade de 93,63% para 95,00% que tem potencial de aumentar produtividade do forno. A estratificação apontou que os problemas prioritários são a desorganização da manutenção preventiva e a baixa previsibilidade do modo de falha rolamento central quebrado. Ao analisar as causas da desorganização da manutenção preventiva observou-se que 84% estavam ligadas à Gestão do processo de manutenção e apenas 16% estavam ligadas à Estratégia de manutenção adotada. Quanto à previsibilidade do modo de falha rolamento central quebrado, foi identificado que o padrão de falha é por desgaste com vida característica típica (beta=3,16). A variável preditora do fenômeno é importante, mas no modelo de regressão se mostrou imprecisa. Portanto foi adotada uma estratégia preventiva de troca. Após a execução das ações, os ativos do Pelotamento 1 apresentam uma disponibilidade média de 95,34% (referência: ago/2011 a abr/2013).

 


TT-151 - Apresentação Oral
ATIVOS EM MOVIMENTO

Rodrigo Rotondo - Wolk Software
Maurício b. Silva - Wolk Software
Luiz Cláudio Brito de Lima - Wolk Software

A Gestão de Ativos, nos dias de hoje, seja em qual segmento de negócio, deve estar associada a métodos, técnicas, sistemas que permitam controlar e gerenciar ações para todo ciclo de vida útil de um ativo. É preciso romper paradigmas e ampliar o conceito do que é gerir um ativo! Os principais processos envolvidos na vida de um ativo são: concepção, projeto, construção, operação, manutenção, rastreabilidade, monitoramento e, por fim, decisão pela substituição ou reforma/retrofitting. É preciso ter a visão que os ativos estão em constante movimento e o grande desafio para as organizações é como controlar e gerenciar de modo eficaz! Nesse cenário, esse trabalho tem como objetivo apresentar um estudo de caso e seus resultados na indústria de aplicação de um software de gestão de ativos que agrega as seguintes funcionalidades: gerenciamento de operação, manutenção, fornecedores, indicadores de performance e movimentação, tudo em tempo real através de sistema de telemetria e leitores de TAGs de RFID (Radio Frequency Identification).

 


TT-152 - Apresentação em Pôster
AUMENTO DA EFICIÊNCIA DA MANUTENÇÃO NO AGRONEGÓCIO

Pedro Ribeiro Cebulski - Cooperativa Agrária Agroindustrial
Carlos Aberto Karasinski - Cooperativa Agrária Agroindustrial

Este projeto apresenta a utilização de ferramentas seis sigma para o aumento da eficiência da manutenção em uma empresa de referência no agronegócio, a Cooperativa Agrária Agroindustrial. O projeto teve início quando a alta administração solicitou que um dos projetos seis sigmas fosse focado na melhoria da manutenção, aumentando sua eficiência. Hoje a manutenção possui diversas formas de apresentar sua eficiência, por meio de indicadores de desempenho, mas muitas vezes não o faz. Desta forma a manutenção precisa mostrar e vender mais suas conquistas, mostrando constantemente que a manutenção não é só custo, e sim investimento para garantia da disponibilidade industrial. Este trabalho tem com objetivo reduzir o número de horas apontadas em manutenções corretivas, aumentando a qualidade e quantidade das preventivas, aumentando o investimento em manutenções preditivas e outros (melhorias). E desta forma mostrar que a manutenção está gastando o dinheiro da melhor forma, contribuindo para o desenvolvimento da empresa.

 


TT-154 - Apresentação Oral
O USO DA FERRAMENTA DE GESTÃO DE RISCO PARA A ANÁLISE DO PROJETO DE CONTROLE DE CONTAMINAÇÃO NA OFICINA CENTRALIZADA DA MINERAÇÃO PARAGOMINAS - MPSA

Marcos Roberto Misael - Hydro Paragominas
Cristiano Matos - Mineração Paragominas S.A.
Jorge Marcelo Wohlgemuth - Faccat
Leonardo da Silva Dias Mendes - Mineração Paragominas S.A.

As empresas brasileiras passaram por grandes mudanças deste a década de 90, principalmente com relação à busca pela melhor eficiência no processo produtivo, mas com o tempo os ganhos na linha de produção se estabilizaram e os gerentes e engenheiros se voltaram para outros ares dentro das corporações. Diante deste quadro, a manutenção passou a ter papel fundamental, deixando de ser puramente uma área gastadora de recursos para uma função estratégia dentro das empresas. Com as incertezas inerentes aos projetos que envolvem a manutenção, o gerenciamento de riscos é uma importante ferramenta que pode ser utilizada para minimizar os impactos de projetos com estimativas mal elaboradas, muitas vezes baseados em “experiências pessoais”. Este trabalho visa contribuir com o conhecimento para a implantação de um sistema de gerenciamento de risco como prática comum em análises de projetos de manutenção. Dando foco ao projeto de controle de contaminação de óleo na Oficina Centralizada de manutenção de equipamentos móveis e desenvolvido pela equipe de engenharia de manutenção da Mineração Paragominas S. A. (MPSA). O resultado da análise de risco deste projeto deu subsidio para a aprovação gerencial do mesmo.

 


TT-155 - Apresentação Oral
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA, CONFIABILIDADE E SUSTENTABILIDADE NA INSTALAÇÃO DE LUMINÁRIASA LED NO SALÃO DOS CARROS DE PASSAGEIROS DO METRÔ DO RECIFE

Adalberto Nunes de Siqueira - Companhia Brasileira de Trens Urbanos
Reginaldo de Mendonça Camara Junior - Companhia Brasileira de Trens Urbanos CBTU Recife
Aderson Sousa Araujo - Companhia Brasileira de Trens Urbanos CBTU Recife
Antonio de Pádua Lopes Lins - Faculdade Estácio Recife
Willams Wanderlei Willans - Faculdade Estácio Recife
Jamesson Cassimiro da Silva - Faculdade Estácio Recife
Anna Mendes - Faculdade Estácio Recife
Eric Nilo Quintanilha de Oliveira - Faculdade Estácio Recife

Neste estudo foram realizadas algumas atividade relacionadas com a engenharia de manutenção, visando promover o progresso tecnológico da manutenção dos Trens Unidades Elétricas (TUE´s), do Metrô do Recife (METROREC), através da modernização da iluminação com uso de luminárias com a tecnologia do diodo emissor de luz (LED), no sentido de melhorar a confiabilidade / disponibilidade destes TUE´s. A partir da instalação de 2480 luminárias a LED, iniciada em outubro de 2012 e concluída em março de 2013, pode-se destacar as seguintes vantagens em relação às luminárias anteriores: aumento significativo da confiabilidade das luminárias com consequente melhoria da disponibilidade das composições, melhoria da luminosidade, diminuição significativa da mão de obra de manutenção (redução de 4 para 1 assistente por noite), aumento estimado da vida útil em seis vezes a da anterior, redução do consumo de eletricidade (foram substituídas 2480 luminárias de 40Watts por luminárias de 20Watts), minimização dos riscos de acidentes com usuários e a redução do impacto ambiental através da diminuição no descarte de resíduos sólidos. Desde o início dos trabalhos, constatou-se a minimização das reclamações por parte dos usuários que têm percebido a preocupação da companhia com a elevação do nível de qualidade do serviço prestado. A partir da análise de custos, quando se comparou os custos do investimento inicial e da mão de obra de manutenção da nova tecnologia com os custos referentes aos consumos anuais dos componentes das luminárias antigas e a respectiva mão de obra de manutenção, verificou-se um retorno do investimento (payback) em um prazo aproximado de um ano. Ou seja, considerando a vida útil das lâmpadas atuais (6000 horas ou aproximadamente 1 ano de uso) e a vida útil estimada para as luminárias a LED (36000 horas ou aproximadamente 6,0 anos), após o retorno do investimento economizaremos o equivalente a 5,0 anos de materiais e mão de obra gastos nas luminárias antigas.

 


TT-158 - Apresentação em Pôster
PARADA DE MANUTENÇÃO COMO MOMENTO OPORTUNO PARA INOVAÇÃO E DISSEMINAÇÃO DO CONHECIMENTO

Marco Antonio Nunes Costa - Braskem S.A.
Edson Silva da Paixão - Braskem S.A.
Adriano Santana Dos Reis - Braskem

A indústria petroquímica caracteriza-se por um regime de operação contínuo e de longas campanhas, fato que exige dos equipamentos do parque fabril, uma grande confiabilidade e disponibilidade dos seus sistemas. É nesse cenário que as Paradas de Manutenção tornam-se eventos de grande porte, tanto pela grandeza dos recursos envolvidos assim como pelos prazos diminutos. Contudo este trabalho busca o mostrar uma pequena parte deste universo focado na especialidade de instrumentação, tratando da parada de um compressor de hidrogênio (GB-451), localizado na área de Aromáticos I, na Bahia. No decorrer do trabalho trataremos de temas como: escopo de serviços, intertravamentos de malhas, planejamento e execução de serviços, materiais utilizados, e principalmente de inovações implementadas. Após a intervenção de manutenção foram verificadas capturas tangíveis e intangíveis, acontecimento que torna o trabalho diferenciado.

 


TT-159 - Apresentação em Pôster
ESTUDO SOBRE OS EFEITOS DE DESGASTE NO MOTOR DE UM TRATOR DE ESTEIRA MODELO D11 APARTIR DA APLICAÇÃO DO CICLO PDCA

Thayla Aparecida Rigo Recla - Universidade Federal de Ouro Preto
Washington Luis Vieira da Silva - Universidade Federal de Ouro Preto
Liliana Alvorcem Scop - Universidade Federal de Ouro Preto
Taiana Moreira Zenha - Universidade Federal de Ouro Preto

Este estudo tem como objetivo verificar a possibilidade de aumentar a vida útil do motor do trator de esteira modelo D11, Caterpillar, exposto a vários agentes degradantes, utilizando-se à metodologia do PDCA (Plan, Do, Check Act) para tratamento do problema, e visa reduzir o número de manutenções corretivas e prolongando sua vida útil do equipamento. Assim, demostrar a possibilidade de obter uma maior vida útil de um motor através do efeito positivo de uma boa manutenção preventiva, aplicada por meio de planos de manutenção bem elaborados e revisados, de forma a garantir a disponibilidade física do equipamento e a manutenabilidade do sistema.

 


TT-161 - Apresentação em Pôster
GESTÃO DOS ATIVOS DAS ESTAÇÕES DO METRÔ SP REVISÃO DAS ESCADAS ROLANTES NAS OFICINAS MECÂNICAS

José Luciano Esterque - Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metro-SP
Carlos Alberto Rodigues -Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metro-SP
Anderson Luis Moreira - Companhia do Metropolitano de São Paulo-Metro-SP
Marcelo Lemos - Companhia do Metropolitano de São Paulo- Metro-SP


A elaboração deste trabalho relata um dos desafios em manter em níveis crescentes de qualidade, os serviços oferecidos aos usuários do Metrô – SP que gradativamente vem aumentando a quantidade de passageiros transportados. As escadas rolantes participam na organização do fluxo destes usuários no acesso às plataformas de embarque e na interligação com outros meios de transportes da capital de São Paulo. Os reparos são atendidos na própria escada e nas Oficinas próprias de manutenção que realizam as revisões e reparos nos componentes de todas as escadas instaladas nas estações, há mais de 35 anos, localizadas nos Pátios de manutenção e manobras. O planejamento e execução destas intervenções visam minimizar o transtorno causado em horário de alto fluxo (“pico”) devido à parada de uma escada durante a operação dos trens. Este trabalho relata a introdução de melhorias na revisão destes componentes nos processos de oficina e os benefícios alcançados, com foco no atendimento aos sistemas de gestão de qualidade, aumento da robustez e confiabilidade.

 


TT-165 - Apresentação em Pôster
SOLUÇÃO HÍBRIDA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA PARA SUPRIR FAROLETES DE ALINHAMENTO PARA BALIZAMENTO NÁUTICO

Hélio Amorim - Universidade Estácio de Sá
Ailton Antunes - Universidade Estácio de Sá
Antônio Felipe de Sousa - Universidade Estácio de Sá
Hilton Fialho Bello - Universidade Estácio de Sá
Roberto Lopes Soares - Universidade Estácio de Sá

Os faroletes de alinhamento para balizamento náutico são equipamentos fundamentais para a entrada de grandes embarcações em um porto. Na ausência deles, o prático, responsável pelas manobras da embarcação, pode se negar, por falta de visibilidade e segurança a realizar a operação. Isto ocasiona perdas incalculáveis ao sistema, além de causar o desconforto devido ao aparecimento de longas filas de embarcações aguardando a liberação da fila. O sistema avaliado no trabalho apresenta falhas graves, pois não possui controle de carga no banco de baterias e os painéis fotovoltaicos são subdimensionados. Em caso de ausência de radiação solar por um longo período superior a uma semana, o banco de baterias é totalmente descarregado, ocorrendo um dano irreversível, o que requer a substituição das baterias, envolvendo confiabilidade e disponibilidade. O presente trabalho se propõe a realizar um estudo de melhoria do sistema de captação de energia e carregamento de um banco de baterias, que será alimentado por duas fontes de energias renováveis (painéis fotovoltaicos para captação de energia solar e um aerogerador para captação da energia eólica), o que aumentará a autonomia do sistema. Para tanto, três simulações e estudos de casos foram realizados: um somente com o sistema de captação de energia solar, outro somente com o sistema de captação de energia eólica e por fim, um sistema híbrido composto pelas duas formas anteriores de captação.

 


TT-168 - Apresentação Oral
ANÁLISE DAS NOTIFICAÇÕES REALIZADAS JUNTO A ANVISA DOS EVENTOS ADVERSOS NOS EQUIPAMENTOS ELETROMÉDICOS NOTIFICADOS PELOS HOSPITAIS SENTINELAS

Alexandre Moreno Azevedo - Fundação Oswaldo Cruz
Sergio Ricardo de Oliveira - Fundação Oswaldo Cruz
Henrique Jose da Rocha Botelho - Fundação Oswaldo Cruz

De acordo com a lei nº 8080/90 e a necessidade de haver ações governamentais foram tomadas medidas no cuidado com a proteção dos equipamentos eletromédicos (EEM). Em 1996, a ANVISA alterou os critérios adotados para a classificação destes equipamentos, passando a ser agrupado, quanto ao tipo, o risco e à criticidade. A partir da RDC 185/2001, a classificação dos EEMs se dá em quatro classes, de acordo com o risco e classifica-o a partir de critérios estipulados em questões. A importância para a elaboração deste trabalho está vinculada a dois aspectos fundamentais na gestão de saúde: a questão econômica ou financeira, e a relação em prol da sociedade. Investigar se o processo de certificação dos EEM no âmbito nacional, de acordo com os critérios estipulados nas normas da ABNT e seguida pelos laboratórios certificadores, é suficiente para a sua segurança e comercialização dos EMMs. A partir de informações no sítio da ANVISA, sobre a ocorrência de eventos adversos em EEM, observaram-se os problemas relatados e foram analisados de acordo com as normas estipuladas pela ABNT, que garante a certificação para a comercialização do equipamento. A ideia foi confrontar os problemas encontrados com o que preconizado nas normas, no intuito de observar insuficiências no ensaio. Por fim, discutimos a complexidade dos critérios adotados pela ANVISA e propomos a necessidade de um modelo diferenciado de acordo com o tipo de manutenção.

 


TT-170 - Apresentação Oral
APLICAÇÃO DAS TÉCNICAS DE INTERVENÇÃO EM ADUTORAS EM CARGA NO SISTEMA DE ADUÇÃO CANOAS

Alberto Ribeiro - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp
Alexandre Henrique Barboza - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp
Marcelo Exman Kleingesind - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp
José Francisco de Proença - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp
José Leandro Alves de Oliveira - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP - Sabesp

Este trabalho demonstrará como a SABESP – Cia. de Saneamento Básico do Estado de São Paulo realizou a implantação de duas elevatórias tipo “Booster” na captação do manancial Canoas (adutora DN 700 mm), responsável pelo abastecimento de aproximadamente 80% dos municípios de Franca e Restinga, corresponde a uma população de aproximadamente duzentos e sessenta mil habitantes, o restante do abastecimento é complementado pelo manancial Pouso Alegre, cujo volume vinha sendo comprometido com a estiagem no final do inverno. Ao contrário das técnicas convencionais de intervenção em adutoras, que demandam a paralisação e descarregamento da adutora para a execução dos trabalhos, o processo de furação e bloqueio em carga utilizado pela SABESP, permitiu que todo o trabalho fosse executado com a adutora em plena carga, garantindo a continuidade do abastecimento. As intervenções para execução de bloqueio na adutora de água bruta e inserção de pacote de válvulas do “by-pass” dos Boosters ocorreram nos dias 23 e 26 de setembro de 2012. O êxito destas intervenções proporcionou um aumento da vazão de água bruta de 180 litros por segundo, totalizando uma vazão de 1000 litros por segundo na chegada da ETA. Serão explanadas as técnicas de furação e bloqueio em carga e todas as etapas para a execução das interligações dos Boosters Canoas I e II.

 


TT-171 - Apresentação em Pôster
DETERMINANDO O TEMPO ÓTIMO DE TROCA DE ATIVOS FÍSICOS SUPORTADA PELA COMBINAÇÃO DE ANÁLISE DE CICLO DE CUSTO DE VIDA E ENGENHARIA DA CONFIABILIDADE

José Flávio Ramos Junior - Reliasoft Brasil Ltda
Cid Augusto Costa - Reliasoft Brasil Ltda

Calcular o Ciclo de custo de Vida (Life Cycle Cost - LCC) de Ativos Físicos é uma tarefa de suma importância no Planejamento estratégico das Empresas, pois além de ser um dos pré Requisitos da PAS-55, item 4.5.1, a aplicação do LCC permite identificar a viabilidade das opções e alternativas de investimento ou descarte de um ativo, mediante á variáveis da Engenharia Econômica, tais como taxa de depreciação, inflação entre outros. Entretanto não é uma tarefa simples, pois exige uma grande quantidade de informações para o calculo das variáveis econômicas, possíveis oscilações de mercado, custos operacionais e também custos da manutenção do ativo, sendo que estes dois últimos são os mais importantes quando analisamos ativos físicos. Algumas técnicas para os cálculos dos custos operacionais e de manutenção utilizam formulações simplificadas, para que estes custos sejam quantificados e projetados para o período futuro referente à vida útil do ativo. Alguns cálculos assumem aumento linear dos custos equivalentes de operação e manutenção, o que na maioria dos casos não representa a realidade de utilização do ativo. Neste trabalho serão aplicadas técnicas e ferramentas da Engenharia da Confiabilidade as quais possuem suas métricas e cálculos baseados em estatística e Simulação, as quais permitem a realização dos cálculos dos custos de manutenção e operação com mais precisão, pois os modelos estatísticos se adéquam a cada tipo de ativo/componente (itens), mediante aos seus modos de falha e também contexto operacional, ou seja, mais preciso do que adotar médias aritméticas para previsão das falhas e indisponibilidade, pois as médias aritméticas não conseguem identificar as assimetrias no comportamento de vida, dado que média sempre assume a condição de simetria.

 


TT-174 - Apresentação em Pôster
DESENVOLVIMENTO DE PROGRAMA COMPUTACIONAL PARA USO DA PAS 55 NA MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Ana Maria Pereira Lara - UFSJ - Universidade Federal de São João Del Rei
Jorge Nei Brito - UFSJ - Universidade Federal de São João Del Rei

Caso um ativo falhe é necessário uma rápida intervenção já com um plano estruturado para substituição ou reparo. Além disso, as pressões de normas reguladoras nos setores de saúde ambiental e segurança ocupacional requerem que se tenha controle do ciclo de vida dos ativos, monitorando seu regime de operação para avaliar os riscos e ainda para determinar as causas de falhas e acidentes. O objetivo deste trabalho é desenvolver um programa computacional a fim de melhorar a Gestão da Manutenção, acompanhando os custos e implementando as melhores praticas, baseadas no documento PAS 55:2008, que especifica os requisitos para uma gestão eficiente de ativos. Foi utilizado o Visual Basic.NET para a análise e projeto do programa computacional e para a implementação do banco de dados da norma PAS 55:2008. Foram feitos testes para comprovar a funcionalidade do software. Também foi elaborado um documento de ajuda eletrônica. A diversidade de atividades realizadas no Departamento de Manutenção, quer seja na área gerencial e de planejamento, ou na área técnica de execução de serviços, exige um sistema de Gestão Informatizada que atenda às necessidades de cada empresa. Através deste programa é possível gerenciar os recursos suficientes para implantar na prática as soluções modernas e efetivas. Consequentemente este programa passa a ser uma ferramenta importante para controlar e aperfeiçoar as operações e aumentar a qualidade e eficiência dos processos de forma ampla e flexível, garantindo a rápida entrada de dados e o acesso imediato às informações.

 


TT-177 - Apresentação Oral
FIELD ENGINEER: APLICAÇÃO PRÁTICA DAS FERRAMENTAS WCM EM UM DETERMINADO EQUIPAMENTO.

Matheus Rodrigues Barros Torres - Comau do Brasil

Este trabalho realizou um estudo na COMAU do Brasil indústria e Comércio, em um de seus contratos. Foi realizado o estudo de caso que empregou como instrumento de coleta de dados, A pesquisa buscou aplicar a metodologia WCM através do programa Field Engineer. Durante o desenvolvimento do projeto foi possível aplicar a teoria desenvolvida na sala de aula no dia a dia da manutenção, envolvendo os profissionais que trabalham diretamente no setor, garantindo maior disponibilidade do equipamento para operação.

 


TT-178 - Apresentação em Pôster
TERMOACUMULAÇÃO EM CIRCUITO DE ÁGUA GELADA, MELHORA DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA FÁBRICA

Fernando Antônio Cunha Júnior - Indústria e Comércio de Cosméticos Natura
Ana Machado - Indústria e Comércio de Cosméticos Natura
Carlos Alexandre Ferreira - Indústria e Comércio de Cosméticos Natura
Glauber Costa - Indústria e Comércio de Cosméticos Natura


Baseada em suas crenças, missão e visão, a maior fábrica da Natura Cosméticos, localizada na cidade de Cajamar no estado de São Paulo, desde sua construção em 2001, vem anualmente melhorando sua eficiência energética, reduzindo em média anualmente seu consumo relativo em 8%. Em 2012 esta filosofia não foi diferente, sendo que o projeto de maior destaque foi a implantação de um sistema de termoacumulação de água gelada, o qual foi implantado no sistema de refrigeração de conforto do site (ar-condicionado), o maior consumidor. Mais conhecido em projetos de shopping centers e grandes escritórios devido ao seu conceito de ser utilizado em horários de pico, porém neste caso foi inovador por ser aplicado em uma indústria com 24 horas de funcionamento. Um sistema personalizado e estratificado com mínimas perdas, capaz de reduzir os compressores da geração de água gelada, homogeneizar a potência instalada da planta e até reduzir o consumo total do site, sendo operado para obter a melhor curva de funcionamento da geração de água gelada centralizada.

 


TT-179 - Apresentação em Pôster
PRESERVAÇÃO DE INVERSORES DE FREQUÊNCIA ARMAZENADOS NO ALMOXARIFADO

Amélio Soares Praxedes - Thyssenkrupp Csa
Eduardo Narciso Campos - Thyssenkrupp Csa
Rounald de Oliveira Santos - Thyssenkrupp Csa
Daniel Braga Moreira - Thyssenkrupp Csa

A confiabilidade do processo produtivo de uma empresa será sempre um objetivo a ser alcançado. Para que isso aconteça é de fundamental importância que equipamentos, máquinas, conjuntos e componentes entrem neste processo com sua confiabilidade próxima a do período imediatamente após a sua fabricação. Antes que equipamentos, máquinas, conjuntos e componentes entrem no processo, estes são armazenados no Almoxarifado (Warehouse), sofrendo degradações ao longo do tempo de armazenagem se não preservados adequadamente, reduzindo assim a confiabilidade dos mesmos. Assim sendo, um plano de preservação faz-se necessário para preservar as características originais afim de que quando forem entrar em operação, mantenham sua confiabilidade próxima a da original. Este trabalho descreve as condições de armazenagem, as atividades de manutenção, testes elétricos, planejamento e programação das atividades no almoxarifado de uma empresa.

 


TT-181 - Apresentação em Pôster
OS SETE PASSOS DA MANUTENÇÃO PROFISSIONAL APLICADO

Gilson Augusto - Comau do Brasil

O pilar técnico Manutenção Profissional compreende as atividades finalizadas com a construção de um sistema de manutenção de estampos capaz de reduzir a zero os danos e as microparadas das máquinas e dos equipamentos e obter economias, aumentando o ciclo de vida das máquinas através da utilização de práticas de manutenção baseadas na capacidade de prorrogar a vida dos componentes (manutenção preventiva e corretiva). A manutenção profissional faz parte do processo de melhoria contínua do sistema técnico do estabelecimento, que é constituído das atividades de Focused Improvement, daquelas de Manutenção Autônoma e Profissional e daquelas de gestão antecipada do desenvolvimento dos novos equipamentos. O trabalho demonstra que para obtermos um sistema de manutenção classe mundial é necessário ter rigor na aplicação do método.

 


TT-185 - Apresentação em Pôster
CRIAÇÃO DE UM PLANO DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA ESTRUTURADO E BASEADO NA ÓTICA WCM APLICADO AO NÍVEL DE COMPONENTES

Victor Silva Eller - Comau do Brasil Ind. Com. Ltda
Gilson Augusto de Jesus Rosa - Comau do Brasil Ind. Com. Ltda
Leonardo Honório Martins - Comau do Brasil Ind. Com. Ltda
Pedro Vital Martins Neto - Comau do Brasil Ind. Com. Ltda

Com o constante aumento da produção, se faz necessário criar um plano de manutenção robusto e eficaz que garanta a não quebra dos equipamentos. Manutenção Preventiva é a ação realizada de forma a reduzir ou evitar a falha no desempenho de um determinado equipamento, obedecendo a um plano previamente elaborado, baseado em intervalos definidos de tempo. Dentre os tipos de manutenção, destacam-se a planejada e a não planejada, como foco do trabalho, nos orientamos a trabalhar com a manutenção planejada de prevenção cíclica. O objetivo do trabalho é criar um plano estruturado aplicado a cada componente de uma determinada máquina, sendo que cada componente obedece uma forma diferente de desgaste, que aliado ao custo desta manutenção definimos o melhor tipo de manutenção preventiva a ser aplicado a este determinado componente.

 


TT-186 - Apresentação Oral
APLICAÇÃO DO MÉTODO MODELAGEM DE PROCESSO DE NEGÓCIO COMO FERRAMENTA PARA OTIMIZAR A ATIVIDADE DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Eduardo Rocha Bastos - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Ítalo Luiz Oliveira - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Edna Dos Santos Almeida - Senai - Cetind Cimatec

A manutenção é entendida em muitas empresas como um macro processo existente, mapeado dentro de sua cadeia de valor. Porém a sua complexidade de tarefas e o seu corpo organizacional significativo precisa ser compreendido e bem gerenciado. O objetivo deste artigo apresenta a aplicação do método de modelagem de processos pelo setor de manutenção em um terminal aquaviário responsável pelo transporte de petróleo e seus derivados e avaliar as melhorias no processo. A visão por processos é uma prática gerencial desenvolvida que facilita a aprendizagem organizacional e a integração. Foram realizadas as etapas de: o mapeamento, onde foram levantados e analisados os fluxos de atividades atualmente executadas, e a modelagem, que consistiu na análise e proposta de melhorias nos processos e atividades de forma racional e otimizada. Como resultado da aplicação do método observou-se claramente as atividades executadas pela manutenção, as interfaces com outros setores da empresa e a eliminação dos trabalhos redundantes realizados por pessoas diferentes dentro do mesmo setor. Com a modelagem dos processos, constatou-se uma possibilidade de redução da quantidade em HH (Homem-hora) necessária para execução das atividades da manutenção industrial, da taxa de disponibilidade de HH e um aumento na produtividade da equipe de manutenção.

 


TT-188 - Apresentação em Pôster
IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO DE PLANEJAMENTO DA MANUTENÇÃO DE FORMA INTEGRADA MANUTENÇÃO, OPERAÇÃO E SEGURANÇA. ESTUDO DE CASO EM UM TERMINAL

Eduardo Rocha Bastos - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
André Raimundo Félix - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Bernardete Ferreira da Silva - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Artur Carlos de Vasconcelos Neto - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro

A manutenção é entendida na maioria das empresas como um processo de extrema importância para alcançar os objetivos estratégicos da organização. Dentro das atividades de manutenção, existem diversas atividades que se não executadas da forma mais racional, acabam acarretando a unidade uma menor eficiência em seus processos e consequentemente maior custo para a unidade operacional. Dentro deste contexto o planejamento de manutenção, dentro do setor de manutenção industrial, tem influência fundamental na organização, priorização e racionalização das atividades executadas durante o dia a dia ou em paradas e serviços especiais. No setor petroquímico, além das necessidades normais do planejamento de manutenção, como detalhamento das tarefas e previsão de recursos, existe também a necessidade específica de um planejamento para execução dos serviços por parte da operação e da segurança operacional. Este artigo tem como objetivo avaliar a implantação do processo de planejamento das intervenções de forma integrada, composto por representantes dos setores de manutenção, operação e segurança operacional, no seguimento de Terminais Aquaviário, dentro da Transpetro, empresa de logística do Sistema Petrobras. Como método para implantação foi realizada uma pesquisa de melhores práticas de planejamento das intervenções dentro e fora do Sistema Petrobras, definido os pontos críticos e planos de ação necessários para adequação as melhores práticas encontradas, adequação do fluxo de atividade de planejamento da intervenção, implantação do grupo de planejamento integrado em mesmo ambiente físico e avaliação dos resultados. Como resultados verificaram-se: uma maior velocidade na troca de informações entre os setores de manutenção, operação e segurança operacional, melhoria no planejamento das intervenções, redução do tempo de elaboração das PT, aumento da segurança das liberações dos equipamentos no campo e melhoria na gestão do processo de manutenção da área operacional.

 


TT-189 - Apresentação Oral
MELHORIA DO PLANEJAMENTO, PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DOS SERVIÇOS DE INSPEÇÃO DE INSPEÇÃO EM VASOS DE PRESSÃO E CALDEIRAS NA ARCELORMITTAL TUBARÃO

Severino Albani Junior - Arcelormittal Tubarão
João Manoel de Almeida - Arcelormittal Tubarão
Luiz Alberto Martinelli - Arcelormittal Tubarão

Descreve as atividades envolvidas no processo de inspeção de equipamentos instalados na usina Siderúrgica ArcelorMittal Tubarão, que estão localizados em Serra no Espírito Santo. Mostra que esses equipamentos possuem critérios rigorosos não somente para inspeção, mas também de fabricação e operação que necessitam obedecer a código de projetos e normas técnicas nacionais e internacionais com objetivo único de garantir o funcionamento seguro desses equipamentos. Aplica como ferramenta principal no suporte da gestão das atividades de inspeção um sistema informatizado de manutenção, utilizado em toda usina para diferentes naturezas das atividades de manutenção. Utiliza como pilar na gestão das atividades de inspeção conceitos e ferramentas de planejamento, programação e controle e mostra a complexidade de fazer o controle dessas inspeções numa usina do porte dessa Siderúrgica, que possui uma planta industrial integrada de enorme tanto no tamanho, quanto no número de equipamentos e processos existentes. Apresenta algumas metodologias de análise de integridade usadas no mundo que permitem diagnosticar a integridade dos equipamentos, prolongando sua vida útil. Destaca um grande avanço nos resultados obtidos na gestão das atividades de inspeção da ArcelorMittal Tubarão.

 


TT-192 - Apresentação em Pôster
CONFIABILIDADE NA MANUTENÇÃO COM UTILIZAÇÃO DE TABLET E INFRACODE

Rodrigo Roveri - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Renato Rinaldi - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Alex Freire - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Filipe Luiz Antonio - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Jose Josinaldo Dos Santos - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Marcelo Ferreira - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Cristiano Passos - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Heberton Domingues - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda
Lucas Boneto - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial Ltda

A Infralink Facilities Services aplicou a tecnologia “QR Code” (Quick Response, adotado o nome “InfraCode”) para identificar os quadros de energia e equipamentos de todos seus clientes de manutenção. Com isso possibilitou-se o acesso à informação em tempo real (através de qualquer telefone móvel ou “tablet” com acesso a internet) de todo o histórico de intervenções nos equipamentos, quadros de energia e todas as manutenções preventivas e programadas. Também se implementou o SGF (Sistema de Gerenciamento de Facilities) em um “tablet”, gerando a eliminação de utilização de papel e aumentando a confiabilidade da gestão, pois todas as ordens de serviços (manutenção preventiva, rondas, rondas em áreas críticas e manutenção corretiva) são inseridas automaticamente pelo operador no “tablet” e enviado simultaneamente ao SGF.

 


TT-194 - Apresentação Oral
A EXPERIÊNCIA DA TRANSPETRO NA EVOLUÇÃO DA GESTÃO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL EM TERMINAIS E OLEODUTOS

Marcelo Leal Corrêa - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Felipe Schlemm Borgli - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Weles Barbosa Valle - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Roberto Carlos Ramos Santos - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Carlos Renato Costa Ostaska - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Noelmar Pereira Abbade - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Igor Alves de Albuquerque Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Joao Ubirata Andretta - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Ildemar Pinto Nunes - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro

Este artigo tem como objetivo discutir a evolução do processo de gestão da Manutenção nos terminais e oleodutos da Transpetro. Descreve os passos de sua implementação, realizado em fases distintas, como por exemplo, a Fase 1: que consistiu num diagnóstico in loco nos terminais de todo país, visando identificar o atual estado dos equipamentos, a fim de subsidiar o planejamento da implementação de diretrizes corporativas das atividades de Manutenção Industrial. Esta etapa cobriu os seguintes tópicos: (i) uma visão geral de todo o processo de manutenção; (ii) avaliação de procedimentos da manutenção regionais, os quais foram unificados e tornaram-se padrões corporativos; (iii) elaboração de nova estrutura organizacional da Manutenção na companhia; e (iv) proposta de indicadores de desempenho da Manutenção em consonância com as orientações do segmento de negócio de Terminais e Oleodutos. Com dois anos de experiência adquiridos, os tópicos abordados neste artigo, ainda estão sendo colocados em prática, sendo atualmente implementada a fase 2 deste processo, que abrangerá: (i) A disseminação, na comunidade técnica da companhia, do real entendimento do planejamento e engenharia de manutenção; (ii) Estudos de Manutenção Centrada em Confiabilidade; (iii) A capacitação dos profissionais da Manutenção, a luz da nova estrutura organizacional; (iv) A qualificação e política de certificações; (v) Estudos logísticos para atendimento a política de sobressalentes (infraestrutura de armazenamento e apoio logístico); (vi) desenvolvimento de fornecedores de materiais; e (vii) Desenvolvimento de especialistas (suporte técnico) nas áreas de atuação da manutenção, a fim de apoiar as gerências regionais, em todo o Brasil.

 


TT-201 - Apresentação em Pôster
SEGURANÇA DE PROCESSO - METODOLOGIA PARA VERIFICAÇÃO PERIÓDICA DE SIS

Felipe Gabriel Kuhn Soares - Braskem S.A.
Lessandro Pasinato - Braskem S.A.
Giminiano Pedrozo de Oliveira - Braskem S.A.

Este trabalho técnico apresenta a metodologia de verificação periódica do Sistema Instrumentado de Segurança na área de Fornos de Pirólise da planta de Olefinas I da Unidade de Insumos Básicos UNIB 2 RS da Braskem, localizada em Triunfo, no Rio Grande do Sul. Esta verificação padronizada, chamada de check-list, contempla a malha de controle e intertravamento do Forno. Segue as diretrizes das normas OSHA3132 e ANSI/ISA–84.00.01 (IEC 61511-1 - Safety instrumented systems for the process industry sector), especialmente nos itens que tratam da integridade mecânica dos equipamentos críticos e registro de inspeções com abrangência e frequência pré-definidos. É uma prática já consolidada na planta, pois proporciona redução de falhas em instrumentação durante os procedimentos de partida dos fornos.

 


TT-204 - Apresentação em Pôster
PROCESSO DE TRABALHO DE ELIMINAÇÃO DE FALHAS: BUSCA SISTÊMICA DA CONFIABILIDADE DO ATIVO

Francilei Alves Pereira - Meridium

Devido ao nível competitivo aliado às regulamentações ambientais e saúde e segurança as empresas devem possuir processos sustentáveis e que sejam capazes de garantir uma gestão eficaz do processo de degradação de seus ativos. Os gestores de ativos têm como objetivo trabalhar na questão de custo, risco, disponibilidade, missão. Na dimensão de custo o gestor deve estar sempre focado na otimização da lucratividade, redução da relação OPEX/CAPEX e otimização dos gastos em manutenção evitando os não planejados. Na dimensão risco, o gestor de ativos deve estar focado em Otimizar seus processos, evitar incidentes e conseqüências de segurança, saúde e meio ambiente (SSMA), evitar o tempo de inatividade não planejada e perda de produção. Diferentemente da pratica atual, com muitas utilizações independentes de metodologias e ferramentas, como confiabilidade quantitativa, análise de falhas, CMMS, perfil de perdas etc, O processo de trabalho Eliminação de falhas foi desenvolvido de forma a fornecer visibilidade operacional e análise que ajuda os profissionais e gestores a reduzir as falhas de ativos, controle de custos e disponibilidade para aumentar a produção. A processo apresentado permite que todos da organização fiquem alinhados e de forma proativa identifiquem e tratem os problemas de confiabilidade de alto impacto e que causam paralisações dispendiosas ou acidentes. Com este processo são decompostos os perfis das causas e os custos efetivos da falha - perda de produção, perda de lucros, custo excessivo e risco – e seus mapas de soluções desde o alto nível organizacional até o chão de fábrica da unidade.

 


TT-209 - Apresentação Oral
REDUÇÃO DE CUSTO SOBRE ENERGIA ELÉTRICA

Alexsandro Gosser Oliveira - Tecsis-Tecnologia e Sistemas Avançados S.A.
Alex José de Lima - Tecsis-Tecnologia e Sistemas Avançados S.A.

Em um ambiente industrial a redução de energia é sempre um grande desafio, adotando medidas com intuito de aperfeiçoar a iluminação do setor produtivo e reduzir o consumo nos horário de ponta, foi realizado um estudo e a implantação de rotinas simples de trabalho somadas a pequenas substituições de equipamentos de baixo consumo energético, no final foram obtidas resultados de redução de consumo elétrico de grande relevância. Demonstraremos as ações realizadas na qual obtido um resultado que superou as expectativas do plano inicial

 


TT-211 - Apresentação Oral
TERCEIRIZAÇÃO OU PRIMARIZAÇÃO EIS A QUESTÃO.

Geraldo Magela Ribeiro dos Santos - ArcelorMittal Tubarão
Celem Saiter Garrocho - Arcelormittal Tubarão

A partir de 2008 a Siderurgia Mundial vem passando pelo desafio de sobreviver num ambiente em que os preços das matérias primas estão em alta, em especial os minérios de ferro e carvão responsáveis por mais de 60% dos custos variáveis, enquanto os preços dos produtos acabados (placas e BQ s) estão em queda. Como conseqüência, fomos obrigados a repensar nosso modelo de terceirização da manutenção que tem como premissa garantir a estabilidade do processo, a confiabilidade, aumento da disponibilidade das unidades operacionais e a maximização dos ativos da empresa, essenciais neste novo cenário. Em 2010 iniciamos estudos para a primarização de serviços, utilizando-se da técnica do TCO (Total Cost of Ownership) e no segundo semestre de 2011 iniciamos um piloto de primarização da execução da Manutenção Eletromecânica na Linha de Tiras a Quente (LTQ) da ArcelorMittal Tubarão (AMT). Cabe salientar que já era de responsabilidade do efetivo próprio AMT as atividades de planejamento, programação e controle da manutenção (PPC), consideradas estratégicas. A primarização teve como premissa a contratação dos profissionais das empresas Parceiras de manutenção mecânica e de controle de processos visando manter a especialização e mitigar riscos sociais. Identificamos como principais vantagens da primarização a redução dos custos com mão de obra indireta (gestores para cada contratada, SESMT, pessoal de Recursos humanos, logística entre outros) bem como o BDI (Administração central e local, impostos e lucros). A primarização da Manutenção na AMT possibilitou ganhos de produtividade e redução de incidentes, acidentes e retrabalho. Trataremos, ainda, dos serviços que permanecerão terceirizados na AMT, o que é terceirizado em outras empresas do Grupo e a tendência da terceirização no futuro. Reforçamos a nossa crença de que é nas crises que temos que usar de criatividade para aproveitar as oportunidades a exemplo do ideograma Chinês.

 


TT-212 - Apresentação Oral
COMO A AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL PERMITIU A OPERAÇÃO REMOTA DE OLEODUTOS NA TRANSPETRO

Camila Lobo Coutinho - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Paulo de Tarso Arruda Correia - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Mario Sergio Corcioli - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro
Dilmar de Castro Alves - Petrobras Transporte S.A. - Transpetro

Este artigo descreve os ganhos obtidos com a automação industrial na Transpetro, que permitiu monitorar e controlar dutos remotamente, com segurança, eficiência e redução de custos operacionais, através do Centro Nacional de Controle Operacional (CNCO), localizado no Rio de Janeiro. Atualmente, o CNCO monitora e controla 100 oleodutos, que totalizam aproximadamente 6000 km de dutos, mais de 200 bombas e centenas de válvulas, além de também operar toda malha de gasodutos sob responsabilidade da Transpetro. O CNCO possui ainda aplicações avançadas para operação de dutos, como sistema de detecção de vazamento em tempo real, rastreamento de bateladas com estimativa de chegada das interfaces, operador automático de estações de bombas e softwares para simulações operacionais. Por meio de um sistema SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition) com equipamentos de alta tecnologia e sistemas redundantes, todas variáveis de processo necessárias à operação remota são disponibilizadas ao operador em tempo real. A estrutura de telecomunicações abrange todos os sites onde a Transpetro possui instalações, através de comunicação pela rede integrada corporativa (fibra ótica ou rádio) e satélite. Toda arquitetura do sistema é apresentada neste artigo, contemplando instrumentação de campo, CLPs, protocolos, redes, dispositivos de telecomunicações e o CNCO. São descritas também as aplicações avançadas utilizadas para operações de dutos e várias boas práticas operacionais que contribuem para segurança das operações remotas.

 


TT-215 - Apresentação em Pôster
AVALIAÇÃO E MELHORIA DE CONTROLE REGULATÓRIO EM CENTRAIS TERMELÉTRICAS A VAPOR

Valter Barbosa de Oliveira Junior - ArcelorMittal Brasil S.A.
Carlos Eduardo Carneiro de Melo - Arcelormittal Brasil S.A.
Cristine Kayser - Trisolutions Soluções em Engenharia Ltda
Fabiano Loss - Arcelormittal Brasil S.A.
Marcelo Beccalli - Arcelormittal Brasil S.A.
Caio Henrique Vidigal - Arcelormittal Brasil S.A.

Muitas plantas industriais utilizam malhas de controle regulatório para possibilitar uma operação estável de seus processos e garantir que seus produtos satisfaçam parâmetros mínimos de qualidade exigidos por sues clientes. Por outro lado, os processos de transformação das matérias primas em produtos finais podem envolver organizações complexas de equipamentos e a utilização de diferentes tipos energia (por exemplo, elétrica, química, mecânica, térmica, etc.). Neste contexto, um grande esforço é realizado pelas empresas para que suas plantas sejam operadas de maneira eficiente. Mas para que isso aconteça é essencial que o controle regulatório esteja funcionando apropriadamente. A avaliação do controle regulatório pode ser feita periodicamente, por meio de indicadores de desempenho, para que ações corretivas sejam tomadas sempre que houver uma degradação relevante de desempenho do mesmo. Considerando estas questões, decidiu-se realizar um projeto piloto para análise dos benefícios que a avaliação do controle regulatório poderia trazer a uma empresa do ramo siderúrgico. O projeto piloto foi realizado em uma central termelétrica pertencente à empresa. A abordagem da metodologia empregada, dos principais itens verificados e dos resultados alcançados neste projeto integram o escopo deste artigo.

 


TT-216 - Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO PRÁTICA DE ANÁLISE DE FALHA EM PROBLEMAS DE EQUIPAMENTOS DE EMPRESAS DE PEQUENO E MÉDIO PORTE

Leandro Martin Ströher - Conpasul

A busca contínua pela excelência nos processos faz surgir à necessidade de aplicação de novas estratégias. O trabalho busca apresentar uma ferramenta eficaz para Análise de Falha, baseada em técnicas e conceitos contemporâneos, como a Manutenção de Classe Mundial, o TPM e a Gestão de Ativos. O principal objetivo foi delinear um modelo de Análise que possa ser aplicado de forma simples e objetiva na busca das causas das falhas e que ajude a melhorar o processo de Manutenção. Um motivo que impulsionou o trabalho foi que é uma ferramenta ainda pouco explorada nas empresas de pequeno e médio porte, justamente por estas entenderem que ela é complexa e de difícil aplicação, sendo necessária uma área de Engenharia de Manutenção totalmente estruturada para esses fins. O trabalho visa demonstrar de forma simples e objetiva os conceitos básicos de Análise de Falha, bem como um formulário de apoio na investigação das causas de falhas nos equipamentos. Como principal resultado, pode se observar que a ferramenta de Análise de Falha, efetivamente auxilia na investigação das causas fundamentais das falhas conforme demonstrado no estudo e pode ser adequada a qualquer porte de empresa, que esteja predisposta a entender mais profundamente as causas das falhas em seus equipamentos e atuar preventivamente.

 


TT-218 - Apresentação Oral
OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS NA ATIVIDADE DE BLOQUEIO ELÉTRICO - IMPEDIMENTO

Carlos Alberto Fontes Alves - Comau do Brasil

O trabalho buscou analisar resultados, identificar problemas e definir ações para melhorar cada etapa do processo de Bloqueio de Fontes de Energia Elétrica, denominado Impedimento, em plantas industriais, com foco na otimização de recursos, no cumprimento da Norma NR-10 e nos Procedimentos Internos da COMAU e do Cliente.

 


TT-219 - Apresentação em Pôster
AUTOMANUTENÇÃO BÁSICA DE FERRAMENTAS ESPECIAIS E EQUIPAMENTOS DE MANUTENÇÃO

André Pinto Rocha - Comau do Brasil

Com o mercado cada vez mais exigente quanto ao aumento da produtividade e disponibilidade dos recursos da manutenção e melhores resultados econômicos, fica evidente a necessidade de aplicação das melhores práticas em prol de eliminação de desperdícios e melhoria nos controles dos custos da manutenção. Com o propósito de reduzir as perdas inerentes a indisponibilidade de ferramentas e o prejuízo gerado pelo alto índice de reparos e substituições das mesmas, foi utilizado o modelo de manutenção autônoma para preservar este que é um dos principais recursos aplicados na manutenção industrial. Este método baseia-se em conceitos básicos do WCM - World Class Manufacturing, e mais especificamente no pilar AM - Autonomus Maintenance, além, de aplicar conceitos descritos nas Unidades de Conhecimento de Manutenção Básica (UC03) e Gestão de Ferramentas de Manutenção (UC26) que compõem o MSP – Manual Service do Produto elaborado pela Comau do Brasil. Para facilitar a aplicação dos conceitos, garantir a padronização na execução das atividades de manutenção e no registro das informações, disseminar o conhecimento e possibilitar o processo de gestão à vista, foram desenvolvidos fluxograma operacional, calendários de manutenção, check-list de inspeção e manutenção baseados em normas e manuais de fabricante e realizados treinamentos envolvendo os responsáveis e participantes do processo. Os principais resultados já observados são as mudanças no comportamento dos usuários das ferramentas, tanto na operação quanto nas atividades de manutenção das mesmas, demonstrando maior zelo e consciência dos custos, riscos e infortúnios gerados pela falta de conservação adequada das ferramentas e equipamentos. As vantagens com relação a redução de custo de reparo externo e de substituição ainda estão em fase de medição.

 


TT-220 - Apresentação em Pôster
O USO DE JOGO JIT CARD PARA QUALIFICAÇÃO EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Jose Alexandre de Souza Gadioli - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Fábio Almeida có - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Almir Milanesi - Faculdade de Ilheus
Luiz Antonio Côco - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Luis Roberto Castro - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Josimar Antônio Cusini Grippa - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Vecerly Pereira Vieira - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Rafael Marin Ferro - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo
Felipe de Oliveira Palácio - Ifes - Inst. Federal do Espírito Santo

Os processos de manutenção são caracterizados por um volume de ações situado entre a execução de tarefas de manutenção sob encomenda. Tal fato possibilita ao instrutor explorar academicamente esse tipo de ação para fomentar a inter-relação entre as bases científicas dos processos repetitivos e da gestão de projetos de manutenção, utilizando principalmente a simulação por meio de uma estratégia de ensino aprendizagem. Este artigo apresenta, portanto, um ambiente de simulação, capaz de auxiliar instrutores de treinamento e alunos, durante o processo de treinamento, ensino e aprendizagem sobre a execução da manutenção mecânica. Durante a simulação da manutenção no jogo de cartas de baralho (JIT Card) alguns parâmetros do problema são transferidos e tratados pelo instrutor, no intuito de buscar o mais alto grau de sinergia entre essas bases instrumentais, oferecendo aos participantes envolvidos um bom número de situações de aprendizagem e um bom grau de inter-relação entre conteúdos, onde o profissional em treinamento poderá extrapolar a própria simulação, incluir novos parâmetros e criar novas situações de aprendizagem sobre os conteúdos da manutenção industrial. Essa estratégia construtivista e se resume numa aplicação lógica em duas outras dinâmicas, representando também técnicas de grupo. Como resultado, observou-se que o alunado envolvido foi capaz de elevar suas percepções sobre o paradigma do uso de jogo como estratégia de ensino aprendizagem de conceitos da manutenção industrial de classe mundial, mostrando ao instrutor, capacidade de generalização dos novos conhecimentos. A estratégia de ação utilizada apresenta ganhos significativos do decorrer do processo de inserção do jogo até a prática das dinâmicas de manutenção enxuta, pois obteve a média de tempo de 123,49 segundos de modelo convencional, sendo que ao aplicar a intervenção dentro do modelo toyotista preconizado pelo método de ensino aprendizagem por jogo, o tempo obtido foi 3,52 segundos.

 


TT-221 - Apresentação em Pôster
METODOLOGIA DE PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO CLIENTE

Rosimeire Souza - Comau do Brasil

O presente estudo demonstra a importância da utilização de uma ferramenta para captar a percepção do cliente na prestação de serviços terceirizados de manutenção. Essa ferramenta é denominada CSS (Customer Satisfaction Survey – Pesquisa de Satisfação do Cliente) e fornece o ponto de vista do cliente sobre os processos que determinam o escopo do serviço contratado. Para que a gestão dessa satisfação não fique somente configurada sob um único ponto de vista, e com grandes chances de ser tratada de forma subjetiva, são utilizados instrumentos de autoavaliação dos processos. Esses instrumentos são os IEG´s – Índices de Excelência na Gestão e eles medem o nível de maturidade na gestão dos Centros de Negócios na ótica da Comau. Os resultados da CSS e dos IEG´s são confrontados e, através de critérios preestabelecidos em uma Avaliação Integrada dos Processos (AIP), estabelecem-se prioridades que norteiam os planos de ação para uma prestação de serviços mais assertiva. Os planos de ação são monitorados por uma área central através de um sistema informatizado e integrado que busca garantir o atendimento das necessidades dos clientes e dos serviços de manutenção prestados.

 


TT-225 - Apresentação em Pôster
ASSET INVESTMENT PLANNING AND MANAGEMENT BRINGING IT ALL TOGETHER

Boudewijn Neijens - Copperleaf Technologies

In a world of aging assets and limited financial and human resources, companies often struggle to decide which asset-related projects should get the most attention. Managers are required to compare vastly diverging project justifications, and must somehow decide which projects bring most value to the company. Even within one project, it might be difficult to select the right alternative: is it better to change an asset s maintenance regime, plan a major refurbishment, or replace an asset altogether? The PAS-55 specification and the upcoming ISO 55000 standard clarify the principles, but don t help you select or apply a methodology. This paper explores how combining asset failure risk evaluations with a well defined corporate value function can lead to optimal decision making, and how the resulting decisions should be tracked and adjusted over the lifetime of the underlying projects to maximize the execution rate.

 


TT-229 - Apresentação Oral
REVISÃO DAS AST’S (ANALISE DE RISCO DA TAREFAS)

Celson Alves da Silva - Braskem S.A.
Guilherme Paulo Moncao Costa - Braskem S.A.
Jorge Antonio Silva Dos Santos - Braskem S.A.
Reginaldo Santos Nascimento - Braskem S.A.
Weber Braga da Silva - Braskem S.A.
Joao de Jesus Casaes - Braskem S.A.
Jose Manoel Gonzalez Dos Santos - Braskem S.A.
Augusto Nonato da Cruz Azevedo - Braskem S.A.
Cinthya Camelo de Barros - Braskem S.A.

A Manutenção Industrial é uma atividade de alto potencial de risco de acidentes de trabalho. A complexidade de intervenções de manutenção, suas interfaces e especialidades envolvidas requerem um planejamento adequado, no qual as questões de segurança do trabalho devem ser abordadas previamente à programação de serviços, ou seja, no seu detalhamento. Este artigo apresenta uma metodologia de análise de risco de tarefas (AST – Análise de Segurança de Tarefa) e o trabalho desenvolvido nas unidades de produção de polietileno na regional da Bahia da Braskem S.A para adequação. É um trabalho estruturado e em implementação desde 2012. Como resposta à análise das estatísticas de acidentes de 2008 a 2011, que embora apresentaram tendência de queda, 31% dos eventos tiveram suas causas raízes relacionadas a deficiências na análise de risco de tarefas. O trabalho de revisão das AST´s é conduzido em conjunto com as OET´s (Observação de Execução da Tarefa). Vídeos de execução de tarefas foram feitos para contribuir na qualidade do trabalho e treinamento. Entre os principais resultados estão a correta identificação dos perigos existentes em cada tarefa e suas respectivas salvaguardas, reduzindo a exposição a riscos

 


TT-230 - Apresentação em Pôster
COMO A GESTÃO POR MEIO DA PAS 55 PROMOVE A EXCELÊNCIA OPERACIONAL E AUMENTA A RENTABILIDADE DA EMPRESA

Cid Augusto Costa - Reliasoft
José Venâncio Monteiro - Reliasoft

O planejamento estratégico organizacional é o ponto inicial para o desenvolvimento da política, da estratégia, dos objetivos e dos planos da gestão de ativos. Estes, por sua vez, direcionam a combinação ótima das atividades do ciclo de vida para ser aplicada por meio do portfólio diverso de sistemas de ativos e ativos (de acordo com a sua criticidade, condição, desempenho e o nível de risco consentido pela organização)”. Item 0.4 Estrutura de um Sistema de Gestão de Ativos da PAS-1:2008 Para se conseguir os melhores benefícios de uma implementação da PAS 55, é importante entender o processo de implantação de um sistema de gestão é mais do que um processo de melhoria contínua, é um processo de EVOLUÇÃO CULTURAL. Isto significa dizer que o processo de implementação deve ser estruturado e conduzido de forma que as pessoas se sintam motivadas para implementar e principalmente manter um processo de gestão da mudança. Por outro lado a excelência operacional se faz pela combinação ótima e sustentável entre desempenho, risco e custo. Para que seja possível atingir esse equilíbrio de objetivos conflitantes é importante que ferramentas e técnicas de análises qualitativas e quantitativas combinadas sejam implementadas durante o processo de planejamento, tomada de decisão, implementação e análise crítica na gestão de ativos. Portanto, um sistema de gestão de ativos ótimo e sustentável conforme sugerido pela PAS 55, só se torna possível considerando a aprendizagem organizacional e a engenharia de confiabilidade. Só assim é possível conseguir a excelência operacional, a otimização do capital investido de forma sustentável, consequentemente atingindo os objetivos estratégicos da organização. Essa apresentação se propõe a explorar como essa abordagem inovadora deve ser estruturada e implementada para extrair o máximo de valor no processo de certificação da PAS 55.

 


TT-233 - Apresentação Oral
APLICAÇÃO DA PREDITIVA ON-LINE COMO FERRAMENTA PARA O AUMENTO DA DISPONIBILIDADE E CONFIABILIDADE DOS EQUIPAMENTOS ROTATIVOS EM UMA EMPRESA DO RAMO PETROLÍFERO

Mauro Lucio Martins – Comau do Brasil
Eduardo Pereira Sarto – Comau do Brasil
Kairon Gomes – Comau do Brasil
Frederico Jorge da Fonseca – Comau do Brasil
Emiliano Braga dos Santo – Comau do Brasil
Eurico Marcos Scanavez – Comau do Brasil
Fernando Xavier Rodrigues

As máquinas rotativas em uma empresa de produção e bombeamento de combustível necessitam maior atenção e preocupação dos operadores e técnicos de manutenção, pois a perda temporária das máquinas rotativas pode significar parada de todo o processo de produção e consequentemente um grande prejuízo para a empresa. O Monitoramento on-line de condição pode ser utilizado em todas as indústrias que possuem equipamento rotativo, especialmente em plantas que possuem sistemas críticos, que em caso de falha param a produção de forma parcial ou total. Em função disto montamos um sistema de monitoramento on-line composto por sensores de vibração e vibração com temperatura integrado, com cabos de sinal especiais de baixo ruído, monitores on-line autônomos de vibração, transmissores wireless e software de monitoramento com módulo de diagnóstico e suporte a decisão, sendo todos os pontos monitorados em tempo real. O sistema, após a sua configuração e instalação possibilitou a detecção de desalinhamentos, desbalanceamentos, folgas mecânicas, defeitos em rolamentos e em engrenagens, além de outros defeitos passíveis de monitoramento através da análise de vibrações. O monitoramento on-line, off-line e inspeção foram integrados em um único sistema, de gerenciamento. Os valores medidos são comparados aos limites admissíveis programados e podem gerar alarmes e / ou sinais de proteção dos equipamentos monitorados, possibilitando assim o acompanhamento eficaz da condição das máquinas, bem como evitando uma possível quebra e consequentes perdas. Com este trabalho saímos das técnicas convencionais de monitoramento offline para a on-line obtendo também as vantagens.

 


TT-236 - Apresentação em Pôster
MELHORIA NOS ACOPLAMENTOS INTERNOS DE BOMBA DE DESLOCAMENTO POSITIVO TIPO HELICOIDAL

Lucas Tavares de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Fernando Cantarino Borges - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Marcelo Flor Gustavo - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

As indústrias que se mantem competitivas devem promover constantemente a evolução dos processos produtivos industriais, cujos avanços persistem em continuar, na busca da maximização da produtividade, motivado pela constante procura por recursos, matéria prima e mão de obra reduzida, não abrindo mão da qualidade. Tendo em vista este cenário global, uma das unidades de fertilizantes da planta de Uberaba teve um aumento de produção a qual teve um impacto negativo na manutenção, pois alguns equipamentos começaram a ter o tempo de vida útil reduzido ou apresentar falhas e problemas diferentes com que a equipe de manutenção da unidade era acostumada a executar. Este trabalho fala sobre um destes equipamentos que começou a apresentar avarias constantes trata-se da bomba de deslocamento positivo tipo helicoidal. Para a solução deste problema, foi desenvolvida uma melhoria para aumentar a eficiência nos acoplamentos internos da bomba de deslocamento positivo desta planta de fertilizantes e consequentemente elevar a disponibilidade desta e a confiabilidade de seu equipamento.

 


TT-239 - Apresentação em Pôster
SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE OBRAS

André Luis Pastorello - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

Neste trabalho serão apresentadas as causas que levaram o resultado negativo de um contrato de prestação de serviços cuja modalidade de remuneração é baseada em orçamentos de serviços e também as ações que permitiram recuperar seu resultado financeiro. Serão apresentadas as diretrizes corporativas para gerenciamento de serviços, baseadas no manual de gestão coorporativo da empresa, que permitiram diagnosticar a situação atual e aplicar ações para reverter o resultado negativo do contrato.

 


TT-243 - Apresentação em Pôster
LUBRIFICAÇÃO CLASSE MUNDIAL APLICADA EM EMPRESA DO RAMO PETROLÍFERO

Mauro Lucio Martins – Comau do Brasil
Eduardo Pereira Sarto – Comau do Brasil
Kairon Gomes – Comau do Brasil
Frederico Jorge da Fonseca - Comau
Antônio Lucas – Comau do Brasil
José Manoel Dos Reis Lisboa – Comau do Brasil
Rodrigo Athaíde Bonifácio de Araújo – Comau do Brasil
Marcio Gonzaga – Comau do Brasil

Para alcançar os padrões de excelência, previstos pelo World Class Manufacturing (WCM), estruturamos um sistema de lubrificação com métodos e instrumentos bem definidos, duradouros e sistemáticos, capazes de eliminar as falhas oriundas do processo de lubrificação, pois, esta atividade com uma ação Técnico-gerencial aplicada de forma eficaz pode nos proporcionar ganhos econômicos e aumento significativo da disponibilidade. Desta forma foi estabelecida uma estratégia de lubrificação que contemple os objetivos a serem atingidos, levando em consideração o gerenciamento dos equipamentos (disponibilidade, confiabilidade, segurança, etc.) e o gerenciamento dos recursos disponíveis (carga de trabalho eficiência e custo). Em razão desta abrangência, a Lubrificação Classe Mundial (LCM) pode ser utilizada como Metodologia ou Estratégia de Gestão da Lubrificação, atuando na aplicação, controle da execução bem como no lubrificante utilizado. Compreendendo o trajeto, estoque, aplicação e descarte do lubrificante. Atendendo assim ao pilar PM - Professional Maintenance (Manutenção Profissional) do WCM e aplicando os conceitos de manutenção Preventiva e Preditiva, gerando casos de sucesso e melhorias através da aplicação da LCM, com ganhos significativos na produção e redução de paradas de equipamentos, aumentando à disponibilidade e consequentemente a eficiência dos equipamentos, visando sempre sanar em até 100% os problemas oriundos de uma lubrificação deficiente.

 


TT-247 - Apresentação Oral
COMO REDUZIR AS PERDAS NOS PROCESSOS ATRAVÉS DE UM PRESTADOR DE SERVIÇO DE MANUTENÇÃO ESPECIALIZADO, COM FOCO EM PROJETOS DE PERFORMANCE

José Denilson Borges França - Comau do Brasil

Muito do PIB brasileiro é perdido na ineficiência dos equipamentos e linhas de produção. São refugos, energia desperdiçada, vazões inferiores às especificadas, paradas não programadas e de uma forma geral o uso não otimizado dos ativos investidos. A adequada gestão desses ativos industriais pode representar ganhos significativos para a indústria e consequentemente, para a economia do País como um todo. O que se busca com a aplicação do conceito de contratos baseados em Projetos de Performance, é intensificar a geração de ganhos para o Cliente e para o prestador de serviço através do desenvolvimento dos projetos de melhorias, utilizando recursos e competências especializadas, integrando-as de maneira a possibilitar a transformação das atuais perdas nos processos em oportunidades com resultados e benefícios financeiros. O aumento da Performance dos ativos dos nossos clientes foram obtidos atuando-se sobre os processos industriais com natureza qualitativa e/ou quantitativa, criando um eficiente intercâmbio de melhores práticas e de conhecimento interno e externo, bem como utilizando conceitos e padrões da “Manutenção Classe Mundial” permitindo assim oportunidades/soluções a curto, médio ou longo prazo e perspectiva de ganhos duradouros com benefícios mensurados e controlados através de indicadores técnicos e econômicos, consolidados junto aos clientes.

 


TT-251 - Apresentação em Pôster
TESTADORES DE COMPONENTES PARA AUTOMAÇÃO

Renato Neves Allemand - Tixma Ind. Com. e Prest. de Serv. de Equip. Ind.
Vinícius Neitzke Ferreira - Tixma Ind. Com. e Prest. de Serv. de Equip. Ind.
Yuri Fratini - Tixma Ind. Com. e Prest. de Serv. de Equip. Ind.
Maurício Souto Allemand - Tixma Ind. Com. e Prest. de Serv. de Equip. Ind.


Foram desenvolvidos os TESTADORES DE COMPONENTES PARA AUTOMAÇÃO através de pesquisa coordenada por Renato Neves Allemand, com o interesse da TIXMA e com o apoio da FAPERGS, FINEP e IFSUL. A pesquisa originou-se por identificação de pessoal de empresas de prestação de serviços, para resolver o problema da inexistência de uma ferramenta multifuncional para a área de eletroválvulas e cilindros pneumáticos. Os testadores desenvolvidos aplicam-se na automatização de testes e ensaios em solenóides, relés, contatoras, eletroválvulas e cilindros pneumáticos e hidráulicos, permitindo a utilização em bancada com simulação das condições operacionais de campo e, por serem portáveis, se integram ao chão de fábrica nos processos de manutenção corretiva e preventiva. Suas funções são fonte de alimentação e ciclador com duas saídas XOR nas tensões de 12 e 24Vdc e 24, 110 e 220Vac, manômetro pneumático digital e monitorador de posição de êmbolo de cilindros. Sua interface IHM ocorre em português, espanhol e inglês. As principais vantagens e benefícios são segurança aos operadores, flexibilidade e multiplicidade de testes em chão de fábrica ou em bancada e elevação nos índices de confiabilidade na manutenção. Diminuem a quantidade e o tempo das paradas programadas e não programadas, com a elevação da disponibilidade operacional e a diminuição da indisponibilidade devido à manutenção, com consequente redução de lucros cessantes às indústrias.

 


TT-256 - Apresentação em Pôster
MIGRAÇÃO DE TIPOLOGIA DE MANUTENÇÃO E GERAÇÃO DE VALOR AGREGADO ATRAVÉS DA APLICAÇÃO DOS PILARES AM PM E WO DA METODOLOGIA VCM

André Geraldo Alves Camilo - Comau do Brasil Ind. Com.
Reginaldo Andrade de Sousa - Comau do Brasil Ind. Com.
Rafael de Cassia Pinto - Comau do Brasil Ind. Com.
Marcelo Andrade - Comau do Brasil Ind. Com.

Este projeto trata-se de um estudo de produtividade e confiabilidade de manutenção realizado na Unidade Operativa de Funilaria de um cliente COMAU. Foi apresentado um estudo de aumento de produtividade da equipe de manutenção e proposto uma maior saturação da equipe com atividades que interferem diretamente na confiabilidade dos ativos do cliente, através de uma reformulação da estratégia de manutenção, otimização da utilização da mão de obra e transferência das atividades de não manutenção, o que resultou, conforme demonstram as análises de resultados, em redução das altas taxas de falhas, alto nível de perdas, tempos de parada e aumento significativo da produtividade da equipe de manutenção. Este projeto foi desenvolvido utilizando-se princípios de WCM e análises dos resultados de estudos da confiabilidade dos ativos, através da aplicação dos pilares de Manutenção Autônoma (AM), Manutenção Profissional (PM) e Organização do Posto de trabalho (WO). O projeto demonstrou que quando implantado de maneira correta as técnicas em questão apresentam grande probabilidade de aumento de disponibilidade e redução de perdas nos sistemas produtivos.

 


TT-258 - Apresentação em Pôster
TÉCNICAS PREDITIVAS NA IDENTIFICAÇÃO E SOLUÇÃO DE PROBLEMAS CRÔNICOS EM EQUIPAMENTOS DE PRODUÇÃO - BANBURY

Irineu Augusto Junior - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Wanderley Lizi - Bridgestone Bandag

Este trabalho aborda o estudo e controle das vibrações em um motor de 910 CV, utilizado no acionamento de um Banbury, o qual apresentava vibrações bastante significativas e também bastante raras, pois o rolamento mais excitado era o traseiro do motor, em contraponto ao mancal que recebia o maior esforço proveniente da parte acionada. A vibração elevada se manifestava apenas na gaiola deste rolamento, o que tornava o caso ainda mais raro. Este rolamento foi trocado por diversas vezes, tendo o seu intervalo de trocas (MTBF) reduzido a cada substituição, mesmo sem haver indícios de erros de montagem ou aplicação incorreta de algum material. A redução deste intervalo tornava a programação bastante complicada, devido o curto período disponível para intervenção. Através de um estudo e análise da falha, pesquisando-se os detalhes com relação ao equipamento, pode-se direcionar a intervenção de uma maneira alternativa, com a utilização de graxa diferente da especificada pelo fabricante do motor. Conseguiu-se, então, mudar os patamares de trabalho das vibrações globais deste rolamento, e principalmente manter-se os valores da vibração na gaiola em níveis abaixo do alarme e sob controle.

 


TT-262 - Apresentação em Pôster
OTIMIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO COM GANHO EM CONFIABILIDADE EM PONTE ROLANTE NA INDÚSTRIA PETROQUÍMICA.

José Antônio Pereira - Comau do Brasil
Rodrigo Athaíde Bonifácio de Araújo - Comau do Brasil
Soraia Marcela da Silva - Comau do Brasil

Este trabalho tem como objetivo relatar o estudo detalhado que resultou em um procedimento para a manutenção de troca dos cabos de aço de ponte rolante, bem como a criação de dispositivos de fixação, manuseios dos cabos aço com segurança e agilidade, tendo como objetivo eliminação do uso de marretas, serviços de andaime, soldas, maquina de campo, e eletricistas. Demonstraremos a forma de otimização de mão obra na redução de equipes de manutenção, na diminuição do tempo de execução e aumento da confiabilidade pelo uso de ferramentas adequadas para manutenção, reduzindo a probabilidade de inserção de erros na troca dos cabos de aço e riscos de acidente. Após a criação da instrução de trabalho o cliente ganhou maior confiabilidade no processo, redução do tempo de troca dos cabos de vinte e quatro horas para seis horas de execução, redução de equipes de trabalho, com o numero de quinze para o numero de cinco pessoas de uma especialidade de manutenção. Retirada de uso de marreta e cunha para uso de ferramentas adequadas para a manutenção reduzindo também a inserção de erros de montagem, eliminando os riscos de acidentes e diminuição do MTTR (tempo médio de reparo) evitando a perda de produção.

 


TT-264 - Apresentação Oral
METODOLOGIA PARA MAPEAMENTO DE FALHAS: UMA PROPOSTA DE UTILIZAÇÃO CONJUNTA DE TÉCNICAS DE MANUTENÇÃO

Adilson Pimentel - Cooperativa Agrária Agroindustrial

As freqüentes falhas de manutenção quando não controladas trazem a impressão habitual de constantes faltas de peças de reposição, falta de mão de obra, orçamento limitado para manutenção, além dos problemas decorrentes das falhas como as chamadas extraordinárias, horas extras, compras emergenciais entre outros. A atual mudança no cenário do Agronegócio tem forçado que as empresas deste ramo tornem-se cada vez mais competitivas e passem a enfrentar esta realidade que até algum tempo era comum apenas para as indústrias do ramo de produção industrial. Na engenharia de manutenção, esta constatação torna-se ainda mais verdadeira. A inovação tecnológica presente em todos os setores da economia, vem inserindo meios de produção cada vez mais sofisticados, o que se traduz em grandes perdas de faturamento e rentabi¬lidade quando ocorrem paralisações não programadas.Uma metodologia que possa integrar diferentes conceitos e métodos dentro de uma proposta de modelo de mapeamento de falhas que permita a melhor alocação dos recursos disponíveis para a manutenção é uma ferramenta importante para mudança deste cenário. Este trabalho integra os conceitos de diferentes técnicas que compõe uma proposta diferenciada no mapeamento e resolução de falhas na maior Maltaria do Brasil com objetivo de aumentar sua disponibilidade e eliminar as perdas de produção.

 


TT-265 - Apresentação Oral
ESTRUTURAÇÃO DE UMA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA PARA UMA MANUTENÇÃO DE ALTA PERFOMANCE

Matheus Martins Oliveira e Castro - Comau do Brasil
Robson Luiz da Rocha Nério - Comau do Brasil

Toda documentação técnica deve ser escrita de maneira clara e objetiva, utilizando-se de ilustrações técnicas e quaisquer outros meios, que permitam ao usuário do produto um entendimento fácil sobre a operação, a manutenção e os reparos que possam ser necessários, assim extraindo o máximo de seu potêncial. O redesenho da documentação técnica COMAU, principalmente do manual de instruções e manutenção, buscou atender aos requisitos das normas vigentes agregando maior confiabilidade, credibilidade e segurança ao equipamento. Uma boa documentação permite aos usuários utilizar corretamente e por completo, todos os benefícios que o equipamento tem a oferecer, aumentar a vida útil e ser uma ferramenta de consulta confiavel.


TT-269 - Apresentação em Pôster


AVALIAÇÃO DAS CONSEQUÊNCIAS DE ERROS HUMANOS NAS TAREFAS DE MANUTENÇÃO SOBRE CONFIABILIDADE OPERACIONAL E INCREMENTO DE CUSTO


Gabriel Alves da Costa Lima - Aremas
Alberto M. Teodoro Filho - Aremas
Celso L. S. Figueirôa Filho - Aremas


Uma opção gerencial importante na gestão de ativos consiste no emprego de políticas de manutenções com execução de tarefas de preventiva, preditiva e detectiva. A ideia básica da justificativa destas políticas em muitos casos é reduzir o número de falhas. Na verdade, a razão verdadeira deve ser aumento de confiabilidade, disponibilidade e/ou redução de custos. Mas, manutenção preventiva é realizada por seres humanos que são propensos a erros. Portanto, o problema central é conhecer o impacto dos erros humanos na confiabilidade dos ativos físicos. A metodologia é composta por análise de dados de vida de ativos e envolve as seguintes etapas: (1) Análise de dados de modo a obter a curva de confiabilidade dos ativos; (2) Análise das taxas de retrabalho em manutenção e, depois, estimativa da probabilidade de falha; (3) Análise do impacto da probabilidade de erros humanos sobre as curvas de confiabilidade dos componentes; (4) Avaliação de incremento de custos decorrente de erros humanos, (5) Avaliação da taxa de retorno sobre investimento para se prevenir erros humanos.


TT-270 - Apresentação em Pôster
IMPACTOS DO DIMENSIONAMENTO DA MÃO DE OBRA E DOS RECURSOS DE MANUTENÇÃO NO DESEMPENHO DE SISTEMAS

Alberto Magno Teodoro Filho - Aremas
Gabriel A. Costa Lima - Aremas

Se o início e o fim de todas as atividades de manutenção fossem perfeitamente previsíveis, estimar a quantidade de horas trabalhadas e número de funcionários necessário para a realização das atividades não seria uma tarefa complicada. Porém, a rotina da manutenção também convive com eventos imprevisíveis e, por isso, a tarefa de mensurar a necessidade de mão de obra e outros recursos utilizados não costuma ser trivial. Muitas são as variáveis incertas envolvidas na rotina da manutenção e as incertezas não podem ser completamente ignoradas por um gestor do setor durante dimensionamento dos seus recursos. Quanto maior os índices de ocupação de uma equipe de manutenção, maior a probabilidade que ela não esteja disponível para realizar uma tarefa imprevista, o que contribui para a indisponibilidade do sistema. Porém, baixos índices de ocupação também não são desejados por razões óbvias decorrentes de aumento de custos. O artigo mostra como o dimensionamento dos recursos de manutenção afeta o desempenho de um sistema e o momento quando o superdimensionamento dos recursos passa a ser observado. O objetivo principal do artigo é expor uma metodologia para o dimensionamento dos recursos de manutenção com base em informações estatísticas, fugindo assim da tentativa e erro.

 


TT-273 - Apresentação em Oral
UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA A GESTÃO ECONÔMIA DE ATIVOS FÍSICOS - UM CASO DE SUCESSO DESENVOLVIDO PARA A AES-TIETÊ

Gabriel A. Costa Lima - Aremas
Renato B. Paggoto – AES - Tietê
Ítalo Freitas – AES - Tietê

 

 


TT-274 - Apresentação Oral
INDICADORES DO MAU FUNCIONAMENTO EM TEMPO REAL DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO DE TRENS

Jackson de Carvalho Galocha - Cia do Metropolitano de São Paulo
Luis Carlos Rebelo - Cia do Metropolitano de São Paulo

Este trabalho elenca os indicadores do mau funcionamento de sistemas de ar condicionado, utilizados em trens de transporte de pessoas, para possibilitar que uma ferramenta computacional indique a causa de um desvio antes que a falha ocorra. Com as expansões, modernizações e implantações de novas linhas no Metrô de São Paulo, introduziu-se um novo padrão de projeto, em que todas as novas frotas de trens possuem ar condicionado. Isso proporciona um novo nível de conforto para os passageiros e, ao mesmo tempo, cria um desafio para o setor de manutenção: conhecer e dominar o processo dessa máquina térmica, que possui um alto grau de realimentação e é afetada tanto pelo clima como pela demanda de passageiros. O novo padrão estabelecido na operação deve ser mantido pela manutenção, acrescentando novos desafios aos seus processos, principalmente quando o elemento conforto dos passageiros torna-se fator de segurança. Este estudo fornece subsídios para as equipes de manutenção, independentemente da complexidade dos vários tipos de equipamentos de ar condicionado instalados nos trens. Com a implantação dessa ferramenta, será possível, com os dados coletados em tempo real, fornecer elementos para a manutenção, melhorar a gestão dos recursos e das competências e auxiliar o desenvolvimento de novos padrões de atuação, onde será possível determinar o estado do funcionamento do circuito frigorífico (CF) e o rendimento das partes do sistema, permitindo tanto a detecção e caracterização de desvios, como a programação do reparo de forma objetiva, ou seja, atuação proativa, consequentemente redução dos custos de manutenção e tempo de resposta das equipes. Por fim, esse trabalho propõe mudança de paradigma na manutenção, com a implementação do processo de Manutenção Preditiva do sistema de ar condicionado, essa realidade é possível por meio da monitoração contínua, com foco no indicador corrente do compressor, por ser uma forma não invasiva, efetiva e de simples implementação.

 


TT-278 - Apresentação em Pôster
IMPLEMENTAÇÃO DE UM CLARO E COMPARTILHADO SISTEMA DE GESTÃO DAS ORDENS DE TRABALHO EMERGÊNCIAL (EWO) NO ÂMBITO DO FLUXO DE GESTÃO DAS FALHAS

Leonardo Honório Martins - Comau do Brasil
Pedro Vital Martins – Comau do Brasil
Diego Barbosa – Comau do Brasil
Gilson Rosa – Comau do Brasil
Victor Silva – Comau do Brasil

Esse método tem o propósito de direcionar através de análises a melhor forma para eliminação das repetições de anomalias, melhorando o rendimento do processo, reduzindo os defeitos dos equipamentos. Essa técnica de análises das falhas para solução de problemas é documentando através do formulário EWO (Ordem de Trabalho Emergencial), aplicada com rigor para remoção da causa raiz, definindo a base para a estabilização do tempo médio entre a das falhas (MTBF) e redução do tempo médio entre reparo( MTTR).É aplicado na analise de falhas o método Plan, Do, Check, Act. As duas primeiras fases, Plan, são dedicadas à análise da falha e à identificação das possíveis causas da falha, através da utilização de instrumentos tais quais 5W e 1H. A terceira e a quarta fases, Do, são dedicadas à reparação provisória da falha, necessária porque permite o retorno à produção e à documentação da quantidade realizada em EWO. Sucessivamente, na quinta e sexta fases, Check, se procede um aprofundamento da análise de modo a identificar a causa raiz e definir a contramedida capaz de eliminar a causa de modo estável. Enfim, na sétima e oitava fases, Act, se avalia a eficácia das contramedidas e se analisa os andamentos.

 


TT-281 - Apresentação Oral
SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE MANUTENÇÃO

José Carlos Navarro Júnior - Grupo Fleury
Marcelo Hitoshi Nakamura - Grupo Fleury
Clóvis Giacomozzi Porto - Grupo Fleury
Afonso Gomes Bezerra - Grupo Fleury

Com foco na excelência da prestação de serviços e no atendimento ao cliente, o Grupo Fleury se destaca no mercado pelo reconhecimento da classe médica e do público. Para atender às expectativas de seus clientes, a empresa busca selecionar, reter e desenvolver mão de obra qualificada, investir em pesquisa e em tecnologia e adotar os mais altos padrões de governança corporativa e de controle de qualidade. A complexidade da operação e das linhas de negócio exige uma gestão extremamente profissionalizada, alinhada com a estratégia da empresa e equipada com as mais modernas ferramentas para monitorar os exigentes parâmetros operacionais e garantir a conformidade com os padrões estabelecidos, reduzindo ao máximo os impactos ambientais, sociais e econômicos da sua atividade em curto, médio e longo prazo. Com etapas importantes e bem definidas, teve início em novembro de 2011 um projeto que começou a apresentar resultados em janeiro de 2012, quando entrou em operação o novo sistema de manutenção, para apoio às instalações em todas as unidades do grupo no Brasil. Controles abrangentes de custos da operação e do desempenho de terceiros já apresentam resultados favoráveis. Ampliações se encontram em andamento, utilizando o mesmo software para atendimento à área de Patrimônio e Gestão de Projetos, além da integração em tempo real com o BMS (Building Management System). Outra novidade será o uso da ferramenta de mobilidade, onde smartphones tornarão as operações mais confiáveis e ágeis além de contribuir com o meio ambiente com a extinção do uso de papel (meio físico). Tudo isso com o uso de uma ferramenta operacional avançada e integrada online com o sistema, e acompanhada por instrumentos de gestão visual e analítica, processos modernos e eficientes, e a mais alta confiabilidade operacional. Aliado a isso, o software apresenta total aderência a padrões internacionais, como a norma CFR-21 do Federal Drug Administration (FDA) e EN-9100, para segurança operacional nos processos.

 


TT-282 - Apresentação em Pôster
GESTÃO COMPARTILHADA DE MANUTENÇÃO E PROJETOS ATENDIMENTO A PRODUÇÃO EM CENÁRIOS SAZONAIS

Leandro Monteiro - CRM Indústria e Comércio de Alimentos
João Ricardo Varoni - CRM Indústria e Comércio de Alimentos
Welc Luiz Souza - CRM Indústria e Comércio de Alimentos
Marco Antônio Domingues de Oliveira - CRM Indústria e Comércio de Alimentos

O cenário é uma fábrica instalada em Extrema – MG com início das atividades em 2009. Os ativos são formados por máquinas e linhas de produção novas, algumas de última geração e máquinas que datam de 1950. Os processos são divididos em três setores principais: •Preparação de Massas, onde o chocolate é fabricado. •Moldagem e Dosagem, onde o chocolate é moldado em formas apropriadas. •Embalagem, onde os diversos tipos de bombons, trufas e tabletes são embalados em cartuchos, dupla torção ou acomodados em estojos para presentes. Com mais de 1100 ativos cadastrados no software de Manutenção, considerando a variedade de processos industriais da planta, a gestão de Manutenção torna-se uma tarefa das mais complexas. Do latim “manter o que se tem” nasce o jeito de ser do departamento de Manutenção e Projetos, em forma de informativo mensal que o RH adotou para divulgação em toda a empresa nos quadros de aviso e distribuição eletrônica a partir de 2010. Os temas são sempre ligados aos Indicadores, Melhorias, Projetos, 5S, Ferramentas da Qualidade e informações sobre Feiras e Eventos ligados ao negócio. Em Agosto de 2010 iniciou-se o primeiro desafio sazonal na nova planta com as produções de Natal e Páscoa. Após os oito meses de campanha foi realizada a primeira parada para manutenção preventiva da história da empresa em Julho de 2011. Parar a linha sazonal completamente durante quatro semanas foi um feito inédito até então. Sem pretensão de implantar o TPM, a partir de 2011 foram introduzidos os conceitos dos pilares Manutenção Autônoma e Educação/Treinamento. As equipes foram estruturadas para participarem das reuniões de planejamento, treinamento e execução das atividades planejadas, sempre com o apoio das áreas de suporte a Produção. Este trabalho mostra como atingir melhoria dos indicadores de Manutenção e Projetos com a gestão compartilhada das equipes, utilizando os recursos em períodos de alta e baixa demanda produtiva.

 


TT-283 - Apresentação em Pôster
O IMPACTO DA PARTICIPAÇÃO DA MANUTENÇÃO EM PROJETOS NOS RESULTADOS DA GESTÃO DE ATIVOS DAS EMPRESAS

Fernanda do Carmo Silverio Vanzo – Puc-PR

As indústrias enfrentam desafios para garantir ou expandir a sua parcela de mercado. Por esse motivo, as empresas devem adotar estratégias que visem à redução de custos e o aumento da flexibilidade de seus ciclos produtivos. Uma das estratégias importantes é a maior integração entre os diferentes setores da empresa: Comercial, Engenharia, Processo, Manutenção. A manutenção tem por função aplicar seus recursos visando a melhoria da confiabilidade e aumento da disponibilidade dos ativos para obtenção da máxima produtividade do processo industrial, o que é imprescindível para que a empresa alcance seus resultados necessários. O envolvimento da manutenção nos projetos é um fator de redução de problemas durante a vida dos equipamentos, uma vez que a manutenção fornece subsídios e diretrizes para desenvolvimento dos projetos. O presente trabalho tem por objetivo verificar qual o impacto da participação da manutenção em projetos na gestão de ativos de uma empresa por meio da comparação dos resultados de desempenho obtidos por empresas onde a manutenção envolve-se na execução de projetos com o desempenho daquelas cuja manutenção não participa. Para tal, foi aplicado um questionário formulado a partir de indicadores de manutenção listados pela literatura, o qual foi enviado a profissionais de manutenção de todo o Brasil para o levantamento de dados.

 


TT-284 - Apresentação em Pôster
QUALIFICAÇÃO DE INSPETORES DE INSPEÇÃO TERMOGRÁFICA POR MEIO DA REESTRUTURAÇÃO DE CURSO E ADAPTAÇÃO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DIDÁTICA ESPECÍFICOS PARA TREINAMENTO

Luiz Fernando Capeloto Macohin - Copel Distribuição S.A.
Leandro Batista de Souza - Copel Distribuição S.A.
Weber Hugo de Oliveira Oussaki - Copel Distribuição S.A.
Sidnei Garcia - Copel Distribuição S.A.
Rafael Radaskievicz - Copel Distribuição S.A.
Rodolfo Cesar Bathke - Copel Distribuição S.A.

Este trabalho apresenta a readequação do treinamento e de uma rede de distribuição didática existente na Copel Distribuição, visando atender requisitos de formação de inspetores de manutenção, bem como propiciar o mapeamento do comportamento das anomalias térmicas em componentes de redes de distribuição avariados. A Copel idealizou a construção de uma rede didática para capacitação de inspetores de manutenção, construída em 2010. Como a ideia principal era aprimorar o processo de inspeção termográfica, viu-se necessária a adaptação da rede construída de modo a abranger características reais e práticas do serviço em campo: variação da temperatura com carga, análise do comportamento térmico para cada defeito, padronização dos critérios de potenciais falhas, etc. Com este objetivo, em 2011 a rede didática foi reformada, incorporando a possibilidade de simulação de corrente nos componentes desta rede, instalação de componentes defeituosos. Todas estas alterações e conhecimento foram disseminados por meio da promoção de um treinamento com todas as equipes de inspeção termográfica da Copel, permitindo desta forma o aprimoramento do processo de inspeção, melhoria do processo decisório do inspetor e padronização de procedimentos operacionais.

 


TT-285 - Apresentação em Pôster
SISTEMA DE MONITORAMENTO A DISTÂNCIA DE UTILIDADES CRÍTICAS - TELEMETRIA

Clóvis Giacomozzi Porto - Grupo Fleury
Lincoln Aragoni Gomes - Grupo Fleury
Rodrigo dos Santos Vieira - Grupo Fleury
José Carlos Navarro Júnior - Grupo Fleury
Augustinho Henrique Delgaudio - Grupo Fleury
Mário Sérgio Pieretti - Grupo Fleury

A fim de garantir o fluxo continuo das operações e superar as expectativas de seus clientes, o Grupo Fleury busca selecionar, reter e desenvolver mão de obra qualificada, investir em pesquisa e tecnologia e adotar os mais altos padrões de excelência corporativa e controle de qualidade. Equipamentos de diagnóstico por imagem de alta tecnologia e extrema complexidade técnica exigem infraestrutura precisa e de alta confiabilidade (MTBF), assim como rápida correção em caso de desvios (MTTR). Por outro lado, os custos operacionais são fator decisivo na competitividade das empresas, o que motivou a equipe de Engenharia do Grupo Fleury a buscar uma solução de baixo custo e alta confiabilidade. Baseado nos requisitos da área de atuação da empresa iniciou-se em Janeiro de 2011, um programa com previsão de quatro anos baseado na utilização da plataforma tecnológica de mobilidade (Telemetria), que logo de início trouxe resultados importantes na monitoração da infraestrutura de forma a antecipar-se as falhas, e atuar preventivamente, reduzindo os índices de MTTR e elevando os de MTBF. Dispositivos de captura de dados (sensores, controladores, medidores, etc.) enviam através da rede Ethernet ou GPRS informações em tempo real para um software SCADA instalado em um servidor de alta disponibilidade no datacenter do Grupo Fleury. O Software consolida os dados e arquiteta uma solução completa de supervisão de equipamentos críticos e infraestrutura, que por meio da parametrização de limites superiores e inferiores das variáveis, processa o disparo de alarmes virtuais por e-mail s e sms s, estabelecendo um processo de alta tecnologia, baixo custo operacional e gestão centrada na confiabilidade.

 


TT-288 - Apresentação em Pôster
IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA MÊS COM UTILIZAÇÃO DE FMEA PARA O GERENCIAMENTO DE PARADAS SUPORTANDO A IMPLANTAÇÃO DA EXCELÊNCIA EM CONFIABILIDADE EM UMA MINA DE BAUXITA

Tharcila Rodrigues Peixoto - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Danilo Henrique Costa e Silva - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Amilton c. Santos - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Carlos o. Nelo - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Jose Paulo Silva – Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Renan Nominato Oliveira Souza – Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti


A Mina de Bauxita de Juruti, que é um dos ativos da Alcoa no Brasil, utiliza-se da ferramenta MES (Manufacturing Execution System). O MES é um portal de aplicações no ambiente WEB que prove acesso às informações de: Planejamento de materiais e produção, Controle de Produção e de Estoques, Variáveis históricas de Processo PIMS (Plant Information Management System), Controle de Paradas de Equipamentos DTM (Down Time Monitor). Além disso, gera relatórios customizados de todos os dados que o sistema armazena. O presente trabalho relata como a implantação do modulo DTM no sistema MES ajudou no desenvolvimento de um sistema de gerenciamento de paradas, pois a partir da utilização da ferramenta foi criado um banco de dados de paradas com grande grau de precisão e confiabilidade, que de maneira direta ou indireta gera a padronização dos dados de falha. Desta forma, esta ferramenta da suporte na busca da Excelência em Confiabilidade REX (Reliability Excellence). Este trabalho consiste nas seguintes etapas: desenvolvimento de FMEA (Failure Mode and Effects Analysis) como base de identificação de modos de falhas, elaboração da árvore de falhas utilizando as informações do FMEA, estudo dos sinais de campo X supervisório e criação dos relatórios de desempenho. Durante o período de implantação e teste do DTM utilizou-se uma plataforma desenvolvida em Access para garantir a apropriação dos eventos de falhas e consequentemente o histórico confiável. Esta plataforma serviu como base para a implantação e customização do DTM no ambiente MES. Como resultado final, hoje, é possível fazer análises detalhadas de forma rápida e precisa utilizando as informações coletadas pelo sistema e, ainda, é possível gerar diversos relatórios de confiabilidade. Esses documentos são base para geração de planos de melhoria em equipamentos e processos, definição de estratégias de manutenção, tomadas de decisões gerenciais, sustentando assim, a base de uma Manutenção com Excelência em Confiabilidade.

 


TT-289 - Apresentação Oral
REGISTROS DE FALHAS - ORIGEM DA CONTAMINAÇÃO DOS DADOS NAS RELAÇÕES (NÍVEIS DO SISTEMA X ETAPAS DE LANÇAMENTO) E (MODO DE FALHA X CAUSAS) - ESTUDO DE CASO EM FROTAS

Celso Luiz Santiago Figueiroa Fiho - Senai Cimatec
Frederico Freire de Carvalho Matos - Capacit Assessoria e Consultoria
Paulo Victor Fleming - Capacit Assessoria e Consultoria


Este artigo apresenta uma proposta de metodologia para estruturação de banco de dados que suportem análises de falha sistemáticas nas manutenções ao longo do processamento de ordens de manutenção. A metodologia busca proporcionar uma adequação das análises de falhas a fatores particulares de cada organização como infraestrutura, capacidade técnica da equipe e tecnológica na identificação de causas de falha e o nível de reparo objetivando assim a obtenção de dados históricos de falha que possibilitem análises de confiabilidade sistemáticas nas organizações. A proposta incorpora a utilização dos conceitos de análise funcional da RCM – manutenção centrada na confiabilidade – e terno de falha. O casos aplicados desta abordagem metodológica citados neste trabalho são em manutenção de frotas, que evidenciam algumas situações não percebidas facilmente em outros ambientes.

 


TT-290 - Apresentação Oral
REVISÃO DA ESTRATÉGIA E PLANOS DE MANUTENÇÃO, COM O USO DA FERRAMENTA KAIZEN E TPM, PARA O CUMPRIMENTO DE INDICADORES E METAS DE PRODUÇÃO

Danilo Henrique Costa e Silva - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Tharcila Rodrigues Peixoto - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Amilton c. Santos - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Carlos o. Nelo - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti
Dalrimar b. Santos - Alcoa World Alumina Brasil p. Ltda - Unidade Juruti

A Mina de Juruti inaugurou sua operação em setembro de 2009, com uma meta de produção anual traçada em 2.6MTPA (Milhões de Toneladas Por Ano). Devido à estratégia operacional da companhia, a meta de produção veio aumentando gradativamente ao longo dos anos e desde o start up até 2013 teve-se um aumento de aproximadamente 70%. Para garantir as metas de operação e manutenção a baixo custo, fez-se necessário traçar novas estratégias de produção, revisar planos de manutenção, implantar ferramentas de qualidade como Kaizen, TPM (Total Productive Maintenance), DMS (Daily Management System) e um sistema de gestão com foco em Excelência em Confiabilidade. Este trabalho consiste na etapa de revisão da estratégia de manutenção do processo de Beneficiamento da Bauxita, do cronograma anual de manutenção, dos planos de manutenção com o uso da ferramenta Kaizen e implantação da Manutenção Autônoma (um dos pilares do TPM), a fim de garantir a DO (Disponibilidade Operacional) do sistema para o cumprimento das metas de produção. Desde o desenvolvimento do trabalho até a data presente já se nota melhorias nos indicadores de manutenção e operação, resultando numa melhor confiabilidade do sistema. O objetivo até o final do ano é alcançar um aumento de 3% na DF (Disponibilidade Física) do Beneficiamento, em relação aos dois anos anteriores, ter uma maior confiabilidade no sistema, produção mais estável e consequentemente o cumprimento da meta anual de produção, de forma a garantir a integridade física dos ativos e funcionários.

 


TT-292 - Apresentação em Pôster
IMPLANTAÇÃO DE TÉCNICAS DE GESTÃO E CONTROLE PARA AUMENTO DA DISPONIBILIDADE DE TRANSPORTADORES DE CORREIA DA DESCARGA DO TERMINAL PORTUÁRIO DE PONTA DA MADEIRA (TPPM)

Luciano Zeno Rodrigues da Silva - Vale
Armando Assis Flora - Vale

Um processo fora de controle pode gerar uma série de imprevistos para uma grande empresa. Custos elevados de Manutenção, excesso de acidentes pessoais e operacionais, insatisfação dos funcionários são alguns dos principais impactos provenientes da falha na estruturação do processo de Controle e Gestão dos Ativos. Este foi o cenário da Manutenção da Descarga do Terminal Portuário de Ponta da Madeira (TPPM) da Vale até meados de 2011. A partir de então, com o início de um trabalho de melhoria contínua, que envolve a implantação de boas práticas de Gestão e de Manutenção, foi possível alcançar excelentes marcas nos indicadores de Manutenção. Este projeto visa relatar o trabalho desenvolvido na área de desalinhamento e vulcanização da Descarga, através do qual foi possível alcançar redução da quantidade de horas de falha, aumento no indicador de Disponibilidade Intrínseca de desalinhamento e vulcanização, além da redução dos acidentes operacionais devido a rasgo de correia e consequente redução de custos com Manutenção de ativos, visto que as correias são os ativos mais caros do Porto. No caso da Descarga, com o desenvolvimento deste trabalho entre 2011 e 2012, alcançou-se a redução de 245 horas de falhas por desalinhamento e de 200 horas de falhas por problemas de vulcanização. A disponibilidade dos transportadores aumentou cerca de 3,5% e, com isso, os rasgos reduziram à metade (de 11 para 6). Isto gerou um ganho considerável em relação a custos, que puderam ser investidos na melhoria de outras atividades. De modo geral, o projeto mostra que um modelo de gestão bem estruturado pode auxiliar muito na identificação e análise dos problemas, além da implantação de melhorias para solução dos mesmos.

 


TT-294 - Apresentação Oral
A VOZ DA EXPERIÊNCIA - A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DO CONHECIMENTO PARA A GESTÃO DA MANUTENÇÃO

Marinilda Lima Souza - Senai-Cimatec
Alex Álisson Bandeira Santos - Senai-Cimatec
Celso L. Figueirôa - Senai-Cimatec
César Figueiredo Pimentel - Petrobras - Refinaria Landulfo Alves

Na maioria dos processos industriais a capacidade de resolução de problemas de manutenção, de operação e tomada de decisão é atribuída não somente a qualificação formal, mas, sobretudo, na experiência (expertise) do executante da atividade ou tarefa. A revisão do PAS 55 2:2008 traz no item 4.4 a secção sobre Controles e facilitadores da Gestão de Ativos ressaltando a importância dos recursos humanos. No clássico livro - Criação de Conhecimento na Empresa, Nonaka e Takeuchi (1997) utiliza o conhecimento como unidade básica de análise para explicar o sucesso de empresas que tiveram como foco o comportamento da empresa. Para os autores, a criação de conhecimento organizacional é a capacidade que a empresa tem de criar conhecimento, disseminá-lo na organização, e incorporá-lo a produtos, serviços e sistemas. Neste sentido, tomando como referência o modelo de Espiral do Conhecimento proposto por Nonaka e Takeuchi (1997) e a Gestão de Ativos Humanos proposto pelo PAS 55, este artigo tem por objetivo demonstrar, como a criação e disseminação de conhecimento das práticas de manutenção através dos executantes experientes nas atividades de manutenção pode ser um grande diferencial para a Gestão da Manutenção. Ademais, o artigo mostra o estudo de caso em uma indústria de refino de petróleo onde foi elaborado coletivamente procedimento pelos executantes das atividades de manutenção. Denominado de TM – book (Livro do Técnico de Manutenção) a implantação do procedimento contribuiu para: melhoria do desempenho dos executantes o que impactou na redução da taxa de reserviço e principalmente no aumento de produtividade. Por fim, o artigo provoca os gestores de manutenção a buscar melhorias das práticas e padrões de manutenção através da expertise/know how dos executantes das atividades de manutenção para criação e disseminação de conhecimento.

 


TT-296 - Apresentação Oral
AVALIAÇÃO ENTRE AS ALTERNATIVAS DE AQUISIÇÃO OU DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE GERENCIAMENTO DA MANUTENÇÃO

Leandro Batista de Souza - Copel Geração e Transmissão S.A.
Geraldo Cezar Correa - Copel Distribuição S.A.
Eduardo Otto Filho - Copel Distribuição S.A.
Dayane Fatima Machado - Copel Distribuição S.A.
Marcelo Strapação - Copel Distribuição S.A.
Paulo Reiner Michels - Copel Distribuição S.A.
Diego da Luz Munhoz - Copel Distribuição S.A.
Leandro Haruo Nakamura - Copel Distribuição S.A.

Este trabalho apresenta o trajeto percorrido para permitir uma análise e comparação consistentes das alternativas para atendimento à necessidade da empresa de disponibilização de um sistema de gerenciamento da manutenção: aquisição de software de mercado ou desenvolvimento de um sistema de gestão da manutenção próprio. O sistema atualmente utilizado para o gerenciamento da manutenção de redes não mais atende às necessidades da empresa, pois necessita da realização de diversos procedimentos manualmente pelo técnico de manutenção, impactando retrabalhos e dificultando a implantação do planejamento e controle da manutenção para o correto direcionamento da manutenção através de critérios confiabilidade. Em vista este panorama, a implantação de sistema que atenda as necessidades da empresa tornou-se imprescindível. Deste modo, o trabalho apresentará como as atividades foram conduzindo, apresentando as etapas de: mapeamento de processos, levantamento inicial de requisitos funcionais, contato e entrevistas com fornecedores, elaboração de formulário para pesquisa formal aos fornecedores, estimativa de esforço para computacional para desenvolvimento próprio, análise financeira e o comparativo entre as alternativas.

 


TT-299 - Apresentação Oral
DESENVOLVER METODOLOGIA DE ANÁLISE DE FALHAS PARA A MANUTENÇÃO DAS LOCOMOTIVAS DO CORREDOR CENTRO-LESTE NA FERROVIA CENTRO-ATLÂNTICA

Pablo Ribeiro Veloso de Andrade - Ferrovia Centro-atlântica
Luciano Ribeiro de Castro - Ferrovia Centro-atlântica
Fabiano Rezende - Ferrovia Centro-atlântica
Marcos Mourão - Ferrovia Centro-atlântica
Clovis Sousa Junior - Ferrovia Centro-atlântica

Durante o ano de 2011, a confiabilidade na manutenção de locomotivas no corredor centro-leste apresentava resultados insatisfatórios. Falta de informações, elevado número de falhas funcionais e clima geral de insatisfação, agravavam ainda mais a qualidade da manutenção, culminando em análises inconsistentes, elevado tempo de resposta, plano de ação que não trata causas fundamentais e gastos desnecessários de energia. Dessa forma, surgiu-se a necessidade de desenvolver uma nova metodologia de análise de falhas para a manutenção de locomotivas, baseada na busca de respostas das seguintes perguntas: “O que está acontecendo?”, “Onde erramos?” e “O que devemos fazer para melhorar?”, com o foco na mudança de cultura da manutenção. Sendo assim, primeiramente foi necessário estruturar o processo de análise pontual de eventos, que permite a realização de análise de 100% das avarias ocorridas, e análise sistêmica, que consiste nas etapas de estratificação, priorização de tratamento, análise das causas e elaboração do plano de ação de reversão de resultados. Em seguida, verificou-se que o perfil das falhas era dividido em duas categorias, que necessitavam de duas abrangências diferentes no tratamento. São elas as falhas não funcionais, tratadas através da criação de ações estruturais, modificações em ativos e em processos, e as falhas funcionais, tratadas através de testes e diagnósticos realizados pela inspetoria de qualidade da manutenção. Após esta estruturação, a manutenção mudou o patamar de qualidade, conseguindo atingir recordes de desempenho na confiabilidade das locomotivas, além de fornecer uma rápida resposta ao sistema, qualidade de informações, velocidade de identificação de causas, ações que realmente tratam as causas fundamentais e, por fim, um considerável auxílio na mudança da cultura local.

 


TT-303 - Apresentação Oral
AUMENTO DA DISPONIBILIDADE E REDUÇÃO DAS PERDAS DE PRODUÇÃO ATRAVÉS DO MONITORAMENTO PREDITIVO ON-LINE DOS VENTILADORES DE FORNOS DE PIRÓLISE

Dântani Jorge Costa - Braskem S.A.
Jorge Luiz da Silva Macedo - Braskem S.A.

A Indústria Petroquímica Mundial apresenta um cenário de fortes mudanças, onde um dos principais desafios é garantir a disponibilidade dos equipamentos, sustentado por custos de manutenção competitivos e processos produtivos seguros. Portanto, este trabalho tem por objetivo abordar uma das estratégias da equipe de Manutenção Preditiva da Planta de Insumos Básicos da Braskem-BA, através do monitoramento on-line dos Ventiladores de Tiragem Induzida (VTI) e Forçada (VTF) dos Fornos de Pirólise, como forma de maximizar a disponibilidade destes equipamentos, possibilitando uma manutenção num momento ótimo, evitando paradas em emergência e consequentes perdas de produção. Através de uma plataforma de Software da GE/Bently denominada System1, torna-se possível monitorar em tempo real esses equipamentos, possibilitando identificar importantes eventos ocorridos, permitindo o melhor entendimento, o diagnóstico do modo de falha e, por fim, uma tomada de decisão mais precisa. Ao final, um case do ventilador GB-1102X é apresentado, o qual foi monitorado e disponibilizado para a Operação durante 16 dias após a detecção do modo de falha, evitando a perda de produção de Eteno.

 


TT-304 - Apresentação em Pôster
MANUTENÇÃO CENTRADA EM CONFIABILIDADE PARA UM SISTEMA DE REMEDIAÇÃO AMBIENTAL EM UM SITE QUÍMICO

Marcelo Nascimento dos Santos - Clariant S.A.
Jose Luiz Reboledo Arranz - Clariant S.A.

Muitas empresas possuem um passivo ambiental decorrente de suas atividades realizadas durante o período de formação da industrialização em nosso país. O mesmo fenômeno é observado em muitos países cuja aceleração econômica impulsiona uma industrialização desenfreada e despreocupada com a questão dos recursos ambientais e a sustentabilidade. O passivo ambiental representa todo e qualquer dano causado ao meio ambiente por uma empresa que não dispõe de nenhum projeto para sua recuperação aprovado oficialmente ou de sua própria decisão. Diversas ações de engenharia ambiental podem estabelecer planos de recuperação ou contingência. Uma exibilidade contingente é uma obrigação que pode surgir, dependendo de um evento futuro. A manutenção centrada na confiabilidade é uma ferramenta muito importante utilizada na gestão estratégia dos ativos e pode dentro do seu contexto de aplicação e operacionalidade, trazer benefícios importantes para a questão ambiental. A matriz de Moubray propõe uma análise da perda de função considerando os padrões de segurança e ambientais. Os planos de manutenção oriundos do RCM, amparados por boas práticas organizacionais definidas através de programas de Manutenção Produtiva Total (TPM) podem alavancar os benefícios de disponibilidade dos ativos. O presente trabalho realizado em uma planta de tratamentos de efluentes demonstra as técnicas empregadas para estabelecimento dos planos de manutenção e operação, utilizando as técnicas de RCM e Manutenção Autônoma, sistematizadas no ambiente SAP.

 


TT-309 - Apresentação em Pôster
CLUSTERIZAÇÃO DE CIRCUITOS ALIMENTADORES

Rafael Radaskievicz - Copel Distribuição

Os critérios para estabelecimento de limites dos indicadores de continuidade coletivos, Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (DEC) e Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (FEC), que são os principais indicadores de uma distribuidora de energia elétrica, uma vez que refletem o resultado de esforços em todos os âmbitos de atuação do ramo, sempre foram alvo de muitos questionamentos por parte das concessionárias e, de certa forma, da sociedade como um todo. Com intuito de estabelecer um critério para determinação destes limites dos indicadores de para os conjuntos de unidades consumidoras das distribuidoras de todo o Brasil, que levasse em conta a grande diversidade dentre as características presentes no país, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) determinou que as distribuidoras enviem, com periocidade trimestral, atributos físico-elétricos dos conjuntos, com intuito de utilizá-los para formação de clusters, utilizados para determinação de padrões de qualidade no serviço (DEC e FEC). Este trabalho propõe então, uma clusterização dos circuitos alimentadores da distribuidora, baseada nos mesmos atributos solicitados pela ANEEL a fim de determinar uma referência de desempenho dos indicadores de continuidade dentro do cluster, traçando assim, um panorama da situação do desempenho de continuidade dos alimentadores agrupados e propiciando um melhor gerenciamento em relação aos valores a serem alcançados. Tal visualização dentro de um segmento de menor abrangência possibilita um acompanhamento mais detalhado, uma vez que os conjuntos elétricos abrangidos pela regulamentação são formados atualmente por subestações de subtransmissão (nível de tensão ≥ 69kV), ou seja, áreas elétricas geralmente muito amplas. Os resultados podem ser mensurados e retroalimentar o processo, indicando possíveis distorções no processo de clusterização. O intuito é subsidiar análises de necessidade de alocação de recursos de manutenção.

 


TT-312 - Apresentação Oral
A FALHA NÃO É UMA OPÇÃO

José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria S/C Ltda

A pressão por melhores indicadores de produtividade, disponibilidade e confiabilidade nas organizações tem aumentado a cada ano, tornando os diversos processos de trabalho aliados neste sentido, pois todos participam diretamente ou indiretamente no sentido de proporcionar melhores práticas de trabalho. Quando nos envolvemos com os ativos relacionados aos processos produtivos, estamos a todo o momento necessitando utilizá-los da melhor maneira possível, tendo nos indicadores já mencionados, um sinal de qual caminho estamos percorrendo para que possamos nos alimentar de informações, com o objetivo de buscarmos práticas cada vez mais atualizadas no sentido de obtermos resultados cada vez melhores. Contribuindo para atingir as melhores práticas de trabalho, temos na metodologia de “Análise de Falhas” um aliado extremamente importante, pois desta maneira estaremos aplicando o que denominamos “Engenharia de Manutenção”, na constante busca pela identificação da causa do problema, determinando uma ação de bloqueio e a solução dos problemas que interferem negativamente nos indicadores que medem o desempenho das áreas de processo. Este processo de trabalho tem como característica ser realizado através da utilização de grupos multidisciplinares. Como um dos maiores motivadores em qualquer nível hierárquico dentro de uma organização é o colaborador, trabalhar criativamente, com auto-desenvolvimento, envolvendo-se com o problema do ativo instalado, estamos aliando esta metodologia com a chave natural do sucesso. Esta técnica de trabalho é um excelente condicionador ao trabalho criativo.

 


TT-316 - Apresentação em Pôster
INDICADORES DE DESEMPENHO - TRATAMOS DA MANEIRA CORRETA

José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria S/C Ltda

Para todas as atividades nas quais estamos envolvidos, torna-se necessário praticarmos o controle. Para que tenhamos o controle dos nossos processos, temos que utilizar indicadores capazes de nos fornecer informações confiáveis, realistas e consistentes, pois desta maneira poderemos tomar ações ágeis e corretamente direcionadas com a gestão eficaz das práticas de manutenção, contribuindo para a melhoria contínua dos processos de trabalho. A nossa capacidade de identificar e aplicar os controles, com o objetivo de obtermos os indicadores adequados, é cada vez mais simples e econômica devido à evolução da tecnologia. Em contrapartida, esta tecnologia que facilita muito a implantação de controles, exige das empresas ações mais ágeis tanto na interpretação como na análise dos resultados dos controles, na busca dos resultados esperados. Portanto, os principais benefícios esperados com esta prática é podermos obter uma fonte de informação rápida e confiável para a tomada de decisões; uma boa ferramenta de gestão para a condução de melhorias contínuas em todos os processos e a possibilidade de comparação entre outras empresas. Desta maneira, na gestão de qualquer atividade desenvolvida, é vital a presença de indicadores de desempenho que possibilitem uma comparação com metas e padrões. Apesar de tudo o que foi exposto acima, qual é o motivo de tratarmos tão mal nossos indicadores de desempenho atualmente? Geramos vários indicadores que não servem para nada, não são consultados nem acompanhados, não são aderentes aos nossos colaboradores das oficinas de manutenção, e muitas vezes nem demonstram corretamente os resultados dos nossos serviços realizados nos ativos. Geramos gráficos com informações pontuais, sem a preocupação de informarmos uma meta como objetivo principal, uma curva de tendência ou até uma média móvel, na qual possa representar de uma maneira mais confiável, a evolução dos esforços da manutenção ao longo de um período maior do que apenas 1 mês.

 


TT-319 - Apresentação Oral
ESTUDO DO COMPORTAMENTO DINÂMICO DOS MOINHOS DE BARRAS M21 E M31 DA ALUMAR ALCOA

Mário Eduardo Correr - SKF do Brasil
Gláucio Henrique de Oliveira - Alumar- Alcoa
Silas Santana Dos Santos - SKF do Brasil
Danuza Santana Dias - SKF do Brasil

O moinho de barras da Alumar apresentava níveis de vibração em progressão na estrutura da base civil, que também apresentava trincas. Em função disso a Alumar juntamente com SKF realizou um estudo do comportamento dinâmico deste sistema para identificar as causas destas falhas e propor soluções. Para isso foi utilizada uma combinação de técnicas: análise de vibrações, análise por ODS, análise modal experimental e o método dos elementos finitos. Desta forma, foi possível identificar que a causa das trincas no moinho estavam associadas à esforços de tração no pilar de descarga. Foi então elaborada proposta uma de modificação que solucionou o problema e com isso a ALUMAR teve um saving de R$ 9 milhões.

 


TT-320 - Apresentação Oral
DETECÇÃO DE VAZAMENTOS DE ÁGUA NAS LOCOMOTIVAS PELO ACOMPANHAMENTO DA EVOLUÇÃO DE SÓDIO VIA ANÁLISE ESPECTROMÉTRICA

Joselma Ramos da Silva - Vale
Franciclaudio Lima Lisboa - Vale
Jairo Conceição Nascimento Mendes - Vale
Ana Carolina Gomes Nascimento - Vale
Vitor Constantino Araujo Paz - Vale

A análise espectrométrica de emissão atômica por rotrodo é muito usada para monitorar condições de desgaste ou contaminação metálica em óleos lubrificantes usados. Nas locomotivas da Estrada de Ferro Carajás o monitoramento da saúde do óleo é realizado em um Laboratório próprio que fica na cidade de São Luis- MA. Foi realizado um monitoramento da saúde do óleo lubrificante das locomotivas via análise espectrométrica e verificado que há uma relação direta entre o aumento da contaminação por sódio e vazamentos de água do sistema de resfriamento das locomotivas. Isso ocorre, sobretudo porque o aditivo anti-corrosivo que é usado nas locomotivas é à base de sódio. Desta forma sempre que ocorria um vazamento de água, mesmo pequeno, havia um aumento na concentração de sódio. Assim iniciou-se o monitoramento do valor de sódio em todas as locomotivas a fim de verificar vazamentos de água no sistema de arrefecimento evitando assim danos ao Motor Diesel das Locomotivas.

 


TT-323 - Apresentação Oral
GESTÃO DE ATIVOS ATRAVÉS DA TERMOGRAFIA INFRAVERMELHA NA ARCELORMITTAL TUBARÃO

Aderaldo Calente - Arcelormittal Tubarão

RESUMO A termografia infravermelha está presente cada vez mais nas atividades da manutenção, seja ela, preditiva, preventiva ou corretiva. Esta técnica de produzir imagens a partir da radiação térmica invisível serve às pessoas ligadas a gestão dos ativos no seguinte aspecto: É um meio que permite identificar, monitorar e controlar as falhas térmicas nos ativos e agir de forma programada, planejada e otimizada. Permite a redução dos tempos de parada ao minimizar a possibilidade de paradas acidentais, e devido a isto dá suporte ao planejamento de reparos programados e de manutenção. Os benefícios da redução de custos a partir do uso desta tecnologia são devido à diminuição do consumo de energia elétrica e térmica, velocidade das inspeções e diagnóstico, verificação dos reparos realizados e maximização da disponibilidade dos equipamentos para a produção. Neste trabalho serão mostradas algumas aplicações da técnica de termografia auxiliando na gestão de ativos na siderurgia através do monitoramento termográfico de máquinas, equipamentos e processos.

 


TT-325 - Apresentação Oral
GWOS GRAPHIC WORK ORDER SCHEDULE

Jeferson Fleury Haach – Rhodia Acetow - Solvay Group
Henrique Maziero - Rhodia Acetow - Solvay Group
Luiz Rocha - Rhodia Acetow - Solvay Group


Com o passar dos anos a Manutenção vem sendo diariamente solicitada a contribuir continuamente com a performance global das unidades de negócio. A confiabilidade dos equipamentos é imprescindível para garantir a disponibilidade de produção. A busca pela qualidade total e a melhoria contínua fazem parte do dia-dia das organizações que pretender atingir a performance de classe mundial. Para atingir esse objetivo, é fundamental ter excelência no planejamento de todos os processos produtivos e em especial das atividades de manutenção.. Neste sentido, a ferramenta gráfica Work Order Scheduler (GWOS) fornece aos usuários a capacidade de gerenciar de forma mais eficiente as atividades de manutenção através de painéis gráficos dentro do ambiente do SAP. O objetivo deste trabalho é mostrar a aplicação prática dessa ferramenta no dia-dia da manutenção, apresentando as etapas principais do processo e os ganhos obtidos até o momento.

 


TT-326 - Apresentação em Pôster
CUSTOMIZAÇÃO DA PROGRAMAÇÃO EM ACCESS COMO AUXÍLIO A ROTINA DE TRABALHO DO SETOR DE PLANEJAMENTO PARA CONTROLE DE HH UTILIZADO NAS FRENTES DE SERVIÇO DE UMA USINA SIDERÚRGICA

Ricardo Miranda Lopes de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção S.A.
Nivan Castro Carvalho - Manserv Montagem e Manutenção S.A.

A evolução tecnológica foi responsável por galgar ganhos de produtividade nos ambientes corporativos com desenvolvimento de softwares de gestão e nas áreas operacionais com modernização, incluso automação e robótica, dos equipamentos. Esta evolução propiciou maior confiabilidade na gestão de processos devido melhor interação com os dados inseridos nos softwares e emissão de relatórios para melhor análise e acompanhamento. Houve também mudança no perfil do profissional, pois a função de apontador passou a ser agregada pelos líderes e supervisores das frentes de serviços com o preenchimento de relatórios diários de campo, melhorando a comunicação interna com o setor do planejamento. No âmbito da prestação de serviços deparamos com clientes diversos que usam softwares diferentes, cada qual atendendo sua necessidade. Muitas das vezes, são fornecidos logins com acesso restrito devido o custo para solicitar os mesmos, tornando moroso o fluxo das informações que são inseridas no sistema pelos usuários e que serão analisadas por relatórios. De forma a melhorar a tratativa sobre as informações de homem hora (HH) utilizados nas frentes de serviços para organizar um melhor controle sobre o faturamento da mão de obra operacional, foi desenvolvido programação através do Microsoft Acess e personalizada de acordo com a demanda. Este trabalho tem como objetivo apresentar o fluxo existente em um setor de Planejamento para controle de homem hora utilizado nas frentes de serviços em uma usina siderúrgica. Dentre os ganhos podem sem destacados a qualificação da mão-de–obra quanto ao correto preenchimento das informações necessárias e gestão financeira sobre o faturamento da empresa advindo da prestação de serviços.

 


TT-330 - Apresentação Oral
SUSTENTABILIDADE QUALIDADE E CUIDADOS COM A ÁGUA DE REUSO EM PROCESSOS INDUSTRIAIS E EDIFICAÇÕES.

Paulo Satcun - Manserv Manutenção e Montagem Ltda.

Por volta do ano de 2000, foi hasteada uma bandeira ambiental de nome SUSTENTABILIDADE, este termo é muito vasto e complexo, pois reúne uma série de ações que não estão ligadas somente a atividade industrial e ao meio ambiente, possui também, o lado governamental, incluindo normas de qualidade e principalmente o lado social, envolvendo ONGs, escolas, universidades e comunidades. Uma das vertentes do termo Sustentabilidade é o tratamento de efluentes, seja ele origem sanitária ou industrial, objetivando atender a legislação do órgão ambiental competente, em relação ao descarte do efluente tratado no meio ambiente. Um segundo objetivo, seria utilizar este efluente tratado como água de reuso nas atividades industriais como: água de resfriamento, combate a incêndio, água para utilização em vasos sanitários e mictórios, lavagem de veículos, rega de jardins, lavagem de pisos e ruas, em fontes, na construção civil, etc. Porém, no processo de utilização da água de reuso, são comumente detectados os seguintes problemas: contaminação microbiológica devido à manipulação, corrosão, incrustações, geração de odor séptico, coloração inadequada e contaminação por lodo e bactérias em toda a rede de reuso e cisterna, alta incidência de manutenção corretiva, menor vida útil de equipamentos que utilizam esta água, com um alto custo de manutenção e mesmo substituição. Em um futuro próximo, grande parte das indústrias, terá que instalar sistemas de tratamento de efluentes de maior eficiência, objetivando obter água de reuso de qualidade para seus processos industriais, isto porque, atualmente, a matéria prima água, está se tornando gargalo produtivo e de crescimento, sem contar que, as taxas incididas ao efluente gerado a ser tratado pelas concessionárias (fator k), vem sofrendo reajustes constantes e progressivos; outro agravante encontrado, está ligado as outorgas de poços artesianos, que impedem que as indústrias utilizem volumes além dos préestabelecido

 


TT-334 - Apresentação em Pôster
MENSURAÇÃO SISTEMATIZADA DE SAVING PREDITIVO ESTRUTURAÇÃO, FLUXO E DIMENSIONAMENTO

Pablo Alexandre Matos Barros - Vale
José Domingos Cesca - Vale

Motivado pela necessidade de mensuração das perdas evitadas pela aplicação de técnicas preditivas, fez-se necessário um estudo da melhor forma de dimensionamento do impacto nas horas de corretiva, assim como a sistematização de todo o processo. Assim, este trabalho foi essencial para estabelecer e padronizar os critérios e metodologia para homologação do cálculo do saving decorrente do processo de monitoramento preditivo dos equipamentos do Porto Norte, como também mensurar o impacto da preditiva na Disponibilidade Intrínseca dos equipamentos e finalmente Monetizar a mitigação do lucro cessante e o consequente saving decorrente da aplicação das técnicas preditivas. O cálculo do saving da Preditiva, parte da premissa que todo laudo, quando cumprido em seu prazo e executado antes do evento em si, mitiga ou evita um dano ou falha, de modo que, com o histórico de falhas, possa-se mensurar a diferença de tempo entre uma Ordem de Serviço Preditivo (laudo) e uma Ordem de Serviço Corretivo (banco de dados)para um mesmo tipo de falha em um mesmo tipo de componente. Para o desenvolvimento do trabalho, foram consideradas as seguintes etapas: -Elaboração do procedimento; -Definição de novo modelo de laudo; -Elaboração do memorial de cálculo padrão; -Definição e homologação do indicador saving. É um trabalho essencial para qualquer área de Preditiva que necessite mensurar seus ganhos, sistematizar suas práticas e principalmente justificar seus investimentos.

 


TT-340 - Apresentação Oral
IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DE ATIVOS DA CHESF

Helio Burle de Menezes - Chesf
Henrique Jose de Castro - Chesf

São Diversos os Arcabouços de Gestão Bem Estabelecidos e Documentados e Que, Hoje, Estão Disponíveis Para Escolha e Utilização. Neles Busca-se Agregar a Essência do Conhecimento e Das Melhores Práticas Que Visam o Desenvolvimento e a Sobrevivência Sustentável Das Mais Diversas Organizações. Alguns Desses Arcabouços São Bem Específicos em Determinados Campos da Técnica e da Ciência, Como Aquele Estabelecido Pelas Normas Iso-14000, Que Visam a Preservação e Sustentabilidade Ambiental. Outros, Tal Como os Das Normas Iso-9000, Têm Caráter Mais Geral e Podem Ser Aplicados a Qualquer Organização, de Qualquer Tamanho e Abrangência. Todos Eles, Entretanto, Conduzem Algumas Diretrizes Gerais Como a Reunião e Utilização Das Melhores Práticas Estabelecidas, o Respeito ao Meio-ambiente e às Atividades Sustentáveis, a Obediência a Requisitos Legais e Regulamentares e a Melhoria Contínua, Inclusive do Próprio Conjunto Normativo. Juntando-se a Esses Outros Diversos Arcabouços de Gestão, Mas Com o Foco em Organizações Que Dependem Fortemente Dos Seus Ativos Físicos Para a Agregação de Valor e Entrega Dos Seus Produtos e Serviços, Veio o Denominado Pas55 Publicly Available Specification - 55 . a Pas55 Trata da Gestão Otimizada de Ativos Físicos. Foi Iniciativa do Iam - Institute of Asset Management do Reino Unido, em Conjunto Com o Bsi - British Standard Institute, e Veio a Atender a Demandas Críticas de Empresas de Energia Elétrica, Petroquímica e Aviação. Lançada em 2004, a Pas-55 Teve Ampla Utilização no Reino Unido e Recebeu Sua Primeira Revisão Quatro Anos Mais Tarde, em 2008. ao Chegar o Momento da Revisão Prevista Para 2012, Dada à Maturidade Dos Conceitos e Práticas Recomendadas na Especificação e à Grande Aceitação Das Organizações Industriais Fora do Reino Unido, Resolveu-se, Após Proposta da Iso, Disponibilizar-se a Pas-55 Para Transformá-la no Conjunto Normativo Iso-55000, Cuja Publicação do Trabalho Prevista Para o Início de 2014. a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco Chesf, Reconhecendo a Importância do Conjunto de Conhecimentos Agregado na Pas55, e em Respostas às Grandes Exigências do Atual Cenário do Setor Elétrico Brasileiro, e, Particularmente, Das Grandes Empresas Estatais de Energia Elétrica, Resolveu Delinear Uma Metodologia Para a Gestão Dos Seus Ativos Físicos Com Base em um Sistema de Gestão de Ativos, Totalmente Compatível e Aderente Com as Recomendações da Pas55. Verificou-se Que, Para a Implementação Desse Projeto, Diversas Questões, Específicas ao Contexto da Companhia e do Setor Elétrico Nacional, Precisavam Ser Enfocadas e Adequadamente Equacionadas. Isso Gerou um Projeto de Grande Complexidade, Mas Com Grande Potencial Para Colocar a Chesf no Patamar de Empresa de Referência e na Vanguarda no Tratamento Das Questões de Eficiência Operacional, Segurança e Sustentabilidade, Reafirmando Sua Vocação de Incluir-se Com um Dos Vetores Principais Para Desenvolvimento da Região Nordeste e do Brasil. o Trabalho se Propõe a Delinear Essa Nova Metodologia Para Gestão Dos Ativos Físicos da Chesf.

 

TT-344 - Apresentação Oral
DETERMINAÇÃO DO NÍVEL SIL SAFETY INTEGRITY LEVEL DAS MALHAS DE SEGURANÇA DE PLANTA PETROQUÍMICA COM RESPECTIVO CÁLCULO DO INTERVALO DE TESTE PELA MANUTENÇÃO

Aurélio Rocha Lopes - Braskem
Ericson Romano - Braskem

A complexidade dos processos e sistemas de produção envolvendo substâncias perigosas, associada ao registro de ocorrências de acidentes de grande magnitude, denominados de acidentes tecnológicos, que passam a ser registrados neste mesmo período, demonstra a necessidade do estabelecimento de mecanismos de controle para instalações onde sejam armazenadas, processadas ou utilizadas estas substâncias. Este trabalho busca contribuir na formulação destes mecanismos, seguindo pela apresentação de técnicas de SIL previstas na IEC 61508/61511 destinadas à sua análise, mensuração e definição de critérios. São demonstrados os métodos mais usuais de determinação do nível SIL através de exemplos práticos a utilização. O trabalho técnico nasceu do grande desafio de determinar o nível SIL de uma central petroquímica e possibilitou o desenvolvimento de metodologia eficaz e rápida para que as equipes dedicadas ao projeto, instalação e manutenção de instrumentos de segurança de processos possam conhecer o risco inerente ao processo produtivo, calcular a probabilidade de falha dos instrumentos na demanda e determinar o intervalo de teste necessário para a manutenção do nível de segurança requerido. O trabalho é desenvolvido em fases específicas envolvendo de forma eficiente equipes multidisciplinares na análise dos cenários de risco, histórico operacio-nal e do entendimento da abrangência e resultados a serem alcançados.

 


TT-345 - Apresentação Oral
REPARO COM COMPÓSITOS NA LINHA DE FLARE REFINARIA

George Di Cesar Silva - Tecnofink Ltda
Thomas Georg Fink - Tecnofink Ltda
Mauro Missao Watanabe Junior - Tecnofink Ltda
Ronaldo Rebelo Maia Filho - Tecnofink Ltda


Neste trabalho será apresentado a metodologia do sistema de reparo com materiais compósitos na linha de FLARE, de acordo com as diretrizes da norma ASME PCC-2. Serão abordados as seguintes etapas para realização do reparo: -Contenção do vazamento; -Preparo de superfície; -Aplicação da bandagem de reforço. Ressaltando-se portanto, que os resultados de aplicações com materiais compósitos têm se apresentado como uma solução para diferentes tipos de defeitos em tubulações, seja em danos transpassantes ou para casos de corrosão interna/externa, obtendo uma boa relação custo/benefício com resultados sempre satisfatórios.

 


TT-348 - Apresentação Oral
SERRATED METAL GRAPHITE FACED GASKETS FOR RING JOINT FLANGES

José Carlos Veiga - Teadit Indústria e Comercio Ltda
Carlos f. Cipolatti - Teadit Indústria e Comercio Ltda
Nelson Kavanagh - Teadit Indústria e Comercio Ltda
Fabio Castro - Braskem Unib 3
Valtemir Zadoná - Braskem

 

 


TT-349 - Apresentação Oral
RENOVAÇÃO DE ATIVOS DE MATERIAL RODANTE NO METRO-RIO

Pedro Leite Sabino - Metro-rio

Este trabalho tem por objetivo apresentar o estudo de viabilidade realizado pelo MetrôRio para o projeto de renovação de sua frota de material rodante, dentro da perspectiva de gestão de ativos e visando ao incremento do nível de serviço oferecido ao usuário. A operadora conta atualmente com 60% de sua frota chegando ao fim do seu ciclo de vida. É necessário estabelecer um plano de renovação com vistas a garantir a capacidade de oferta de lugares para os usuários do sistema. Neste estudo serão apresentados os principais motivadores, as necessidades identificadas e os escopos propostos, bem como oportunidades e ameaças associadas. O MetrôRio conta atualmente com 3 frotas de material rodante. A primeira, com operação iniciada em 1979 e composta de 146 carros, foi fornecida pela empresa Mafersa. A segunda frota (36 carros) foi fornecida pela empresa Alstom na década de 90, porém com design baseado no projeto original e inclusive produzida com peças manufaturadas na ocasião. A terceira frota, entregue para serviço comercial entre Ago/12 e Mar/13, for fornecida pela empresa chinesa CRC e é constituída de 114 carros (e não será objeto deste estudo). Desta forma, a empresa conta com um total de 296 carros metroviários. Considerando a similaridade de projeto entre as duas primeiras frotas e o intercâmbio de peças reparáveis ocorrido ao longo da operação da empresa as frotas Alstom/Mafersa são tratadas como uma, sendo as soluções propostas aplicáveis para ambas. O estudo vai desde a identificação da necessidade e das motivações até a indicação das alternativas de solução – substituição da frota por novas composições ou remodelação completa da frota, com reutilização de parte dos componentes. Cada solução será apresentada, com seus benefícios, aspectos positivos/negativos e perspectivas de implantação. A solução final não será apontada dado que a operadora encontra-se neste momento em etapa de avaliação e definição da alternativa mais alinhada com os objetivos do negócio.

 


TT-350 - Apresentação Oral
GESTION DE ACTIVOS EN PETROPERU

Luis Espejo Ortega - Petroperu

Este trabajo tiene por finalidad dar a conocer la importancia de la Gestión de los Activos Fijos en una Empresa, políticas que muchas Empresas, no tienen o no aplican un programa organizado para el manejo de sus Activos, y no aprovechan los beneficios de una correcta y necesaria Gestión de Activos Fijos. Ante esta necesidad de llevar una política de Gestión de Activos, PETROPERU vio por conveniente trazar una estrategia, lo que realizo tomando acciones paralelas: por un lado, el Control Contable de los Activos; y por el otro, el Control de la Gestión del Mantenimiento de los Activos. Debido a que la Gestión del Mantenimiento utilizaba programas y métodos que han perdido vigencia, fue necesario actualizar y manejar programas con mayor beneficio para la Empresa, que permitan un análisis y control adecuado de las condiciones de los activos y prepararnos para los nuevos Proyectos en Desarrollo.

 


TT-351 - Apresentação em Pôster
SETE MÉTODOS PARA MELHORAR O DESEMPENHO DE CONTROLE NA LINHA DE PROCESSO

Cristian Douglas de Moraes - Metso Automation
George Buckbee - Metso Automation


Nos modernos ambientes de produção altamente automatizados, o sistema de controle é crítico para os resultados da fábrica. A maioria das fábricas não está conseguindo obter o desempenho máximo de seus sistemas de controle. Pesquisas sobre o desempenho de controle demonstram que 30% a 50% das malhas de controle apresentam condições de melhoria. Este artigo apresenta sete métodos para medir e melhorar o desempenho de controle. Estes métodos foram comprovados em diferentes tipos de instalações de Linha de Processo em nível global. Exemplos de estudo de caso são usados para ilustrar as técnicas e identificar os resultados de lucro obtidos.
Desempenho de controle é definido como o desempenho geral do sistema de controle e o seu impacto no processo. Medidas tradicionais, como “tempo de atividade”, não conseguem registrar o verdadeiro impacto no processo. Um método mais moderno é observar medidas de desempenho em tempo real, que associam de modo mais direto as metas de custo, qualidade, meio ambiente e produção. Tais métodos permitem avaliar o desempenho de instrumentos, controladores, válvulas de controle e o processo em si. Hoje em dia, dados em alta velocidade e alta resolução estão amplamente disponíveis na maioria das fábricas e Linhas de Processo. As técnicas de monitoramento de desempenho utilizam esses dados para avaliar o desempenho de controle em tempo real. Normas de diagnósticos são aplicadas para apontar problemas específicos e sugerir ações corretivas.
Os sete métodos apresentados neste artigo podem ser reaplicados a todo tipo de instalações. O vínculo entre esses métodos e os resultados da empresa está ilustrado com estudos de caso. Os exemplos de estudo de caso incluem a redução de insumo químico, economia de energia e solução de problemas através da causa raiz para eliminar a variabilidade no processo.


TT-352 - Apresentação em Pôster
TOTAL PRODUCTIVE MAINTENANCE METHODOLOGY AS A TOOL TO DEVELOP PEOPLE IN A MANUFACTURE AREA

Murilo Fonseca Souza - Eaton
Iris Bento da Silva - Usp

Total Productive Maintenance is a methodology developed by Japan Institute Plant Maintenance with focus on maintenance area and improves efficiency through the analyses of the Overall Equipment Efficiency. This paper presents an application of the Total Productive Maintenance methodology as a tool to develop people operators and change their culture, in this approach the operators are responsible by clean, organization, problem solving analyses, resources and costs control from their machine stations. The authors have created the model process for this new approach, with four levels and each step duration is around six months with planning, trainings, execution actives and audits. The accomplished results show gains around 30% in manufacturing efficiency measured by Overall Equipment Efficiency, Total Productive Maintenance knowledge level increase and Operators promotions.

 


TT-353 - Apresentação em Oral
ANÁLISE DAS MICROFALHAS DE VIRADOR DE VAGÕES: O MÉTODO ABC DE TRATAMENTO DE FALHAS

Antonio de Sousa Tavares Junior - Vale
João Esmeraldo da Silva - Universidade Federal de Ouro Preto

O desafio da Engenharia da Manutenção é desenvolver e/ou utilizar técnicas estruturadas que permitam operar instalações industriais de modo seguro, com maior eficiência e máxima disponibilidade dos equipamentos, porém, com custos de manutenção adequados (LAFRAIA, 2001). Esse trabalho descreve os resultados de uma metodologia de estudo das microfalhas dos Viradores de Vagão (VVs) que compõem o sistema de descarregamento de minério de ferro do Terminal Marítimo de Porto de Ponta da Madeira (TMPM) de propriedade da VALE, localizado em São Luís do Maranhão. A partir do Terminal, são exportadas 100 milhões de toneladas de minério de ferro por ano para clientes no mundo inteiro.

 


TT-354 - Apresentação Oral
GESTÃO DE ATIVOS - CASE BRASILEIRO DA VALE - PORTO NORTE

Antonio de Sousa Tavares Junior - Vale
Walter Pinheiro - Vale
Claudio Augusto Mendes - Vale

A atual conjuntura econômica, com a recessão Européia, afetando principalmente as indústrias de base, determina um novo parâmetro de comportamento às organizações nos próximos anos. Neste cenário, a função manutenção representa um papel de fundamental importância para o desempenho positivo dos portos, espalhados pelo globo terrestre. Particularmente nos portos brasileiros, onde grande parte dos equipamentos instalados pode estar em fase avançada de sua vida útil. Desta forma, a implantação de um bom sistema de gestão de ativos é fundamental para o planejamento estratégico operacional. Assim, pretendemos demonstrar o caminho que foi percorrido pelo Porto Norte na implantação do Sistema Vale de Produção (VPS), representado na melhoria dos indicadores de desempenho chaves de processo.

 

TT-355 – Apresentação Oral
ESTUDIO INTERNACIONAL ACERCA DEL FRAMEWORK COMPETENCIAS DE LA GESTIÓN DE ACTIVOS FÍSICOS ALIENADO A LA PAS 55 Y DESARROLLO DE COMPETENCIAS DDE LOS ASSET MANAGERS

Tibaire Depool - PMM Institute for Learning
Luis Amendola - PMM Institute for Learning
Miguel Ángel Artacho Ramirez - Universidad Politécnica de Valencia


La actual competitividad de los negocios y la globalización de los mercados ha provocado que la indústria moderna experimente profundas transformaciones a nivel tecnológico, económico, social, organizacional y
humano. La Gestión de Activos Físicos (GA), ha pasado a ser el marco teórico en el que conviven las estrategias, metodologías, normas, estándares y técnicas necesarias para generar valor a través de la gestión optimizada de los activos físicos y hacer sostenible a la organización y pon consiguiente su supervivenciaser responsable de su supervivencia. En este sentido la “confiabilidad humana” se perfila como estratégia fundamental para gestionar la mejora del desempeño y tomar las decisiones más acertadas, permitiendo así, convertir el Capital Intelectual en Capital Financiero. El estándar BSI PAS 55-1, posee requerimientos claros en términos de gestión de riesgos, ciclos de vida, costos y desempeño, de una manera óptima. El marco IAM Competences Framework, alineado con el citado estándar, nos proporciona la definición de roles, competencias y áreas de conocimiento necesarios para poder desarrollar actividades que permitan cumplir con los requisitos fundamentales para la Gestión Optimizada de Activos Físicos. En este sentido el IAM “Competences Framework”, proporciona un marco de competencias, que las organizaciones pueden utilizar, para decidir que tipo y nivel de las mismas necesitan para alcanzar la gestión optimizada de activos físicos. En este sentido se trata de asegurar que las personas competentes se ubiquen en el lugar adecuado y optimicen su desempeño, dentro de una gestión integral de mantenimiento y operación en la industria. En este trabajo se analiza la relación existente entre los 7 roles indicados por el (IAM) y los 28 requerimientos de la PAS 55, es decir, en vez de trabajar solo con los activos físicos tratar también las personas y sus competencias. En el artículo se describe el proceso de la actuación de los siete roles propuestos por el marco de gestión de competencias del IAM, y su relación con los 28 requerimientos del estándar de gestión de activos: PAS 55:2008. En el mismo nos formulamos, y daremos respuesta, a la siguiente pregunta: ¿Cuál es el nivel de desempeño de los 07 roles en la industria? ¿Cómo los siete roles se alinean, y por tanto apoyan, a los 28 requerimientos de la PAS 55? con el objeto de mejorar el sistema de gestión de activos y optimizar su desempeño, y enfocar los programas de formación a los aspectos críticos de la gestión de activos físicos alineados a la PAS 55 – ISO 55.000.

 

TT-356 – Apresentação Oral
ANÁLISE DAS ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO EM EQUIPAMENTOS RELACIONADOS À SEGURANÇA NUCLEAR BASEADO EM EXIGÊNCIAS DE LICENCIAMENTO DO ÓRGÃO REGULATÓRIO


Bruna Tavares Vieira da Silva – Indústrias Nucleares do Brasil – INB


A INB, Indústrias Nucleares do Brasil, atua em todo ciclo de fabricação do elemento combustível, desde a mineração do urânio até a montagem do elemento, que gera energia elétrica nas usinas nucleares. Por definição do órgão regulatório, uma instalação é considerada nuclear quando o material nuclear é produzido, processado, reprocessado, utilizado, manuseado ou estocado em quantidades relevantes. Todas as instalações que possuem esta classificação devem ser licenciadas pela Comissão Nacional de Energia Nucelar – CNEN. De acordo com a norma do órgão regulatório, a área de Radioproteção e Segurança Nuclear da CNEN visa a segurança dos trabalhadores que lidam com radiações ionizantes, da população em geral e do meio ambiente, para isso atua na fiscalização das condições de proteção radiológica de trabalhadores nas instalações nucleares. O trabalho tem como objetivo demonstrar a importância da gestão das atividades de manutenção – reparos, conservação e antecipação às falhas – principalmente dos itens que são classificados como importantes para a segurança nuclear da instalação. O resultado esperado é obter um programa de manutenção com periodicidades adequadas, revisão de itens em estoque para atividades de manutenção, definição de contratos de manutenção, se necessário e otimização da utilização da mão de obra disponível, garantindo assim a confiabilidade e consequente disponibilidade dos equipamentos para operação de maneira segura, atendendo assim as exigências de licenciamento.

 

Premiação de Trabalhos Técnicos

O Comitê Técnico selecionará durante o evento, segundo critérios próprios, os cinco melhores Trabalhos Técnicos apresentados. O prêmio será informado na ocasião da apresentação dos contemplados na Solenidade de Encerramento.

No caso de Trabalhos Técnicos com mais de um autor, o prêmio será concedido apenas para um deles. Ressaltamos que Trabalhos Técnicos em que figurem como autores quaisquer membros da diretoria, conselheiros, empregados ou contratados da ABRAMAN não estarão concorrendo a esta premiação.

HOME
Rodape Interno
Abraman

Teste Contato

© 2012. Todos os Direitos Autorais Reservados.

.
ABRAMAN - Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos
Av. Marechal Câmara, 160 - Sala 320 - Edifí­cio Orly - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
CEP 20020 080 - Telefone: (55) (21) 3231 7000 - Fax: (55) (21) 3231 7002
Desenvolvido por: