Rio de Janeiro, 26 de setembro de 2016 02:09 Ver em Português See in English Ver en Español
Pesquise na Abraman:
Digite algo
Facebook Linkedin Twitter Youtube
HOME

Programa / Trabalhos Técnicos

PREMIAÇÃO

Clique aqui para acessar a relação de Trabalhos Técnicos premiados.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

VISUALIZAÇÃO E DOWNLOAD
Clique no número correspondente para visualizar/baixar o Trabalho Técnico desejado.


29°CBMGA

TT 016  -  TT 018  -  TT 020  -  TT 023  -  TT 024  -  TT 026  -  TT 027  -  TT 031  -  TT 035  -  TT 036  -  TT 043

TT 052  -  TT 055  -  TT 056  -  TT 060  -  TT 061  -  TT 062  -  TT 066  -  TT 067  -  TT 080  -  TT 083  -  TT 084

TT 096  -  TT 106  -  TT 109  -  TT 117  -  TT 120  -  TT 127  -  TT 137  -  TT 144  -  TT 146  -  TT 150  -  TT 159

TT 161  -  TT 175  -  TT 184  -  TT 205  -  TT 209  -  TT 215  -  TT 219  -  TT 220  -  TT 221  -  TT 224  -  TT 239

TT 245  -  TT 246  -  TT 247  -  TT 248

3°SEMASE

TT 253  -  TT 254  -  TT 262  -  TT 263  -  TT 264  -  TT 266  -  TT 267  -  TT 271  -  TT 273  -  TT 288  -  TT 290

TT 291  -  TT 292  -  TT 293  -  TT 296  -  TT 297  -  TT 299  -  TT 302  -  TT 303  -  TT 305  -  TT 308 TT 311

Para identificar os temas e autores correspondentes a cada número,
acesse os resumos a seguir.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Confira os resumos dos Trabalhos Técnicos
que foram selecionados para apresentação nos eventos

Clique aqui para visualizar/baixar o pdf dos resumos do 29°CBMGA

Clique aqui para visualizar/baixar o pdf dos resumos do 3°SEMASE

Se preferir, acesse os textos dos resumos abaixo.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Resumos 29°CBMGA

TT-006  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO DE ATIVOS - SUPORTADA PELA ENGENHARIA DE LUBRIFICAÇÃO   
Ulysses Monteiro Machado - Petrobras Transporte - Transpetro
Wellington Duarte Diniz - Petrobras Transporte - Transpetro
Hebert Faria Brasil - Petrobras Transporte - Transpetro
Fábio Ferreira Machado - Petrobras Transporte - Transpetro

Este artigo tem como objetivo discutir a aplicação integral da  Gestão de Ativos através da utilização da Engenharia de Lubrificação no terminal Aquaviário de Angra dos Reis da Transpetro.  Os passos da implementação foi realizado em fases distintas, como por exemplo, a Fase 1: que consistiu num diagnóstico in loco para avaliar a maturidade do terminal na aplicação da engenharia de  lubrificação, a fim de subsidiar o planejamento da implementação.  Esta etapa suportou os seguintes tópicos: (i) uma visão geral de todo o processo de lubrificação no Terminal; (ii) avaliação de  procedimentos de lubrificação; (iii) avaliação dos lubrificantes  e óleos utilizados no terminal; e (iv) avaliação dos custos  envolvidos nos processos de lubrificação no Terminal.  A fase 2: consistiu na capacitação da força de trabalho através da  contratação de uma empresa especializada em aplicação da Engenharia  de Lubrificação. Esta etapa auxiliou na: i) disseminação, na cultura de modificar processos obsoletos no que tange a lubrificação  (ii) qualificação e política de certificações, onde foram  certificados 9 profissionais junto a ICML (International Council  for Machinery Lubrication). A fase 3: consistiu na elaboração de  planos de lubrificação centrados em confiabilidade, na qual todos planos são gerenciados através de software especialista desenvolvido pelo Sistema Petrobras.

TT-009  -  Apresentação em Pôster
COMPARTILHANDO: PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES VOLTADO PARA A MANUTENÇÃO ORIENTADA A RESULTADOS  
Saulo de Tarso Gonçalves Bezerra - Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa
Anderson Santos Quadros - Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa
Antônio Carlos Almeida de Lucena - Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa

A gestão do conhecimento nas corporações tem importância estratégica fundamental na busca por melhores resultados nos processos das empresas e, de modo geral, é uma grande aliada da manutenção no que diz respeito ao desenvolvimento das equipes que lidam diariamente com os processos e com a disponibilidade dos recursos operacionais, que estão diretamente ligados às atividades fins das empresas. O Programa Compartilhando, desenvolvido pela Gerência de Automação (GPA) da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) e em prática desde fevereiro de 2013, é um programa que visa a trabalhar de maneira eficiente a gestão do conhecimento entre as equipes de manutenção diretamente ligadas aos processos automatizados da Compesa, constituindo-se como uma ferramente de disseminação e coordenação do conhecimento voltado para consolidar e multiplicar as práticas de manutenção diárias. O Compartilhando tem como principal objetivo manter o nivelamento técnico dos colaboradores e das equipes de manutenção, estabelecendo um mecanismo de identificação de desvios e o adequado tratamento desses desvios a fim de melhorar o desempenho dos processos de manutenção. Após os seis primeiros meses de implantação, observou-se que o tempo médio para reparo foi reduzido de 84 horas para 36 horas, resultado que consolidou o Compartilhando como uma metodologia adequada de gestão do conhecimento para a realidade atual da Gerência de Automação da Compesa.

TT-010  -  Apresentação em Pôster
UTILIZAÇÃO DA METODOLOGIAS LEAN SEIS SIGMA PARA REDUÇÃO DE CUSTOS COM LUBRIFICANTES   
Rodrigo Werneck Athouguia - Samarco Mineração

O custo com lubrificantes foi mapeado como um custo crítico e representava aproximadamente 9% dos custos com materiais de manutenção na Samarco.O cerne desse trabalho consiste em reduzir custos com lubrificantes na planta industrial da Samarco em Ubu, com a utilização da metodologia Lean Seis Sigma e o método DMAIC que compreende as seguintes fases: Define, Measure, Analyse, Improve e Control. Ao iniciar o projeto na fase define, utilizamos ferramentas estatísticas e gráficos de tendências para definição de uma meta específica. Na fase measure, utilizamos gráficos Pareto para analisar os lubrificantes que mais impactaram no custo.  Na fase analyse, a equipe elaborou um diagrama de falha com objetivo de encontrar as causas potenciais e 46 causas foram mapeadas. Das 46 causas, 29 foram priorizadas para o plano de ação de bloqueio das causas. Na etapa improve, 29 ações foram executadas. Após a etapa control, as ações foram consideradas eficazes com o monitoramento do indicador. A meta foi superada em 9,8 vezes gerando uma redução de custos anual com lubrificantes de R$1.815.600,00. Todos os benefícios planejados na etapa inicial foram alcançados.

TT-016  -  Apresentação Oral
SIMULADOR INTERATIVO DE BUSCA DE FALHAS EM GRUPOS OPERADORES A GÁS NATURAL
Flavio Dupim Pires - Petrobras Transporte - Transpetro

Este trabalho tem como objetivo apresentador um simulador, com interface similar de um videogame, para treinamento corporativo na área de manutenção de motogeradores a gás natural. O simulador Blackout é baseado em equipamentos e instalações existentes, permitindo uma adaptação do usuário antes mesmo dele conhecer a base onde atuará. As vistas apresentadas no game foram feitas após visitas da equipe de programação do SENAI e a Engenharia de Manutenção da TRANSPETRO à Estação de Compressão de Gás Natural de Campos Elíseos. O simulador foi criado utilizando conceitos de RPG (Role Playing Game), jogos eletrônicos interativos e gameficação, de forma a usar a capacidade de raciocínio do usuário para tentar solucionar o defeito apresentado. A interface registra todas as ações feitas pelo usuário, revelando suas consequências e descobertas. Registra também o tempo e os custos gastos durante a investigação. O objetivo é forçar a otimização de recursos por parte do profissional que realiza a busca virtual de falha. Todas as situações retratadas são baseadas em experiências reais vividas pela companhia, que gerou aprendizado a uma equipe limitada, que efetivamente atuou na correção da falha descrita. A ferramenta transforma esta experiência particular em um conhecimento corporativo, atuando como agente multiplicador para os demais colaboradores da companhia envolvidos neste tipo de manutenção. A ferramenta pode ser acessada por meio do endereço http://www.senainuced.com.br/Transpetro/game/ e já está em fase de desenvolvimento uma versão ainda mais dinâmica, que atuará como ferramenta adicional com perfil contemporâneo, interativo, efetiva e de baixo custo para qualificação de equipes de manutenção.

TT-017  -  Apresentação em Pôster
UMA NOVA VISÃO DOS INDICADORES DA MANUTENÇÃO OME   
Carlos Alberto Ligori - Sisteplant do Brasil

A gestão de manutenção conta com diversos indicadores observados separadamente e analisados em conjunto, muitos indicadores operacionais, tais como os Classes Mundial, MTBF, MTTR, backlog OS-MO, Disponibilidade, Custo de Manutenção por Faturamento, Custo de Manutenção pelo Valor de Reposição e outros, poucos táticos (gerenciais), quase nenhum estratégico (melhorias),  Realizando-se uma analogia entre indicadores de produção e ajustar os conceitos para serem utilizados na manutenção, para isto teremos que transformar o departamento de manutenção em departamento produtivo de manutenção, onde cada ordem de serviço passa a ser em teoria uma ordem de produção, com indicadores de disponibilidade, rendimento e qualidade. Assim poderemos neste casos apontar de forma mais assertiva onde aplicar melhorias para aumentar a rentabilidade e melhorar os resultados da manutenção.

TT-018  -  Apresentação Oral
GERENCIAMENTO DE ENERGIA EM ACIONAMENTOS DE TRANSPORTADORES DE CORREIA TERMINAL DE TUBARÃO - MINÉRIO DE FERRO  
Leonardo Elias Moschen Chisté - Vale
Vanessa Malaco dos Santos - Vale

O objetivo desse projeto é implantar o sistema de gerenciamento de energia em transportadores de correias com a finalidade de reduzir o consumo de energia elétrica e energia reativa. O escopo contempla 26 transportadores com capacidade variando de 4.000 t/h a 16.000 t/h. Esse sistema pode ser aplicado a transportadores de correias com dois ou mais motores e que utilizem acoplamento hidráulico variável. O funcionamento desse sistema consiste em desligar um motor após operar “n” minutos abaixo de um valor de corrente pré-determinado “x” Amperes. Quando a corrente do motor que ficou operando atingir um valor de “y” Amperes (pouco abaixo da corrente nominal), o outro motor é religado. A metodologia do trabalho contemplou: estudo teórico, testes para definição de parâmetros, desenvolvimento de algoritmo/lógica CLP e implementação do sistema. Foram utilizas as infraestruturas já existentes, sendo todo desenvolvido com mão de obra interna da empresa. A estimativa preliminar de redução do consumo é de 3,2% da fatura mensal do Porto (total de 11GWh/mês) resultando numa economia de 352MWh/mês. Este valor equivale a 2.200 residências populares conforme pesquisa do EPE ou um dia de operação do Porto de Tubarão MFe. Outros ganhos não mensurados até o momento são o aumento da vida útil dos acionamentos e potencial redução da demanda contratada. Durante os testes de desligamento/religamento foram obtidos os seguintes resultados como ganho absoluto: Testes a vazio: 25,8% a 65% e testes com carga reduzida: 2% a 27% da corrente nominal.

TT-020  -  Apresentação Oral
INDICADORES DE MANUTENÇÃO PARA A GESTÃO DE ATIVOS    
Valeria Simões de Marco - Eletrobrás Eletronuclear
Carlos Henrique de Oliveira - Eletrobrás Eletronuclear

Os indicadores que atestam a eficiência do programa de manutenção (nº de atividades executadas x nº de atividades programadas ou nº de corretivas x nº de preventivas) não são suficientes para a gestão de ativos. A gestão de ativos requer indicadores capazes de avaliar o desempenho dos sistemas e/ou componentes que influenciam diretamente nos resultados produtivos e econômicos da planta bem como avaliar o impacto sobre a segurança (riscos) quando estes não são capazes de desempenhar as funções previstas no projeto devido às ocorrências de falhas ou quando estes estiverem indisponíveis para que sejam executadas as atividades de manutenção ou de operação.  As definições de metas de desempenho também são importantes para sistematizar as atividades e práticas direcionadas para o gerenciamento dos ativos e sistemas ativos quando os indicadores apresentam tendências de desvios em relação às metas.  É necessário ter metas de desempenhos e de riscos alinhadas com o planejamento estratégico organizacional porque os custos da manutenção estão diretamente associados a esses parâmetros.   A Usina de Angra 2 buscou definir as métricas de desempenho e os indicadores associados apropriados para alcançar os seguintes objetivos: a)Monitorar a eficácia do programa de manutenção em mitigar as falhas dos sistemas e/ou componentes; b) Estabelecer as diretrizes necessárias à organização e a administração para a priorização das atividades de manutenção de forma eficaz, de maneira a garantir a confiabilidade e a disponibilidade da planta, bem como a sua operação segura;
Assegurar que os sistemas e componentes sejam capazes de cumprir suas funções previstas por projeto e estabelecer as ações corretivas quando o desempenho dos sistemas e componentes não for adequado, monitorando a efetividade destas ações mediante o cumprimento das metas pré-fixadas (“critérios de performance”); d)    Estabelecer as diretrizes para o gerenciamento do ciclo de vida da planta.

TT-021  -  Apresentação Oral
INSPEÇÃO E TESTES NOS SOLENOIDES DAS VÁLVULAS PILOTO DO SISTEMA DE VAPOR PRINCIPAL DA USINA NUCLEAR ANGRA DOIS  
Anderson Paiva da Silva - Eletrobrás Eletronuclear

Após serem encontrados solenoides com molas prato quebradas durante uma manutenção periódica nas válvulas piloto do Sistema de Vapor Principal da Usina Angra 2, foi necessário desenvolver procedimentos de inspeção e teste nos solenoides para que as condições operacionais destes equipamentos fossem restabelecidas. Foi usado para desenvolver estes procedimentos, além da experiência de teste em outros solenoides da usina Angra 2, o relatório técnico do EPRI (Eletric Power Research Institute), “Technical Report – Solenoid Valve maintenance Guide – Revision of NP -7414” número 1007915 de dezembro de 2003. Com base nesse documento foram desenvolvidos testes elétricos da bobina do solenoide, teste de operabilidade das chaves de posição, teste funcional do solenoide, teste de tensão de “pickup” e “dropout” da bobina, além de especificar as juntas e torques para fechamento do solenoide, restabelecendo sua estanqueidade.

TT-023  -  Apresentação Oral
EFICIÊNCIA DE UM SISTEMA DE RESFRIAMENTO BASEADO NA QUALIDADE FÍSICO-QUÍMICA DA ÁGUA DA TORRE DE RESFRIAMENTO  
Arlon Junio Pinheiro - Comau do Brasil

Este trabalho foi realizado com o objetivo de melhorar o desempenho do  sistema de resfriamento da Funilaria e com isso auferir maior qualidade  e segurança no processo de solda. Para atingir este objetivo era  fundamental melhorar a qualidade da água de resfriamento. A constante  calcificação dos dutos de resfriamento das pinças indicava que havia  falha no sistema. Pelo bem dos operadores, do equipamento e do processo  produtivo, algo deveria ser feito.

TT-024  -  Apresentação Oral
O CICLO PDCA COMO FERRAMENTA PARA ALCANÇAR A EFICIÊNCIA E EFICÁCIA NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO   
Sérgio Ribeiro e Silva - Centrais Elétricas do Norte do Brasil - Eletronorte
Jailson Teixeira Medeiros - Centrais Elétricas do Norte do Brasil - Eletronorte

A Gestão da Manutenção se constitui de ações, normas e instruções relacionadas a um sistema de manutenção e sua finalidade é definir objetivos e metas para obter um melhor aproveitamento de pessoas, equipamentos e materiais. No caso da Eletrobrás Eletronorte, empresa de energia elétrica subsidiária da Eletrobras, o objetivo maior da Gestão de Manutenção é a disponibilidade de suas funções de geração e transmissão de energia, de onde advém a maior parte de sua receita operacional, através da confiabilidade dos equipamentos. Para isso são utilizadas estratégias, tais como a manutenção corretiva, manutenção preventiva e manutenção preditiva. Todas essas estratégias necessitam de uma ferramenta de gestão que possibilite a correta utilização dos recursos disponíveis, bem como assegure o alcance dos resultados desejados. O Ciclo PDCA, composto pelas etapas de Planejamento (P), Execução (D), Monitoramento (C) e Ações Corretivas (A), mostra-se uma ferramenta ideal para a gestão da manutenção, devido à sua simplicidade e promoção da melhoria contínua. Neste trabalho, o Ciclo PDCA é aplicado à Gestão da Manutenção, mostrando desde o início da elaboração de uma programação de manutenção, apresentando todo o planejamento, os controles utilizados para monitorar as atividades, tais como Análise de Valor Agregado e as ações corretivas necessárias.

TT-025  -  Apresentação em Pôster
SIMULAÇÃO, UMA INOVAÇÃO NA ÁREA DE MANUTENÇÃO    
Aline Schimidt Brum - Comau do Brasil

Manter um equipamento qualquer funcionando em perfeitas condições no decorrer de um tempo não é trivial. Quando falamos de componentes mecânicos estamos levando em conta variáveis como desgaste, aquecimento, resfriamento, erros operacionais, folgas, interferências dentre outras que podem levar um conjunto qualquer do equipamento a falhar. É muito importante conhecer a vida útil de cada componente responsável pelo funcionamento correto de uma máquina. A engenharia evoluiu bastante no campo de projeto de componentes, com materiais de durabilidade elevada e sistemas que permitem verificar suas falhas. Um outro ramo que evoluiu e traz inúmeros benefícios na manutenção é a simulação das falhas, com modelos matemáticos e estatísticos. Desta forma é possível “prever” o momento da falha antes de acontecer. Na indústria o planejamento é o pilar que sustenta a continuidade produtiva, logo prever e planejar a parada de um dispositivo ou maquina para uma intervenção, proporciona um ganho considerável, comparado com uma substituição depois do defeito ocorrido. No cenário atual uma fabrica não se mantem no mercado se não for competitiva. O objetivo do trabalho é mostrar quais os ganhos obtidos principalmente em custo e prazo quando utilizamos a simulação na manutenção de um parque de maquinas industriais.

TT-026  -  Apresentação Oral
DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DA MANUTENÇÃO ELETROMECÂNICA BASEADA EM PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS DO PMI  
Renato Takahashi - Semae - Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto
Waldo Villani Junior - Semae - Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto
Paulo Roberto Paganelli Dodi - Semae - Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto

As metodologias e ferramentas técnicas para gerenciamento da manutenção eletromecânica estão em constante evolução e desenvolvimento, abrangendo as mais diversas áreas da engenharia e gestão de recursos. O estudo de caso aplicado na Estação de Tratamento de Esgoto ETE Rio Preto do SEMAE de São José do Rio Preto-SP envolveu a aplicação de metodologias baseadas em quatro visões de manutenção (manutenção chão-de-fábrica, engenharia da manutenção, Manutenção Produtiva Total e manutenção centrada em confiabilidade), possibilitando a criação de ferramentas e técnicas, tais como rotinas de manutenção preventivas e preditivas, gestão de grandes intervenções corretivas, gerenciamento de recursos da manutenção e gestão voltada a índice de confiabilidade de sistemas e índice DEFCON (Defense Condition). O desenvolvimento das ferramentas e técnicas foi realizado conforme as melhores práticas em Gerenciamento de Projetos do PMI – Project Management Institute, considerando os processos de iniciação, de planejamento, de execução e de controle, e as áreas de conhecimento escopo da manutenção, tempo, recursos da manutenção, qualidade, mudanças, riscos e comunicação, sistematizando em um fluxo de processos que direciona a execução das atividades. Como resultado desde a implantação dessa metodologia de Gerenciamento de Manutenção, houve um aumento no índice de confiabilidade da planta da ETE Rio Preto e, além disso, possibilitou a implantação de manutenção chão-de-fábrica mais responsável e autônoma, o desenvolvimento do Plano Estratégico de Aquisições e Contratações para gerenciamento de recursos necessários à manutenção dos sistemas, o desenvolvimento dos Índices de Confiabilidade de Sistemas e DEFCON e a definição de metodologia sistemática para implantação de Gerenciamento da Manutenção baseada em práticas do PMI.

TT-027  -  Apresentação Oral
GESTÃO DE ATIVOS COM REDUÇÃO DO CONSUMO ENERGÉTICO NO AGRONEGÓCIO   
Rodrigo Augusto Neves - WEG Equipamentos Elétricos
Leandro Ávila da Silva - Weg Equipamentos Elétricos

A demanda de grãos no Brasil vem crescendo mais a cada dia e para acompanhar este processo de evolução a Cocari (Cooperativa do norte do Paraná) buscou a WEG e a empresa de aeração Aeroter para desenvolver um projeto de eficiência energética para aeração dos silos de armazenagem de grãos. Alguns ramos do agronegócio estão longe das soluções tecnológicas existentes as oportunidades de otimização podem proporcionar retornos bastante atrativos. O trabalho na Cocari focou na avaliação na melhoria da eficiência energética no armazenamento de grãos, mas permitiu a obtenção de outros ganhos expressivos em conjunto. O projeto passou pela substituição do motor antigo (standard) de menor rendimento, por um motor de alta eficiência acionado por um inversor de frequência, interligado a um controlador de aeração. O controlador de aeração permitiu a seleção do tipo de produto armazenado, identificando sua temperatura, nível e umidade do ambiente, enviando estas informações ao inversor, para controle da aeração através do conjunto motor/ventilador, fornecendo exatamente a vazão necessária ao produto. Os resultados demonstraram uma redução de aproximadamente 90% no consumo de energia elétrica, obtendo um retorno em 03 meses do investimento aplicado, além da redução da demanda de energia, aumento da qualidade do produto, controle preciso de nível e temperatura, umidade dos grãos e automação do processo.  Comprovando todo o potencial de economia de energia, reflexos na qualidade do produto e funcionalidade do sistema, a implantação de mudanças no processo se torna uma das maiores oportunidades de reduções de custos nas empresas deste segmento.

TT-028  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO DE ATIVOS COM REDUÇÃO DE CUSTOS OPERACIONAIS NO SEGMENTO METALÚRGICO   
Rodrigo Augusto Neves - WEG Equipamentos Elétricos
Leandro Ávila da Silva - Weg Equipamentos Elétricos

As indústrias de fundição necessitam cada vez mais estar focadas em produtividade e administração dos custos. Uma análise das plantas de fundição mostram os equipamentos filtros de mangas e torres de resfriamento, como um ponto fundamental a ser tratado, pois concentram uma parcela significativa do consumo. Entender como funcionava o processo e aplicar soluções de eficiência energética nestes equipamentos foi o que fez a WEG em suas unidades de fundição.   O projeto em filtros e torres se baseou no ajuste da rotação do motor do ventilador a partir da variação do processo, no caso dos filtros, o número de pontos de captação em operação e das torres a exigência/carga térmica de resfriamento do processo. Assim, foi aplicado um motor de alta eficiência acionado por um Inversor de frequência interligado a um transmissor de pressão para o controle dos filtros e um transmissor de temperatura para o controle das torres. O projeto nos filtros proporcionou uma redução aproximada de 54% no consumo de energia elétrica, além de ganhos como: aumento da vida útil das mangas, aumento da confiabilidade do sistema etc. O projeto de torres proporcionou uma redução de até 88% no consumo de energia elétrica, além de ganhos como: estabilidade da temperatura e do processo, automação do sistema, redução no consumo de água e produtos químicos da torre.

TT-029  -  Apresentação Oral
USO DO AHP À SELEÇÃO DE MARCA DE CAMINHÃO TRATOR FRIGORÍFICO   
Graciela Aparecida Pelegrini - IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina
Marli Teresinha Baú - IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina
Flavio Sanson Fogliatto - UFRGS -  Universidade Federal do rio Grande do Sul

Fazer a escolha correta dos fornecedores em uma determinada empresa, pode ser o fator crucial do seu sucesso ou fracasso. Entretanto, o processo de decisão nem sempre é simples, visto o grande número de critérios que podem interferir nesse processo. O método AHP (Método de Análise Hierárquica) visa auxiliar no processo de decisão, e vem sendo largamente aplicado no setor comercial. Baseado nisso, esse trabalho tem como objetivo utilizar o AHP para auxiliar frotistas e motoristas na escolha da marca de caminhão reboque para carreta frigorificada que mais atenda suas necessidades. O método foi aplicado em frotistas e usuários de pequena, média e grandes empresas transportadoras da região Oeste de Santa Catarina. Como conclusão do trabalho, foi possível identificar que os veículos das marcas A e B  são os mais indicados, seguidos das marcas C e D.

TT-030  -  Apresentação Oral
SEGURANÇA NA RECUPERAÇÃO DAS ESTRUTURAS DE CONCRETO DE UMA SUBESTAÇÃO 230KV ENERGIZADA   
Robson Gambeta - CLE Brasil

A CLE Brasil é uma empresa especializada na gestão de múltiplas utilidades localizada no Condomínio Industrial Arcelor Mittal em São Francisco do Sul – SC. Uma das utilidades que a CLE gerencia e deve ser destacada é a subestação de 230kV. Esta subestação apresentou sérios problemas de trincas e rachaduras nas estruturas de concreto após alguns anos de operação. Em alguns pontos a ameaça de queda das estruturas era real. Foi iniciado um estudo de patologia das estruturas de concreto com uma empresa especializada em recuperação estrutural para conhecer as causas e recomendar a melhor terapia estrutural a ser realizada. Com os resultados do estudo de patologia, definiu-se a melhor terapia a ser aplicada nas estruturas de concreto com o objetivo de não gerar interrupção no fornecimento de energia elétrica do condomínio industrial. Esta atividade foi classificada como de grande risco e teve foco na segurança da equipe envolvida e operação do sistema, de modo que todo o serviço fosse executado sem quaisquer incidentes as pessoas, ao meio ambiente e ou interrupções de energia elétrica. Havia desafios como realizar manutenção nas proximidades da linha viva, serviços em altura com utilização de andaimes, período de chuvas e ventos, trocas de equipes e correções de anomalias. As estruturas tratadas foram Pórticos com 17 metros de altura, postes e suportes para isoladores da linha de alta tensão, TPs, TCs, Seccionadoras e Transformadores. A atividade durou 04 meses e contabilizou 5.752 horas de trabalho. Os resultados foram significativos e dentro do esperado, sem ocorrência de incidentes graves, prolongamento da vida útil e aumento considerável da segurança da equipe e do sistema de distribuição após esta intervenção.

TT-031  -  Apresentação Oral
GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL   

Rodrigo Augusto Neves - WEG Equipamentos Elétricos
Leandro Ávila da Silva - Weg Equipamentos Elétricos

As indústrias cientes da crescente concorrência em seus segmentos amadureceram o controle de seus custos internos com o intuito de manterem-se competitivos no mercado.  Conforme dados da ANEEL, a distribuição média do consumo de energia elétrica industrial no Brasil tem 68,3% da fatia consumida por motores elétricos. Tais informações justificam as ações focadas em motores elétricos, de se atuar na maior fatia de consumo.  A substituição de motores elétricos antigos por motores novos com a recuperação do investimento através dos ganhos de eficiência energética trata-se de uma via relativamente pouco explorada e com interessantes possibilidades. Os motores antigos (classe standard) possuem rendimentos inferiores aos motores de alto rendimento. As substituições nestes casos representam uma das ações em Eficiência Energética mais representativas para aplicação na indústria, com uma destacada economia de energia elétrica.   Sendo assim, a empresa Cargill, indústria do segmento alimentício, agrícola, financeiro e industrial, buscou para sua operação em Goiânia a WEG Equipamentos Elétricos S.A. com o objetivo de realizar o projeto de eficiência energética nos motores dos ventiladores da Caldeira Zanini e bombas de processo.

TT-034  -  Apresentação em Pôster
TRATAMENTO HOLÍSTICO DO ESCOPO DE UMA PARADA    
João Carlos Mosquim - Moschim Consultatis

Nas paradas ocorrem poucos fatos de natureza determinística pois na maioria das vezes não se tem a absoluta certeza do que ocorrerá no futuro, apenas inferências e, nestas condições de incertezas, aplicar apenas técnicas determinísticas e reducionistas em fenômenos complexos e incertos tem apresentado resultados decepcionantes. O trabalho propõe uma discussão da deficiência no levantamento e tratamento do escopo em paradas de manutenção, tendo como base uma metodologia desenvolvida e aplicada em algumas delas, para o tratamento, planejamento, congelamentos e descongelamentos do escopo. Como resultado, foi alcançado um sucesso sem precedentes de prazo, custo, integração, clima organizacional e segurança.

TT-035  -  Apresentação Oral
COMISSIONAMENTO COMO PRIMEIRA MANUTENÇÃO DOS ATIVOS ELÉTRICOS DE UMA PLANTA INDUSTRIAL   
Paulo Tarcísio Fialho Lopes - Tereme Engenharia de Manutenção
Luciano Peluchi Coutinho - Tereme Engenharia de Manutenção
Leonardo Pizetta Ferreira - Tereme Engenharia de Manutenção

Para que a manutenção elétrica centrada na confiabilidade seja eficaz é necessário que a engenharia de manutenção monte um bom conjunto de informações de testes dos vários ativos ao longo da vida operacional.  Dentro deste histórico de manutenção os testes de comissionamento tem uma grande importância por evidenciarem as condições dos equipamentos ainda não degradados tendo, entretanto, enfrentados transportes, armazenagens e montagens.   Os testes executados nos comissionamentos convencionais, via de regra, não são adequados ao controle da manutenção, tornando-se imprestáveis para um controle preditivo.  O comissionamento com foco na primeira manutenção dos ativos elétricos de uma planta industrial, executado como dissertado neste trabalho técnico, permite que a engenharia de manutenção, receba do comissionamento, um plano com procedimentos de testes e os primeiros valores do histórico de manutenção dos ativos elétricos.

TT-036  -  Apresentação Oral
SISTEMA INTEGRADO DE PRIORIZAÇÃO DE TROCA DE TRILHOS DE ROLAMENTO   
Henrique Carou Costa - Concessão Metroviária do Rio de Janeiro - METRO-RIO
Ernesto Roberto - Concessão Metroviária do Rio de Janeiro - METRO-RIO

Quatro sistemas a estrutura primordial para que uma ferrovia “funcione”; Via, Energia, Veículo e Sinalização. No caso do sistema em questão, a energia de tração é elétrica captada no 3º trilho, o que difere das ferrovias tradicionais que costumam usar tração elétrica por catenária, motores diesel ou diesel elétrico e até, como nos primórdios, a tração a vapor. O trem é o veículo dentro do quais os passageiros são transportados e a Via Permanente, representada pelos trilhos de rolamento, dormentes e lastro de pedra britada ou concreto e o berço da ferrovia e Sinalização, que permite o tráfego seguro e econômico. Desse modo, pode-se entender quanto é importante manter as vias em perfeitas condições para o pleno atendimento ao tráfego de passageiros e para tal, além da necessidade de manter os trabalhadores aptos a executarem todas as inspeções e manutenções dos equipamentos instalados ao longo do sistema de via permanente, precisa-se também pesquisar e implantar cada vez mais sistemas de avaliações que visam à redução de atividades preventivas e a minimização de ações corretivas trazendo com isso conforto e segurança aos usuários do sistema metroviário. Dentro dessa linha de raciocínio, São utilizadas três técnicas de inspeção de trilho de rolamento: A análise por ultrassom, desgaste superficial e recentemente o MTBT (milhões de toneladas brutas trafegadas), porém de forma separada. Esse trabalho visa integrar as três técnicas, propondo um algoritmo que priorize a troca dos trilhos em função das três dimensões apresentadas. Dessa forma, será possível trafegar com o máximo de segurança e com custos de substituição condizentes com a real necessidade da via permanente.

TT-042  -  Apresentação em Pôster
TÉCNICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS (PMI) APLICADAS NO PLANEJAMENTO DE GRANDES PARADAS   
André Pinto Rocha - Comau

Em alguns segmentos industriais faz parte da estratégia da empresa a realização de paradas parciais ou gerais da planta com o objetivo de executar grandes manutenções preditivas, preventivas e corretivas nos seus ativos de produção que normalmente não teriam condições de serem realizadas com os equipamentos/sistemas em operação.  Nestas paradas de manutenção, normalmente, são realizados um grande número de serviços ou alguns serviços que exigem um volume significativo de recursos financeiros, humanos e tecnológicos. Para fazer uma gestão adequada de todos estes recursos envolvidos e garantir os resultados orçados é necessário lançar mão das melhores práticas, técnicas e métodos disponíveis no mercado.  Desta forma, como as paradas de manutenção possuem as principais características que definem um projeto, ciclo de vida determinado (data de início-fim), recursos dedicados e investimento próprio, é recomendável aplicarmos os conceitos e critérios definidos pelo PMI (Project Management Institute) e descritos no PMBOK (Project Management Body of Knowledge).  O presente trabalho pretende demonstrar como utilizar alguns conceitos básicos dos cinco processos de gerenciamento de projeto (iniciação, planejamento, monitoramento e controle, execução e encerramento), transitando pelas dez áreas de conhecimento (Integração, Escopo, Tempo, Custos, Qualidade, Recursos Humanos, Comunicação, Riscos, Aquisições e Stakeholders) para  planejar, preparar, executar e avaliar os resultados de uma parada de manutenção.

TT-043  -  Apresentação Oral
DESENVOLVIMENTO DE UMA MÁQUINA-FERRAMENTA PARA USINAGEM EM CAMPO DE EQUIPAMENTOS DE GRANDES DIÂMETROS  
Almir Lima de Carvalho - Dinâmica 21
Lucinéia Corrêa dos Santos - Dinâmica 21
Marco Antônio Fonseca de sá - FASF- Faculdade Sul Fluminense
Gerson Alves Inácio - FASF - Faculdade Sul Fluminense

RESUMO   Usinagem é um processo de fabricação muito conhecido, porém a usinagem em campo exige um pouco mais da nossa imaginação, seja ela no  desenvolvimento do equipamento ou até mesmo na adaptação deste  equipamento na área. As dificuldades das empresas com relação à  manutenção nesta questão, principalmente na usinagem de campo de  grandes equipamentos e máquinas, se depara com alto custo envolvido  na remoção deste equipamento para oficinas, isso quando é possível.  Neste trabalho serão abordadas as soluções encontradas na usinagem  de campo, onde são mostradas soluções inteligentes de resolver  problemas crônicos de remoção destes equipamentos, com  desenvolvimento de máquina para usinar em campo, resolvendo os  problemas de custo envolvido e grandes trabalhos de remoção, gerando praticidade e resposta rápida aos objetivos pretendidos.  Palavras- chave: Processo de Fabricação, Usinagem de Campo, Máquinas                   Adaptáveis.

TT-045  -  Apresentação em Pôster
RETROFIT DE UM MÓDULO ELETRÔNICO PARA ENVASE A UM BAIXO CUSTO, SUBSTITUINDO MOTOR CC E COMPONENTES AUMENTANDO A PRODUÇÃO E REDUZINDO PARADAS DE MÁQUINAS
José de Lima Castro Neto - Nufarm Indústria Química e Farmaceutica
Paulo Rogério Lima da Silva - Nufarm Indústria Química e Farmaceutica
Cimário Ferreira França - Nufarm Indústria Química e Farmaceutica
José Germano Pereira de Sousa - Nufarm Indústria Química e Farmaceutica

Este trabalho apresenta a proposta de retrofit5 realizado em 08 equipamentos Módulos Eletrônicos de Envase (MEV 1.0) com um baixo custo de investimento e recursos técnicos internos. Para a realização deste trabalho, foram utilizadas metodologias RCM (Reliability Centered Maintenance – Manutenção Centrada na Confiabilidade), 7 Steps (7 passos) para análise do Status Quo6 e EVA®7 (Economic Value Added – Ganhos do Valor Investido) assim como payback8. Ao final, obtivemos como resultados: o aumento da confiabilidade de máquina assim como um ganho de produção devido à mudança da tecnologia do novo Módulo Eletrônico de Envase (MEV) na versão 2.0.

TT-046  -  Apresentação em Pôster
A MANUTENÇÃO CENTRADA EM CONFIABILIDADE (MCC) E A REVISÃO DE PLANOS DE MANUTENÇÃO NO SISTEMA DE BOMBEAMENTO DE GLP DO TERMINAL AQUAVIÁRIO DA TRANSPETRO EM COARI - AM
Ivair Rafael Costa dos Santos - Petrobras Transporte - Transpetro
Mario Murakami - Petrobras Transporte - Transpetro
Paulo Henrique Cunha - Liga Engenharia
Willian Thorlay - SQL - Systems Brasil

Diante de um cenário de constantes mudanças determinadas por melhorias contínuas nos processos industriais, o Processo Manutenção alcançou importância estratégica. A partir desta constatação, e dentre as diferentes metodologias aplicadas à área de manutenção, adotamos a metodologia MCC - Manutenção Centrada em Confiabilidade, em inglês Reliability Centered Maintenance (RCM), que tem como princípio focar nas funções dos equipamentos dentro do sistema de produção - e cuja aplicação já foi amplamente testada em outros ramos da indústria - para analisar/modificar nossas atividades de manutenção na linha de bombeamento de GLP do Terminal Aquaviário da Transpetro em Coari – AM. Dos sistemas operacionais, o sistema de GLP foi selecionado para este projeto por 04(quatro) motivos: 1) Importância estratégica do ponto de vista do abastecimento da região; 2) Os riscos ambientais em eventuais vazamentos; 3) Falhas deste Sistema envolvem altos custos por gerarem sobrestadia para o navio atracado/ programado 4) Ser o Sistema do Terminal com mais ativos. A partir deste contexto buscou-se envolver a equipe de manutenção do Terminal, em sua maioria formada na própria região, num esforço de aprender que a aplicação deste método MCC proporciona uma forma própria de análise e compreender a importância de tornar as funções dos equipamentos o foco principal da análise da equipe de manutenção.

TT-048  -  Apresentação em Pôster
AS 7 ETAPAS DA MANUTENÇÃO AUTÔNOMA DO TPM (TOTAL PERFORMANCE MANAGEMENT)   
Letieri Dias Pires - Adm Archer Daniels Midland

O TPM (Total Performance Management) é um programa utilizado em várias empresas do mundo, no qual através de uma mudança de cultura é estabelecido um ambiente de melhoria contínua. Tem como objetivo tornar as empresas mais competitivas através da redução das perdas em toda a cadeia produtiva, maximizando a utilização do ativo empresarial e possibilitando a maior integração entre o homem e os equipamentos e/ou processos. O Pilar de MA (Manutenção Autônoma) possui 7 etapas sistematizadas que contribuem para a identificação precoce de falhas, prevenindo a deterioração forçada dos equipamentos e promovendo a capacitação e desenvolvimento de novas habilidades e conhecimentos para a operação. O método “etapa-a-etapa” promove maior estabilidade dos processos, maior qualidade das práticas e rotinas diárias de trabalho e melhor ambiente laboral.

TT-049  -  Apresentação em Pôster
DECISÃO SOBRE INVESTIMENTO DE SISTEMAS DE BOMBEAMENTO INDUSTRIAL COM BASE NA AVALIAÇÃO DO CICLO DE VIDA DO ATIVO  
José Eduardo De souza Veloso - MCE Engenharia Ltda
Luzia Aparecida Tofaneli - Senai / Cimatec
Álisson Bandeira Santos - Senai / Cimatec

Preço e prazo de entrega são elementos importantes do processo de compra de novos equipamentos. Alguns estudos apontam, entretanto, que, em sistemas de bombeamento industrial, 90% do custo do ciclo de vida total são acumulados após a compra e instalação dos equipamentos. Os processos de especificação e aquisição, por outro lado, definem características técnicas importantes, com forte impacto na confiabilidade e operacionalidade dos equipamentos e determinantes na composição do custo total no ciclo de vida. Esse artigo tem por objetivo caracterizar o ciclo de vida útil dos equipamentos conforme norma PAS 055 e identificar os principais elementos de custo incorridos no ciclo. Destaca ainda os stakeholders envolvidos no processo e como suas decisões e interesses individuais impactam na especificação final do ativo. Propõe a utilização de ferramentas de Desenvolvimento Integrado de Produto (DIP) para auxílio à identificação da melhor alternativa técnica dentre diversas opções apresentadas pelos fornecedores de sistemas de bombeamento.

TT-052  -  Apresentação em Pôster
AVALIAÇÃO DE DIFERENTES ESQUEMAS DE PINTURA EMPREGANDO MÉTODOS DISTINTOS DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ANTICORROSIVO  
Eder Dirceu Dela Justina - Weg Tintas
Amelia Bublitz Spengler - Weg Tintas

A corrosão está presente em nosso cotidiano e é responsável pela constante manutenção de equipamentos, estruturas e afins, dispensando elevado custo e esforço para correção de problemas relacionados à mesma. Uma das maneiras empregadas para minimizar a corrosão é a utilização de esquemas de pintura, os quais protegem o metal contra a ação dos agentes agressivos presentes no meio. O presente trabalho tem por objetivo: a) verificar o comportamento das amostras perante os ensaios de envelhecimento cíclico e névoa salina, utilizados comumente para avaliar o desempenho anticorrosivo de um determinado esquema de pintura; b) verificar o desempenho anticorrosivo dos esquemas de pintura epóxi rico em zinco e epóxi poliamina sem solvente. A avaliação foi feita com base na variação da aderência à tração, migração da corrosão e alteração na película.  Os resultados obtidos demonstram que o ensaio de envelhecimento cíclico é mais crítico, pois há maior estresse da película, resultando uma maior migração da corrosão. Diante dos resultados obtidos conclui-se que o ensaio de envelhecimento cíclico é mais adequado a realidade em campo e, portanto mais aplicável. Em relação ao tipo de esquema de pintura utilizado, o estudo comprovou que a proteção catódica do primer epóxi rico em zinco se mostrou ser a mais eficiente.

TT-053  -  Apresentação Oral
ESTRUTURAÇÃO DO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO NA GERÊNCIA DA MALHA DE GASODUTOS DO ESPÍRITO SANTO - PETROBRAS TRANSPORTES S.A.  
Daniel Henrique Quaglioz Sartori - Transpetro – Petrobras - Transporte

Antigas exigências nas indústrias como a qualidade total do produto, hoje são requisitos básicos e essenciais para a permanência no mercado. Visando o aumento de competitividade, as indústrias têm se preocupado com questões estratégicas da produção, dentre elas, a área de manutenção, cuja função é garantir a disponibilidade dos equipamentos e instalações e assegurar a confiabilidade, segurança e a preservação do meio Ambiente. A preocupação pela garantia da qualidade também tem sido evidenciada na indústria de transporte de óleo e gás natural pela criação de gerências específicas com foco na manutenção das instalações e a aplicação de novas ferramentas na área de confiabilidade e gestão de ativos. Através da busca das empresas benchmark no gerenciamento da manutenção é possível verificar que não há como garantir a excelência operacional sem a estruturação de um núcleo de Planejamento e Controle da Manutenção (PCM). Neste contexto, este trabalho apresenta um roteiro como sugestão para a implantação e diagnose de um núcleo de PCM em uma indústria do ramo de óleo e gás, cujo processo deve estar consolidado e padronizado em função das diversas interfaces existentes. Esse roteiro será exemplificado pela implantação e diagnose do núcleo de PCM na Área de Manutenção e Apoio à Operação da Malha de Gasodutos da Transpetro no Espírito Santo, englobando desde a fase de cadastro dos equipamentos até os controles efetivos para medir a eficácia do planejamento.

TT-054  -  Apresentação em Pôster
PROPOSTA DE UMA METODOLOGIA PARA AUXILIAR NO PROCESSO DE MUDANÇA DE CULTURA ORGANIZACIONAL DO SETOR DE MANUTENÇÃO  
Marcio José Elias - Pamplona Alimentos

Durante o processo de mudança de cultura organizacional do departamento de manutenção, é comum o gestor responsável pela implantação se deparar com vários conflitos entre os indivíduos envolvidos, e estes conflitos geram grandes desgastes de relacionamentos entre a equipe, eleva o tempo de implantação dos novos processos e muitas vezes até impede a nova cultura de se enraizar.  O trabalho técnico em questão propõe uma metodologia composta por etapas, para auxiliar o gestor de manutenção no processo de mudança de cultura organizacional.  Esta metodologia permite o gestor, compreender os fatores que influenciam a formação da cultura atual e também motivam a formação da nova cultura, suas fases de construção e consolidação, os medos e resistências dos indivíduos do grupo e da organização, e assim possibilite a tomada de ações junto ao grupo de forma mais eficiente e assertiva.

TT-055  -  Apresentação Oral
CUSTO DE MANUTENÇÃO DE UMA FROTA DE ÔNIBUS URBANO: ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE VEÍCULOS A DIESEL E A GÁS NATURAL VEICULAR (GNV)  
Jorge Luiz de Sá Riechi - Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Vicente Macian - Universidade Politécnica de Valencia - UPV
Bernardo Tormos - Universidade Politécnica de Valencia - UPV
Marcelo Rodrigues - Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPr

Este trabalho apresenta uma análise comparativa dos custos de operação e manutenção (O&M) entre duas tecnologias de ônibus para uso urbano: Diesel e Gás Natural Veicular (GNV), com características construtivas similares, e sujeitos ao mesmo programa de manutenção da empresa, submetidos às mesmas condições e exigências dos serviços de transporte, como: rotas, meio ambiente, velocidade média, número de passageiros e número de paradas obrigatórias. O estudo foi realizado com base em uma frota de ônibus que atende o transporte urbano de passageiros da cidade de Valencia-Espanha. Os dados foram analisados segundo os conceitos da ferramenta gerencial de Análise do Custo do Ciclo de Vida, mundialmente conhecida como Life Cycle Cost (LCC). Os resultados obtidos no período de dois anos (2012 - 2013) resultam para os veículos GNV, os maiores custos de manutenção, porém com um custo operacional menor, influenciado diretamente pelo valor do combustível. Pretende-se com esta análise ajudar os gerentes de manutenção na avaliação do trade-off entre custos e benefícios relativos ao uso de veículos alternativos, assim como, fornecer uma ferramenta de benchmarking para as empresas de transporte urbano em suas atividades para a gestão e planejamento e execução de manutenção em frotas de transporte urbano com essas tecnologias, além de apresentar uma metodologia definida, que pode ser implementado  em outras, como os veículos híbridos.

TT-056  -  Apresentação Oral
A TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA NAS ORGANIZAÇÕES   
Alessandro Trombeta - Cocamar Cooperativa Agroindustrial
Valdemar Roberto Cremoneis - Cocamar Cooperativa Agroindustrial

A partir de meados da década de 80, com as mudanças ocorridas no cenário econômico mundial, as empresas brasileiras buscaram novas estratégias de gestão que garantissem a sua continuidade no mercado de forma competitiva. Uma das estratégias, a terceirização, surgiu como alternativa concreta no meio empresarial como processo necessário para que o país pudesse sair da crise e ganhar mercados mundiais competitivos. No Brasil, a terceirização da manutenção ocorre por meio de três tipos distintos de contrato: mão de obra, serviço e resultado. A contratação por resultados visa uma maior disponibilidade dos equipamentos, com consequente menor demanda de serviços, além de custos, segurança e confiabilidade adequados. Trata-se de uma mudança de paradigmas, pois o objetivo estratégico não é a contratação de serviços de manutenção, mas sim a contratação de soluções de manutenção com reflexo direto nos ativos. Esta modalidade de contratação ainda encontra-se pouco difundida nas organizações, por esta razão, poucos trabalhos têm sido desenvolvidos abordando contratos de manutenção terceirizada por resultado. Este trabalho apresenta um estudo sobre a terceirização de serviços na manutenção, os aspectos legais envolvidos e a forma de contratação por resultado, e propõe um modelo de contratação por desempenho, que busca a concretização da parceria, a melhora da forma de contratação e a efetividade no relacionamento entre as partes.

TT-057  -  Apresentação em Pôster
IMPLEMENTAÇÃO DE UM PLANO DE MANUTENÇÃO BASEADO NOS CONCEITOS DE MANUTENÇÃO CENTRADA EM CONFIABILIDADE EM UMA INDÚSTRIA DE ÓLEO DE SOJA  
Alessandro Trombeta - Cocamar Cooperativa Agroindustrial
Andréia Cristina Peracchi Oro - Cocamar Cooperativa Agroindustrial
Wellington Darlu de Souza - Cocamar Cooperativa Agroindustrial
José Ricardo Nascimento de Souza - Cocamar Cooperativa Agroindustrial
Paulo Henrique Loiola da Costa - Cocamar Cooperativa Agroindustrial
Fernando Luis Panin Lopes - Cocamar Cooperativa Agroindustrial

O mercado torna-se, a cada dia, mais competitivo e exige das empresas uma nova postura e novas metodologias de trabalho que possam reduzir custos e aumentar a competitividade, sendo o departamento de manutenção e gestão de ativos responsável por promover melhorias e implementação de novas técnicas. Neste contexto, este trabalho abordou a utilização do conceito de Manutenção Centrada em Confiabilidade (RCM), que consiste em um processo usado para determinar as necessidades de manutenção de qualquer ativo físico no seu contexto operacional, em conjunto com a ferramenta FMEA (Análise de Modos e Efeitos de Falha), para a elaboração de um novo plano de manutenção preventiva para uma indústria de óleo de soja, identificando as falhas potenciais, suas causas e efeitos, gerando ações preventivas, preditivas, de inspeção e lubrificação, com o objetivo de aumentar a confiabilidade e a disponibilidade da planta. Após a conclusão do estudo e implementação do novo plano de manutenção preventiva sistemática o tempo necessário para as atividades, que tem um impacto significativo na disponibilidade da planta, foi reduzido de 960 horas para 600 horas. Esta redução no tempo necessário para a manutenção preventiva representou um ganho de 15 dias adicionais de produção por ano e mostra a importância da aplicação do conceito da Manutenção Centrada em Confiabilidade na elaboração de planos de manutenção mais eficientes e racionais, levando em consideração a criticidade dos ativos e também a sua função dentro do processo industrial.

TT-060  -  Apresentação Oral
IMPLEMENTAÇÕES PARA MELHORIA DO DESEMPENHO DO SISTEMA DE PORTAS DE PLATAFORMA DO METRÔ DE SÃO PAULO  
Marcos Alessasndro Diniz - Cia do Metropolitano de São Paulo Metrô - Metro-SP
Cesar Augusto Casquel Lopes - Cia do Metropolitano de São Paulo Metrô - Metro-SP
Claudio Fernando Rebollo Silva - Cia do Metropolitano de São Paulo Metrô - Metro-SP
Mauro Becker - Cia do Metropolitano de São Paulo Metrô - Metro-SP
Jose Marcelo da Silva - Cia do Metropolitano de São Paulo Metrô - Metro-SP

O mérito deste trabalho se materializa em agregar ao Metrô de São Paulo recursos de qualidade, segurança e tecnologia na manutenção do Sistema de Portas de Plataformas. Tendo em vista que o Sistema é completamente novo na Companhia e que já faz parte do processo de modernização e implantação de novas estações, criou-se um grupo de trabalho para monitorar o desempenho do equipamento, corrigir os desvios de projeto e montagem com o objetivo de aperfeiçoar diagnósticos de falhas antecipando ações de manutenção principalmente para garantir a interoperabilidade do sistema e fazer a gestão dos planos de manutenção baseado na metodologia RCM (Manutenção centrada em confiabilidade). Com a implementação destas melhorias, foi possível baixar o número de falhas que no início das operações eram em torno de 100 falhas/mês para uma média de 30 falhas/mês.  Após a implantação das mesmas em definitivo, o grupo de trabalho realizará novos estudos, baseados nos históricos de falhas, com o objetivo de reavaliar a periodicidade das atividades de preventiva nos planos de manutenção.

TT-061  -  Apresentação Oral
OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SUSTENTÁVEIS    
Julio Cesar de Paschoal - Sustentax-sustentabilidade de Neg, Prod e Serv.

O tema sustentabilidade tem sido largamente abordado, o que tem despertado interesse em diversos tipos de público. Os clientes cada vez mais exigem o atendimento a critérios de sustentabilidade na aquisição de bens e serviços de seus fornecedores. Considerando a operação e manutenção de um empreendimento, sistema ou equipamento, a meta é como fazer desses itens mais eficientes, com custos operacionais reduzidos, agregando valor aos interessados.O atendimento aos critérios de sustentabilidade, integrando-se as demais ferramentas de gestão, de qualidade, e confiabilidade contribui para atingir os resultados desejados, tais como: fazer com que o empreendimento consiga manter o padrão de excelência para o qual foi projetado, valorização, diferenciação em relação aos demais, aumento de vida útil de sistemas e equipamentos, redução de custos operacionais, postergação de investimentos, redução ou eliminação de riscos ambientais entre outros. A conexão entre sustentabilidade e confiabilidade nas atividades de operação está em todos os lugares. Um empreendimento sustentável não é somente mais eficiente, mas promove a conservação de materiais, a melhor interação com o ambiente em que esta inserido, além de ser um local agradável de se estar ou trabalhar.Considerando a operação e manutenção de um empreendimento.O atendimento aos critérios de sustentabilidade, integrando-se as demais ferramentas de gestão, de qualidade, e confiabilidade contribui para atingir os resultados desejados, tais como: fazer com que o empreendimento consiga manter o padrão de excelência para o qual foi projetado, valorização, diferenciação em relação aos demais, aumento de vida útil de sistemas e equipamentos, redução de custos operacionais, postergação de investimentos, redução ou eliminação de riscos ambientais entre outros.

TT-062  -  Apresentação Oral
SISTEMA DE GESTÃO DA CONTROLADORIA PROCEDURAL NA MANUTENÇÃO CONTÍNUA DE ATIVOS EM ESTABELECIMEN- TOS ASSISTENCIAIS DE SAÚDE (HOSPITAIS), COM FUNDA- MENTOS NO CANVAS E NA ENGENHARIA CLÍNICA
Otavino Alves da Silva - Geyce Consultoria Economica

O estudo tem por objeto a manutenção para continuidade dos ciclos de vida  econômicos dos ativos em estabelecimentos de assistência à saúde (hospi- tais), com vistas ao desenho de um sistema de gestão para controladoria  procedural desses ativos, com fundamentos do Business Model Generation  (Canvas), na pirâmide de conhecimentos da Engenharia Clínica, em normati- vos da ABNT tais como NBR 55.000/2014, 15.999/2007, 17.799/2005, 62.366/ 2010 e resoluções da ANVISA, principalmente a RDC 02/2010. A controladoria  procedural na manutenção, proposta neste trabalho,  promove a simetria e a  convergência daqueles fundamentos para definir a significância da manutenção  contínua mediante direcionadores de concepções de solução preditivas que  resultam redução ou eliminação de custos com controles. A definição de  requisitos e critérios e a eleição de atributos e parâmetros de segurança,  eficácia e eficiência para minimização de custos orientam a finalidade e  os objetivos que se pretende com o uso de ativos: captura de valor, geração  de valor, entrega de valor. Esse é o papel da Controladoria Procedural na  Manutenção Contínua que encerra planejamento da execução e validação dos  resultados da execução autogerenciados, mantendo sempre preditivamente  ativos tempestivamente prontos e com capabilidade apta para usabilidade  com acerto, garantindo a segurança e o bem-estar nos cuidados aos pacientes.  A resiliência do processo decisório segundo o Canvas pode revolucionar o  conceito de manutenção contínua preditiva e estendê-lo a concepções inovadoras  para central logística de equipamentos compartilháveis, logística econômica  reversa ( desmanche de equipamentos descartáveis e reaproveitamento de seus  conteúdos), central logística de manutenção de equipamentos regionalizada.

TT-063  -  Apresentação Oral
GESTÃO DE SOBRESSALENTES ADOTANDO A CRITICIDADE DOS EQUIPAMENTOS   
Wilton Batista da Silva - Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia de PE

No setor produtivo o bom desempenho dos equipamentos reflete diretamente nos resultados da organização. Evidentemente que as paradas não programadas da linha de produção, quando um equipamento falha, geram a queda na receita, se convertendo em prejuízos significativos. Com a ocorrência de paradas não programadas ocorre a diminuição da produtividade, do lucro e compromete a qualidade dos produtos em processo, elevando o custo da produção. Desse modo, o presente estudo buscou resposta para o seguinte questionamento: Como a indisponibilidade de materiais sobressalentes podem impactar no processo de produção das empresas? Cabe mencionar que o objetivo foi descrever a importância de uma política integrada de gestão de materiais sobressalentes e seus impactos na disponibilidade dos ativos industriais no setor de produção de uma empresa.

TT-064  -  Apresentação em Pôster
REDUTOR PLANETÁRIO: UM  DESAFIO PARA O ANALISTA DE VIBRAÇÃO   Anderson Andrade Trigo - Spectra Serviços em Manutenção Preditiva
Martim de Lima Pereira - Spectra - Serviços em Manutenção Preditiva
Denis da Silva de Andrade - Spectra - Serviços em Manutenção Preditiva
Regivaldo Paulino Cunha - Spectra - Serviços em Manutenção Preditiva
Rafael dos Santos Silva - Spectra - Serviços em Manutenção Preditiva

O redutor planetário tem ganhado cada vez mais espaço nos parques industriais. Este equipamento tem desafiado os analistas de vibração a diagnosticar precocemente seus defeitos. Após quase duas décadas de sua aplicação na indústria, esse desafio vem sendo vencido com êxito. Este trabalho está dividido em três partes: 1 – Introdução do trabalho, 2 – Conceituação Teórica, com revisões bibliográficas publicadas sobre redutores planetários e seus diagnósticos e a parte 3 – Estudos de caso, nessa seção há dois estudos de caso de sucesso deste complexo equipamento: o primeiro caso é de um redutor que aciona um terno de secagem de um difusor, e o segundo caso é de um planetário que aciona um terno de moenda.

TT-066  -  Apresentação Oral
SOFTWARE PARA ESTIMATIVA DE INCERTEZA DE MEDIÇÃO DE TEMPERATURA POR TERMOGRAFIA INFRAVERMELHA   
Mariana Altoé Mendes - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Pablo Rodrigues Muniz - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Shirley Peroni Neves Cani - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Robson da Silva Magalhães - Universidade Federal da Bahia - UFBA

As atividades de manutenção preditiva por termografia infravermelha em instalações elétricas consistem em medições a distância realizadas com termovisores e análise da temperatura do objeto em questão. Esse procedimento, entretanto, conta com a interferência dos parâmetros do ambiente de inspeção, implicando na necessidade do uso de outros instrumentos, além do termovisor, para identificar e quantificar tais grandezas. Como qualquer estimativa, essas outras medições possuem incertezas e erros associados. O objetivo deste trabalho é propor um software de cálculo da incerteza total da temperatura medida por termografia, bem como da contribuição das incertezas associadas às estimativas feitas pelo termografista àquela incerteza total. Tal método, compilado na rotina informatizada, permite ao termografista determinar quais dessas estimativas têm influência preponderante e, portanto, devem ter a qualidade priorizada, bem como emitir diagnósticos considerando o nível de incerteza associado às temperaturas envolvidas.

TT-067  -  Apresentação Oral
AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DA CONFIABILIDADE HUMANA - COMPARATIVOS DE MÉTODOS USADOS E PERSPECTIVAS PARA AVALIAÇÃO DA CONFIABILIDADE SÓCIO TÉCNICA EM TAREFAS DE INSPEÇÃO DE ROTINA
Celso Luiz Santiago Figueiroa Fiho - Capacit Consultoria e Treinamento

Os modelos matemáticos da engenharia de confiabilidade para representar o sistema não fazem adequadamente a inserção de um componente sempre presente nos sistemas: o ser humano. Seja na operação ou na manutenção a complexidade introduzida pela interação do ser humano com a tecnologia demandam a inserção de outras variáveis que não podem ser representadas por taxas de falhas estimadas como feito na confiabilidade de um equipamento. A presença do ser humano não inclui apenas a tecnologia e associa o sistema a um ambiente organizacional e a uma conjuntura sócio-econômica. Historicamente as avaliações da taxa de falha humana em uma tarefa eram levantadas através da opinião de especialista na tarefa que sugeriam possíveis taxas de falha pela sua experiência e que posteriormente eram ajustadas estatisticamente para melhor representar o valor. As outras variáveis contextuais (luminosidade, ruído, pressão do tempo, etc.) e individuais (temperamento, experiência, caráter) eram usadas para ajustar o resultado a uma realidade específica. Apesar desta forma de realizar a estimativa determina um valor específico a complexidade associada não conduz a solução matemática única, mas vários cenários de soluções. Uma solução proposta, originada da capacidade de processamento vinda da informática, foi a introdução de redes de análise das variáveis (como os modelos bayseanos, os mapas cognitivos ou as análises muti-variável), e o uso de descritores fuzzy para representar as informações vindas das avaliações em variáveis de avaliação não numérica. Este trabalho apresenta os modelos mais conhecidos nas avaliações, as suas limitações e aplicações possíveis, e uma análise é feita em uma tarefa de inspeção sensitiva para avaliar em campo a condição dos equipamentos, demonstrando como o processo pode ser modelado.

TT-068  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ESTUDOS DE ENEGNHARIA DE MANUTENÇÃO UTILIZANDO O ANALYTIC HIERARCHY PROCESS (AHP)  
Celso Luiz Santiago Figueiroa Fiho - Capacit Consultoria e Treinamento
Sergio Ricardo Canuto Teixeira - SKF

O processo de priorização dos estudos e projetos de engenharia sob a responsabilidade da equipe de manutenção tem impacto no aumento da produtividade da empresa e na ocupação dos recursos de engenharia de manutenção. As escolhas devem estar alinhadas com as estratégias e políticas da empresa assim como devem levam a resultados mais significativos em menor tempo. Em virtude do número de fatores envolvidos o processo de tomada de decisão torna-se complexo e requer que ferramentas analíticas multi-critério mais robustas sejam utilizadas. Este trabalho apresenta o método AHP – Analytiic Hierarchical Process para a tomada de decisão sobre o sequenciamento dos estudos e da implantação de melhorias aos sistemas, pois o mesmo tem referência na área de gerenciamento de projetos e é uma ferramenta direta da representação das demandas da empresa. A aplicação do método no ambiente da manutenção existe, mas não foram encontrados na literatura aplicado aos estudos e projetos de melhorias que usam os recursos das equipes de manutenção. A aplicação realizada foi feita em um ambiente da indústria petroquímica, e a sua apresentação foi reduzida para demonstrar como a ferramenta funcionou para os projetos mais significativos. Os resultados demonstram que a ferramenta pode ser facilmente transformada em uma ferramenta computacional e que é capaz de orientar a tomada de decisão dos gestores de manutenção.

TT-069  -  Apresentação em Pôster
FATORES PARA AUMENTO DAS TAREFAS DO PLANO DE MANUTENÇÃO NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DA MCC  
Celso Luiz Santiago Figueiroa Fiho - Capacit Consultoria e Treinamento
Paulo Victor Fleming - Capacit Assessoria e Consultoria

O processo de aplicação da metodologia RCM em suas vertentes mais conhecidas, representadas pelos autores Smith (1993) e John Moubray (1996), diferem na importância relativa que dão a uma das etapas do método - a definição de módulos funcionais. Considerada uma etapa que aumenta a complexidade da metodologia e com certo grau de subjetividade, a definição inadequada dos módulos funcionais implica em deformidades no plano de manutenção encontrada na forma de duplicidade de tarefas (por duplicidade de funções), não identificação ou identificação incorreta de Falhas funcionais. A abordagem desenvolvida por Moubray em seu RCM II simplifica o processo lógico alocando o foco das falhas funcionais diretamente nos equipamentos ou nos componentes do sistema. Esta solução, indevidamente interpretada, pode levar a considerar todos as funções de todos os componentes, criando no processo lógico mais falhas funcionais. Realizada corretamente a modularização e identificação das interfaces de correlação são potentes ferramentas para as futuras análises de causa raiz. Este trabalho apresenta uma metodologia para facilitar a identificação dos módulos funcionais, em qualquer sistema, usando como referência metodologias de projetos de máquinas. Não só os módulos funcionais são identificados como também as relações entre os módulos, suas funções, seus componentes internos. Partindo de uma lista de funções gerais existentes em vários sistemas (Geração, Acumulação, Conversão, Separação,..) e com duas perguntas sobre a distribuição do sistema o método identifica rapidamente os módulos e os seus elementos internos e posteriormente são identificadas as interfaces funcionais através dos fluxos Energia, Sinal de informação e Material. No artigo são apresentadas aplicações a sistemas que são comumente encontrados em equipamentos e sistemas típicos da indústria de mineração, siderurgia e petróleo e também em frotas.

TT-071  -  Apresentação Oral
GESTÃO DA MANUTENÇÃO INTEGRADA COM UM BANCO DE DADOS   
Wtoson Maiko Oliveira – Petroleo Brasileiro - Petrobras
Ciro Maia de Souza - Ufersa
Francikelvin Rodrigues Aguiar - Ufersa
Vanessa Dantas de Souza - Ufersa
André Pedro Fernandes Neto - Ufersa

Com a globalização e a mudança de paradigma da manutenção, a sobrevivência das organizações depende cada vez mais de sua habilidade, rapidez de inovar e efetuar melhorias contínuas. Como resultado, as organizações vêm buscando incessantemente novas ferramentas de gerenciamento, que as direcionem para uma maior competitividade por meio da qualidade e produtividade de seus produtos, processos e serviços. Uma das missões da manutenção é garantir a disponibilidade da função dos equipamentos e instalações de modo a atender a um processo de produção e a preservação do meio ambiente, com confiabilidade, segurança e custos adequados. O artigo em questão aborda as técnicas de manutenção, com ênfase na inspeção visual e termográfica das redes de distribuição elétrica, sendo armazenadas com processamento inteligente de dados. O trabalho apresenta uma análise crítica da gestão de manutenção praticada numa universidade federal, com levantamento dos principais problemas e propostas de melhorias. Palavras – chave: Gestão da Manutenção; Processamento de dados inteligente, Termovisão.

TT-072  -  Apresentação em Pôster
UMA EMPRESA EFICIENTE TENDO EM SEU DNA UM SISTEMA DE MANUTENÇÃO (CLASSE MUNDIAL) DIRECIONADO A CULTURA DE ZERO QUEBRA  
Leonardo Honorio Martins - Comau do Brasil
Gilson Rosa - Comau do Brasil

O sistema de manutenção como DNA da empresa foi estruturado em base a cultura de “Zero Quebra”. Este conceito esta relacionado a um plano solido e confiável de manutenção que garanta a não ocorrência de quebras e paradas aleatórias por falta de conhecimento dos equipamentos e seus componentes. Um plano de manutenção elaborado em base ao equipamento e dados do fabricante, pode cometer equívocos ao não avaliar os impactos externos ao equipamento como, por exemplo, capacitação de pessoas, qualidade do produ-to final, segurança do trabalho, vida útil de componentes, entre outros fatores. As interações consideradas para estruturar o DNA da manutenção começam pela avaliação e capacitação dos colaboradores em realizar as atividades e analises propostas (Desenvolvimento de Pessoas), nível de risco da atividade (Segurança), impacto na qualidade do produto entregue ao cliente interno e externo (Controle de Qualidade), sinergia de atividades entre operadores de produção e equipe de manutenção (Manutenção Autônoma), ferramentas adequadas e habilidades da equipe na solução de problemas (Melhoria Focada), analise de quebras e conhecimento da curva de vida útil dos componentes (Manutenção Profissional), impacto ambiental das atividades de manutenção ou de uma eventual quebra (Ambiental) e organização dos postos de trabalho. O conceito de valor agregado é verificado a partir da estratificação dos custos priorizando o equipamento de maior custo operacional (Custo Deployment).

TT-073  -  Apresentação em Pôster
RESULTADOS DOS TREINAMENTOS VALIDADOS PELA ELABORAÇÃO DE PROJETOS KAIZENS VISÃO WCM MANUTENÇÃO DE CLASSE MUNDIAL  
Leonardo Honorio Martins - Comau do Brasil
Pedro Martins - Comau do Brasil
Gilson Rosa - Comau do Brasil

O WCM (Manufatura de Classe Mundial) é um sistema de combate sistemático de perda e desperdício que atua em uma plataforma de 10 pilares técnicos baseado em sete passos, definidos em um esquema, onde sua difusão é um conjunto de métodos para o aumento de desempenho e redução dos custos. A manutenção atua diretamente com o pilar PM (Manutenção profissional) na qual o objetivo é Maximizar a Confiabilidade dos Equipamentos. Para que os colaboradores tenham uma rotina de implementar o sistema e suas atividades, foi idealizado um planejamento de capacitação utilizando palestra, treinamentos,etc. No primeiro momento observou-se que os conceitos ministrados eram perdidos e gradativamente esquecidos seja pela não aplicação direta ou mesmo pelo tempo de implementação demorado, e quando era necessário aplicá-los necessitava de uma reciclagem, como conseqüência este investimento realizado acabava se tornando em um desperdício. O grande desafio é mensurar a aplicabilidade e o retorno deste treinamento ao longo do tempo gerando um Custo/Benefício para a empresa. Um método encontrado para preencher esta lacuna foi incluir uma atividade pós-curso onde o colaborador submetido ao treinamento (Pilar PD – Desenvolvimento de Pessoas) e retorna para a empresa um benefício (retorno financeiro) através da elaboração de um Projeto relacionado ao conteúdo aplicado. Todos os projetos são monitorados por um tutor, e aprovados pelo comitê de implementação.

TT-074  -  Apresentação em Pôster
REDUÇÃO DOS DEFEITOS CRÔNICOS DE QUALIDADE DURANTE O PROCESSO E AUMENTANDO DE PRODUTIVIDADE DA EQUIPE DE MANUTENÇÃO  
Gilson Augusto de Jesus Rosa - Comau do Brasil
Diego Mgalhães Barbosa - Comau do Brasil
Leonardo Honório Martins - Comau do Brasil
Marcio Resende Oliveira - Comau do Brasil
William Jhonny Miranda - Comau do Brasil

Para estar adequada ao nível de competitividade do mercado é necessário colocar a qualidade em primeiro lugar. O princípio básico da garantia da qualidade: Criar qualidade no processo. Garantir a qualidade na parte interna do processo é função da Produção, das Engenharias de Produção, dos fornecedores e de Compras. Não é uma atividade de responsabilidade somente da Entidade Qualidade. A abordagem do Quality Control para a resolução de problemas define um problema como: Uma lacuna entre a situação real e a situação ideal ou objetivo. É outro princípio importante é a padronização. Quando um padrão está sendo construído, é importante garantir que os procedimentos estejam apropriados, que os padrões estejam expressos em termos específicos e concretos, que as prioridades estejam claras, que o padrão seja facilmente entendido e que utilize diagramas e figuras. Nem sempre na análise de um problema/defeito se encontram todas as causas/origem relativas. É por esse motivo que o método Processing Point Analysis (Analise do Ponto do Processo) analisa os pontos do processo nos quais são gerados ou podem gerar algumas não-conformidades no produto Quanto mais o sistema consegue se autocontrolar, mais facilmente serão respeitadas as condições indicadas. O que se busca com este método que é dividido em 7 etapas é a redução dos defeitos crônicos de qualidade e aumento constante do OEE, confiabilidade e gestão da manutenção de classe mundial.

TT-080  -  Apresentação Oral
ESTRATÉGIAS APLICADAS E LIÇÕES APRENDIDAS PARA REDUÇÃO DE IMPACTO DE MUDANÇA DE ERP DE MANUTENÇÃO NAS EMPRESAS DO GRUPO NORSK HYDRO NO BRASIL  
João Cláudio dos Santos Loureiro Júnior - Mineração Paragominas
Agostinho Baena - Mineração Paragominas
Antonio Diogo Borges Filho - Alunorte
Ivaldo Gomes - Albras - Alumínio Brasileiro
Kleber Palheta - Norsk Hydro
Marcílio Santana Júnior - Alunorte
Paulo Roberto Pimentel Ferreira - Mineração Paragominas
Thimoteo do Egito - Mineração Paragominas

Com as aquisições das empresas da cadeia de metal primário de alumínio – Mineração Paragominas (MPSA), Alunorte e Albras – pelo grupo norueguês Norsk Hydro em 2010, era natural de se esperar que ocorresse a interligação via sistema dos processos de negócio das empresas do Pará com a Noruega. Por este motivo, em novembro de 2012, iniciou-se o projeto de substituição dos sistemas legados em utilização pelo ERP SAP, onde formaram-se frentes de trabalho de manutenção, suprimentos, projetos, produção, vendas, controladoria e finanças. A implantação dividiu-se em duas etapas distintas: a Mineração Paragominas teria o SAP implantado em julho de 2013, e a Alunorte e Albras em janeiro de 2014. Dentre os desafios de substituir o sistema Maximo usado na MPSA e o Oracle eAM, na Alunorte e Albras, pelo SAP PM (Plant Maintenance), havia o dever de mitigação ou anulação dos potenciais problemas com a mudança para o novo ERP, tanto sob o aspecto da nova forma de se trabalhar, quanto nas migrações de dados pertencentes à rotina do dia-a-dia da manutenção. Este trabalho visa apresentar as estratégias aplicadas, que viabilizaram o case de sucesso no uso do SAP por mais de 1.000 usuários no espaço de 30 dias, nas implantações ocorridas na Mineração Paragominas, Alunorte e Albras, bem como compartilhar as lições aprendidas para futuros projetos similares.

TT-081  -  Apresentação em Pôster
ESTUDO DE SENSIBILIDADE DE COMPUTADORES DE VAZÃO COM BARREIRAS REPETIDORAS DIGITAIS QUANDO SUBMETIDAS À BAIXA TEMPERATURA AMBIENTE  
Rogério da Silva Pacheco - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil - TBG
Julio Cesar Costa de Mello Palhares - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil - TBG
Marco Antônio de Oliveira - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil - TBG
Nancy Flora Alves Pinto - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil - TBG

Este trabalho apresenta estudo de sensibilidade realizado em função dos desvios ocorridos nos sistemas de medição de vazão de gás natural que utilizam computadores de vazão com barreiras repetidoras digitais, quando estas barreiras são submetidas à baixa temperatura ambiente decorrente da condição climática. Foi identificada maior incidência de problemas de medição de vazão nas instalações da TBG no inverno do ano de 2013, simultaneamente com a substituição do parque de computadores de vazão. Foram analisadas as especificações dos componentes envolvidos confrontando-os com as condições reais. Em sequência, foram realizados testes em bancada para reproduzir as condições propícias para a ocorrência dos desvios de medição, com o propósito de avaliar a sensibilidade destes componentes aos diversos patamares de temperatura. Os resultados dos testes indicaram a solução adequada, que foi implementada de forma padronizada, e possibilitaram a eliminação dos desvios de medição de vazão.

TT-083  -  Apresentação Oral
ESTRATÉGIA DE GESTÃO DE ATIVOS FÍSICOS: UM ESTUDO DE CASO NA SAMARCO MINERAÇÃO   
Fabrício Dardengo Hupp - Samarco Mineração
Christine Pereira Garcia Santana - Samarco Mineração
Celso de Azevedo - Assetsman

O ponto de partida de um sistema de gestão em conformidade com a ISO 55000 é a elaboração de uma estratégia de gestão de ativos consistente com o plano estratégico da organização. Para que esta estratégia seja feita de forma eficaz, deve ser construída uma ligação lógica entre os objetivos estratégicos organizacionais e as atividades de ciclo de vida nos ativos. Porém, fazer esta conexão não é uma tarefa elementar. A norma não define um método específico e há pouca literatura sobre o tema. Uma boa estratégia de gestão de ativos deve traduzir diretrizes gerais como, por exemplo, “Aumentar a produção em 12%” em ações concretas como, por exemplo, “Aumentar o intervalo de preventivas do sistema X em 24%”. Essa é a principal dificuldade: as ações de melhoria geralmente se originam de uma forma “de baixo pra cima”, a partir da observação de problemas crônicos de rotina, e não há uma preocupação em conectá-los com as demandas estratégias da organização. Este trabalho mostra um estudo de caso na Samarco Mineração, onde a estratégia de gestão de ativos foi construída com auxílio do método SADT (Structured analysis and design technique). Este método gráfico permite uma exposição gradual da complexidade de um tema através de uma estrutura de diagramas “pais e filhos”, com uma regra robusta de hierarquização, mantendo o desejado fio conector entre os níveis mais altos (os da estratégia corporativa) até os níveis mais baixos (os das atividades de ciclo de vida). Este fio condutor também é conhecido na literatura como line of sight do sistema de gestão de ativos. A partir da análise deste estudo de caso, será avaliada a validade do método SADT como suporte à elaboração de uma estratégia de gestão de ativos em conformidade com a ISO 55000.

TT-084  -  Apresentação Oral
ANÁLISE E MÉTODOS PARA TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO
Luís Henrique Salatiel - Kuarup Consultoria

A terceirização tem se mostrado uma ferramenta estratégica muito utilizada pelas empresas, sobretudo no setor de manutenção, buscando aumento de produtividade e redução de custos. Porém, quando não utilizada da maneira correta esta ferramenta pode trazer mais problemas do que benefícios. Dentro desse contexto, esse trabalho tem por objetivo apresentar uma metodologia para contratação de serviços terceirizados que garanta resultados efetivos e satisfaça ambas as partes envolvidas, com ênfase em: seleção de fornecedores, modelos de contratação, liderança ativa, treinamento, padronização e formalização da gestão de terceiros.

TT-086  -  Apresentação em Pôster
DESENVOLVIMENTO DE EQUIPAMENTOS UTILIZANDO MATERIAIS RECLICLÁVEIS   
Rodrigo Roveri - Infralink Serviços de Infra Estrutura Predial
Renato Rinaldi - Infralink Serviços de Infra Estrutura Empresarial

Definição do Problema -  Neste caso apresentamos um equipamento (bomba circuladora) para circulação do fluido refrigerante (141B) responsável pela limpeza dos sistemas de ar condicionado, quando constatado a queima de compressores, ele é responsável pela eliminação de qualquer resíduo presente nas paredes internas das tubulações deste sistema e que poderiam desprender-se e provocar a queima do novo compressor  instalado. A utilização da bomba circuladora customiza este processo, normalmente manual, o que reduz drasticamente a quantidade do fluido utilizado, promovendo com isso a diminuição da degradação da camada de ozônio e do efeito estufa. Portanto trata-se de um equipamento  ecologicamente correto  na construção e na aplicação, e facilmente  desenvolvido na área de manutenção. Objetivo -  O objetivo deste trabalho foi de estimular ideias de construções de equipamentos na área de manutenção e facilities utilizando materiais recicláveis. Abrangência -  Este equipamento poderá ser utilizado em qualquer tipo de condicionador de ar (aparelho tipo: ACJ (ar condicionado de janela), Split – System, Self Contained, Chiller), porém obtêm-se grandes vantagens em sistema de grande capacidade térmica. Metodologia aplicada Utilizando materiais recicláveis e analisando as atividades envolvidas nas áreas de manutenção e facilities procuramos estimular nossas equipes a desenvolver novas ideias customizando processos, métodos e materiais em suas atividades diárias. Com isso conseguimos que num processo de limpeza de trocador de calor que normalmente é uma atividade manual, nossas equipes desenvolvessem (apoiados por nosso departamento de engenharia) a bomba circuladora do fluido refrigerante 141B, que ao contrário do método manual onde o fluido é aplicado no trocador de calor e expelido, agora o fluido passa a circular e retornar ao trocador de calor praticamente sem perdas do fluido, tudo isso através de um conjunto motor-bomba e um filtro específico.

TT-087  -  Apresentação em Pôster
MEDIÇÃO DE PRODUTIVIDADE DE EQUIPES DE MANUTENÇÃO    
Luciano Alves Cavalcanti - Manserv Montagem e Manutenção
André Luís Pastorello - Manserv Montagem e Manutenção

A utilização da terceirização da função Manutenção, pelas indústrias, nas últimas décadas como estratégia para obterem maior competitividade, fez com que tomadores e prestadores de serviços desenvolvessem modelos de contratos que atendessem os anseios de ambos. Ao longo do tempo as formas de contratação foram se modificando de acordo com o cenário econômico de cada época, evoluindo desde a simples contratação por empreita da mão de obra até a remuneração por desempenho, e da terceirização de 100% do departamento de manutenção até somente a terceirização da mão de obra direta.    Atualmente, vivenciamos um momento em que o Brasil urge pelo aumento da produtividade para alavancar o seu crescimento. Dentro deste contexto, este trabalho apresenta uma metodologia para medição da produtividade de equipes de manutenção que estimula estas a buscarem continuamente uma melhor produtividade em seus serviços, comprometendo os supervisores e encarregados diretamente com o resultado econômico do contrato e proporcionando ao cliente uma imagem diferenciada do prestador de serviço em relação aos concorrentes.

TT-090  -  Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DE UM MODELO MATEMÁTICO COM ENFOQUE EM PRODUTIVIDADE   
Bruno Pereira Ferrer - Manserv Montagem e Manutenção

Atualmente o mercado impulsiona as empresas para o aumento da produtividade, entretanto para aumentar a produtividade é preciso inicialmente criar condições para mensurá-la.   Na prestação de serviços, diferente da produção de bens, não existe uma maneira direta de medição. Buscando resolver este problema é que esse trabalho foi desenvolvido, associando às atividades de manutenção uma pontuação proporcional à sua dificuldade.   Por exemplo, uma troca de lâmpada equivale a 1 ponto, enquanto a limpeza de um condensador de um chiller equivale a 8 pontos. Para medição desses pontos foram desenvolvidos algoritmos que realizam o cálculo de indicadores, como por exemplo, a pontuação per capta.   Para serviços que não são uniformes e nem padronizáveis, fica difícil atribuir uma relação direta de pontos por serviço. Um exemplo desse tipo de atividade é o transporte e instalação de máquinas dentro de uma empresa que trabalha com células de produção. Esses serviços são sujeitos a variáveis referentes a dimensões, ao trajeto, interferências e periféricos.   Para esse caso foi elaborado um gerador de pontos. Para se chegar a esse gerador, houve uma coleta de dados no histórico de serviço e estabelecido uma relação entre esses fatores. Com esse sistema aplicado foi possível prever quanto recurso cada serviço demandaria, com um ótimo grau de precisão e também a acompanhar a evolução da produtividade das equipes.   A implantação desse sistema ocasionou já no primeiro trimestre, um aumento de 5,3% de produtividade, gerando um aumento de disponibilidade de 470 horas-homem de serviços por mês sem aumento no quadro de colaboradores.

TT-092  -  Apresentação em Pôster
SISTEMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE LUBRIFICAÇÃO E INSPEÇÃO EM PLANTA QUÍMICA   
Lázaro Junio Ramos de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção
Lucas Tavares de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção
Jean Borges Siqueira - Manserv Montagem e Manutenção

Com o crescente aumento do processo industrial, o número de equipamentos em sua linha de produção aumenta conforme sua capacidade de produção, mobilizando um maior controle neles que tendem a elevar as horas trabalhadas da manutenção. Assim com o aumento da produção da planta química em Uberaba, o controle de lubrificação e inspeção dos equipamentos tem que se organizar sistematicamente.    Baseando neste cenário este trabalho propõe a desenvolver rotas sistemáticas de lubrificação composta por inspeção diária dos equipamentos da planta agrupando o tempo de trabalho do colaborador (lubrificador) com a inspeção sensitiva dos equipamentos com o auxilio de palm top elevando a disponibilidade da planta e confiabilidade dos equipamentos.

TT-093  -  Apresentação em Pôster
MELHORIA DE QUALIDADE NA UTILIZANDO O PROGRAMA 5S   
Lucas Tavares de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção
Cezário José da Silva Neto - Manserv Montagem e Manutenção

O programa 5 S  desenvolvido  no  Japão  logo  após  a  segunda  guerra  mundial  vem sendo aplicada desde então em organizações por todo o mundo com o objetivo de organizar  da  melhor  maneira  possível  os  ambientes  de  trabalho.     Esta técnica é aplicada nas empresas baseando nos 5 sensos desta metodologia:  senso  de seleção  /utilização  (seiri),  de  organização  (seiton),  de  limpeza  (seiso),  de padronização  (seiketsu)  e  de  autodisciplina  (shitsuke).   No propósito de melhorar a gestão de qualidade e buscando a melhoria contínua e satisfação dos clientes das oficinas da Manserv do contrato de Uberaba foi aplicado o programa dos 5 sensos nas seguintes etapas: diagnóstico da empresa, planejamento de ação, formação da equipe,  implantação das etapas do programa, que está em andamento e auditorias.    Os resultados observados foram: uma melhor organização do ambiente de trabalho e da comunicação entre setores, liberação de espaço físico, motivação dos colaboradores e diminuição de desvios de segurança.

TT-094  -  Apresentação em Pôster
CONFIABILIDADE OPERACIONAL (RCM) E NA MANUTENÇÃO DO REDUTOR DO AGITADOR DE ENXOFRE FUNDIDO   
Lucas Tavares de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção
Emiliano Gustavo de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção

O presente trabalho apresenta propostas de melhorias para aumentar a confiabilidade de um agitador (custo manutenção elevado), através de um plano de manutenção centrado em confiabilidade elaborado a partir das funções do sistema, visando ganhos futuros em termos disponibilidade física dos ativos em questão.   O Agitador é responsável por aumentar o coeficiente de troca térmica do tanque de fusão de enxofre o qual é responsável pelo abastecimento de enxofre fundido das unidades de sulfúrico.   Será apresentado um resultado de redução dos custos de manutenção e aumento do MTBF do redutor, através do uso da metodologia Brainstorm aplicada em um Relatório de Análise e Bloqueio de Falha. Serão indicadas também melhorias (projetos e procedimentos) visando o aumento da confiabilidade operacional.

TT-095  -  Apresentação em Pôster
REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA A PARTIR DO ALINHAMENTO A LASER   
Lázaro Junio Ramos de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção
Lucas Tavares de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção

Este trabalho trata do método de detecção de desalinhamento de máquinas rotativas a partir da técnica de manutenção preditiva.   A técnica de análise de vibração é o método mais eficaz para detectar falhas em equipamentos rotativos sem interromper o processo onde, através de estudo de frequências, sinais de ondas no tempo e posteriormente, utilizando-se das transformadas de Fourier, obtêm-se espectros de frequência que permitem determinar uma gama de problemas, dentre eles o desalinhamento. Isso possibilita a tomada de decisões para solucionar as falhas sem que haja paradas inesperadas e trocas de peças desnecessárias.   A utilização do método de alinhamento a laser possibilita maior eficiência e qualidade no alinhamento de máquinas rotativas, elevando a vida útil dos componentes dinâmicos e gerando economia no consumo de energia elétrica.

TT-096  -  Apresentação Oral
CONTROLADOR UNIVERSAL DE CIRCUITOS DE ATUADORES - CUCA   
Leandro Candido Fraga - Eletrobrás Eletronuclear
Eric da Cunha Nogueira - Eletrobrás Eletronuclear
Flavio de Oliveira Cabral - Eletrobrás Eletronuclear
Leandro Rodigoli Silva - Eletrobrás Eletronuclear
Geraldo Rosa Ribeiro Filho - Eletrobrás Eletronuclear

Este trabalho tem como objetivo demonstrar a utilização de um dispositivo lógico programável portátil (CUCA - Controlador Universal de Circuitos de Atuadores) na execução da atividade de ajuste de limites de atuadores em atuadores eletromecânicos na Usina Nuclear Angra 2 e comparar a logística da atividade quando é realizada com o CUCA e pelo modo convencional, bem como as vantagens da utilização no que se refere a redução de tempo, custos e riscos envolvidos na atividade.

TT-097  -  Apresentação em Pôster
ADEQUAÇÃO DA NR 10 EM ÁREAS CLASSIFICADAS NO SETOR SIDERÚRGICO   
Geraldo da Costa Lage - Manserv Montagem e Manutenção
Nivan Castro Carvalho - Manserv Montagem e Manutenção

O setor elétrico brasileiro passou por grande transformação na década de 90, com a privatização de setores de distribuição e geração de energia em 1998, realizada por sua maioria com empresas e/ou consórcios internacionais. Com isto, houve necessidade de mudança da organização de trabalho devido inserção de novas tecnologias, materiais, equipamentos, processo e organização de trabalho provocado pela globalização.    O órgão público federal responsável por auditar as empresas quanto aos padrões exigidos na norma de regulamentadora de número 10 é o Ministério de Trabalho e Emprego. Na busca por adequação de processos e padronização a nível mundial, as empresas buscaram, em especialistas, o entendimento nos requisitos legais exigidos pela NR10 com o intuito de aplicar medidas de controle e sistemas preventivos nas instalações e serviços com eletricidade garantindo a segurança e saúde dos trabalhadores que interajam direta ou indiretamente.     No planejamento deste trabalho, foi contratada empresa especialista para realizar levantamento em campo de quais áreas e equipamentos deveriam passar por adequação e atendimento aos requisitos mínimos legais. Foi montado cronograma para acompanhamento de etapas e evolução de status de serviços executados por profissionais qualificados. Adequação de equipamentos e ambientes de trabalho, que trazem maior segurança para os trabalhadores, deve fazer parte da cultura de todos os níveis da empresa.    Quanto mais rápido se aplica novos métodos de processos que visam garantir maior segurança ao ambiente de trabalho, faz com que a empresa se torne competitiva por ter melhor indicador de segurança e como maior qualificação de seus trabalhadores.    Alinhado a estas necessidades, este trabalho foi desenvolvido perante adequação segundos os requisitos de NR10 das instalações e equipamentos elétricos de uma usina siderúrgica de acordo com as definições de áreas classificadas.

TT-098  -  Apresentação em Pôster
SEM PROATIVIDADE NÃO HÁ GESTÃO DE ATIVOS - UM CASO PRÁTICO   
Irineu Augusto Junior - Manserv Montagem e Manutenção

Neste trabalho é apresentada uma situação em que a proatividade dos envolvidos foi o fator diferencial na tratativa para a análise e reparo de uma falha que implicava em muitas horas de parada de produção de um equipamento de uma indústria de processo.   Um soprador de fabricação Otam/Luwa que possui alta importância para o processo produtivo e que apresentava ruído elevado e vibrações elevadas, provocando elevado número de paradas, teve uma recuperação artesanal e consequentemente o número de intervenções foi reduzido. Desta forma extinguiram-se as paradas para corretiva e o seu MTBF aumentou consideravelmente.   A gestão de seus componentes foi facilitada devido ao aumento do tempo para tratamento das informações com a eliminação das emergências.

TT-099  -  Apresentação em Pôster
GERENCIAMENTO DAS INTERVENÇÕES DA MANUTENÇÃO COM FOCO NA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE   
Diego Luiz Barbosa - Manserv Montagem e Manutenção
Thiago Grillo Corrêa - Manserv Montagem e Manutenção
Nivan Castro Carvalho - Manserv Montagem e Manutenção

Para obter sucesso quanto ao ramo de prestação de serviços é necessário saber lidar com as vontades do cliente e fazer cumprir com suas normas de segurança difundindo suas regras e premissas quanto a todas as atividades a serem executadas em sua área operacional.    A base para este sucesso é se ter uma padronização e um sistema de controle e aplicação de forma a se obter a homogeneidade da difusão do conhecimento para com a equipe, descrevendo ao máximo o passo a passo das atividades e registrando para posterior multiplicação de conhecimento técnico.    Com o intuito de difundir a boa prática do treinamento in company, os job descriptions são as melhores formas de determos o conhecimento e o aplicarmos em função do bem comum multiplicando seu ideal e fortalecendo a prestação de serviços de qualidade perante o cliente. Preparando, também, o profissional para as atividades de rotina de trabalho.    O trabalho desenvolvido teve como foco atender às adversidades nos processos industriais, listando as intervenções de manutenções realizadas para gerar histórico, garantindo a eficácia da acuracidade das programações e desempenho operacional dos equipamentos.    No job description, constam todas as informações que possam servir de fluxo de rotina de intervenção, tal como procedimentos de segurança necessários, planejamento de atividades com ferramental, material de consumo, passo a passo da atividade com registros fotográficos, desenhos dos equipamentos, programação de equipes envolvidas, entre outros itens.    Os ganhos são apresentados no aumento da MTBF dos equipamentos, qualidade de serviços e produtividade de equipes. Este trabalho faz parte de um programa de certificação interno de mão de obra.

TT-100  -  Apresentação em Pôster
OTIMIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA COM ÊNFASE EM ANÁLISE PREDITIVA   
Marcelo Ferreira de Araújo - Manserv Montagem e Manutenção
Daniel da Silva Cocco - Manserv Montagem e Manutenção
Ricardo dos Santos - Manserv Montagem e Manutenção

Com o passar dos anos as empresas se viram na necessidade de quebrar os antigos paradigmas com relação à sua equipe de apoio à produção. Os manutentores viram-se obrigados a aplicar conceitos que fogem do trivial do dia-dia e trazer ferramentas de gestão para sua rotina.   Um dos conceitos mais consolidados na gestão de manutenção moderna é a manutenção preditiva, que consiste numa metodologia de manutenção que garante a funcionalidade do equipamento com base na sua condição, ou seja, através de análises e ensaios é possível prever a vida útil dos componentes do processo e assim extrair de cada componente o seu máximo sem comprometer a sua funcionalidade.   Esse trabalho descreve um plano de inspeção criado a partir da necessidade de monitorar as condições dos Centros de Controle de Motores (CCM s) e Subestações de Distribuição (SE s) do cliente, através de uma metodologia que envolveu o uso de um recurso existente e de uma sistemática de inspeção.

TT-101  -  Apresentação em Pôster
INSTALAÇÃO DE CONTRA-RECUO DE BAIXA PARA TRANSPORTADOR DE CORREIA TC-220-03 - XISTO 220  
Aloísio Fernando de Freitas - Manserv Montagem e Manutenção
Geovaldo Ferreira da Silva - Manserv Montagem e Manutenção
Sidnei Pizzetti - Manserv Montagem e Manutenção
Paulo Luis Antunes Sanches - Petróleo Brasileiro - Petrobras
Marcelino Diomar Kaizer - Petróleo Brasileiro - Petrobras
Sidnei Pizzetti - Manserv Montagem e Manutenção

Dado alta necessidade das indústrias de manter seus ativos produzindo e extraindo o máximo de sua capacidade produtiva, somando o fato dos prazos serem exíguos, forçando uma manutenção de altos estoques de sobressalentes, bem como disponibilizar recursos e mão de obra previamente planejada para outros trabalhos, resultando com isso, em altos custos para manter o equipamento em funcionamento.    Será apresentado neste trabalho, o incidente ocorrido na planta de tratamento de minério da Petrobrás U-220, quando houve o rompimento total da carcaça do acoplamento hidráulico Voith do transportador de correia TC-220.03, com capacidade nominal de carga de 1049 Ton/H.    A principal ação para solucionar o problema foi a instalação de um novo dispositivo de frenagem, devido à utilização de apenas um contrarecuo de alta no transportador de correia, pois não havia confiabilidade de segurança exigida para o equipamento, ocasionando na parada do sistema prejuízos financeiros e alto risco operacional.    Na condução do trabalho, foi montada uma equipe para análise e identificação do problema através do histórico de falhas com auxílio de ferramentas como 5 porquês e Brainstorming. Foram identificadas as principais causas do não funcionamento do contrarecuo de alta durante a parada do transportador com carga. Com auxílio da ferramenta da qualidade ishikawa foi localizado e tratado a falha, assim como gerado plano de ação para mitigação destas falhas, e como principal resultado houve um aumento no indicador de MTBF e a diminuição do MTTR.

TT-103  -  Apresentação em Pôster
EXPLORANDO POSITIVAMENTE OS PROBLEMAS DE MANUTENÇÃO   
Marcelo Ferreira de Araújo - Manserv Montagem e Manutenção
Daniel da Silva Cocco - Manserv Montagem e Manutenção

Na execução de uma análise de falha, um simples documento no Microsoft Word se torna um centro de informações que permite estudar um problema por diversos ângulos, permitindo assim uma ampla visão que aproveita o melhor que cada ponto de vista tem a oferecer.    Nesta autêntica caixa de ferramentas, incluem-se diversas maneiras de extrair detalhes valiosos a respeito de um problema em questão. Tudo de uma maneira modular, permitindo que se faça ou não o uso de cada possibilidade conforme é conveniente ao caso específico.    Com isso tornou-se possível, em uma situação de quebra de equipamento do setor agroindustrial, analisar, por exemplo, as características do equipamento, as condições que o circundavam no momento da falha, e também seu histórico prévio de manutenções.    Toda a equipe envolvida com sua manutenção participa do processo, o que permite a obtenção de detalhes aprofundados e comentários apropriados. Isso resulta em uma conclusão clara a respeito da causa-raiz do problema, a qual por sua vez culmina em um detalhado plano de ação relativo às atitudes a serem tomadas a respeito da situação, não apenas limitando-se à retificação da mesma, mas, além disso, abrangendo propostas que permitam a mitigação da possibilidade de novos defeitos.    A elaboração destes verdadeiros dossiês foi extremamente bem recebida pela equipe e gestores, que reiterou a importância de ficar a par de tudo ao receber um relatório ao mesmo tempo claro e detalhado.

TT-104  -  Apresentação em Pôster
ANÁLISE DE FALHA:  FERRAMENTA PARA TOMADA DE DECISÃO   
Bernardo Kokemper Neto - Manserv Montagem e Manutenção
Edeilson Aparecido dos Santos - Manserv Montagem e Manutenção
Jessé Felipe Viana da Silva - Manserv Montagem e Manutenção
José Francisco Claudino - Manserv Montagem e Manutenção

Com a evolução dos processos produtivos industriais, dentro de qualquer indústria, independente do ramo, seja manufatura, montadora, têxtil, alimentícia ou qualquer outro, além de suas atividades fim, existe também a atenção e cuidado com os ativos. Afinal, toda a produção depende que estes ativos estejam disponíveis e com sua capacidade máxima de produção e sempre com alta confiabilidade.    Para a equipe responsável pela manutenção manter estes ativos nestes níveis é um grande desafio que se amplia quando temos as condições de prazo exíguo, pressão por redução de custos, e escassez de recursos e equipamentos.    Neste estudo demonstraremos um caso de sucesso de uma análise de falha realizada em um equipamento de refrigeração de processo Self Contained.

TT-106  -  Apresentação Oral
TECNOLOGIA APLICADA NA MANUTENÇÃO - DISPOSITIVO DE FLUSHING COM GANHOS NA PRODUTIVIDADE   
Cristovam Viana da Silva - Manserv Montagem e Manutenção

Este trabalho mostra a criação de um dispositivo de limpeza do sistema de óleo, envolvendo o console, tubulações auxiliares e partes internas das máquinas rotativas que foram submetidas a manutenções mecânicas onde requerem a aplicação do flushing oil após intervenção.   O dispositivo consiste de um conjunto de telas, manômetros, flanges, válvulas, mangotes e conexões montadas em uma plataforma móvel sobre roldanas que é conectado na tubulação de óleo, by-passando os mancais da máquina em manutenção com o objetivo de remover impurezas do sistema de óleo.   Com o dispositivo a atividade do flushing pode ser realizada em paralelo com a manutenção da máquina com um volume de filtragem superior ao convencional vindo a antecipar a disponibilidade operacional do equipamento.

TT-107  -  Apresentação Oral
O PAPEL DA ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO NA AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS MÓVEIS DE MINA   
Marcos Roberto Misael - Hydro Paragominas
Carlos Eduardo Franco - PUCRS

A baixa confiabilidade e disponibilidade dos equipamentos móveis após a entrada em operação destes ativos devido a problemas relacionados a aquisição dos mesmos, causam danos ao processo produtivo gerando perdas de produção, além do descontentamento das partes envolvidas. Nas empresas que buscam a excelência de seus processos, a engenharia de manutenção tem sido de fundamental importância dentro do processo de escolha, aquisição e comissionamento dos equipamentos que compõem os ativos da companhia, aumentado seu poder de influência nas decisões a cada dia. Esta situação é condizente com o fato de que a manutenção passou de mera coadjuvante no processo produtivo para o status de função estratégica dentro da companhia. Nesta nova ótica, a Engenharia de Manutenção passa a especificar, avaliar técnica e economicamente as melhores opções de aquisição, monitorando os custos de instalação (CAPEX) e operação (OPEX), o comissionamento dos novos ativos, ações estas que fazem em conjunto com as áreas de operação e planejamento. Esta nova metodologia permite estabelecer e implementar rotinas e procedimento que visam a melhoria continua do processo de aquisição de equipamentos. Este trabalho apresenta o estudo de caso vivenciado pela Mineração Paragominas S. A. (MPSA) com relação a criação do procedimento para a implantação da metodologia de Instalação de Ativos gerida pela equipe da engenharia de manutenção de mina, apresentando os seus procedimentos,  e as lições aprendidas, bem como possíveis melhorias na metodologia. A partir da implantação desta metodologia na MPSA, visou a redução dos problemas encontrados na operação dos equipamentos após a liberação dos mesmos.

TT-109  -  Apresentação Oral
APLICAÇAO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EM CONTRATOS DE ROTINA   
Camilo de Souza Neto Jr. - Manserv Montagem e Manutenção
Milton Y. Hirose - Manserv Montagem e Manutenção

É do conhecimento que contratos de rotina formalizados por PPU (Planilha de Preço Unitário) possuem uma grande dificuldade para manter a saúde financeira devido às flutuações da quantidade de Serviço em Carteira que dificultam um planejamento estratégico que maximize a produtividade e minimize os desperdícios. Este planejamento estratégico nada mais é do que a consolidação de ideias, que por si só não produzem resultado. Ao contrário, é na implementação dessas ideias que o contrato obtém o melhor resultado. É necessário observar também que a estratégia precisa ser constantemente reavaliada e reformulada (PDCA), pois o processo todo – formulação e implementação – não é construído apenas apoiado em questões concretas, mas também em suposições que tornam estes mecanismos altamente complexos.  Isso sem falar nas mudanças bruscas nos contextos dentro e fora da organização, imprevisíveis, muitas vezes. Dessa forma, o maior desafio do planejamento estratégico está relacionado à sua efetividade prática no alcance dos objetivos e metas da empresa, isto é, na sua capacidade de movimentar a organização e alinhá-la no sentido da prescrição proposta pelo plano estratégico, com a adaptabilidade que esse processo exige.

TT-110  -  Apresentação em Pôster
CONFIABILIDADE OPERACIONAL ALCANÇADA PELA EFICÁCIA DA MANUTENÇÃO - XISTO 180   
Irineu Schwab Filho - Manserv Montagem e Manutenção
Odeildo Garcia de Oliveira - Manserv Montagem e Manutenção

O presente trabalho é um estudo de caso de que é possível garantir a confiabilidade de um equipamento de filtragem. Primeiramente foram abordadas características e finalidade da filtragem por filtros prensa e suas características.    O objetivo é demonstrar que é possível manter um equipamento operando de acordo com suas características de projeto, executando somente inspeções e pequenos reparos, sem que ocorram grandes intervenções e danos, garantindo que não haja paradas de produção.

TT-111  -  Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DE CONFIABILIDADE QUANTITATIVA QUALITATIVA E DA METODOLOGIA WCM NA CAMINHADA RUMO A GESTÃO DE ATIVOS  
André Geraldo Alves Camilo - Comau do Brasil
Reginaldo Souza - Comau do Brasil
Manoel Paulino - Comau do Brasil

Este trabalho trata-se de um estudo que se inicia pela mensuração dos custos de manutenção e da confiabilidade dos componentes dos equipamentos mais críticos no processo produtivo de um dos muitos clientes da Comau do Brasil, posteriormente trata a eliminação de componentes frágeis nos equipamentos através de estudos de prolongamento da vida útil dos mesmos. Em um próximo passo, trata-se da otimização do programa de manutenção com foco no desempenho da função dos ativos utilizando os princípios da confiabilidade quantitativa e qualitativa e, posteriormente, da análise de viabilidade técnica e financeira sobre a implantação de técnicas de monitoramento em tempo real dos componentes. Este estudo foi desenvolvido através da aplicação dos passos avançados do pilar de Manutenção Profissional da metodologia WCM e baseado nos princípios de Confiabilidade e Gestão de Ativos, o que resultou em uma redução significativa dos custos de manutenção e um correto equilíbrio das vertentes de risco, custo e desempenho.

TT-113  -  Apresentação Oral
SISTEMA DE INDICADORES DE DESEMPENHO SOB A ÓTICA DO MÉTODO BALANCED SCORECARD: ESTUDO DE CASO NO SETOR DE ENGENHARIA DE APOIO A USINAS TERMONUCLEARES
Marcelle Feitoza Bassi Costa - Eletrobrás Eletronuclear
Cesar Bassi Costa - Eletrobrás Eletronuclear
Ramona Rodrigues Santos - Eletrobrás Eletronuclear

Este trabalho tem por objetivo utilizar o modelo de gestão Balanced Scorecard - BSC como referência para analisar o atual sistema de indicadores da Superintendência de Engenharia de Apoio, da empresa Eletronuclear, proporcionando uma nova visão de gerenciamento através do uso de indicadores de desempenho alinhados às diretrizes estratégicas do setor.   A abordagem metodológica deste trabalho envolveu, em uma primeira fase, a caracterização da empresa e do setor onde foi aplicado o estudo de caso. Em seguida, foi feito um levantamento bibliográfico destacando os conceitos sobre indicadores e o Balanced Scorecard, com o objetivo de fornecer o embasamento teórico para o trabalho. A terceira etapa é constituída da descrição dos processos desenvolvidos na Superintendência de Engenharia de Apoio, bem como seu sistema de indicadores. E por fim, como resultado desse trabalho, foi desenvolvido um quadro de adesão às perspectivas do BSC como uma ferramenta de análise para relacionar os indicadores existentes na Superintendência, com as quatro perspectivas propostas pelo método.  As análises e conclusões desse trabalho permitem fornecer uma visão geral do sistema de medição utilizado pela Superintendência de Engenharia de Apoio sob a ótica do BSC, servindo como base para o aperfeiçoamento dos indicadores.

TT-114  -  Apresentação em Pôster
INTELIGENCIA ARTIFICIAL NO TRATAMENTO DE EFLUENTES    
Paulo Satcun - Manserv Manutenção e Montagem
Eduardo Cardoso Freire da Cruz - Manserv Montagem e Manutenção

O trabalho a ser descrito, é baseado na legislação ambiental vigente no estado de São Paulo, especificamente, direcionada ao tratamento de efluentes.   A lei que regulamenta o padrão de emissão, de efluente tratado de origem sanitária, a ser descartado em corpo receptor é o Decreto 8.468 de 08 de Setembro de 1.976, em seu artigo 18.   A Estação de Tratamento de Efluentes de origem sanitária, que deu origem a este trabalho, está instalada em uma APM (Área de Preservação de Mananciais), e na L.O. (Licença de Operação) é citado que, o empreendimento, não está autorizado a descartar o efluente tratado em quaisquer corpos receptores, assim sendo, o efluente tratado, deverá ser utilizado como água de reuso.   Com o exposto acima e encontrando em campo dificuldades no controle automático de processo de uma ETE, criou-se um grupo para desenvolver soluções que trouxessem melhorias na confiabilidade na sua gestão.    Este grupo foi formado por duas áreas existentes na Manserv, a de Facilities e a de Tecnologia.  O objetivo foi unir experientes profissionais conhecedores dos processos da ETE (Facilities) e de automação e I.A. (Inteligência artificial) para desenvolver um projeto pioneiro.   Com esta proposta pioneira o resultado esperado é que o controle utilizando IA tenha uma constante evolução e adaptação, ou seja, um constante “aprendizado” conforme comportamentos diários da ETE, obtendo assim, uma evolução sem limites na confiabilidade dos sistemas e dos resultados na qualidade da água de reuso.

TT-115  -  Apresentação em Pôster
MELHORIAS EM VÁLVULAS ESFERA DE HCL    
Elizeu Rosalvo Ribeiro - Manserv Montagem e Manutenção

Este trabalho foi realizado na PVC/Braskem-AL, na área de Sistema de HCL na Planta de MVC2. O trabalho foi escolhido pela Braskem em 2º lugar e concorreu ao Prêmio destaque em melhorias de processos - Braskem. A proposta foi uma modificação no alojamento da sede da válvula de forma que a mesma ficasse enclausurada impossibilitando o seu arraste quando o sistema fosse colocado em operação e consequente redução das intervenções da operação e manutenção, com ganho no processo de produção e melhora da SSMA.    A solução inicial seria a substituição das válvulas por novas, porém por tratar-se de produto importado o prazo de entrega informado pelo fornecedor foi de 6 meses, o que se mostrou inviável devido à urgência da solução do problema.   O detalhamento da metodologia teve como objetivo, programar uma parada da unidade na qual inicialmente foram removidas 3 válvulas mais críticas para avaliação do problema. Na avaliação foi detectado que a sede de vedação da válvula era “arrastada” pelo fluxo do produto devido à velocidade do fluído e ao diferencial de pressão da linha no momento de abertura da válvula.   A solução apresentada foi aprovada pela engenharia do cliente que autorizou a modificação de todas as 32 válvulas. Os serviços contemplaram a remoção, a recuperação e a instalação das válvulas no período de 10 dias, sempre em regime contínuo.

TT-117  -  Apresentação Oral
DESAFIOS NA IMPLEMENTAÇÃO DE GESTÃO DE ATIVOS EM UMA INDÚSTRIA DE MINERAÇÃO   
Daisuke Yamaki - Anglo American Fosfatos Brasil
Manuel Enrique Alvarez Almeida - Anglo American Fosfatos Brasil
Jimy Prado Muci de Lima - Anglo American Fosfatos Brasil
Manuel Enrique Alvarez Almeida - Anglo American Fosfatos Brasil

Este trabalho tem como objetivo demostrar as etapas de implementação da Gestão de Ativos Físicos da Anglo American Fosfatos, um dos líderes de mercado na produção de fertilizantes fosfatados com unidades em Cubatão/SP, Catalão/GO e Ouvidor/GO. A Gestão de Ativos da Anglo American tem como objetivo a cadeia de valor da produção, com foco na gestão de ativos físicos (equipamentos e plantas) durante o seu ciclo de vida completo, com o objetivo de otimizar de forma sustentável as atividades integradas relacionadas a produção e manutenção. Ele fornece diretrizes para as unidades de negócio para agregar valor através da redução de perdas, custos e tempo e melhoria da eficiência operacional. Essas atividades abrangem todo o negócio, e são monitorados através de medição de desempenho de todos os ativos e processos chaves. Neste sentido, buscar o melhor desempenho, aumentar a confiabilidade e disponibilidade de unidades produtivas tem função primordial para este objetivo. Para isto,  Anglo American dispõe de padrões técnicos corporativo para Gestão de Ativos denominado GTS 20, que tem como base a PAS 55. A implementação dos padrões técnicos focaram na elaboração de uma política e estratégia de Gestão de Ativos, definição das táticas de manutenção, revisão da análise de criticidade, elaboração e revisão de FMEA, revisão dos planos de manutenção, revisão de sobressalentes críticos, análise de falhas e implementação de melhorias. Este trabalho está em processo de implementação desde 2012 e resultados significativos foram alcançados em termos de aumento de disponibilidade das unidades produtivas, atingindo as metas de produção e manutenção em 2013 como aumento de OEE em 6,3% e redução do índice de corretiva em 29,0% em uma das unidades de Granulação.

TT-118  -  Apresentação em Pôster
INDICADOR DE ADERÊNCIA AOS PROCESSOS DE MANUTENÇÃO    
Patricia de Oliveira Guisso - Samarco Mineração
Israel Alves de Oliveira - Samarco Mineração
Fabricio Dardengo Hupp - Samarco Mineração

A Gerência de Manutenção da unidade de Ubu da Samarco Mineração fez o mapeamento de seus processos de trabalho, documentando-os em um “Manual de Gestão da Manutenção”. Então, desenvolveu um método de auditoria, para garantir o cumprimento destes processos, e também identificar oportunidades de melhoria. Este método se baseia na análise de 39 itens presentes nas ordens de serviço, que são mensurados através de um sistema de pesos e pontos, utilizados para calcular o indicador de Aderência aos Processos de Manutenção. Os resultados encontrados durante o primeiro ciclo de auditoria são apresentados neste documento.

TT-119  -  Apresentação em Pôster
MANUTENÇÃO EFICIENTE NR 10 PRESENTE    
Rogério Pereira da Silva - Nitro Quimica

Este trabalho tem como objetivo geral apresentar a importância de  realizarmos manutenções preditivas e preventivas nos equipamentos  elétricos e nas Instalações elétricas, resultando em confiabilidade  e segurança operacional das instalações elétricas conforme  exigências da Norma Regulamentadora     nº 10 (NR-10).

TT-120  -  Apresentação Oral
ALTA PERFORMANCE NO CONTROLE DE VAZÃO E PRESSÃO DE ÓLEO DOS MANCAIS DOS VENTILADORES   
Marcelo Luiz Avancini - Vale
Daniel Ricas - Vale
Romulo Dutra - Vale
Mateus Bragança - Vale
Toni Jesus - Vale
Gerson Norberto - Vale
Blenes Ferreira - Vale
Toni de Jesus - Vale

Este trabalho a seguir abordará o estudo e o resultado obtido pelo grupo de melhoria continua interno da Vale do complexo de tubarão das usinas pelotização I a IV, que identificou e estudou o número elevado de paradas de produção de pelotas ocasionada pela baixa confiabilidade no controle de vazão e pressão de óleo de lubrificação dos casquilhos que suportam o eixo dos rotores dos ventiladores radiais. Após estudo e aplicação da melhoria proposta nos sistemas de lubrificação dos ventiladores radiais, foi realizado um novo estudo comparativo o qual foi capaz de medir o resultado proposto, diagnosticando melhoria significativa nas quantidades de paradas do processo produtivo em função da repetição do modo de falha estudado, ressaltando a eficiência e eficácia do estudo realizado.

TT-123  -  Apresentação em Pôster
PLANEJAMENTO E CONTROLE DA MANUTENÇÃO: FORTALECENDO O PAPEL DA MANUTENÇÃO   
Matheus Rodrigues Barros Torres - Comau do Brasil

Este trabalho realizou uma demonstração da aplicação do planejamento e controle  da manutenção durante desenvolvimento da metodologia WCM. Seu objetivo foi evidenciar a importância do planejamento e controle da manutenção para aplicação do método e fortalecimento do papel da manutenção no contrato em estudo. Foi realizado o estudo descritivo da aplicação do PCM durante o desenvolvimento do pilar manutenção profissional. O trabalho buscou demonstrar como é realizado o planejamento para execução de atividades de restauração, programadas, o plano de manutenção e os indicadores utilizados para avaliar o desempenho dos equipamentos monitorados pelo PCM no contrato da COMAU do Brasil em estudo.

TT-127  -  Apresentação Oral
GESTÃO DE MANUTENÇÃO DE FROTA    
Helio Ribeiro dos Santos - Profissional Autônomo
Wellington Martins - Empresa Senhor do Bomfim

Este trabalho fundamenta as ações dos gestores de manutenção de ativos em frota, para maximização de resultados, convergindo crescimento de  disponibilidade para faturamento, associado à gestão profícua de custo. Serão analisadas as principais variáveis pertinentes à atividade e  apresentadas formas para subsidiar seu gerenciamento. Igualmente,  receberão tratamento analítico os indicadores usuais de desempenho da  atividade, permitindo ao gestor, balizar-se através de pesquisas e  benchmarking. Serão igualmente trabalhados os fluxos de processos e  sugeridas parametrizações que tornarão possível sua efetivação.  Finalizando, serão apresentadas curvas de evolução de resultados que  apontam para eficácia dos procedimentos e ações apresentadas.

TT-129  -  Apresentação em Pôster
ARE YOUR DECISIONS TRULY OPTIMAL?    
Boudewijn Neijens - Copperleaf Technologies

This paper explores the usefulness of advanced optimization techniques to assist in decision-making for large portfolios of candidate asset investments with multiple time-variant and risk-informed constraints, as typically found in asset-intensive industries. Linear programming techniques can significantly improve the speed and quality of decisions.


TT-130  -  Apresentação Oral
MELHORIA NA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E REDUÇÃO DE CO2 EM SISTEMA DE BOMBEAMENTO DE ÁGUA POTÁVEL   
José Carlos Stoekly - Bosch do Brasil
Bruno Pliessnig Stoekly - Bosch do Brasil
Luís Henrique Stocco da Silva - Centro Tecnológico da Universidade Positivo
Jeremy Paraná Blavier - Swedish Match do Brasil

Este artigo tem como objetivo, apresentar uma solução tecnológica para otimizar, diminuir as falhas e dificuldades de reparos em um sistema de bombeamento de água potável dentro de uma grande multinacional. A solução encontrada teve foco na redução da emissão de CO2, na eficiência energética e no aumento de disponibilidade do sistema. Os parâmetros de eficiência energética e redução de CO2 foram embasados no Green House Gás Protocol (GHG). Foram necessárias medições e testes nos equipamentos onde a modificação foi aplicada, a fim de garantir que na troca dos mesmos, o processo não sofresse perdas. Nestas condições, a intervenção dos técnicos foi fundamental para o sucesso da aplicação. O sistema encontra-se hoje em perfeito funcionamento e apresentou redução considerável contribuindo com a eficiência energética e redução de CO2.

TT-132  -  Apresentação Oral
DESIGN DE SISTEMAS PARA COMUNICAÇÃO VISUAL DE INFORMAÇÕES OPERACIONAIS RELEVANTES PARA ATUAÇÃO MAIS RÁPIDA EFICAZ E SEGURA DA EQUIPE DE TRABALHO QUE REALIZA ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO EM EQUIPAMENTOS DA PLANTA INDUSTRIAL
Tom de Alencar - Multinforma - Sistemas Multimídia de Informação
Pablo Rossi - Multinforma - Sistemas Multimídia de Informação
Willian Cruz Gouvea - Fábrica Carioca de Catalisadores
Maurício Grille - Fábrica Carioca de Catalisadores
Ângela Santos - Fábrica Carioca de Catalisadores
Paulo Milton de Alencar Barreira - Multinforma - Sistemas Multimídia de Informação

Estudo de caso referente à FCC | Fábrica Carioca de Catalisadores S.A. Empresa de tecnologia de ponta que cria, produz e entrega soluções em catalisadores e aditivos para a indústria de refino de petróleo. Sua planta industrial ocupa uma área com cerca de 50.000 m2 no Distrito Industrial de Santa Cruz, Rio de Janeiro, RJ. A empresa reúne 2 gigantes mundiais da área de petróleo e petroquímica: a Petrobras e a Albemarle Corporation. A FCC conquistou certificação nos três principais sistemas da qualidade: ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001, reconhecidos internacionalmente.  O presente trabalho apresenta sistemas integrados projetados, produzidos e implantados, entre 2009 e 2012, por equipe multidisciplinar composta por técnicos da FCC e por um designer externo especializado em gestão do conhecimento e design de sistemas para comunicação visual de informações.  Em uma grande planta industrial como a da FCC, em meio a tantos e tão diversificados equipamentos elétricos e mecânicos - com funções, características técnicas e parâmetros operacionais variados - é essencial que tanto os profissionais encarregados da manutenção quanto da operação tenham garantido acesso imediato às informações que mais necessitam para conseguir atuar com rapidez, eficiência e segurança.  Os sistemas implantados disponibilizam informações operacionais relevantes nos momentos e nos locais em que são mais necessárias.   As informações disponibilizadas por esses sistemas integrados indicam a localização exata de equipamentos e descrevem suas características técnicas e parâmetros operacionais, que os técnicos encarregados da manutenção industrial mais necessitam para executar suas tarefas.  Os sistemas apresentados são especialmente úteis para as equipes de manutenção e operação, e outras que desenvolvem suas atividades peculiares na planta industrial.


TT-133  -  Apresentação Oral
PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA METODOLOGIA DE GESTÃO DA MANUTENÇÃO BASEADA EM CONFIABILIDADE   
Pablo Ribeiro Veloso de Andrade - VLI

O presente trabalho apresenta uma proposta para a aplicação de uma metodologia, cujo objetivo é obter ganhos de confiabilidade, disponibilidade e produtividade na manutenção, através da integração de seus processos, utilizando técnicas de MCC (Manutenção Centrada em Confiabilidade), MPT (Manutenção Produtiva Total), FMEA (Failure Mode and Effect Analysis), ferramentas de produção enxuta e qualidade (6 sigma), melhores práticas de definição de tempo para atividades (PMBOK), para garantia da maior eficiência na gestão da manutenção e de seus indicadores, em processos que utilizem ativos rodantes, baseada na realidade de uma oficina de locomotivas da VLI (Valor da Logística Integrada). O artigo apresenta o passo a passo para a estruturação de um processo de Análise de Falhas (tratamento de perdas pontuais e sistêmicas), a integração e definição dos fluxos de trabalho de suas interfaces diretas (PCM e Execução), a implantação de técnicas para aumento de produtividade, a modelagem do processo de uma oficina de manutenção de material rodante com base nas boas práticas de gestão de manutenção e a implantação de uma auditoria rotineira de qualidade com testes de eficiências de pessoas, procedimentos e processos.

TT-137  -  Apresentação Oral
ELIMINAÇÃO DE DESGASTE ACENTUADO NOS DENTES DAS CREMALHEIRAS E ENGRENAGENS ACIONADORAS DOS RAMONADORES DA CALDEIRA  
Guilherme Gustavo Olsen - Manserv Montagem e Manutenção
Diego Daufenbach Machado - Manserv Montagem e Manutenção

Deparando com um problema crítico de desgaste prematuro dos dentes das cremalheiras e engrenagens acionadoras dos ramonadores da caldeira houve a necessidade de criar uma equipe para avaliar e sugerir uma solução viável e com ganhos mensuráveis em sua implementação.    Este desgaste acentuado e precoce nos dentes das cremalheiras e engrenagens acionadoras dos ramonadores da caldeira ocorria devido à lubrificação ineficiente, ou seja, o lubrificante aplicado não era adequado às condições e ambiente de trabalho.   Após oito dias de aplicação dos lubrificantes secco Al MoS2 (K 341-1 Moly) e Militec (Concentrado), os dentes das cremalheiras apresentaram, visualmente, ausência dos lubrificantes aplicados e pontos de corrosão na região da cabeça do dente reto. Esta corrosão aumentou consideravelmente até o 38° dia, data esta definida para o término dos testes com estes lubrificantes, demonstrando desta forma que não houve aderência suficiente dos produtos na superfície dos destes das cremalheiras e engrenagens acionadoras.   O lubrificante Ivory Grease EP 2, após 90 dias de aplicação, apresentou alta adesão do lubrificante em toda a superfície dos dentes das cremalheiras como das engrenagens acionadoras e também nas correntes de acionamento. As propriedades físicas e químicas do lubrificante atenderam satisfatoriamente as condições e ambiente de trabalho das cremalheiras e engrenagens acionadoras, reduzindo, em grande proporção, os custos mensais com os lubrificantes.

TT-139  -  Apresentação Oral
O USO DO RASTREADOR OCULAR (EYE-TRACKING) COMO FERRAMENTA DE INVESTIGAÇÃO NA ÁREA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL: UM ESTUDO DE CONFIABILIDADE HUMANA
Marinilda Lima Souza - Senai / Cimatec
Camila Pereira Sousa Guizzo - Senai / Cimatec
Alex Álissson Bandeira Santos - Senai / Cimatec

O estudo sobre a ação humana em sistemas complexos tem contribuído de maneira significativa para evitar ocorrências operacionais indesejáveis. Pesquisas demonstram que a falha humana é o principal problema nas atividades de operação e manutenção. Contudo, este dilema pode ser resolvido a partir da combinação de uma série de medidas, tendo como foco principal a organização do trabalho. Nessa perspectiva, o eye tracking ou rastreador ocular (RO) pode ser um componente chave para análise de tomada de decisão, uma vez que  ter boa capacidade de varredura visual , correlaciona-se com hábitos de perceber eventos anômalos no sentido de se obter  melhor condução e ação  perante aos eventos. O objetivo deste estudo é apresentar o estado da arte sobre o uso do eye tracking (rastreador ocular) como ferramenta de investigação nas diversas áreas temáticas (engenharias, saúde, psicologia, web design, etc). Ademais, o artigo descreve o estudo piloto realizado com o dispositivo eye tracking em uma das principais atividades da área de manutenção industrial: a montagem e instalação de selo mecânico. O artigo busca visibilizar a utilização do eye tracking enquanto ferramenta de investigação bem como, as possibilidades de usos e aplicações realizadas com o dispositivo tecnológico para melhoria do desempenho humano na área de manutenção industrial.

TT-140  -  Apresentação em Pôster
BLINDAGEM - GERAÇÃO DE RESULTADO FINANCEIRO REAL    
Lisandra Nascimento Cobu - Sil - Inteligência em Lubrificação

As ações para Exclusão de Contaminantes implantadas em uma Usina de grande porte no setor Sucroalcoleiro entre Fevereiro de 2013 até Dezembro de 2013 trouxeram grande impacto de economia nos custos com reparos hidráulicos e consumo de lubrificantes. Para tanto, foram aplicadas técnicas de Blindagem dos Equipamentos – Reservatórios Hidráulicos e Redutores – através da melhoria dos sistemas de filtragem, instalação de engates rápidos para abastecimento e filtros de ar. Tais ações estenderam-se aos Comboios e Oficinas de lubrificação, visando assim a exclusão dos contaminantes (lubrificante limpo desde o abastecimento). A blindagem e instalação de filtros absolutos com alta eficiência nos tanques de armazenagem a granel de óleo hidráulico e 100% da equipe técnica treinada nas práticas de vanguarda relacionadas a Técnicas de Lubrificação Avançada e cuidados com os fluídos também fizeram parte do trabalho implantado. Tais práticas resultaram em ganho financeiro real à Usina na ordem de R$ 1.611.347,54 com a redução no consumo de lubrificantes e R$ 320.786,62 com a redução dos custos com reparos em equipamentos hidráulicos. O resultado financeiro total com a aplicação das técnicas foi de R$ 1.932.134,16 no período de 10 meses.

TT-142  -  Apresentação em Pôster
DESENVOLVIMENTO DE UMA METODOLOGIA PARA IMPLANTAÇÃO  DO CONTROLE DE MANUTENÇÃO   
João Cirilo da Silva Neto - CEFET-MG - Campus Araxá

Costumam-se definir a função manutenção como sendo um conjunto de ações que permitam manter ou restabelecer um bem dentro de um estado específico ou como uma medida para assegurar um determinado serviço. A manutenção é uma atividade básica de qualquer empresa, mas, muitas vezes, a ela não é dada a devida importância, principalmente nas pequenas e médias empresas, porque, geralmente, não fazem um levantamento adequado dos efeitos dos custos da falta de manutenção no custo final do produto. Por isso, o controle da manutenção é, atualmente, um componente fundamental para o cumprimento dos objetivos econômicos e de desenvolvimento das empresas. O objetivo desse trabalho é mostrar os caminhos iniciais para implantação do controle da manutenção, partindo da premissa que a empresa ainda não possui nenhum controle sistemático de tal atividade. O trabalho foi estruturado de modo a mostrar uma fundamentação teórica da manutenção, como se fazer diagnósticos ou levantamento da situação atual, os principais pontos da elaboração e implantação de um plano de controle de manutenção, a organização e gestão da manutenção, a representação metodológica da implantação do controle de manutenção e as considerações finais. Portanto, espera-se que esse trabalho seja um indutor de conhecimentos e disseminação de conceitos a respeito da manutenção e de seu controle.   Palavras Chave: Manutenção, plano, implantação, controle.

TT-143  -  Apresentação em Pôster
CONTROLE ESTATÍSTICO DE PROCESSO COMO FERRAMENTA DE MANUTENÇÃO PREDITIVA PARA EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS NATURAL, ESTAÇÕES DE REDUÇÃO DE PRESSÃO
Sérgio Rodrigues - Comgás
Renata dos Anjos Souza - Comgás
Luciano Rubim Ozybko - Comgás
Bruno Leite de Carvalho - Comgás
Ieda Queiroz Jácome - Comgás
Luciano Rubim Ozybko - Comgás

No processo de distribuição do gás natural é necessária à utilização de um equipamento denominado estação redutora de pressão, ele tem a função de reduzir a pressão utilizada nos gasodutos de transmissão para valores adequados aos necessários nos gasodutos de distribuição.  O objetivo desse trabalho foi introduzir a manutenção preditiva utilizando o conceito de controle estatístico de processo sobre os valores da pressão de saída.  Uma vez calculada a capabilidade inerente de redução para determinadas faixas de pressão, foi possível construir o perfil esperado de desempenho do equipamento que confrontado regularmente com seus valores instantâneos de processo pôde disparar notas de manutenção preditiva mesmo com a pressão de saída ainda dentro das especificações de qualidade.  Essa ação foi iniciada quando o equipamento permaneceu a um determinado numero de horas trabalhando fora de sua capabilidade inerente, o que caracterizou estatisticamente o inicio do processo de perda da capacidade de execução de sua função.  Esse método foi aplicado numa distribuidora onde à coleta de pressão de saída de cerca de 500 estações ao longo de 177 municípios, é feita remotamente baseada em telemetria e a rotina de manutenção, uma análise estatística sobre esses dados, foi configurada e automatizada em planilhas MS Excel ® com add-ins  para banco de dados, proporcionando redução de custos operacionais e aumento da confiabilidade dos equipamentos.

TT-144  -  Apresentação Oral
PLANEJAMENTO DE GRANDES REFORMAS DE USINAS DE PELOTIZAÇÃO UTILIZANDO A METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETO IPA (INDEPENDENT PROJECT ANALYSIS)
Bruno Miranda de Miranda - Samarco Mineração
Manoel Pedrosa Filho - Samarco Mineração
João Gulherme Cruz - Independent Project Analysis Latin America

O Trabalho proposto demonstra os avanços dos resultados das grandes reformas de usinas de pelotização da empresa Samarco Mineração, unidade industrial de UBU, utilizando de forma sistêmica a metodologia de gerenciamento de projetos IPA (Independent Project Analysis). Através da metodologia obteve-se maior envolvimento e integração dos stakeholders e canais de processo com foco na segurança, saúde e meio ambiente. Outros fatores relevantes foram o aumento da utilização de recursos próprios, modificações de estratégia de contratação e análise crítica das paradas com aprendizado contínuo. Neste trabalho apresentaremos a definição do processo com fundamentação teórica e determinantes de excelência, incluindo os indicadores e resultados obtidos através do método, como indicadores de desenvolvimento abordamos os principais pilares da manutenção, sendo eles: segurança, custo, prazo, acurácia e produção

TT-146  -  Apresentação Oral
DESDOBRAMENTO ESTRATÉGICO PARA O PLANEJAMENTO DE MANUTENÇÃO EM USINAS DE PELOTIZAÇÃO   
Marcus Francisco Gonçalves Mesquita - Samarco Mineração
Manoel Jose Pedrosa Filho - Samarco Mineração
Fabricio Dardengo Hupp - Samarco Mineração

As mudanças no plano estratégico de uma organização reverberam por  todos os seus setores, gerando demandas de alinhamento estratégico.  Entre estes setores estão os de planejamento e programação da  manutenção. O presente estudo de caso descreve uma iniciativa de  alinhamento estratégico realizada pela equipe de planejamento de  manutenção da unidade Ubu da Samarco Mineração S/A, uma empresa de  mineração e pelotização de minério de ferro, localizada no estado do  Espírito Santo. A partir de uma revisão na estratégia corporativa  foram derivados a missão, visão e valores da equipe. Esses por sua  vez, serviram de base para uma revisão dos processos de trabalho e  para a definição de ações de melhoria. Por fim foram estabelecidos  indicadores para mensurar a realização da visão. Os resultados  apresentados por esses indicadores comprovam que as equipes de  planejamento podem obter e demonstrar resultados significativos  através de técnicas elementares de planejamento estratégico.

TT-148  -  Apresentação em Pôster
MANUTENÇÃO PREDITIVA EM COMPRESSORES ALTERNATIVOS ESTUDO DE CASO   
Paulo Vitor Figueiredo Santos - Selco Vedações Dinâmicas
Rafael Oliveira Hughes - Selco Vedações Dinâmicas

Compressores alternativos são cada vez mais utilizados na indústria de extração e produção de gás natural. Com o grande aumento das instalações e utilização deste tipo de equipamento, é constante a busca pelo aumento da confiabilidade e associação de técnicas que permitam uma operação prolongada. Nesse trabalho, em especial, foi utilizado um coletor de dados digital, com quatro canais de aquisição simultânea, multi-parâmetro, sincronizados com o ângulo de rotação da árvore de manivela relacionados com o ponto morto superior do pistão. Dessa forma, eventos podem ser relacionados com a posição do pistão dentro do cilindro. O analisador, além de ser capaz de realizar análise espectro vibratório FFT, como em máquinas rotativas, grava também parâmetros de pressão dinâmica dentro da câmara de compressão do cilindro, ultrassom e temperatura. Os dados de pressão dinâmica são convertidos para Pressão-Volume (PV) sendo possível avaliar eficiência, perdas de potência, capacidade e índice de recirculação de gás. São avaliados também temperatura, ultrassom e vibração, esse último coletado à uma taxa de até 4 amostras/grau de rotação devidamente sincronizados com ponto morto superior do pistão. Dessa forma, é possível detectar problemas como vazamento em válvulas de sucção e descarga, vazamentos pela selagem da haste e anéis de pistão e seus índices de recirculação de gás e custos associados bem como problema mecânicos como folgas excessivas presente no sistema biela manivela e pinos de cruzeta. A detecção desses problemas apenas com a utilização de apenas uma técnica preditiva é praticamente impossível em máquinas alternativas. Alguns casos foram selecionados após aproximadamente um ano e meio de acompanhamento de 60 compressores alternativos instalados em plantas de gás natural no Brasil. Esses estudos atestam que a utilização de técnicas selecionadas foram crucias para detecção antecipada de falhas iminentes e redução de custos de manutenção.

TT-150  -  Apresentação Oral
AUMENTO DA VIDA ÚTIL DE BOMBAS POR METALIZAÇÃO DE SUPERFÍCIE COM CARBETO DE TUNGSTÊNIO BASE COBALTO POR MÉTODO HVOF  
Sabrina de Março - Comau do Brasil

O trabalho em questão foi desenvolvido dentro de uma empresa petroquímica com sede na cidade de Piracicaba, Lubrasil Lubrificantes. O foco do estudo foi aumentar a durabilidade das bombas centrífugas da clarificação, consequentemente reduzindo o número de intervenções e as perdas de produção associadas a essas falhas. Após análise dos indicadores de manutenção MTBF, MTTR e disponibilidade de máquina, chegou-se a conclusão de que as manutenções nessas bombas eram um fator crítico a produtividade. Em análise financeira foi estimada uma perda anual de R$ 546.000,00 e então se deu início a estudos técnicos voltados ao aumento do MTBF. Para tal, foram utilizadas as ferramentas DMAIC e Lean Six Sigma. O processo de clarificação é bastante agressivo aos equipamentos, por esse motivo foi necessário um estudo baseado no material aplicado da bomba e em tecnologias avançadas de revestimentos de superfície acessíveis no mercado. O resultado a ser demonstrado a seguir foi a triplicação do tempo médio de duração das bombas no processo.

TT-153  -  Apresentação em Pôster
MONITORAMENTO DE COLHEDORAS DE CANA DE AÇÚCAR    
Paulo T. Ito - Semeq - Serviço de Monitoramento de Equipamentos
Eduardo Beltrame - Semeq - Serviço de Monitoramento de Equipamentos
Helmut Wintruff Köller - Bunge Açúcar Bioenergia
Carlos Rafael Santos de Oliveira - Bunge Açúcar Bioenergia

Objetivo deste é a Implantação de Engenharia de Manutenção Baseada em Confiabilidade. Na agricultura ou em qualquer outra Operação Mecanizada, a busca da Qualidade Total com Eficiência tornou-se Meta, e dentro deste contexto a Disponibilidade de Máquina, Segurança Operacional e Defeito Zero se integram nesse Objetivo. Através de Técnicas Preditivas (An. Vibração, An. Óleo Lubr./Hidráulico, An. Sensitiva entre outras) possibilita Elaboração de Curva de Tendência visando Evolução do Status Mecânico dos Componentes, e no caso de Não Conformidade possibilita Análise de Causa Raiz e Elaboração de Ações de Bloqueio com Sugestão de Melhoria para Não Reincidência de Falhas. Os Resultados demonstraram um ganho significativo em Disponibilidade de Máquina, além de se tornar grande Ferramenta para Tomada de Decisão e Planejamento da Manutenção por Oportunidade durante a Safra, além de possibilitar Avaliação da Performance de Consumíveis e Serviços Terceirizados. Na Entressafra, com Redução de Custos (> 70% em relação ao adotado atualmente), pois possibilita realizar Planejamento de Manutenção sob Condição e não por Tempo/Km, onde é possível, através do Histórico de cada Conjunto, determinar sua “Abertura para Intervenção” ou “Hibernação”, prática comum em outros Setores Produtivos, evitando-se assim o Custo Financeiro do estoque no almoxarifado.

TT-154  -  Apresentação em Pôster
MONITORAMENTO DA SITUAÇÃO OPERACIONAL DE EQUIPAMENTO   
Alysson Rian Silva Vilela - Petróleo Brasileiro - Petrobras

A indústria off-shore tem buscado melhorias significativas em seus processos de produção, a fim de garantir a continuidade operacional dentro das condições de segurança exigidas, mesmo nas regiões mais remotas de exploração e produção do pré-sal.  Alinhado a esse objetivo, o processo de manutenção no segmento de óleo e gás tem investido maciçamente na adoção de ferramentas e soluções tecnológicas de monitoramento remoto em tempo real da disponibilidade dos equipamentos das unidades de produção. Essas ferramentas trabalham integrando informações de diferentes origens, sejam de sistemas de automação industrial ou sistemas corporativos, com o objetivo de sintetizar as informações mais relevantes para que as equipes de suporte a manutenção possam atuar com agilidade e de forma proativa para manter o nível de confiabilidade geral da planta industrial. Indo além da monitoração da disponibilidade em tempo real, muitas das informações disponibilizadas pelas tecnologias mais atuais permitem inferir o nível real de degradação da condição dos equipamentos. Através do acompanhamento dessa condição, o planejamento da manutenção pode passar a ser orientado não mais pela periodicidade ou uso dos equipamentos, mas sim pelo nível de integridade e confiabilidade dos dispositivos, disparando ações de forma preditiva para que estes sejam mantidos altos.  Por fim, para que essa estratégia de manutenção seja viável e eficiente, uma grande quantidade de informações de diagnósticos precisa ser permanentemente analisada, o que reforça a importância de se possuir um sistema de monitoração que trabalhe de forma integrada com essas informações. Este tipo de estratégia de manutenção é ainda mais importante quando se trata de equipamentos críticos para segurança operacional das plantas, onde a demanda de atuação esperada é baixa e geralmente atrelada a situações indesejadas. Eventuais falhas desses equipamentos podem expor os ativos, as pessoas e o meio ambiente a riscos não toleráveis.

TT-156  -  Apresentação Oral
IMPLANTAÇÃO DA FILOSOFIA DE ROTAS OPERACIONAIS EM UMA PLATAFORMA OFF-SHORE DE PRODUÇÃO DE GÁS   
Valdy José Borsa Neto - Petróleo Brasileiro - Petrobras
Alan Romulo Silva Queiroz - Petróleo Brasileiro - Petrobras

Os principais desafios da manutenção na indústria off-shore referem-se às dificuldades na logística do suprimento de materiais e na escassez de recursos de pessoal e ferramental a bordo. A estratégia de manutenção deve ser elaborada tendo em vista esses aspectos, priorizando a manutenção proativa e a conservação dos equipamentos, de maneira a evitar grandes intervenções preventivas e corretivas não planejadas. Nesse contexto, ninguém melhor que o operador para execução de atividades rotineiras de inspeção e conservação, pois, por ser o usuário do equipamento, pode vir a ser um importante aliado da manutenção para garantia dos índices de disponibilidade da planta.  Porém, implantar um programa de ODR (operator driven realiabilty), sigla utilizada para referenciar o envolvimento do operador na conservação dos seus equipamentos, em um ambiente industrial em operação implica em uma mudança de cultura, que por si só já é um desafio, além de outros como a adaptação a recursos tecnológicos e disseminação da prática nos diversos grupos de trabalho distintos, característica da escala de trabalho em alto mar.  Este trabalho apresenta os principais aspectos, ferramentas, métodos, desafios e boas práticas da experiência de implantação da filosofia de rotas operacionais e seus desdobramentos na estratégia de manutenção. Foi implementada na plataforma PMXL-1 da Petrobras, produtora de gás no campo de Mexilhão, na Bacia de Santos.

TT-158  -  Apresentação em Pôster
AUMENTO DA DISPONIBILIDADE E PRODUTIVIDADE DOS FORNOS 1 E 2, ATRAVÉS DA IMPLEMENTAÇÃO DA METODOLOGIA TPM (PILARES: MANUTENÇÃO AUTÔNOMA E MANUTENÇÃO PLANEJADA)
Ricardo Tibério - Comau do Brasil
Washington Luis Montanhas - Comau do Brasil

Cada vez mais, são maior o número de empresas que estão se adequando a crescente exigência de mercado, introduzindo novas técnicas e metodologias de gestão no dia a dia de suas atividades. Para incorporar esta demanda de informações na estrutura organizacional, as empresas contam principalmente com a capacitação técnica de seus colaboradores. O fator humano, baseado tanto na evolução da capacitação técnica quanto na otimização dos trabalhos executados pelas pessoas, são imprescindíveis ao sucesso de qualquer empreendimento. A reeducação e a pró-atividade para as ações de prevenção,  tornam-se no século XXI os grandes aliados ao sucesso das organizações. Através da metodologia do TPM,  é possível que haja uma interação entre o Homem,  os Meios de Produção,  Produtos e Serviços. Através dos pilares  MA e MP dessa metodologia,   estamos buscando de forma sustentável a integração entre as áreas produtivas (contrato da TRW Limeira – ALA 4), sendo que apesar de ainda estarmos engatinhando em sua implementação  (1 ano), já alcançamos resultados expressivos e motivadores.

TT-159  -  Apresentação Oral
CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS POR RESULTADOS COMO FERRAMENTA DE GESTÃO ESTRATÉGICA PARA MANUTENÇÃO EM AEROPORTO PÚBLICO  
André Fonseca Peixoto - Infraero Aeroportos

A terceirização de serviços de manutenção é uma ferramenta de gestão estratégica que pode trazer resultados bastante positivos quando agrega valor à organização. Porém, a efetiva contribuição da terceirização para os resultados empresariais se dá através de relacionamentos de parceria entendidos como acordos institucionais duradouros entre organizações para a realização conjunta de metas individuais associadas à missão corporativa dos entes envolvidos. Assim, considerando as vantagens competitivas que o mercado privado, notadamente o internacional, já auferiu com o real conceito de terceirização, este trabalho pretende formular uma proposta de contratação por resultados para a execução de serviços de manutenção no âmbito da administração aeroportuária pública. Dessa forma, foi verificada a aplicabilidade da contratação de serviços por resultados para manutenção de equipamentos de ar condicionado, refrigeração e ventilação de um aeroporto administrado por empresa pública em Belo Horizonte (MG) através da utilização de indicadores usuais da gestão moderna de manutenção com o objetivo de avaliar o desempenho e a qualidade dos serviços prestados pelo parceiro contratado. Através do estabelecimento do sistema de parceria são esperados melhor desempenho operacional e economia para a Administração do Aeroporto e comprometimento com resultados e autonomia gerencial da empresa contratada.

TT-161  -  Apresentação Oral
IMPLANTAÇÃO DE ENGENHARIA DE CONFIABILIDADE NA FROTA DE ESCAVADEIRAS PC 8000 EM CARAJÁS   
Heyder da Silva Nunes - Vale

O presente trabalho visa analisar o desempenho da frota de escavadeiras hidráulicas Komatsu PC 8000 utilizadas no carregamento de minério de ferro da mina de Carajás, identificando quais são os gargalos (falhas) de manutenção e definindo quais as ferramentas que poderão ser utilizadas para auxiliar na garantia da performance esperada e manter esta dentro dos limites aceitáveis de disponibilidade para atender as necessidades da operação, uma vez que esses equipamentos impactam em grandes perdas na produção da mina, gerando como consequência a não entrega do produto esperado na usina de beneficiamento de minério de ferro. A frota de carregamento foi identificada como crítica devido aos resultados dos indicadores de controle da frota que mostraram fragilidade no processo de manutenção. Por este motivo, a análise inicial do projeto levou em consideração todas as frotas de carga, transporte e perfuração, mas o estudo de confiabilidade e elaboração do FMEA foi direcionado para a frota de carga.

TT-163  -  Apresentação em Pôster
REDUÇÃO DOS CUSTOS DE MANUTENÇÃO MÉTODO EFICAZ   
José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria

Os melhores resultados das práticas de manutenção realizadas nas empresas dependem fundamentalmente dos esforços dos colaboradores da manutenção, nas quais garantem através das suas ações realizadas no dia-a-dia, o cumprimento da programação dos serviços evitando falhas indesejadas, diagnosticando corretamente o comportamento dos ativos nos processos produtivos, e garantindo uma informação com qualidade registrada nas Ordens de Serviço.  Esta dependência com a qualidade de atendimento dos colaboradores de manutenção possui como característica central a própria essência da área de serviço, portanto, além de outros fatores como, por exemplo, capacitação técnica adequada e atualizada, planejamento estruturado e cumprindo sua função, a interferência direta da programação, e o desempenho em campo da supervisão, na qual conduz além da distribuição e do acompanhamento, os serviços técnicos a serem realizados pelos técnicos de manutenção.  O método na qual possibilita o levantamento e a identificação da distribuição das atividades pelo tempo dos colaboradores, é denominado “Produtividade da Manutenção”, que também é conhecida no mercado internacional como “Wrench Time” (Tempo com a Ferramenta).

TT-164  -  Apresentação em Pôster
INDICADORES DE DESEMPENHO - TRATAMOS DE MANEIRA CORRETA?   
José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria

Para todas as atividades nas quais estamos envolvidos, torna-se necessário praticarmos o controle. Para que tenhamos o controle dos nossos processos, temos que utilizar indicadores capazes de nos fornecer informações confiáveis, realistas e consistentes, pois desta maneira poderemos tomar ações ágeis e corretamente direcionadas com a gestão eficaz das práticas de manutenção, contribuindo para a melhoria contínua dos processos de trabalho.  A nossa capacidade de identificar e aplicar os controles, com o objetivo de obtermos os indicadores adequados, é cada vez mais simples e econômica devido à evolução da tecnologia. Em contrapartida, esta tecnologia que facilita muito a implantação de controles, exige das empresas ações mais ágeis tanto na interpretação como na análise dos resultados dos controles, na busca dos resultados esperados.  Portanto, os principais benefícios esperados com esta prática é podermos obter uma fonte de informação rápida e confiável para a tomada de decisões; uma boa ferramenta de gestão para a condução de melhorias contínuas em todos os processos e a possibilidade de comparação entre outras empresas.  Desta maneira, na gestão de qualquer atividade desenvolvida, é vital a presença de indicadores de desempenho que possibilitem uma comparação com metas e padrões.  Apesar de tudo o que foi exposto acima, qual é o motivo de tratarmos tão mal nossos indicadores de desempenho atualmente?

TT-166  -  Apresentação em Pôster
A FALHA NÃO É UMA OPÇÃO    
José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria

A pressão por melhores indicadores de produtividade, disponibilidade e confiabilidade nas organizações tem aumentado a cada ano, tornando os diversos processos de trabalho aliados neste sentido, pois todos participam diretamente ou indiretamente no sentido de proporcionar melhores práticas de trabalho.  Quando nos envolvemos com os ativos relacionados aos processos produtivos, estamos a todo o momento necessitando utilizá-los da melhor maneira possível, tendo nos indicadores já mencionados, um sinal de qual caminho estamos percorrendo para que possamos nos alimentar de informações, com o objetivo de buscarmos práticas cada vez mais atualizadas no sentido de obtermos resultados cada vez melhores.  Contribuindo para atingir as melhores práticas de trabalho, temos na metodologia de “Análise de Falhas” um aliado extremamente importante, pois desta maneira estaremos aplicando o que denominamos “Engenharia de Manutenção”, na constante busca pela identificação da causa do problema, determinando uma ação de bloqueio e a solução dos problemas que interferem negativamente nos indicadores que medem o desempenho das áreas de processo.  Este processo de trabalho tem como característica ser realizado através da utilização de grupos multidisciplinares. Como um dos maiores motivadores em qualquer nível hierárquico dentro de uma organização é o colaborador, trabalhar criativamente, com auto-desenvolvimento, envolvendo-se com o problema do ativo instalado, estamos aliando esta metodologia com a chave natural do sucesso.  Esta técnica de trabalho é um excelente condicionador ao trabalho criativo.

TT-167  -  Apresentação em Pôster
GEM - GESTÃO DA EXCELÊNCIA DA MANUTENÇÃO EM UMA EXPERIÊNCIA INDÚSTRIA QUÍMICA   
José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria

A pressão por melhores indicadores de produtividade, disponibilidade e confiabilidade nas organizações tem aumentado a cada ano, tornando os diversos processos de trabalho aliados neste sentido, pois todos participam diretamente ou indiretamente no sentido de proporcionar melhores práticas de trabalho.  Quando nos envolvemos com os ativos relacionados aos processos produtivos, estamos a todo o momento necessitando utilizá-los da melhor maneira possível, tendo nos indicadores já mencionados, um sinal de qual caminho estamos percorrendo para que possamos nos alimentar de informações, com o objetivo de buscarmos práticas cada vez mais atualizadas no sentido de obtermos resultados cada vez melhores.  Contribuindo para atingir as melhores práticas de trabalho, temos na metodologia da “GEM”, que significa a “Gestão da Excelência da Manutenção”,uma estratégia extremamente importante, pois desta maneira estaremos aplicando   Este processo de trabalho tem como característica ser realizado através da utilização de grupos multidisciplinares. Como um dos maiores motivadores em qualquer nível hierárquico dentro de uma organização é o colaborador, trabalhar criativamente, com auto-desenvolvimento, envolvendo-se com cada etapa e pilar da “GEM”, estamos aliando esta metodologia com a chave natural do sucesso.  Esta técnica de trabalho é um excelente condicionador ao trabalho criativo.

TT-168  -  Apresentação em Pôster
5S - MANUTENÇÃO PRODUTIVA    
José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria

A aplicação da metodologia dos 5´S como uma base para a “Manutenção Produtiva” é um processo de trabalho integrado, que pode ser adaptado para cada organização e cada necessidade. O grande ganho gerado por este formato de implementação integrada é no sentido de podermos utilizar as sinergias dos dois programas com um objetivo único, que é tornar o ambiente de trabalho cada vez melhor, mais produtivo e mais seguro. O 5´S, tem como base os cinco conceitos provindos das palavras japonesas seiri (utilização), seiton (ordem), seiso (limpeza), seiketsu (asseio) e shitsuke (disciplina). Esta metodologia está baseada na criação de um plano diretor, na qual estará norteando todas as atividades seqüenciais na sua aplicação. As tarefas de campo são determinadas por planilhas padronizadas, que estarão suportando as avaliações que serão realizadas por auditores devidamente treinados, no sentido de podermos obter a melhor “fotografia” das práticas desenvolvidas no momento da avaliação. Com estas informações de campo, estaremos criando um programa de melhoria contínua, com o desenvolvimento de um plano de ação monitorado no sentido de propiciarmos as melhorias necessárias para cada caso avaliado. Portanto, os benefícios gerados para a organização são: maior participação no mercado, maior satisfação dos clientes, redução dos custos, melhoria nos processos de fabricação, maior competitividade, contribuição ao programa de segurança e saúde ocupacional e conseqüentemente maior lucro. Para os colaboradores são: menos conflito no trabalho e maior integração entre as áreas, maior desenvolvimento individual, possibilitando melhoria de desempenho, maiores oportunidades de treinamento, menor possibilidade de acidente de trabalho, melhores condições para acompanhar e controlar os processos e a melhoria da qualidade e da produtividade. Para os clientes são: maior confiança nos produtos da organização, redução de custos com o desempenho esperado do produto adquirido.

TT-169  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO DE ATIVOS ORIENTADA PELO VALOR AGREGADO - GAV   
José Wagner Braidotti Junior - JWB Engenharia e Consultoria

Estamos apresentando um novo conceito de gestão de ativos, no fornecimento de um modelo de gestão e controle quantitativo, de como este tipo de gestão pode contribuir para o valor econômico agregado, utilizando práticas e princípios de classe mundial.  A maior importância da aplicação desta metodologia é podermos estreitar a linguagem do Gestor de Ativos e a Diretoria Executiva das empresas, no que diz respeito ao Valor Econômico Agregado da Gestão de Ativos nos Processos Administrativos e Industriais, e mostrar para todos os envolvidos com as práticas da gestão de ativos, quanto o valor econômico agregado desta gestão pode ser atingido, e como o Gestor de Ativos pode ser conduzido a ser responsável para atingí-lo.

TT-175  -  Apresentação Oral
HIBERNAÇÃO DE ATIVOS ROTATIVOS APLICAÇÃO DE TÉCNICAS PREDITIVAS   
Aleçandro Antonio Acorsi - Raízen Energia

Devido ao ciclo de maturação da cana de açúcar, a produção de açúcar e álcool dura em media oito meses, que é o período da safra ou período de geração de riqueza, nos outros quatro meses do ano, denominado período de entressafra ou período de gastos, o setor tinha como cultura realizar manutenção em todos os ativos. Basicamente as usinas utilizavam a manutenção corretiva durante a safra e a manutenção preventiva na entressafra, não adotando nenhum critério para avaliar a necessidade ou não da intervenção no ativo. Acreditava-se que realizando manutenção em todos os ativos no período de entressafra, ter-se-ia uma safra tranqüila, sem nenhuma falha, porém ao contrário do que se esperava, o alto índice de intervenções desnecessárias na entressafra comprometia a confiabilidade dos ativos, devido à elevada taxa de falhas no período de mortalidade infantil, falhas prematuras no período de vida útil dos ativos e falhas por desgastes ao final da safra. No início da safra ocorre uma elevada taxa de falhas (mortalidade infantil) nos ativos rotativos, devido à manutenção incorreta no período de entressafra ou hibernação sem critérios definidos, passando este período, a taxa de falha reduz, e os ativos rotativos tendem a operar com confiabilidade, porém falhas prematuras acontecem devido a falta de acompanhamento de suas condições. No final de safra os componentes dos ativos atingem um nível de desgaste muito acentuado, devido a falta de um plano preventivo, como por exemplo, relubrificação (Mortalidade. O objetivo da implementação da manutenção preditiva e engenharia da manutenção é gerar informações para decidir quais ativos deverão passar por manutenção durante o período de entressafra e conseqüentemente quais ativos passarão por hibernação e durante a safra acompanhar a “saúde” dos ativos, evitando com isto paradas inesperadas. Este trabalho foi realizado em um grupo de 10 usinas de açúcar e álcool que juntas têm capacidade de moagem de 20,4 milhões de toneladas.

TT-176  -  Apresentação em Pôster
ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE FALHAS DOS CILÍNDROS HIDRÁULICOS DAS CARREGADEIRAS DE GRANDE PORTE NA MINERAÇÃO A CÉU ABERTO  
Dennis Robson Viana Fonseca - Vale
Weiber Lima de Souza - Vale
Marcus Torres - Vale
Wellington Gomes - Vale
Weiber Lima de Souza - Vale
Leonam Costa - Vale

Este trabalho propõe-se utilizar a metodologia de engenharia de confiabilidade para evidenciar o comportamento de falhas dos cilindros hidráulicos das carregadeiras de grande porte com o intuito de estabelecer estatisticamente parâmetros capazes de nortear o planejamento de manutenção no processo decisório. O estudo desenvolvido com base nos dados do período de janeiro de 2012 a junho de 2014 foi motivado pela percepção da elevada taxa de falha no sistema hidráulico das carregadeiras, sobretudo, dos cilindros hidráulicos que o compõem. Da análise dos modos de falhas foi possível identificar que os cilindros hidráulicos, submetidos às mesmas condições de trabalho, apresentam características de falhas distintas, variando de acordo com o projeto do equipamento. Fatores como a construção mecânica, origem do componente e a função específica influenciam diretamente nos modos de falha e na vida útil dos cilindros. No entanto, o entendimento das características  de falha dos cilindros hidráulicos por meio de análises estatísticas viabilizou a tomada de decisão assertiva, resultando na erradicação de falhas prematuras e aumento da confiabilidade da Frota de carregadeiras.

TT-177  -  Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DE ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO PARA DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES SIMPLES EM PROBLEMAS CRÔNICOS  
Danilo Roberto Ferraz - Comau do Brasil
Luiz Henrique Germano - Comau do Brasil

Com o ápice da globalização as empresas multinacionais abrem concorrência até mesmo dentro do próprio grupo, buscando cada vez mais resultados financeiros e somente investindo em países com alto índice de confiabilidade econômica, portanto para manter e ganhar novos negócios se faz necessário que as companhias se tornem cada vez mais competitivas. Para que isto ocorra é fundamental que as empresas possuam sofisticados processos de controles que as permitam tomadas de decisões assertivas e criativas valendo-se de ferramentas de engenharia.  Neste cenário a manutenção vem ganhando uma importância crescente dentro dos processos produtivos, sendo a mesma parte estratégica das companhias devido ao fato de que seu custo global pode ultrapassar a casa dos 4% do faturamento bruto, certo de que este valor pode variar de acordo com o segmento de atuação da empresa. Para reduzir este percentual, a engenharia de manutenção que tem como tais funções a otimização dos orçamentos, processos e equipamentos, através de análises de causa raiz tem de ser cada vez mais criativa na resolução dos problemas, obviamente que baseadas em dados técnicos levantados de históricos.  Baseado nas informações e conceitos acima será apresentado um projeto desenvolvido através da metodologia DMAIC, cujo objetivo é o aumento da disponibilidade técnica e a redução dos custos de manutenção dos fornos tipo poço utilizados no processo de tratamento térmico de componentes de sistema de direção veicular. Para o desenvolvimento do projeto foram utilizados dados técnicos extraídos de um CMMS (Computer Maintenance Manager System) e soluções simples (baixo investimento) para problemas considerados complexos, aplicando assim o PDCA no cotidiano da equipe de manutenção. O trabalho focado nos sistemas de circulação de ar dos fornos poço, além de alcançar os resultados almejados, também motivou a equipe a pensar diferente para a quebra de paradigmas.

TT-179  -  Apresentação em Pôster
DISPOSITIVO PARA COLOCAÇÃO SEGURA DE CILINDRO AMÔNIA NA UNIDADE DE REFRIGERAÇÃO DE ESTIRENO   
Antônio Pedro Santos - Manserv Montagem e Manutenção

O trabalho foi realizado no Terminal Químico - Tequimar situado em Candeias-BA, na área de refrigeração. Esta melhoria ficou entre as três melhores para ser apresentada no congresso da Abraman em 2014. Com a confecção desse dispositivo houve um ganho crônico em Hh para realizar a atividade que é periódica e redução considerável dos riscos de incidentes/acidentes.    A instalação do cilindro era feita de forma insegura sendo fixado com cordas necessitando de verificações periódicas durante o dia para garantir a normalidade do processo, com isso elevando o Hh gasto além da dificuldade na sua instalação.   Foi escolhido o local mais adequado para a instalação do dispositivo onde oferecesse segurança e custo reduzido com materiais.    Houve aumento de produtividade, melhora nas condições do 5S e principalmente em segurança. Na situação “Antes” eram gastos 12 Hh a cada substituição do cilindro e “Depois” a atividade passou a ser realizada em 1Hh.

TT-181  -  Apresentação em Pôster
PROGRAMAS DE TREINAMENTOS IN COMPANY PARA FIDELIZAÇÃO DO QUADRO DE FUNCIONÁRIOS NA UNIDADE DE TRABALHO  
Davi Prado da Rosa - Manserv Montagem e Manutenção
Nivan Castro Carvalho - Manserv Montagem e Manutenção

Na atual situação de globalização, o mercado de trabalho requer cada vez mais profissionais que possuam competências específicas para o desenvolvimento das atividades laborais.    Com o crescimento da economia e criação de empregos em áreas onde predominam o setor primário como maior empregador, tem-se a necessidade de promover o desenvolvimento profissional com a aplicação de conhecimentos teóricos, técnicos e operacionais relacionados à prestação de serviços na indústria.    A mudança de foco de trabalho do profissional, de setor primário para atuação no setor industrial, acarreta em grande divergência de conhecimento mínimo necessário para o bom desenvolvimento das atividades e crescimento profissional.    Aliado a necessidade de desenvolver os profissionais de acordo com as habilidades exigidas e a dificuldade na logística, devido às distâncias entre o campo de trabalho e os centros de desenvolvimento profissionais instalados nas grandes áreas urbanas, faz-se necessário a realização e implantação de centros de desenvolvimento in company.    Este trabalho objetiva apresentar a metodologia estruturada para implantar um programa de certificação do profissional da manutenção para uma empresa de terceirização de serviços com foco em atividades de indústria siderúrgico. O programa foi desenvolvido em três módulos (conhecimentos técnicos básicos, técnicos aplicados e metodológicos), e utilizado a matriz de habilidades operacionais Manserv já desenvolvida e aplicada em outras unidades de trabalho.    Objetivando a melhoria de indicadores de processos, são mensurados como ganhos de implantação a redução do número de resserviços, redução de custo aplicado em mão-de-obra, aumento de produtividade de equipes e qualidade de serviço.

TT-182  -  Apresentação em Pôster
FERRAMENTA DE MOBILIDADE NA GESTÃO DA MANUTENÇÃO E FACILITIES   
Clóvis Giacomozzi Porto - Grupo Fleury
Afonso Gomes Bezerra - Grupo Fleury
Augustinho Henrique Delgaudio - Grupo Fleury
Marcelo Hitoshi Nakamura - Grupo Fleury
Willian Joji Kusunoki - Grupo Fleury

Com um alto nível de exigência nos aspectos relacionados à confiabilidade, desempenho das equipes e tempo de resposta, a equipe de Engenharia de Manutenção do Grupo Fleury, notou a possibilidade de melhoria em seus processos com a utilização de uma Ferramenta de Mobilidade voltada a Gestão de Manutenção e Facilities. Novas tecnologias vão sendo incorporadas as rotinas dos profissionais, tornando o processo cada vez mais robusto e alinhado as melhores práticas de gestão. O sistema Mobile utilizado pelo Grupo Fleury, funciona como uma ferramenta, que por meio de smartphones com sistema Android, permite que os profissionais tenham à mão, de maneira descomplicada e com navegação intuitiva, uma grande quantidade de informações e possibilidades de gestão efetiva dos chamados, tanto corretivos, quanto preventivos. O sistema permite disponibilizar informações off-line, possibilitando o registro detalhado da execução dos chamados em locais que não possuem acesso à internet, e todos esses apontamentos serão sincronizados posteriormente com a plataforma web do software e armazenados para consulta, quando houver acesso a uma conexão disponível.  Com o sistema, é possível ainda consultar a estrutura de ativos de todas as unidades de atendimento, chamados pendentes por tipo de solicitação, características técnicas dos equipamentos, histórico de chamados, abrir novas solicitações de serviços, anexar fotos, obter o aceite do serviço com a assinatura digital do solicitante na OS e fazer leitura, por meio do código de barras do TAG para consulta dos ativos. Essa implantação trouxe ao Grupo diversos benefícios, dentre eles, maior agilidade no tempo de resposta, queda no tempo médio de serviço e maior satisfação dos solicitantes. Possibilita consultar as informações em tempo real e também reduz o consumo de papel, pois a ordem de serviço impressa deixa de ser necessária, uma ação que está alinhada ao forte direcionamento do Grupo para a Sustentabilidade.

TT-184  -  Apresentação Oral
INTEGRAÇÃO DA ANÁLISE DE VIBRAÇÃO E ÓLEO PARA INCREMENTAR A GESTÃO DA CONDIÇÃO DE ATIVOS   
Claudemir dos Santos - Semeq - Brasil
Jorge Luiz Pinheiro Júnior - Semeq - Brasil
Jackson de Souza - Semeq - Brasil
Eduardo Beltrame - Semeq - Brasil

O que é Integração das Técnicas de Monitoramento? Programas atuais de monitoramento da gestão das condições de ativos que desejam avançar rumo a uma verdadeira Manutenção de Classe Mundial devem incorporar mais de uma tecnologia em suas ferramentas de diagnósticos. Qual a vantagem da Integração? Em um estudo abrangente em uma usina nuclear desde de 1994 mostrou claramente como a integração do óleo com análise de vibração poderiam ampliar a profundidade e amplitude de um programa de monitoramento de condição na planta, pois foi feita uma comparação adequada dos pontos fortes e fracos de análise de óleo e análise de vibração. Não só retratam claramente essa correlação, mas também mostra como os resultados da tecnologia pode complementar uma com a outra. Importante dizer que quando a análise de óleo e análise de vibração estão casados dentro de um programa, os pontos fracos de um tecnologia pode ser superada por pontos fortes da outra. Como lidar com as mudanças? Muitas vezes acreditamos que a condição que coletamos os dados de vibração fica estática até a próxima medição e não é verdade, pois os itens abaixo são provas disso e a análise de óleo pode agregar valor com a sua integração. Sobrecarga Ressonância Batimento Inversores de Frequência Erros operacionais Procedimentos de Parada e Partida de equipamentos Os rolamentos possuem estágios de falhas e devem ser substituídos antes de entrar na sua fase final de falha, através dos métodos de análise de vibração, porém sozinha a vibração pode não detectar todos os problemas em todas as máquinas e em alguns casos, pode não detectar tais falhas até um dano considerável presente, que pode ter transmitido em componentes vizinhos. análise de óleo também monitora os estágios de falhas dos rolamentos, porém utilizando um método diferente, através do tipo e tamanho das partículas encontradas na amostra. Ao integrar com análise de vibração, mesmo a vibração não estando no seu último estágio de falha algumas considerações

TT-186  -  Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DO ESTUDO DE FALHA NA MANUTENÇÃO CORRETI    
José Manoel dos Reis Lisboa - Comau do Brasil
Eduardo Pereira Sarto - Comau do Brasil
Ronaldo José dos Santos - Comau do Brasil

Durante as manutenções corretivas em equipamentos rotativos foi adotado o método para realmente focar na causa raiz que originou a intervenção. Este método foi aplicado no conjunto de moto bombas responsável pelo bombeamento de derivados de petróleo, localizado no contrato COMAU/Transpetro poliduto OSBRA em UBERABA devido incidência de manutenções corretivas em selos mecânicos. Após uma ocorrência, convencionou-se uma verificação mais detalhada de todo conjunto rotativo, seus componentes e variáveis de processo, focando como um todo e não somente no componente danificado. Todas as bombas que sofreram este tipo de intervenção tiveram como resultado correções de grande porte, tais como: Substituição de eixos, anéis de desgaste (rotor/carcaça) e alinhamento das caixas de mancais. Obtivemos resultados consideráveis de disponibilidade de equipamento, diminuição de custos com HH e reparo em selos mecânicos.

TT-188  -  Apresentação em Pôster
LUBRIFICAÇÃO CLASSE MUNDIAL APLICADA EM EMPRESA DO RAMO PETROLÍFERO   
Mauro Lucio Martins - Comau
Eduardo Pereira Sarto - Comau do Brasil

Para alcançar os padrões de excelência, previstos pelo World Class Manufacturing (WCM), estruturamos um sistema de lubrificação com métodos e instrumentos bem definidos, duradouros e sistemáticos, capazes de eliminar as falhas oriundas do processo de lubrificação, pois, esta atividade com uma ação Técnico-gerencial aplicada de forma eficaz pode nos proporcionar ganhos econômicos e aumento significativo da disponibilidade. Desta forma foi estabelecida uma estratégia de lubrificação que contemple os objetivos a serem atingidos, levando em consideração o gerenciamento dos equipamentos (disponibilidade, confiabilidade, segurança, etc.) e o gerenciamento dos recursos disponíveis (carga de trabalho eficiência e custo). Em razão desta abrangência, a Lubrificação Classe Mundial (LCM) pode ser utilizada como Metodologia ou Estratégia de Gestão da Lubrificação, atuando na aplicação, controle da execução bem como no lubrificante utilizado. Compreendendo o trajeto, estoque, aplicação e descarte do lubrificante. Atendendo assim ao pilar PM - Professional Maintenance (Manutenção Profissional) do WCM e aplicando os conceitos de manutenção Preventiva e Preditiva, gerando casos de sucesso e melhorias através da aplicação da LCM, com ganhos significativos na produção e redução de paradas de equipamentos, aumentando à disponibilidade e consequentemente a eficiência dos equipamentos, visando sempre sanar em até 100% os problemas oriundos de uma lubrificação deficiente.

TT-192  -  Apresentação em Pôster
VIABILIZANDO A TERCEIRIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO ATRAVÉS DE SLAS DE DESEMPENHO   
Ricardo Pereira - Comau do Brasil
Roger da paz Rosa - Comau do Brasil
Cleidson Freire Freitas - Comau do Brasil

Com o objetivo de melhorar o desempenho dos processos produtivos industriais identificou-se a necessidade da concentração do foco no negócio principal das empresas. Desta forma, alguns processos secundários que não estão ligados diretamente às características dos produtos são conduzidos através de gestão profissional, nem sempre operacionalizados por equipe própria, caracterizando a necessidade dos contratos de terceirização de serviços. Embora a contratação de serviços profissionais tenha como um dos maiores objetivos a redução do foco nos processos secundários, menos relacionados com a principal atividade de negócio, a redução do desempenho e baixa confiabilidade destes processos secundários comprometerá a viabilidade da terceirização. A utilização de SLA s para a consolidação do escopo de contrato de prestação de serviços profissionais tem papel fundamental para viabilização de um projeto de terceirização. Nas SLA s são definidas as métricas de controle e acompanhamento dos processos contratados, de forma a garantir mesmo que de maneira indireta, o controle do cumprimento do escopo contratado, além de estimular a melhoria contínua dos indicadores. O presente trabalho pretende demonstrar em um caso real como a utilização de SLA s de desempenho contribuiu para a viabilização da terceirização de um processo de manutenção.

TT-193  -  Apresentação Oral
APLICAÇÃO DO ENSAIO POR PARTÍCULAS MAGNÉTICAS PARA MANUTENÇÃO DA QUALIDADE NA FABRICAÇÃO DE TUBOS FLEXÍVEIS  
Renato Couto de Almeida - Instituto Federal Fluminense - IFF
Guilherme Ferreira Badaue de Almeida - Instituto Federal Fluminense - IFF
Witor Ribeiro Fernandes - Instituto Federal Fluminense - IFF

Os ensaios não destrutivos são técnicas usadas nas etapas de fabricação, construção, montagem e manutenção. Estes ensaios são muito importantes para garantir a qualidade e aumentar a confiabilidade da inspeção. O ensaio por partículas magnéticas é usado para detectar descontinuidades superficiais e subsuperficiais em materiais ferromagnéticos. A aplicação deste ensaio pode ser feita em peças acabadas ou semiacabadas, durante as etapas de fabricação e manutenção. O ensaio por partículas magnéticas podem ser utilizado na manutenção preditiva, que nada mais é que um monitoramento do material, para uma posterior intervenção quando necessária. Um estudo de caso foi feito com a análise da aplicação do ensaio por partículas magnéticas no processo de fabricação de tubo flexível. A ação preditiva por partículas magnéticas aplicada na fabricação de tubos flexíveis para a área de petróleo possibilita uma garantia de até 20 anos de vida útil do equipamento. O ensaio é aplicado com objetivo de garantir a qualidade da solda por resistência realizada em fios chatos de aço carbono, sendo feito durante a etapa de fabricação dos tubos flexíveis. Este ensaio, em conjunto com os diversos controles na fabricação dos tubos, prediz a vida útil requerida em trabalho, sem parada para a manutenção. O processo de fabricação pesquisado é utilizado por uma empresa de grande porte, pioneira na fabricação de tubos flexíveis, no qual têm unidades fabris na Europa, Ásia e no Brasil.

TT-202  -  Apresentação em Pôster
GERANDO GANHOS AO CLIENTE ATRAVÉS DE NOVO MODELO DE CONTRATO DE ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO   
Luiz Rodrigo Carvalho de Souza - Comau do Brasil
Sandro Kikuti - Comau do Brasil
Nelson Jorge Filho - Comau do Brasil

A constante busca pela excelência e maior competitividade no mercado nos leva ao caminho da mudança, onde para alcançar o objetivo de redução de custo traçado pelo cliente, sem comprometer o resultado técnico já alcançado pelo contrato, é preciso redefinir toda à estratégia de trabalho de um departamento.  Nosso cliente, um fabricante de tratores e colheitadeiras, tem uma meta corporativa, sendo esta motivada pelo World Class Manufaturing (WCM), de redução do custo global de manutenção em 8% em relação ao ano anterior. Com base nesta demanda, a Comau do Brasil propôs uma redefinição do modelo de contrato de engenharia de manutenção a fim de não só manter os trabalhos realizados pela equipe, voltados à garantia de disponibilidade das máquinas e a funções de planejamento e controle da manutenção, mas também dividir a responsabilidade com o cliente de puxar as ações de redução do custo global de manutenção da planta. Para a garantia de satisfação do nosso cliente e demonstração de compromisso assumido, o contrato de engenharia proposto recebe bônus ou pênaltis de acordo com o resultado alcançado.  O presente trabalho pretende demonstrar como funciona este modelo de contrato de engenharia de manutenção, bem como os benefícios obtidos por ambas às partes, contratante e contratada, desde 2010, ano em que este contrato de parceria foi firmado.

TT-204  -  Apresentação em Pôster
DESCARTE ECOLÓGICO DE GASES REFRIGERANTES    
Juliana Farah Rebouças da Silva - Manserv Montagem e Manutenção

De acordo com a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA nº 340, de 25/09/2003, que dispõe sobre a utilização de cilindros para gases que destroem a Camada de Ozônio e dá outras providências; avaliamos as condições dos resíduos gerados em decorrência da refrigeração de conforto e industrial de uma empresa química.   Estes resíduos, sendo gases refrigerantes hidroclorofluocarbonetos - HCFC e clorofluocarbonetos - CFC são recolhidos dos condicionadores de ar e não possuíam nenhuma tratativa procedimentada para descarte final.   Após constatação que não havia processo para descarte, levantamos um passivo ambiental de 190 quilos de gases refrigerantes, característicos das sociedades industriais modernas, sendo resultado de vários anos sem preocupação para eliminação destes. Os gases recolhidos estavam armazenados incorretamente, porque havia mistura em um mesmo cilindro e também por não serem cilindros apropriados. Isso propiciava riscos ambientais devido à poluição atmosférica, e riscos à saúde humana, pois não era sabida a reação química da mistura dos gases.   De modo a solucionar o problema em questão, buscamos no mercado empresas que realizassem o descarte, de modo a atender aos requisitos legais estabelecidos pelos órgãos responsáveis. O processo durou 14 meses a contar da elaboração do memorial descritivo, contratação e efetivação da retirada de 7 cilindros.

TT-205  -  Apresentação Oral
OTIMIZAÇÃO DO CUSTO DE MANUTENÇÃO EM EQUIPAMENTOS DE PINTURA   
Paulo José Karachenski - Comau do Brasil
Sérgio Ricardo Monteiro Pinto - Comau do Brasil
Luiz Rodrigo Carvalho de Souza - Comau do Brasil

Manutenção preventiva é uma ação planejada de tarefas a serem realizadas em um equipamento, podendo ser estas atividades de inspeção, reparo, verificação, calibração, troca de componentes entre outros, a fim de evitar que o mesmo quebre ou apresente erros durante seu funcionamento, aumentando assim sua disponibilidade para o trabalho, bem como a sua vida útil. Em equipamentos de pintura, pode se dizer que a maioria das tarefas de manutenção preventiva é sustentada na troca de peças, isto devido ao desgaste e abrasão sofrida pelas mesmas que estão em contato direto com a tinta, solvente e outros produtos químicos que são utilizados no processo. Para otimizar o custo de manutenção preventiva nestes equipamentos desenvolveu-se um projeto dentro da planta da fabricante de tratores e colheitadeiras da grande Curitiba, onde existem 3 unidades de pintura, uma para cada produto: trator, colheitadeira e plataforma. Para dar andamento a este projeto, levantou-se todo consumo de peças utilizadas na manutenção preventiva e através de uma Análise, foi possível identificar quais delas eram responsáveis pela maior perda. Afim de atacar este custo, sem prejudicar ou diminuir a disponibilidade do equipamento a produção, um projeto kaizen foi aberto. O trabalho visa demonstrar a metodologia aplicada no decorrer do projeto de redução do custo na manutenção preventiva dos equipamentos de pintura da fabrica, bem como os resultados obtidos em relação ao custo.

TT-207  -  Apresentação em Pôster
MELHORIA NAS BOMBAS CENTRÍFUGAS DA PINTURA COM A TROCA DOS SISTEMA DE SELAGEM   
Alenon Schultz Fragoso - Comau do Brasil
Luiz Rodrigo Carvalho de Souza - Comau do Brasil
Miguel Thomé El Ward - Comau do Brasil

Atualmente, um grande problema encontrado nas empresas é a falta de conhecimento aliada ao tema “sustentabilidade”, definido como a capacidade do ser humano em interagir com o mundo, preservando o meio ambiente para não comprometer os recursos naturais das gerações futuras. Com foco nesse pensamento, foi realizado um estudo tendo como principal objetivo prezar pela sustentabilidade interligada com a manutenção dos equipamentos (bombas industriais) de um dos clientes da Comau do Brasil da grande Curitiba, comprovando a eficiência na substituição do antigo sistema de selagem aplicado nas bombas industriais, chamado de gaxetas, pelo novo sistema de selagem através de selos mecânicos. Este possui inúmeras vantagens em relação ao sistema antigo, como: economia de água industrial no processo; economia do banho das peças; não contamina o meio ambiente devido a vazamentos; por ser um sistema bem robusto, não desgasta facilmente e não precisa de ajustes preventivos, tendo por consequência um baixo índice de manutenção; aumento do MTBF e diminuição do MTTR. Colocando na ponta do lápis este novo sistema de selagem por selo mecânico acaba gerando uma enorme economia no decorrer de tempo.

TT-209  -  Apresentação Oral
MEDIÇÃO DE DESCARGAS PARCIAIS EM CABOS EM SISTEMAS ELÉTRICOS DE DISTRIBUIÇÃO DE MÉDIA TENSÃO   
Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino - Adimarco
Leonardo Bolzan Giacchetta - Adimarco
Guilherme Sanches Penariol - Adimarco
Abraham Lincoln Schumann - Adimarco
Mauro Braga Lopes - Adimarco
Samuel Folchetti - Adimarco

Este trabalho mostra que modernos sistemas digitais de detecção de descargas parciais utilizam um sistema de aquisição síncrono multicanal, onde é possível obter dados a partir de fontes separadas de descargas parciais e diferenciar as origens dessas descargas. Adicionalmente, o trabalho propõe o método de medição utilizando-se tensão de teste DC, uma vez que proporciona grande vantagem para testes em comissionamentos e manutenção de instalações em campo, já que o mercado proporciona, com grande variedade, uma gama extensa deste tipo de fonte de tensão. A análise do teste realizado no cabo de média tensão conclui que a ferramenta de separação dos diferentes tipos de descargas parciais é de fundamental importância para a realização de testes em ambientes ruidosos ou em casos no qual se tem outros tipos de descargas como descarga superficial ou corona, que podem ser interpretadas como descargas internas se não utilizarmos os algoritmos de separação.

TT-213  -  Apresentação em Pôster
AVALIAÇÃO DE SISTEMAS DE ATERRAMENTO EM SUBESTAÇÕES ENERGIZADAS - PROCEDIMENTOS PARA MEDIDAS DE ATERRAMENTO COM VARIAÇÃO DE FREQUÊNCIA
Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino - Adimarco
Guilherme Sanches Penariol - Adimarco
Leonardo Bolzan Giacchetta - Adimarco
Mauro Braga Lopes - Adimarco

Para a medição de resistência de sistemas de aterramento, algumas alternativas consagradas como o método da queda de potencial com injeção de corrente trazem resultados confiáveis quando se trabalha com sistemas desenergizados. Uma alteração no procedimento convencional, como a utilização de uma fonte com alta tecnologia que permite a variação da frequência do sinal gerado para injeção de corrente, possibilita a execução de ensaios em sistemas de pequenos e grandes portes em circunstâncias de operação normal, totalmente energizados. A utilização de uma frequência diferente da frequência fundamental possibilita eliminar todas as interferências causadas pelos sistemas e permite também a realização de um ensaio com maior nível de segurança, uma vez que a corrente injetada não precisa ser de alta intensidade.

TT-215  -  Apresentação Oral
UTILIZAÇÃO DE TÉCNICAS DE SIMULAÇÃO PARA DIMENSIONAMENTO E OTIMIZAÇÃO  DE RECURSOS DE MANUTENÇÃO  
Aline Schimidt Brum - Comau do Brasil
Ricardo Pereira - Comau do Brasil
Luan Moreira - Comau do Brasil

Nos processos de manufatura é comum a utilização da mudança de setup das ferramentas de processo para a utilização de um mesmo ativo para a produção de diferentes produtos. O tempo utilizado para a mudança de setup é considerado como uma perda produtiva, sendo objeto de constantes estudos e otimizações. Parte do tempo do setup tem forte influência das condições das ferramentas de processos utilizadas, devendo estas, estarem em perfeitas condições de operação e confiabilidade. O tempo de atendimento no processo de mudança de setup sofre grande influência da disponibilidade da equipe da manutenção. As demandas por alterações nos setups não seguem uma distribuição uniforme ao longo do horário de produção, dificultando desta forma o dimensionamento adequado da equipe de atendimento. Em função destas incertezas e dificuldades, este estudo teve como objetivo analisar o comportamento da demanda ao longo do período produtivo, identificando as equações de demanda e atendimento. Estas equações foram utilizadas em software de simulação para avaliar o comportamento do processo e calcular o balanceamento otimizado para atendimento. No estudo foram simuladas as condições do atendimento através de equipe fixa com fila de demanda variável, e equipe variável com fila de demanda controlada.  O resultado do estudo permitiu a identificação do melhor arranjo de estrutura para manter a fila da demanda controlada, tornando o processo produtivo mais eficiente.

TT-216  -  Apresentação em Pôster
AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO DE TRANSFORMADORES UTILIZANDO ESTRATÉGIA DE MANUTENÇÃO COMO MANUTENÇÃO BASEADA NA CONDIÇÃO MBC E MANUTENÇÃO CENTRADA NA CONFIABILIDADE MCC
Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino - Adimarco
Guilherme Sanches Penariol - Adimarco
Leonardo Bolzan Giacchetta - Adimarco
Mauro Braga Lopes - Adimarco

A manutenção preditiva visa substituir, se possível, a manutenção preventiva, assim como, reduzir ao máximo as intervenções corretivas. No entanto, se os seus resultados indicarem a necessidade, ocorrerá a Manutenção Baseada na Condição. Este trabalho apresenta as técnicas de avaliação e testes de transformadores de potência para subsidiar a tomada de decisão em um sistema de manutenção baseada na condição (MBC) ou centrada na confiabilidade (MCC). Mostra os procedimentos e resultados práticos envolvendo testes de resposta em frequência, fator de dissipação ou fator de potência, utilizando equipamentos de última geração, aplicado pelas equipes de manutenção para testes em laboratório, em oficinas ou em campo. Este trabalho mostra ainda a realização de testes avaliando a condição de enrolamentos, circuito magnético e isolamento, coletando dados e informações para subsidiar uma tomada de decisão sobre a condição do transformador.

TT-218  -  Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DE FERRAMENTA OFFICE NO CONTROLE DE INDICADORES DA UT   
Jaques Vitor Martins - Manserv Montagem e Manutenção
Kirmair Roldão de Souza - Manserv Montagem e Manutenção
Kirmair Roldão de Souza - Manserv Montagem e Manutenção

Inovar, essa é a palavra chave para o sucesso de uma empresa prestadora de serviços ou de venda de portfólios, pois inovar hoje é tudo. Numa sociedade cada vez mais exigente e com uma sede de tecnologias futurísticas e estupendas estamos sendo levados a estar constantemente renovando nossos conceitos de entrega de produtos e serviços. Estes conceitos estão num mercado que do mesmo modo que expande e promove a tecnologia de ponta, também a deixa obsoleta por causa da grande sede da sociedade e do próprio cliente interno em ter o melhor e mais atual dos produtos e serviços em seus lares e em suas empresas. É com esse pensamento que desenvolvemos uma aplicação no Microsoft Excel para controlar o indicador de Back-log, nos proporcionando uma visão full time de seu controle a cada momento em que interagimos com as ordens de serviço do cliente.

TT-219  -  Apresentação Oral
ESCUTA ESTRUTURADA CASE DE SUCESSO NA GESTÃO DE PESSOAS OBTENDO MELHOR PERFORMANCE   
Ordênio Alves da Silva - Manserv Montagem e Manutenção

Na prestação de serviços, promover um bom clima organizacional e relacionamentos entre os colaboradores é essencial para a busca de resultados da organização.    De acordo com o observado em alguns contratos de trabalho, faz-se necessário a promoção de um ambiente favorável ao desenvolvimento da cultura e diretrizes da empresa, ao qual o colaborador possui vínculo trabalhista.    O trabalho de escuta ao colaborador foi desenvolvido para melhorar a performance de indicadores de moral na gestão dos contratos de trabalho com foco em redução de turn over, faltas nas jornadas de trabalhos, melhoria no clima interno e na produtividade.    Este projeto possui como metodologia realizar visitas pré-agendadas com horários e durações pré-definidas, realizar reuniões com os colaboradores para tratar assuntos sobre insatisfação/satisfação gerada com as atividades no âmbito laboral. Todas as escutas são registradas para gerar plano de ação, onde serão dadas as tratativas, e os escutados recebem feedbacks sobre o andamento das ações propostas.

TT-220  -  Apresentação Oral
FERRAMENTA DE CONFIABILIDADE: METODOLOGIA DE ENSAIOS EM MOTORES ELÉTRICOS NA OFICINA APÓS A MANUTENÇÃO  
Franklin da Silva Nonato - Thyssenkrupp CSA
Rounald de Oliveira Santos - Thyssenkrupp CSA

Quando um equipamento passa por uma manutenção em uma oficina industrial existem grandes possibilidades de ocorrerem falhas no processo que passem despercebidas e comprometam a integridade operacional após a instalação, isto é, a correção do problema que o levou a oficina pode não ter sido efetuada adequadamente ou outros problemas podem ser inseridos no equipamento. Desta forma, são de grande importância que sejam realizados ensaios e testes nos equipamentos e componentes antes que eles saiam da oficina para garantir a confiabilidade, além de poder facilitar a correção imediatamente após a identificação do problema. Este trabalho tem como objetivo descrever a metodologia adotada pela empresa dentro de sua oficina industrial, mas que tem início desde o planejamento da manutenção na área operacional, e suportada na estrutura de engenharia de manutenção e confiabilidade, para entrega de um produto (ou serviço) com altos padrões de qualidade. Ele explanará todos os ensaios realizados nos motores com criticidade elevada da planta para garantir a operação dos mesmos em longo prazo após (re)instalação na área, buscando assim a capacidade dele desempenhar a sua função requerida sob dadas condições de uso e manutenção até que um estado-limite seja alcançado com máxima confiabilidade.

TT-221  -  Apresentação Oral
EXPERIÊNCIA COM SISTEMA DE MONITORAMENTO PREDITIVO DE TRANSFORMADORES DE ALTA TENSÃO EM PLANTAS DA BRASKEM  
Lucas Pavan Fritoli - Treetech Sistemas Digitais
José Rafael dos Santos - Braskem
Gilberto Amorim Moura - Treetech Sistemas Digitais
Daniel Pedrosa Santos - Treetech Sistemas Digitais
Silas Sampietri Costa - Braskem
João Luiz Gonçalves Neto - Braskem

Esse trabalho analisa os resultados práticos da implantação e operação de um moderno sistema de monitoramento preditivo em transformadores de alta tensão das subestações das unidades da Braskem em SP (PE8 Cubatão e PP4 ABC). Esse projeto alcançou o objetivo de garantir maior confiabilidade e rentabilidade da empresa com ações corretas no tempo certo e com o custo adequado, tratando-se dos transformadores de entrada das subestações de 88 kV.  A gestão eficiente dos ativos elétricos de subestações demanda ferramentas capazes de fornecer o estado atual e os cenários futuros das máquinas, permitindo assim que sejam tomadas as melhores decisões técnico-financeiras de como manter o parque íntegro e disponível. Dentro das indústrias, a energia elétrica é um insumo insubstituível, e a falta dela pode trazer grandes prejuízos para a organização. Na busca por excelência na manutenção e continuidade do seu sistema elétrico, a Braskem implementou em 2011 o monitoramento on-line como forma de evitar falhas catastróficas nos transformadores de potências nas subestações de 88 kV. Este artigo mostra a experiência bem sucedida da Braskem na aplicação dessa tecnologia e na prática da manutenção preditiva para aumento de confiabilidade. Constituído por um conjunto de sensores inteligentes (IEDs) e um software especialista para geração de diagnósticos e prognósticos, o sistema já está em pleno funcionamento a mais de 03 anos. O software conta com modelos matemáticos de engenharia, baseados em inteligência artificial, para auxilio na tomada de decisão.

TT-222  -  Apresentação em Pôster
LEDGER COMO OBTER GANHOS RELACIONADOS A MANUTENÇÃO ATRAVÉS DA ELABORAÇÃO DE UM LIVRO MÁQUINA  
Rafael Rodrigo Lunardi Ehrhardt - Comau do Brasil
Luiz Rodrigo Carvalho de Souza - Comau do Brasil

RESUMO Em dias atuais precisamos ter agilidade nos processos que envolvem todo e qualquer tipo de produção, e na área de manutenção profissional não é diferente. Com este intuito e necessidade, após estudos aprofundados e geridos por um corpo de profissionais de engenharia de manutenção, foi desenvolvido o documento que consta toda a vida útil dos componentes de uma máquina produtiva, bem como todas as informações relacionadas a quebras, intervenções, localização em estoque para que fique disponível a qualquer profissional que se faça necessária a consulta bem como anotações diversas. Este documento que fica disposto junto à máquina proporcionou ganhos nas manutenções, além de configurar um panorama de menor custo em cada intervenção.

TT-224  -  Apresentação Oral
IMPORTÂNCIA DA ANÁLISE HOLÍSTICA DE UM PLANO DE  MANUTENÇÃO POR MEIO DE SIMULAÇÃO: UMA ABORDAGEM DE RCM VOLTADA A CUSTO E DISPONIBILIDADE (RCMCOST)  
Gabriel Alves da Costa Lima - Aremas
Alberto Teodoro Magno Filho - Aremas
Celso Luiz Figueiroa - Aremas

Quando se decide adotar um plano de manutenção preventiva para um componente, há diferentes objetivos (a) aumentar sua confiabilidade, (b) minimizar o custo médio de manutenção, (c) aumentar a disponibilidade média, (d) aumentar a segurança, (e) outros. Porém, realizar uma manutenção preventiva para minimizar o custo médio de manutenção pode, em alguns casos, prejudicar a disponibilidade e o contrário também. Assim, diferentes estratégias de manutenção podem ter objetivos antagônicos.  Entre os três objetivos finais mencionados, a segurança deve ser o prioritário, mas existem muitos exemplos dentro de um ambiente produtivo em que a falha de um equipamento não gera qualquer problema de segurança. Para estes casos, devem-se analisar os prós e contras de cada estratégia de manutenção e a melhor maneira de fazê-lo é por meio de simulação de diferentes planos de manutenção em nível de sistema e não apenas em nível de componente. O presente trabalho faz uso de simulação de Monte Carlo e Diagrama de Blocos de Confiabilidade para entender o impacto de cada estratégia de manutenção em indicadores como custo médio de manutenção e disponibilidade média. Por exemplo, estuda-se alternativas como o caso de um plano de manutenção que minimiza o custo de manutenção mas que pode impactar a disponibilidade ao ponto de tornar a economia de custo irrelevante ou, um plano que maximize a disponibilidade mas que pode não ser viável economicamente.  Assim, conclui-se que a única maneira de entender os impactos de cada atividade de manutenção, e consequentemente escolher a melhor estratégia de manutenção, é fazendo a análise do impacto de cada decisão de manutenção nos indicadores de desempenho do sistema como um todo, e não apenas no nível de componente.

TT-225  -  Apresentação em Pôster
COMO ESTIMAR A TAXA DE RETORNO ECONÔMICA DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO DE FALHAS POTENCIAIS?   
Gabriel Alves da Costa Lima - Aremas
Alberto Teodoro Magno Filho - Aremas

Quando uma empresa passa a adotar um sistema de inspeção para detectar falhas, obviamente espera-se que este seja capaz de gerar algum ganho (mais segurança, aumento de produção, redução de custo de manutenção e etc.). Estes devem então justificar o investimento proposto. A justificativa da aquisição de sistemas de inspeção relacionados à segurança é mais simples dentro de uma empresa, especialmente quando a falha apresenta alta severidade uma vez que a maioria dos tomadores de decisão são avessos ao risco. Mas, quando o assunto é aumento de produção e redução de custo, a questão central é: qual o ganho deste projeto na forma quantitativa? Desta maneira, cabe ao solicitante do investimento apresentar as análises quantitativas que justifiquem tal projeto. A dificuldade em analisar os ganhos deste projeto encontra-se justamente nas características aleatórias do tempo até as falhas, do sucesso da inspeção em identificar uma falha antes que ela se manifeste, dentre outros. A solução deste problema pode ser por meio de simulação de Monte Carlo e, por este motivo, foi escolhida para ser a base da metodologia apresentada neste trabalho. Para estudo de caso, considera-se um sistema de monitoramento das falhas. Faz-se simulações dos custos de manutenção considerando-se duas alternativas: (a) com o uso do sistema de monitoramento e (b) sem o uso do sistema de monitoramento. Depois, faz-se uma análise econômica de modo a determinar o valor agregado pelo monitoramento e a taxa de retorno do investimento em tal tecnologia.

TT-226  -  Apresentação em Pôster
VOCÊ ACREDITA QUE NÃO VALE A PENA FAZER PREVENTIVA EM ITENS (COMPONENTES, EQUIPAMENTOS, ETC) COM TAXA DE FALHA CONSTANTE?  
Gabriel Alves da Costa Lima - Aremas
Alberto Teodoro Magno Filho - Aremas

A realização de manutenção preventiva em componentes somente se justifica de ela for capaz de aumenta a confiabilidade do equipamento. Como exemplo, se a confiabilidade em 1000 horas sem manutenção preventiva for em torno de 6%, mas com manutenção preventiva em intervalos de 200 horas chegar a 58%, pode-se dizer que este ganho de confiabilidade é a justificativa para se investir em manutenção preventiva.   Mas, isso ocorre sempre desta forma? É conhecido que o comportamento da taxa instantânea de falha pode ser crescente, decrescente e constante. Uma taxa crescente implica que a proporção de falhas dos sobreviventes tende a aumentar com o tempo e isso somente pode ocorrer devida a (1) surgimento de mais modos de falhas e/ou (2) maior intensidade dos modos de falha existentes. Neste caso, naturalmente, o emprego de manutenção preventiva aumenta confiabilidade. Ao aplicar o mesmo raciocínio para o caso de taxas de falhas decrescentes e constantes a conclusão que se chega é que a manutenção preventiva não agrega confiabilidade.  Mas, será que fazer manutenção preventiva em componentes com taxa de falha constante é realmente ineficaz para aumento de confiabilidade do equipamento? A resposta é NÃO. A manutenção preventiva em componentes com taxa constante pode SIM aumentar a confiabilidade do equipamento. Para isso, desenvolvemos modelos matemáticos que reprovam esta crença popular e mostram que, se o gerente fizer uso da estratégica correta, a manutenção preventiva em nível de componentes com taxa de falha constante pode sim elevar a confiabilidade do equipamento. Uma conclusão importante é que no caso de sistemas redundantes, a manutenção preventiva de cada um dos componentes não aumenta confiabilidade do equipamento. Mas, a manutenção preventiva de todos os componentes ao mesmo tempo aumenta a confiabilidade do equipamento e reduz a taxa de falha. Portanto, se o gerente adotar uma política de manutenção preventiva em grupos pode sim obter ganhos de confiabilidade ao s

TT-227  -  Apresentação Oral
GARANTIA DE RECEITA ATRAVÉS DA GESTÃO DE INFRAESTRUTURA POR SISTEMA DE MONITORAMENTO A DISTÂNCIA  
Rodrigo dos Santos Vieira - Grupo Fleury
Clóvis Giacomozzi Porto - Grupo Fleury
Marcelo Hitoshi Nakamura - Grupo Fleury
Alex Ubendorfer Giraldi - Grupo Fleury
Augustinho Henrique Delgaudio - Grupo Freury

Quando o assunto é gestão da manutenção, um dos grandes desafios é elevar o MTBF dos equipamentos e utilidades críticas, principalmente quando se lida com múltiplos sites cujo produto final é a saúde e bem estar das pessoas. Somado a este cenário complexo, temos a imagem de um dos maiores Grupos de Medicina Diagnóstica do país, uma grande motivação para investir em alta tecnologia e inovações que tragam o melhor aos clientes e colaboradores. Sendo o custo operacional um dos maiores desafios dos últimos tempos, o atendimento de manutenção na modalidade volante tem se tornado cada vez mais utilizado. Com base nesse cenário, o deslocamento da equipe depende exclusivamente de uma solicitação do usuário reportando alguma ocorrência, tornando a atuação totalmente corretiva e reativa. O TMA dependerá da disponibilidade e do tempo de deslocamento, resultando em perda de receita e impactos diretos ao cliente. O projeto apresentado não se trata apenas de um sistema de telemetria em tempo real que antecipa os desvios (preditiva), mas sim uma estrutura de gestão integrada que se utiliza da tecnologia de medição à distância, como uma poderosa ferramenta de tomada de decisão, cujo objetivo é antecipar detecção de falhas que possam impactar diretamente no fluxo contínuo das operações. Dessa forma é possível elevar o MTBF e garantir a receita gerada pelas operações e principalmente à satisfação dos clientes.

TT-228  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO AUTOMATIZADA DE CADEIA FRIA EM AMBIENTE HOSPITALAR / SAÚDE   
Claudiney Gama da Silva - Grupo Fleury
Clóvis Giacomozzi Porto - Grupo Fleury
Marcelo Hitoshi Nakamura - Grupo Fleury
Rodrigo dos Santos Vieira - Grupo Fleury
Maria Emilia Germani Moura - Grupo Fleury
Emerson D. Cavassin - Grupo Fleury

A fim de garantir o fluxo das operações e superar as expectativas de seus clientes, o Grupo Fleury busca sempre selecionar e desenvolver mão de obra qualificada, investir em pesquisa e tecnologia e, adotar os mais altos padrões de excelência corporativa e controle de qualidade. Equipamentos de diagnósticos clínicos de alta complexidade técnica exigem uma infraestrutura de confiabilidade e precisão, assim como baixo tempo de reparo em casos de desvios. Por outro lado os custos operacionais são fator decisivo na competitividade das empresas, o que motivou a equipe de Engenharia do Grupo Fleury a buscar uma solução de alta eficiência para gestão automatizada da Cadeia Fria. Baseado nos requisitos apontados pelos usuários iniciou-se em janeiro de 2013 um projeto de gestão da Cadeia Fria do laboratório central na Sede Técnico-Administrativa em São Paulo. Este tinha por finalidade integrar e gerir todos os 150 equipamentos de resfriamento tais como: Geladeiras, Freezers, Câmaras Resfriadas e Congeladas onde são armazenados produtos químicos, materiais produtivos e biológicos para realização de exames clínicos. Este projeto foi desenvolvido para aumentar a eficiência do processo de gestão da cadeia fria, garantindo maior controle no monitoramento de temperatura e uma atuação preventiva em caso de tendência de desvio frente à tolerância permitida. O sistema implantado antecipa as falhas, gerando alertas, gráficos históricos e de tendências para uma possível análise ou ação requerida. Com isso, corrigirmos possíveis avarias antes que possam gerar impactos aos materiais biológicos e químicos, bem como interferir no prazo de liberação de resultados de exames ou até mesmo levar à necessidade de recoleta. O sistema de gestão automatizada da Cadeia Fria foi implantado em 11 meses e hoje se apresenta como uma ferramenta poderosa para o controle e monitoramento on-line dos equipamentos da Cadeia Fria, permitindo a ágil tomada de decisão com base no histórico preciso e confiável.

TT-229  -  Apresentação em Pôster
IMPLANTAÇÃO DOS PASSOS DA MANUTENÇÃO PROFISSIONAL (PM) COM FOCO NAS ANÁLISE DAS QUEBRAS E CRIAÇÃO DE UM SISTEMA DE MANUTENÇÃO PERIÓDICO (TBM)  
Roger da paz Rosa - Comau do Brasil
Silmar Jose de Oliveira Rocha - Comau do Brasil

Buscando uma nova forma de melhorar á disponibilidade técnica e redução de quebras numa linha de reciclagem de papel, estruturamos os passos da manutenção profissional para aplicação em três (3) máquinas críticas desta linha de produção. Com o objetivo de reduzir o índice de manutenções corretivas, estabelecemos o foco na criação sistemática da manutenção preventiva, otimizando os planos e definindo um cronograma de paradas programadas em conjunto com o pilar de manutenção autonôma e o fluxograma para este passo. Alinhamos todas as análises de quebras em conjunto com os operadores e manutentores, realizando brainstorming no local de quebra do componente / máquina.  Os resultados com estes passos foram evidentes, com redução dos gastos com peças e aumento da produtividade e imagem da empresa com o cliente.

TT-231  -  Apresentação em Pôster
ENGENHARIA APLICADA EM INSTALAÇÕES DE ALTA COMPLEXIDADE PARA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA   
Antonio Carlos Monteiro da Gama - Grupo Fleury
Paulo Eduardo Sartori Paluan - Grupo Fleury
João de Lucca Souza - Grupo Fleury
Clovis Giacomozzi Porto - Grupo Fleury

Ao iniciar um projeto para instalação de uma Ressonância Magnética (RM), inúmeros detalhes devem ser previstos. Suprimento de energia elétrica, ar condicionado, blindagens de radio frequência e magnética, sobrecarga de peso do equipamento, entre outros. Todavia, nos deparamos com situações não previstas na etapa de planejamento, que se revelaram quando da execução do teste EMI (Eletromagnetic Interference) pelo fabricante do equipamento no local da instalação, nos desafiando a buscar soluções de Engenharia. Durante a execução do projeto de instalação de uma ressonância magnética de 3 Tesla, uma das mais modernas do mundo, fomos desafiados a solucionar um problema relacionado à movimentação da laje, cujo lease span de 11 metros aliado à estrutura protendida da laje resultaram em níveis de vibrações superiores aos limites aceitáveis pelo equipamento, com risco de gerar artefatos nas imagens dos diagnósticos. Após a contratação de profissionais do Brasil e do exterior, os resultados foram analisados e a solução consistiu na adoção de uma laje de concreto armado flutuante, que apoiada sobre 42 molas de aço e com um peso total de 32 toneladas, consegue absorver as vibrações que chegam à laje existente no edifício e impede que as mesmas cheguem ao equipamento de ressonância magnética. A laje foi construída com o edifício em operação e o resultado foi um sucesso. Com isso inauguramos o Fleury Centro Integrado Cardio Neurovascular com exames de altíssima qualidade.

TT-232  -  Apresentação em Pôster
A IMPORTÂNCIA DE AGREGAR VALOR AOS PRODUTOS E SERVIÇOS TERCEIRIZADOS, COM FOCO NA FIDELIZAÇÃO DA PARCERIA  
José Denilson Borges França - Comau do Brasil

A busca do equilíbrio financeiro e do crescimento das nossas empresas, passa naturalmente por um planejamento que tem como base à manutenção ou a elevação dos níveis de competitividade. Neste sentido,  a fidelização dos clientes em relação à empresa, seus produtos e sua marca, é de vital importância para continuidade do negócio. Diante  de um mercado tão dinâmico, como o que vivemos, onde os profissionais de suprimentos, produção e controladoria estão a cada dia mais  exigentes e onde o tempo é um bem precioso, precisamos usar de toda a nossa criatividade para encontrar novas formas de atendimento.  Nesta busca, devemos considerar as características individuais dos  nossos parceiros de negócio, seu estágio de conhecimento e de  utilização dos recursos tecnológico disponíveis no mercado.  Precisamos estar atentos para oferecer um atendimento que venha ao encontro da realidade em que vivem nossos clientes. A fidelização dos nossos clientes foram obtidos atuando-se sobre os processos industriais com natureza qualitativa e/ou quantitativa,  criando um eficiente intercâmbio de melhores práticas e de  conhecimento interno e externo, bem como utilizando conceitos e  padrões da “Manutenção Classe Mundial” permitindo assim oportunidades e/ou soluções a curto, médio ou longo prazo e perspectiva de ganhos  duradouros com benefícios mensurados e controlados através de  indicadores técnicos e econômicos, consolidados junto aos clientes.

TT-233  -  Apresentação em Pôster
INTEGRAÇÃO DOS PRECEITOS DA SAE JA 1011: 2009 E E PAS 55: 2008 NAS SISTÊMICAS DE MANUTENÇÃO DE PONTES ROLANTES NA GERDAU OURO BRANCO  
Alexandre Augusto Andrade da Silva - Gerdau Açominas
Alessandro Ronan dos Santos - Gerdau Ouro Branco
Fabrício Geraldo de Azevedo - Gerdau Ouro Branco
Mozart Ribeiro - Gerdau Ouro Branco
Wellinton Martins Corrêa - Gerdau Ouro Branco
Alexandre Augusto Andrade da Silva - Gerdau Ouro Branco

Como qualquer equipamento em uma planta industrial moderna e dinâmica, Pontes Rolantes são Sistemas Funcionais que normalmente são exigidos ao extremo e em máxima performance. Por conseguinte, são sistemas aonde as falhas não podem ser toleradas, pois as consequências são na quase totalidade das vezes, gravíssimas no ponto de vista operacional, econômico e da segurança das pessoas e extremamente nefastas aos objetivos e indicadores de um departamento de manutenção moderno e efetivo. Desta forma, para garantir-se maior disponibilidade e haver incremento de confiabilidade dos equipamentos instalados, a busca métodos mais efetivos para a prevenção de falhas, mostra-se é necessária e extremante fundamental. Este trabalho objetiva-se em demonstrar os procedimentos e as ações executadas durante a implementação do novo programa de manutenção preventivo para todas as Pontes Rolantes da planta siderúrgica de Ouro Branco-MG do grupo Gerdau, utilizando-se como arcabouço e marco teórico, as práticas quantitativas e focadas nas causas raízes das falhas de uma sistêmica de Manutenção Centrada na Confiabilidade (MCC/RCM) conforme padronizado pela SAE JA 1011:2009 com a devida unificação com as diretrizes estruturantes dos preceitos demarcados e enumerados pela PAS 55:2008 para a confecção de um plano de Gestão de Ativos Físicos.

TT-234  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO DE FORNECEDORES DE MATERIAIS E SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO ORIENTADA PELOS INDICADORES DE DESEMPENHO DOS SETORES DE PRODUÇÃO, MANUTENÇÃO E COMPRAS -  UM ESTUDO DE CASO DE IMPLEMENTAÇÃO EM UMA INDÚSTRIA DO SETOR DO AÇO
Sérgio Luiz Vaz Dias - Ibgen
Mauro Uhlig Mocellin - Gerdau

Em um mercado mais exigente, complexo e dinâmico as empresas precisam ter produtos e serviços cada vez mais customizados a um preço compatível com os de seus concorrentes. As palavras produtividade e competitividade passam a acompanhar o dia a dia das organizações, impactando não somente nos parâmetros tradicionais de mercado como respostas às demandas dos clientes, qualidade e preço final dos produtos e serviços, mas também na gestão dos ativos e dos resultados financeiros da empresa. Utilizar melhor as máquinas e os equipamentos industriais como também produzir com menor estoque de produção e de manutenção passou a ser uma das principais preocupações dos gestores empresariais.  Neste contexto, o objetivo geral deste artigo é apresentar o método de gestão de fornecedores de materiais e serviços de manutenção de uma empresa do setor do aço localizada no Rio Grande do Sul e suas duzentas e oitenta e seis empresas fornecedoras distribuídas em oito estados brasileiros assim como seus resultados e principais dificuldades e aprendizagem com a implementação do método. Quanto à abordagem, o trabalho caracteriza-se como pesquisa qualitativa, quantitativa e descritiva (RICHARDSON, 1985) realizada no período de 2012 e 2013. O instrumento de coleta de dados foi à observação participante e análise de registros e documentos das empresas participantes e do sistema de armazenamento e monitoramento dos dados utilizados por elas. Dentre os resultados alcançados foi possível constatar melhorias no fornecimento quanto ao pazo de atendimento das necessidades de manutenção, na redução das não conformidades de entrega de materiais, lucratividade das empresas fornecedoras e na produtividade dos funcionários de compras de materias e serviços de manutenção da empresa compradora.

TT-235  -  Apresentação em Pôster
A IMPLANTAÇÃO DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA E QUALIFICAÇÃO DA MÃO DE OBRA  COM  O AUXÍLIO DA METODOLOGIA THEOPRAX  
Ana Paula Barreto de Araújo - Senai / Cimatec
Marinilda Lima - Senai / Cimatec

As indústrias brasileiras vêm conscientizando-se da importância da manutenção preventiva para o seu processo produtivo. Nota-se uma crescente preocupação com a disponibilidade e confiabilidade dos equipamentos, qualidade do produto que consequentemente impacta para a redução de custos. Porém, por falta de conhecimento um dos principais problemas do setor produtivo, a ausência de planejamento e controle das atividades de manutenção, ainda persiste em algumas empresas. Com o estabelecimento da metodologia TheoPrax, desenvolvida pelo Instituto Fraunhofer, na Alemanha, e executada na Bahia em  parceria com o SENAI, os alunos acompanhados de docentes experientes e técnicos especialistas da área de manutenção industrial, vem disseminando e implementando, nas pequenas e médias empresas, a importância e os ganhos com a implantação das atividades e práticas de manutenção preventiva. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo apresentar os passos para a implantação da manutenção preventiva, os benefícios para as empresas e consequentemente para os estudantes, através da concretização do método TheoPrax. Ademais, o estudo mostra a melhoria não somente na qualificação da futura mão de obra atuante na indústria assim como, a busca da otimização e o bom gerenciamento dos  ativos e sistemas de pequenas e médias empresas através das práticas e rotinas de manutenção preventiva.

TT-238  -  Apresentação em Pôster
SOLDA COM QUALIDADE - CERTIFICAÇÃO DE SOLDADORES NA ASME SECTION IX   
Helio Hermes de Oliveira Coragem - Comau do Brasil
Sergio Fernandes Figueiredo - Comau do Brasil
Rogério de Franco Rosa - Comau do Brasil

RESUMO: Atualmente cada vez mais as industrias, estão investindo em materiais  e novos tecnologias para aumentar sua produtividade e diminuir seus  gastos com a manutenção de seus equipamentos e por consequência sua  competitividade no mercado, visto que quanto mais seus produtos  forem competitivos os mesmos se tornam mais chamativos aos  consumidores, ou pela tecnologia ou pelo melhor custo beneficio  que eles proporcionam. Este trabalho procura apresentar uma lacuna  que esta carente de ser preenchida, que é a confiabilidade de  funcionamento dos equipamentos o que já vem se buscando a muito  tempo, ai que entra uma solda qualificada, uma vez que vários  equipamentos como caldeiras, veículos e outros, necessitam que a  mesma seja qualificada visto que se a mesma falhar, ocasionará parada  do equipamento ou o que ainda é pior ocasionando risco de perda de  vidas humanas.

TT-239  -  Apresentação Oral
ESTRATÉGIAS DE TERCEIRIZAÇÃO: QUAIS AS OPORTUNIDADES E AMEAÇAS QUE PODEMOS ENFRENTAR  
Helio Hermes de Oliveira Coragem - Comau do Brasil

Existem diversos fatores que podem nortear uma decisão de terceirização ou primeirização. Os fatores podem ser políticos, estratégicos, trabalhistas, financeiros, etc...A decisão é complexa pois envolve também os contextos da rotina , das interfaces e da transição. Neste trabalho exploraremos as oportunidades e ameaças dos diferentes modelos de terceirização.

TT-241  -  Apresentação em Pôster
REDUÇÃO DE CUSTO E AUMENTO DE MTBF EM COMPRESSORES    
José Antônio Pereira - Comau do Brasil
Rodrigo A. Bonifácio Araujo - Comau do Brasil
Márcio Gonzaga - Comau do Brasil

Os compressores alarmam por temperatura alta na descarga dos estágios, onde relizamos este acompanhamento para efetuar a limpeza das câmaras, sem troca das válvulas utilizando produto químico, sendo que o produto é bombeado através das tubulações de entrada e saída de água, com este procedimento temos a limpeza das câmaras de refrigeração, bem como linhas intermediárias e aumento na vida útil de componentes e ganho na disponibilidade, evitando assim a troca das válvulas (custo de compra de novas válvulas), remoção das tampas para a oficina (mão de obra, paralisação do equipamento, liberação do equipamento para manutenção, limpeza das câmaras e troca das válvulas).  Tal melhoria aumentou o tempo médio entre falhas (MTBF) dos compressores de seis meses para vinte e quatro meses, tendo como objetivo ampliar este procedimento também para os demais compressores da planta.

TT-242  -  Apresentação em Pôster
CASO DE SUCESSO: INSERÇÃO DO COLABORADOR NA DIVISÃO DE GANHOS COMO PODEROSA FERRAMENTA PARA ALAVANCAR PROJETOS DE VALOR AGREGADO  
Rodrigo Bonifácio Araujo - Comau do Brasil
José Antônio Pereira - Comau do Brasil
Márcio Gonzaga - Comau do Brasil

Normalmente os projetos de valor agregado de empresas terceirizadas no ramo petrolífero são beneficiados o cliente e a empresa prestadora de serviço, onde este trabalho tem como objetivo demonstrar que numa empresa petroquímica com pequenas ideias de valor agregado se tornam grandes melhorias com grandes retornos financeiros, Isso se dá pela busca do aumento da qualidade que passa pela identificação correta e precisa dos desejos e anseios do cliente. Neste sentido, estes projetos agiliza as tomadas de decisões aos processos críticos que requerem modificações, a fim de torná-los mais eficientes, incrementando a qualidade final dos produtos/serviços e/ou aumentando a produtividade dos recursos, com isso vem o reconhecimento do benefício alcançado pelo cliente versus o recurso empregado e economia alcançada. Atualmente chegamos a aumentar a quantidade de projetos agregados em 100% com relação aos últimos três anos, onde inserimos o colaborador que é o estoque de conhecimento do processo na divisão de ganhos de cada projeto que como incentivo através de programa que premia a cada ideia dada. Com a inserção direta da mão de obra no estudo e levantamento de suas ideias de melhoria, conseguimos como resultado o aumento da satisfação dos empregados e do cliente, pois com essas ações, melhorias que agregam segurança e valor agregado para o cliente.

TT-244  -  Apresentação em Pôster
SEGREGAÇÃO HOMEM MÁQUINA NA SAMARCO MINERAÇÃO - PONTA UBU   
Diones Pimentel Corrêa - Samarco Mineração
Israel Alves Oliveira - Samarco Mineração

No período compreendido entre os meses de Novembro de 2013 a Maio de 2014, foram registrados trezentos e um “Quase Acidentes” em atividades envolvendo a interação homem x máquina, ou seja, um índice de 1,5 ocorrências por dia em atividades executadas tais como, empregados atravessando fora da faixa sinalizada para pedestres; motorista arrastando cone de sinalização ao realizar manobra para estacionar o veículo; colaborador sinaleiro passando atrás de caminhão em manobra sem manter distância segura e auxiliar de serviços passando atrás de empilhadeira em manobra e quase sendo atingido. Após a identificação e avaliação dos riscos, foram organizados grupos de estudos e tomadas várias decisões para eliminar ou minimizar os riscos existentes na interação entre o homem e a máquina.

TT-245  -  Apresentação Oral
A OTIMIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA CONTRIBUINDO PARA A REDUÇÃO DO CUSTO TOTAL DE MANUTENÇÃO   

Luiz Rodrigo Carvalho de Souza - Comau do Brasil
Gilvani Sarnecki - Comau do Brasil
Luciano Antônio Sarote - Comau do Brasil
O atual cenário do mercado nacional e internacional vem obrigando as empresas a buscarem alternativas para produzir com alta qualidade e a um custo baixo, o que a torna competitiva e rentável. Por isso muitas empresas estão implementando o WCM (World Class Manufacturing), metodologia criada pelo Dr. Hajime Yamashina. É um somatório de conhecidas filosofias de melhorias como o JIT, TQC, TPM e TIE, com a diferença de ter um pilar dedicado ao controle de custo, tanto para priorizar os projetos e garantir o máximo benefício com o mínimo esforço, quanto para controlar e medir a efetividade de cada projeto.  Um dos pilares do WCM é o PM (Manutenção Profissional), que possui 7 passos e é responsável por reduzir custo de quebras, aumentando a disponibilidade das máquinas. Este resultado é alcançado até o passo 3, onde se implementa um calendário de manutenção preventiva que muitas vezes é “superdimensionado”. Por isso é importante continuar com a implementação do passo 4, 5 e 6 de PM, que visam otimizar a manutenção preventiva, priorizando as atividades de alto custo. Executar melhorias com o intuito de aumentar a vida útil de alguns componentes e diminuir a frequência das atividades é uma ação do passo 4. Passar algumas atividades para o operador, diminuir a duração das atividades através de treinamentos, melhorias, etc., nacionalizar algumas peças são ações do passo 5. Realizar análises preditivas a fim de usar o componente ao máximo possível são ações do passo 6.  A grande importância na continuidade da implementação da Manutenção Profissional está na otimização da manutenção preventiva, sendo possível alcançar reduções na ordem de 50%, o que contribui para a redução do custo total de manutenção.

TT-246  -  Apresentação Oral
APLICAÇÃO DA PREDITIVA ON LINE COMO FERRAMENTA PARA O AUMENTO DA DISPONIBILIDADE E CONFIABILIDADE DOS EQUIPAMENTOS ROTATIVOS EM UMA EMPRESA DO RAMO PETROLÍFERO
Mauro Lucio Martins - Comau
Eduardo Pereira Sarto - Comau do Brasil
Emiliano Braga dos Santos - Comau do Brasil

Os sistemas de monitoramento on-line oferecem monitoramento automatizado das máquinas para levando assim informações atualizadas, todo o tempo, para otimizar a operação de ativos de produção fundamentais. Completando assim o uso de instrumentos de coleta de dados periódica, facilitando uma abordagem proativa à confiabilidade com monitoramento 24 horas das máquinas em locais perigosos, remotos, não seguros ou de difícil acesso. Com a coleta continua dos através dos sensores instalados permanentemente. O sistema transmite dados para um computador que executa as rotinas já previstas em função do alarmes pré-ajustados.

TT-247  -  Apresentação Oral
SOLUÇÕES PRÁTICAS PARA UMA BOA ANÁLISE DE CUSTOS DO CICLO DE VIDA DE ATIVOS   
Rodolfo Weber Silva Xavier - Vale
Maurício Cunha Fiock da Silva - Harsco Metals Minerals

A análise dos custos do ciclo de vida de equipamentos é amplamente utilizada nas indústrias já há algum tempo. Esta metodologia é comprovada como sendo efetiva para auxiliar diretores e gerentes na tomada de decisão entre alternativas mais efetivas em termos de custo de propriedade. Para que uma análise de qualidade seja desenvolvida, dados de qualidade se tornam imprescindíveis. Neste momento é quando o profissional que está realizando a análise se depara com as maiores dificuldades. Agrupar dados dispersos e encontrar informações históricas confiáveis se tornam os grandes desafios da Análise de Custos do Ciclo de Vida. Em grandes empresas este problema se torna ainda maior quando vários departamentos se interagem e gerenciam os processos da empresa. A falta de um sistema ERP bem utilizado é comum no ambiente industrial. Neste trabalho serão mostradas as etapas para uma análise de LCC, as dificuldades encontradas e como realizar uma boa análise utilizando ferramentas de confiabilidade, tais como: estatística aplicada, diagramas de blocos e análise de dados de vida. E ao final comprovando LCC como uma das boas ferramentas para melhoria na Gestão de Ativos.

TT-248  -  Apresentação Oral
MANUTENÇÃO BASEADA NO RISCO (MBR) APLICADO A MOTORES A GÁS - ESTUDO DE CASO   
Frederico Carlos Maciel Thom - Petróleo Brasileiro - Petrobras
Geraldo Rossoni Sisquini - Universidade Federal do Espírito Santo - Ufes
Marcilio Freitas - Universidade Federal de Ouro Preto - Ufop

As falhas inesperadas, o baixo tempo associado com essas falhas, a  perda de produção e os custos de manutenção mais elevados, são os  principais problemas em qualquer unidade de produção.  A manutenção baseada no risco (MBR) ajuda na concepção de uma  estratégia alternativa para minimizar o risco resultante de avarias ou falhas.  Adaptar uma estratégia de manutenção baseada em risco é essencial no  desenvolvimento econômico de políticas de manutenção. A metodologia MBR é composta de quatro módulos: identificação do  escopo, avaliação de riscos, critério de riscos e planejamento de  manutenção. Utilizando esta metodologia, é capaz de estimar-se o risco causado  pela falha inesperada como uma função da probabilidade e da  conseqüência da falha. Componentes críticos podem ser identificados  com base no nível de risco e de um nível pré-selecionado de risco  aceitável.  A manutenção do motor a gás é priorizada em função do risco, o que  ajuda na redução do risco global de operação da planta.  A redução do risco é obtida através da adoção de um plano de  manutenção que não só aumenta a confiabilidade do motor a gás, mas  também reduz o custo de manutenção, incluindo o custo da falha.  Palavras-chave: falhas, riscos, manutenção.

TT-249  -  Apresentação em Pôster
INSPEÇÃO BASEADA NO RISCO (IBR) APLICADO A DUTOS DE PETRÓLEO E GÁS - ESTUDO DE CASO   
Frederico Alvarez Perez - Cemig Geração e Transmissão
Geraldo Rossoni Sisquini - Universidade Federal do Espírito do Santo - UFES
Marcilio Freitas - Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Sistemas de dutos de petróleo e gás estão expostos a ambientes  corrosivos, causando vários tipos de mecanismos de degradação.  Um dos mecanismos de dano experimentado é a redução gradual da parede  que provoca vazamentos no duto. Uma vez que os sistemas dutoviários transportam hidrocarbonetos ou outros fluidos de processo, a presença  de pequenos vazamentos pode conduzir a uma situação perigosa e  arriscada. Portanto, a correta inspeção e a manutenção destes  sistemas é essencial para manter uma operação segura e contínua. A  Inspeção Baseada no Risco (IBR) foi adotada para estabelecer uma  estratégia de inspeção nos sistemas de dutos baseado no risco  calculado. A avaliação da probabilidade de falha para sistemas  dutoviários de acordo com a Inspeção Baseada no Risco (IBR)  normalmente segue as diretrizes do Instituto Americano do Petróleo  (American Petroleum Institute, API 581), onde o método é  deterministico. Este Trabalho apresenta um Estudo de Caso que explora  técnicas de análise numéricas para obter a probabilidade de falha em  dutos utilizando-se as metodologias do B31G Modificado, Shell-92 e do   DNV-99. Para isto, utiliza-se o Método de Monte Carlo que requer dados  estatísticos sobre as propriedades do material e a geometria física do  sistema dutoviário. Os resultados são então comparados e discutidos.  Palavras-chave: confiabilidade, dutos, riscos, inspeção.

TT-251  -  Apresentação em Pôster
NR 12 - ADEQUAÇÕES COM GANHOS GLOBAIS    
Gilberto Nascimento Vieira - Comau do Brasil

Mediante a altos índices e ocorrências de acidentes de trabalhos, em geral oriundos em máquinas e equipamentos, o item: Segurança torna-se fundamental nas empresas. Visando garantir o comprometimento, o governo federal efetuou uma revisão na norma NR 12, aprimorando-a. Essa norma é regulamentadora e visa a segurança de máquinas e equipamentos e também visa redução dos números de acidentes de trabalho, garantia de mais segurança aos trabalhadores e consequente diminuição dos gastos decorrentes de acidentes. Esse trabalho apresenta de forma global os principais temas da norma e exemplos de adequações em máquinas já realizadas entre metodologia empregada pelas empresas parcerias COMAU/Pilz. Os resultados positivos com realizações de adequações em máquinas e equipamentos seguramente superarão as expectativas, apresentando ideias simples, que permitiram ter uma máquina completamente adequada.

TT-252  -  Apresentação Oral
OPTIMIZACIÓN DE COSTOS DE MANTENIMIENTO A TRAVÉS DE LA IMPLEMENTACIÓN DEL CUIDADO BÁSICO DE EQUIPOS Y MANTENIMIENTO MENOR POR OPERACIONES  
Eynar Sarmiento Velásquez - Mansarovar Energy Colombia
Edison Cordoba Moreno - Best Process

Esta ponencia se enfoca en presentar un modelo para el aseguramiento de la estrategia de mantenimiento involucrando directamente al personal de operaciones de las facilidades de producción. Muestra cómo se materializa la implementación de las tareas del plan de mantenimiento (RCM, RBI, SIS) en el día a día del personal de operaciones. Y cuál es la interrelación para garantizar el cumplimiento de las directrices de mantenimiento hacia la operación.  Se muestra cómo se establecen altos niveles de comunicación mantenimiento – operaciones – mantenimiento. Con miras a que operaciones se involucre en el mejoramiento de la confiabilidad, mantenibilidad y disponibilidad a fin de lograr mayor rentabilidad y estabilidad en la operación. Además se explica cómo el ingeniero de confiabilidad puede justificar ante la gerencia la inversión relacionada con la implementación del programa, a través de indicadores como VPN, ROI, Tiempo de recuperación de la inversión.  El caso describe los elementos clave que deben ser tenidos en cuenta para lograr que las tareas de mantenimiento preventivo, correctivo, predictivas y a falla que forman parte del plan de mantenimiento, tengan su asiento fuerte y sostenido en las áreas operativas del negocio. Se muestra el beneficio obtenido con la ejecución de estas tareas por parte de operaciones y se muestran los requerimientos mínimos que debe tener el plan (recursos, software, equipos etc.) para que sea exitoso.  Este caso de negocio se desarrolla en el sector Oíl & gas en una compañía líder en Colombia en la extracción, tratamiento y transporte de Crudos pesados, la cual cuenta con más de 300 pozos productores, 4 estaciones de recolección de crudo y estaciones de tratamiento y despacho.

 

Resumos 3°SEMASE

TT-253  -  Apresentação Oral
ANÁLISE DA VIDA REMANESCENTE E DANO ACUMULADO DE  COMPONENTES DE PLANTAS TERMELÉTRICAS EXPOSTOS AOS  MECANISMOS DE DANO POR FLUÊNCIA E FADIGA  
Bruno Reis Cardoso - Centro de Pesquisas de Energia Elétrica - CEPEL
Carlos Frederico Trotta Matt - Centro de Pesquisas de Energia Elétrica - CEPEL
Fernanda Figueiredo Martins dos Santos - Centro de Pesquisas de Energia Elétrica - CEPEL
Heloisa Cunha Furtado - Centro de Pesquisas de Energia Elétrica - CEPEL
Luiz Augusto Torres - Tractebel Energia
Luiz Felippe - Tractebel Energia

Para atender as demandas mais recentes do setor elétrico brasileiro,  tem-se investindo no desenvolvimento de software de medição e  diagnóstico da condição operacional de equipamentos de geração  termelétrica, integrado a metodologias de avaliação de integridade  estrutural. Após a conclusão de uma primeira geração de softwares  voltados para monitoração de parâmetros ligados a equipamentos  estáticos como caldeiras e tubulações, partiu-se para o desafio  maior de monitorar e calcular a vida de equipamentos dinâmicos,  mais especificamente, turbinas a vapor. As turbinas de geração  termelétricas são equipamentos com um elevado grau de complexidade,  sendo sujeitas a grandes solicitações térmicas e dinâmicas.  O sistema de monitoração de turbinas e cálculo da vida remanescente  desenvolvido toma como base a degradação do equipamento através da  ação simultânea dos mecanismos de fluência e fadiga. Este sistema  foi implantado com sucesso em uma Usina de Geração termelétrica de  360MW e busca trazer considerável redução dos custos de manutenção,  em virtude do aumento do espaçamento entre as paradas programadas  e a redução do número de paradas não-programadas, uma vez que a  manutenção corretiva se torna muito menos freqüente pela monitoração  e pela previsão acurada da degradação de cada componente.

TT-254  -  Apresentação Oral
IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DE ORDENS DE SERVIÇO DE MANUTENÇÃO   
Carmiana Caripuna Itadani - Moto Honda da Amazônia
Aline Ramos dos Santos - Moto Honda da Amazônia
Adinaldo Sousa Silva - Moto Honda da Amazônia
Luiz Eduardo Lopes Marinho - Moto Honda da Amazônia
Marcos de Oliveira Nery - Moto Honda da Amazônia
Mario Kempes da Silva Ribeiro - Moto Honda da Amazônia
Samuel José de Lima Borgaço - Moto Honda da Amazônia
Matheus Alves de Souza - Moto Honda da Amazônia

O cenário atual, com ampla concorrência de mercado, fiscalizações mais rígidas quanto aos métodos de trabalho e etc., fazem com que haja necessidade de processos regulares perante as NR s vigentes, cuja adequação requer alto investimento. Frente à elevação dos custos para os processos, há necessidade de reduzir os desperdícios e/ ou otimizar a gestão de recursos. Tanto a operação quanto os setores se suporte necessitam melhorar a eficiência de suas atividades para fazer mais com menos. A matemática da eficiência, sugere que quanto maior for o OUT (números de atendimentos, redução do downtime, aumento do MTBF e redução do MTTR) produzido em detrimento dos recursos disponibilizados, o IN, melhor estará sendo a gestão. A OS é um instrumento de extrema na importância em toda gestão de demanda de um grupo de Manutenção. Desde que esteja, bem definida e que tenha foco gerencial. Dependendo do porte do parque fabril e tamanho da equipe, fazer essa gestão manual, não é somente impraticável, como também onerosa. O objetivo deste trabalho visa demonstrar quais os ganhos reais e outros resultados que podem ser obtidos com a automação do Sistema de Gestão de OS de Manutenção, com base em estudo de caso de uma empresa Multinacional, do segmento de duas rodas, do Polo industrial de Manaus (HDA MAO).

TT-255  -  Apresentação em Pôster
MEDIÇÃO DE ÂNGULO DE VISADA EM INSPEÇÕES TERMOGRÁFICAS SEM CONTATO COM O OBJETO INSPECIONADO  
Pablo Rodrigues Muniz - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Shirley Peroni Neves Cani - Instituto Federal do Espírito Santo - IFES
Robson da Silva Magalhães - Universidade Federal da Bahia - UFSB

Para a produção de imagens térmicas com exatidão, minimizando os erros de medição, é necessária a informação do ângulo de visada entre o termovisor e o objeto inspecionado. Entretanto, é comum haver restrições de acesso ao objeto inspecionado em instalações industriais, o que inviabiliza a medição desse ângulo. Neste trabalho, é proposto um método de medição do ângulo de visada sem necessidade de contato com o objeto inspecionado. Para se obter essa informação, um dispositivo eletrônico medidor a laser é posicionado junto ao termovisor e faz medições de sua própria inclinação em relação ao solo e de distância ao objeto sem contato físico com ele. A partir dessas medições, é determinado o ângulo de inclinação do objeto em relação ao solo e de visada da câmera de imagens a esse objeto. Os resultados experimentais indicam que o método proposto tem boa precisão e que pode ser incorporado a termovisores comerciais, viabilizando inspeções termográficas com maior qualidade.

TT-260  -  Apresentação em Pôster
PLANEJAMENTO DA MANUTENÇÃO E GESTÃO DE INSTALAÇÕES NO NEGÓCIO DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA   
Régis Baptista - CEEE-GT

Este trabalho inicia com uma linha do tempo sobre a manutenção no segmento de transmissão de energia elétrica, com enfoque em equipamentos de subestações e linhas de transmissão, identificando os fatores preponderantes desta atividade nas últimas quatro décadas até o estágio atual.  Em seguida é realizada uma abordagem dos aspectos legais e regulatórios que envolvem a manutenção da transmissão, principalmente após o sancionamento da Lei Federal 12783/13 que trata da Prorrogação das Concessões de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica.  Na seqüência são apresentados, na visão do autor, os principais aspectos empresariais que devem ser considerados na gestão de instalações (ativos) de transmissão, das empresas transmissoras, com foco em gestão de perdas, gestão de projetos de investimentos, gestão de custos e diretrizes de gestão.  Por fim destaca uma nova abordagem para planejamento da manutenção, chamando de Planejamento da Manutenção por Custos e Oportunidade como proposta para aplicação nas empresas transmissoras após a prorrogação das concessões.  Na conclusão e considerações finais ressalta os aspectos requeridos no momento atual para a gestão de instalações e para o planejamento da manutenção da transmissão visando o atendimento ao novo modelo de negócio e aos requisitos impostos pelo poder concedente quando da prorrogação das concessões.

TT-261  -  Apresentação em Pôster
CONCILIANDO TECNOLOGIAS APLICANDO NOVAS TÉCNICAS A MANUTENÇÃO   
Roberto Nunes de Oliveira - Tecsis Tecnologia e Sistemas Avançados
Gilberto Batista Júnior - Tecsis Tecnologia e Sistemas Avançados
Danilo Germano de Campos - Tecsis Tecnologia e Sistemas Avançados

A manutenção deve utilizar materiais compósitos para atender necessidades especificas, complementando o equipamento quando especificações técnicas consolidem a melhor relação custo benefício, em muitas ocasiões promovemos o beneficiamento do aço para adquirir determinada característica que, a um custo menor conseguimos solucionar o caso utilizando a tecnologia de compósitos, a técnica pode ser aplicada de forma relativamente simples, isto é, uma vez tendo o conhecimento necessário. Durante os últimos anos, um substancial desenvolvimento de compósitos para aplicações estruturais foi observado. A principal motivação dessa grande evolução foi a possibilidade de se produzir compósitos com altas propriedades mecânicas e baixas densidades que, potencialmente, poderiam substituir materiais usualmente utilizados como o aço e a madeira. A combinação de polímeros de alto desempenho com fibras cerâmicas ou poliméricas de alto módulo elástico e resistência mecânica, permitiu a produção de novos compósitos com um grupo de propriedades específicas (por unidade de peso) superiores ao aço, alumínio e outros. Esses compósitos apresentam, em geral, altas razões módulo/peso e resistência/peso superiores à de materiais cerâmicos, poliméricos e metálicos. As propriedades mecânicas dos compósitos são afetadas por duas fases: a fase estrutural, geralmente possui módulo alto e elevada resistência mecânica e é representada por um material fibroso, a fase matricial possui módulo baixo e em geral é capaz de grande alongamento sendo tipicamente constituída de um material plástico, não quebradiço. Em relação ao peso, os compósitos revelam propriedades mecânicas que podem exceder consideravelmente as dos metais. A combinação de excelentes propriedades mecânicas e leveza estrutural tornam os compósitos interessantes materiais de aplicação em engenharia (MANO, 1991).

TT-262  -  Apresentação Oral
DETECÇÃO DE ESPIRAS EM CURTO DO ROTOR    
Mladen Sasic - Iris Power
Milene Teixeira - Iris Power

Resumo: O monitoramento de fluxo, via sensores instalados permanentemente no entreferro da unidade, é uma tecnologia comprovada, e utilizada por muitos anos em máquinas síncronas para determinar a presença de curto entre espiras em um rotor. Esta informação é fundamental no planejamento da manutenção e análise de vibração. Tradicionalmente, as medições de fluxo são realizadas com sensores de fluxo instalados em uma cunha do estator, e analisados através de instrumentos portáteis ou conectados permanentemente. Originalmente utilizado apenas unidades turbo-geradores de alta velocidade, esta tecnologia é agora amplamente utilizada em hidro-geradores e motores. Sistemas online de monitoramento, utilizados para avaliar a condição dos enrolamentos do estator do gerador, mancais e entreferro, são hoje amplamente utilizadas pelos operadores de plantas de hidrogeração. No entanto, não existe nenhum sistema online disponível que auxilie a determinar explicitamente a condição do enrolamento de campo do rotor. Apesar de os enrolamentos de pólos salientes tenderem a ser muito mais confiáveis, a cada parada de planta gasta-se uma quantidade considerável de tempo ao realizar testes  pole drop , para assegurar-se de que não existam espiras em curto nos pólos de campo. Além disso, este teste pode não ser eficaz na detecção de espiras em curto em condição de máquina parada. A falha deste isolamento poderá resultar em curto-circuito das espiras do rotor. Espiras em curto no rotor proporciona um desequilíbrio na atração magnética, que por sua vez pode causar uma tendência de incremento na vibração da unidade. No entanto, curtos podem existir sem representar um incremento da vibração e, por consequência a medição de vibração não é uma maneira infalível para detectar prematuramente o envelhecimento do rotor.  Este artigo irá descrever a aplicação do novo sensor de fluxo e novos métodos de teste e análise de dados, aplicáveis ambos a enrolamentos de rotores turbo e hidrogeradores.

TT-263  -  Apresentação Oral
CONTROLE E SUPERVISÃO DE CARREGAMENTOS APLICADOS A TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA ATRAVÉS DO MONITORAMENTO TÉRMICO DIGITAL  
Geraldo Rocha - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Naidion Silvério - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Mauro Magalhães - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Rodolfo p. Batista - Roma Engenharia

A aplicação de cargas acima da potência nominal do transformador vem sendo praticada desde a década de 80 por várias empresas concessionárias no Brasil.  Para regulamentar a prática foram criadas a norma NBR 5416/1997, que definiu a aplicação de carga a todos os trafos do BRASIL sem limitação de potência e o PROCEDIMENTO DE REDE SUBMÓDULO 2.3 para a rede básica. Afim de tornar as normas possíveis e aplicáveis nas empresas, foi necessário a implantação do Procedimento Carregamento Admissível em Transformadores de Potência, conforme definido pelas normas NBR 5416/1981 e NBR 5416/1997. Este procedimento tem como um dos seus fundamentos a implantação de um sistema de supervisão e controle nos transformadores,  que possibilitaria ao usuário a segurança e confiabilidade na aplicação de cargas aos transformadores sem violação dos limites de projeto. Com essa mudança no cenário nacional, o uso de Monitores Térmicos Digitais para controlar e supervisionar temperatura do óleo e dos enrolamentos e a perda de vida passaram a ser obrigatórios nos trafos.  O artigo apresenta uma contextualização do cenário nacional abordando campo de aplicação, aspectos principais da norma NBR 5416, Resolução 191 dez/2005 e Procedimento de rede 2.3 ONS.

TT-264  -  Apresentação Oral
AUMENTO DA CONFIABILIDADE DE ESQUEMAS DE PROTEÇÃO PROTEÇÃO E CONTROLE EM IEC 61850 COM USO DE MESSAGE QUALITY  
Geraldo Rocha Pinhanelli - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Paulo Franco - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Carlos Oliveira - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Douglas Brunismann - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial

A introdução da norma IEC 61850 em sistemas elétricos de potência e industriais possibilita o desenvolvimento de esquemas de controle e proteção mais elaborados e adaptados para diversas aplicações através da troca de informações entre relés via rede Ethernet. As redes Ethernet ganham papel importante nos esquemas de proteção e controle, portanto torna-se necessário que a mesma tenha alta disponibilidade e confiabilidade, alguns recursos como portas Ethernet dual nos IEDs e redes de switches em anel garantem a redundância de comunicação, aumentando a disponibilidade do sistema de automação e proteção da subestação, assim como IEDs com monitoramento dos links de comunicação nas portas Ethernet. Ao utilizar-se a norma IEC 61850 para projetos de automação de subestações, faz-se necessário revisar as lógicas e esquemas de proteção contemplando o monitoramento da comunicação pelo IED. Este artigo relata uma visão das principais lógicas e esquemas de proteção em uma SE, define os requisitos mínimos de confiabilidade que devem ser levados em consideração em aplicações em tempo real. As possíveis falhas de comunicação necessitam ser tratadas e monitoradas pelos IEDs para executar bloqueios e/ou mudar esquemas de proteção/automação para impedir atuações incorretas. Além de gerar alarmes na IHM indicando falha na comunicação horizontal, possibilitando executar manutenção preventiva.

TT-265  -  Apresentação em Pôster
SISTEMA DE MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO   
Geraldo Rocha Pinhanelli - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Fernando Ayello - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
David Dolezilek - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Carlos Oliveira - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Douglas Brunismann - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial

As subestações de energia elétrica necessitam de constante manutenção de seus equipamentos para evitar falhas, que provocam interrupções do suprimento e impactam negativamente nos índices de desempenho. Com esse objetivo é necessária a adoção de práticas de manutenção mais eficientes e inteligentes, com aplicação correta de recursos materiais, humanos e financeiros. Ainda muito comum em empresas de transmissão e distribuição de energia elétrica, a manutenção preventiva é baseada em dados colhidos pela equipe técnica que visitam a subestação e linhas de transmissão em períodos definidos. De posse destes dados é tomada a decisão da realização ou não dos procedimentos de manutenção. Os sistemas de monitoramento são ferramentas essenciais para que as empresas possam cada vez mais modernizar as técnicas de manutenção e migrar para uma manutenção preditiva inteligente e otimizada. Os investimentos efetuados na aquisição de sistemas de monitoramento de equipamentos de subestações agregam custos adicionais à manutenção e operação; logo, a minimização desses custos consiste num enorme desafio. O Sistema de Monitoramento de Subestações (SMS) contribui para o planejamento da manutenção com a redução de custos operacionais indesejáveis, além de influenciar outros custos relacionados ao desempenho dos equipamentos através de prognósticos de eventos precisos e confiáveis, antecipando problemas iminentes e evitando assim intervenções desnecessárias de manutenção.

TT-266  -  Apresentação Oral
A GESTÃO E A MANUTENÇÃO EM UM EMPRESA DE O&M DO SETOR ELÉTRICO APÓS A MP 579   
Lanier Peterson Castelo Branco Sampaio - Eletrobrás Furnas

É de conhecimento comum que nada é mais complexo de iniciar, mais  arriscado de conduzir ou de mais incerto sucesso do que liderar um  processo de mudança. A Lei Nº 12.783, de 11 de janeiro de 2013,  prorrogou as concessões no Setor Elétrico Brasileiro e reforçou o  ambiente e a necessidade para as mudanças. Mas por que é tão difícil  se ajustar às mesmas? Mesmo conhecendo as técnicas e sabendo que  capacidade de previsão, habilidade de adaptação e atitude para pensar  diferente e agir de forma rápida são diferenciais para viabilizar a  sobrevivência das empresas, mais de 70% das iniciativas de mudança  falham. O artigo debate este fato e fornece uma percepção diferente  e exclusiva do processo, a ideia é proporcionar maior valor do que  a dificuldade para quebrar paradigmas. São utilizados conceitos como  liderança estratégica, economia da experiência e intraempreendedorismo.  Os resultados práticos validam a tese e as conclusões sugerem como  identificar e sanar os gargalos, podendo orientar organizações em  seus projetos.

TT-267  -  Apresentação Oral
A EXPERIÊNCIA DA ENDESA CACHOEIRA NA REFORMA E  MODERNIZAÇÃO DA UNIDADE GERADORA 3 - U.H.E. CACHOEIRA DOURADA
Aparicio Cesar Camargo - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada
Ricardo Vechin de Macedo - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada

A Unidade Geradora 03 entrou em operação no ano de 1968, e com pouco tempo de operação, começou a apresentar problemas de trincas nas pás motrizes em sua zona critica. Com o intuito de melhorar a confiabilidade da Unidade Geradora, optou-se em 2004 pela Modernização da mesma, tendo como base a substituição das pás motrizes e a implantação de modificações em sistemas que eram considerados críticos pela manutenção. O projeto teve início em 2005 com a licitação dos serviços e começando efetivamente em dezembro de 2006, com a realização dos ensaios de Index test visando registrar o estado da Unidade Geradora para comparação futura. Dentre as partes que foram reformadas e modernizadas, destacam-se as pás motrizes que ganhou novo perfil, o mecanismo de regulação que era composto por um servomotor toroidal e foi substituído por um sistema com servomotores lineares e o sistema de lubrificação das palhetas diretrizes que era feito por graxa e foi substituído por auto-lubrificante, ambos com ganhos para o meio ambiente. Durante a reforma de uma máquina, encontram-se diversas eventualidades que devem ser levadas em consideração durante o processo de planejamento, situações que podem gerar atrasos significativo no cronograma da reforma. A modernização da Unidade Geradora foi feita no prazo de 9 meses, obtendo o resultado esperado, com uma melhora no rendimento da turbina de 1,6%, redução significativa no número de intervenções nos equipamentos e como conseqüência, no tempo parado de máquina.

TT-268  -  Apresentação em Pôster
DETECÇÃO DE BARRAS ROMPIDAS DO ROTOR ATRAVÉS DA PROTEÇÃO COM ZERO AJUSTES   
Marcos Donolo - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Armando Guzmán - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Stanley e. Zocholl - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial
Carlos Pezzani - Universidad Nacional de Río Cuarto
Pablo Donolo - Universidad Nacional de Río Cuarto
Guillermo Bossio - Universidad Nacional de Río Cuarto
Naidion Silvério - Schweitzer Engineering Laboratories Comercial

As barras rompidas no rotor de motores de indução podem ser detectadas de forma confiável através da análise espectral das correntes induzidas no estator sob condições de plena carga do motor. A identificação de barras rompidas em estágios iniciais é fundamental para minimizar os danos ao motor e melhorar a produtividade do processo, motivado por uma redução dos custos operacionais e prejuízos relacionados ao tempo de restabelecimento regular da produção. As equipes técnicas responsáveis pelas instalações precisam de relés de proteção de fácil integração, fornecendo alarmes imediatos das falhas. Verifica-se, porém, que a análise espectral da corrente do estator pode ser comprometida por variações na carga aplicada ao motor, gerando assinaturas de corrente similares àquelas de motores com barras do rotor rompidas, podendo apresentar preocupações relativas à falsos diagnósticos do elemento de detecção. No presente trabalho, descrevemos um elemento de detecção de barra rompida com zero ajustes, onde o algoritmo identifica falhas no rotor indemententemente das características da máquina. O método de detecção é baseado na análise das magnitudes relativas dos sinais nas frequências das bandas laterais geradas por uma ruptura em relação à magnitude do sinal de frequência do sistema. Em combinação com o registro de histórico de eventos e a função de transformada de Fourier, é possível efetuar a detecção de barras rompidas para uma grande variedade de condições de falta e operação do motor, bem como situações específicas, como quando o motor aciona uma carga oscilante ou quando a tensão possui componentes de baixa frequência.

TT-270  -  Apresentação em Pôster
MELHORIA NO SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO DAS RODAS DA COMPORTA DE TOMADA D ÁGUA DA UNIDADE GERADORA 4   
Paulo Cesar de Souza - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada
Ricardo Vechin de Macedo - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada
Juliano Oliveira Hortencio - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada

A UHE Cachoeira Dourada foi construída em 4 etapas e possui 10 unidades geradoras, com potência instalada de 658 MW. A II etapa, construída entre os anos de 1965 a 1969, abriga as Unidades Geradoras 3, 4 e 5, que trabalham com turbinas tipo Kaplan e possuem capacidade de geração de 54 MW cada. Cada Unidade Geradora possui uma Comporta de Tomada Dágua, Sendo sua função principal impedir o fluxo dágua em caso de emergência que venha a ocorrer com a Unidade Geradora. Também serve para uso em determinados tipos de manutenção na Unidade Geradora, permitindo o esgotamento da caixa espiral. A Comporta tem vital importância na segurança da Unidade Geradora protegendo contra qualquer tipo de bloqueio (trip) que provoque a parada da UG. Como por exemplo: falhas com regulador de velocidade, sobrevelocidade da UG, retorno de potência, etc. Em 2010 foi realizada uma manutenção maior na Comporta de Tomada Dágua da Unidade Geradora 04, em aproveitamento a parada para reforma da mesma, onde foi feita uma melhoria no sistema de lubrificação das rodas, baseada na sugestão dos colaboradores, onde foi instalada uma central de lubrificação na parte superior da comporta, aumentando o nível de segurança nas preventivas para os colaboradores e parceiros que realizam essa atividade.

TT-271  -  Apresentação Oral
EXPERIÊNCIAS DO DESENVOLVIMENTO DE   TRANSFORMADOR PARA ALTA TEMPERATURA BASEADO EM ISOLAÇÃO HÍBRIDA E ÓLEO VEGETAL ISOLANTE  
Carlos Alves da Silva - AES Eletropaulo
Carlos Ossamu Kajikawa - AES Eletropaulo

O transformador de potência é um importante equipamento utilizado no sistema elétrico de potência, responsável em transmitir energia elétrica ou potência elétrica de um circuito a outro, transforma tensões e correntes de um circuito elétrico e cuja aplicação é ampla, podendo ser utilizados em subestações de usinas geradoras, subestações de sistemas de transmissão, subestações de sistemas de distribuição, redes de distribuição e sistemas fabris. Mudanças recentes ocorridas no sistema elétrico causadas, principalmente, pelo aumento considerável de carga e pelo desenvolvimento tecnológico proporcionaram a fabricação do transformador com a aplicação de altíssima tecnologia, aumentando a confiabilidade do transformador e, em paralelo, a redução do seu custo global. Tradicionalmente, os transformadores usam um sistema de isolação, o qual associa isolantes sólidos e celulose imersos em óleo mineral isolante, o que limita a temperatura operacional contínua. No entanto, substituindo-se este sistema por um de isolação híbrida composto de celulose termicamente estável em altas temperaturas como material isolante e óleo vegetal isolante, a capacidade de carga da unidade pode ser aumentada substancialmente, enquanto o envelhecimento do isolante, em longo prazo, é significativamente reduzido. Esta técnica de aumentar os limites térmicos do equipamento elimina, essencialmente, as restrições térmicas associadas à isolação celulósica, provendo uma solução econômica para a otimização do uso de transformadores, aumentando a sua confiabilidade operacional. Adicionalmente, à aplicação de sensores de fibra ótica, em substituição aos sensores de imagem térmica no monitoramento das temperaturas internas do transformador, apresenta-se como importante opção na definição do equacionamento do comportamento do transformador sob o ponto de vista térmico.

TT-273  -  Apresentação Oral
RECUPERAÇÃO DE EROSÃO CAVITACIONAL EM TURBINAS FRANCIS FABRICADAS EM AÇO CARBONO COM APLICAÇÃO DE AÇO INOXIDÁVEL COM COBALTO NA UHE CACHOEIRA DOURADA
Ricardo Vechin de Macedo - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada
Aparicio Cesar Camargo - Centrais Elétricas Cachoeira Dourada

A UHE Cachoeira Dourada, foi construída em 4 etapas e possui 10 unidades geradoras (UG), com potencia instalada de 658 MW. A III etapa, construída entre os anos de 1976 a 1979, abriga 3 UGs que trabalham com turbinas tipo Francis de 86 MW cada, fabricadas em aço carbono. Para se adequar ao atual cenário energético, que torna cada vez mais imperiosa a necessidade de produzir energia com maior eficiência, é necessário o que os processos que permitam um maior tempo entre as manutenções. Entretanto, um dos grandes problemas enfrentados pelas Usinas Hidrelétricas, é o fenômeno da cavitação, que gera como conseqüência a erosão de partes da turbina, com perda de material e desempenho das mesmas. Os estudos indicam como forma de minimizar essa situação, um melhor projeto hidrodinâmico das turbinas e a utilização de materiais mais nobres e resistentes a erosão cavitacional. Em turbinas novas, a melhoria do projeto e a utilização de materiais mais nobres reduzem os efeitos da cavitação e prolongam a necessidade de recuperação das mesmas. Para atenuar esses efeitos nas turbinas que já se encontram em operação, principalmente as com mais de 30 anos de vida, é necessário a aplicação de revestimentos com características que permitam a atenuação desse fenômeno. Nesse caminho, a Endesa Cachoeira tem adotado a aplicação  desses materiais, tendo os mesmos apresentado bons resultados quanto a resistência a erosão cavitacional e a redução da quantidade de material depositada.

TT-279  -  Apresentação em Pôster
CONSTRUÇÃO E REFORÇO ESTRUTURAL NA CONTENÇÃO DA TORRE T-91 DA LINHA DE TRANSMISSÃO AÉREA LTA RAMON REBERTE FILHO - SILVESTRE 3-4  
Rafael de Barros Aranha Piccolo - AES Eletropaulo
Diego dos Reis Vasconcelos - AES Eletropaulo
João Vitor Zambelli - Paulista Service

Esse trabalho técnico apresenta os critérios e as premissas  consideradas para garantir a qualidade e confiabilidade na  transmissão de energia elétrica, da Linha de Transmissão Aérea  LTA Ramon Reberte Filho – Silvestre 3-4 de 88 kV pertencente ao  Sistema Elétrico da Eletropaulo. A referida linha de transmissão  de energia possui uma torre denominada T91 adjacente ao Córrego  dos Meninos localizada em São Caetano do Sul, cujo sistema de  contenção existente a cerca de 40 anos tem passado por um processo de deterioração. Nesse sentido a Eletropaulo conduziu uma  especificação técnica e licitou a contratação de um projeto executivo  de reconstrução e reforço estrutural da contenção. A empresa  Paulista Service elaborou o projeto executivo e as adequações  necessárias, mormente ao sistema de drenagem e aterramento bem  como o projeto de construção de muro de gravidade tipo Gabião. No  decorrer do trabalho serão apresentadas as causas do agravamento da  erosão em torno da torre, e as justificativas para remediação conforme o projeto executivo.

TT-280  -  Apresentação Oral
JUGO EM LIGA DE ALUMÍNIO PARA TROCA DE ACESSÓRIOS EM LINHA DE TRANSMISSÃO EM ACORAGEM DUPLA   
Artur Conforti Neto - AES Eletropaulo
Marcelo dos Santos Viana - AES Eleropaulo
Ronaldo Graciano Souza - AES Eletropaulo

Equipamento desenvolvido para facilitar a manutenção e diminuir o esforço físico na troca de acessórios em ancoragem dupla para suportes de alta tensão padrão 88/138kV.

TT-281  -  Apresentação em Pôster
TERMINAL ANCORAGEM EM LIGA DE ALUMINIO E AÇO INOX    
Artur Cavalcanti de Paiva - Defesa Civil
Marcelo dos Santos Viana - AES Eletropaulo
Ronaldo Conceição Pereira - AES Eletropaulo

O Terminal de Ancoragem foi elaborado pensando em facilitar o trabalho de troca do grampo de ancoragem de compressão e diminuir o tempo de execução desse tipo de trabalho, utilizando uma equipe menor de colaboradores. Com fácil instalação, redução da equipe para execução dos trabalhos, redução no tempo de execução dos trabalhos, sem a necessidade da troca do grampo de ancoragem de compressão comprometido e sem emendas ou troca dos cabos condutores.

TT-282  -  Apresentação em Pôster
ANÁLISE DE GÁS HEXAFLUORETO DE ENXOFRE(SF6) EM EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS   
Evandro Rohde - Endesa Cien

O presente artigo tem por objetivo apresentar as principais características e conceitos do gás isolante hexafluoreto de enxofre, mais conhecido pela sua forma molecular (SF6)¹, onde abordaremos suas propriedades elétricas e físco-químicas, diferenças entre o gás novo e usado, os produtos de decomposição gerados por descargas parciais (arcos, coronas e centelhamentos) e demais contaminantes bem como as possibilidades de tratamento do gás usado. Abordando sua aplicação no setor elétrico, consequências do uso indevido pelo homem em relação aos equipamentos, além dos aspectos de meio ambiente e segurança envolvidos, a fim de comprovar a necessidade e importância da utilização de métodos preditivos de manutenção nos equipamentos isolados a SF6 pertencentes à Endesa Cien.

TT-283  -  Apresentação Pôster
NOVA METODOLOGIA PARA DETECÇÃO DE DEFEITOS DE EVOLUÇÃO RÁPIDA E MUITO RÁPIDA EM BUCHAS DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA  
Marcos E.G. Alves - Treetech
Miguel c. Medina Pena - Eletrobrás Chesf
Claudio Leandro Severino - Eletrobrás Eletrosul
Gilberto Amorim Moura - Treetech

Devido às muitas falhas em transformadores originadas nas buchas, e para reduzir os desligamentos para ensaios, os ensaios off-line nas buchas têm sido substituídos pela monitoração on-line, que têm fornecido dados inéditos sobre a forma e tempo de evolução dos defeitos. Em geral, considerava-se que as falhas em buchas têm evolução lenta, de semanas ou meses. Embora isso seja verdadeiro em muitos casos, esse trabalho apresentará as experiências da Chesf e da Eletrosul, nas quais os dados de monitoramento on-line indicaram tempos de evolução dos defeitos de minutos ou horas. Será apresentada uma nova metodologia para detecção e alarme de defeitos de evolução rápida, que utilizada em conjunto com as técnicas atuais de detecção de defeitos de evolução lenta em estágio inicial, permitirá aumento ainda maior na confiabilidade do fornecimento de energia elétrica.

TT-284  -  Apresentação em Pôster
APLICAÇÃO DE SISTEMAS DE MONITORAÇÃO ON-LINE NA VISÃO DA ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO   
Marcos E.G. Alves - Treetech
Fabio Abreu Pinto - Eletrobrás Furnas
Gilberto Amorim Moura - Treetech

A crescente demanda por maior confiabilidade e continuidade no fornecimento de  eletricidade se reflete sobre os regulamentos do setor, que prevêem pesadas multas
por indisponibilidades de equipamentos de transmissão, ainda que agendadas. Assim, a engenharia de manutenção se depara com o desafio de aumentar a confiabilidade e a disponibilidade dos ativos enquanto virtualmente elimina os desligamentos para testes e diminui os custos da manutenção. Nesse cenário, os sistemas on-line para monitoração contínua e diagnóstico se tornam ferramentas essenciais para uma gestão mais efetiva e inteligente desses ativos. Este artigo apresenta a experiência da Eletrobras Furnas com a operação e manutenção desses sistemas.

TT-287  -  Apresentação em Pôster
ADAPTAÇÃO DO SETOR DE MANUTENÇÃO DA ENDESA CIEN FRENTE A RESOLUÇÃO ANEEL 270 / 2007   
Luciano Lopes de Miranda - Endesa Cien

Este Informe Técnico aborda sobre a adaptação do setor de manutenção da Endesa Cien à resolução ANEEL 270/2007, a qual instituiu os indicadores de qualidade para o serviço público de Transmissão de Energia Elétrica. Será mostrada também as dificuldades encontradas, as ações tomadas para uma melhor adaptação e os dados de ocorrências e utilizações das franquias das Funções Transmissão.

TT-288  -  Apresentação Oral
INTERLIGAÇÃO DAS BARRAS DE GARABI 1 E GARABI 2, TESTES REAIS E CONSEQUÊNCIAS PARA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SISTEMA  
Diego Roberto Morais - Endesa Cien
Claudio Pereira Oliveira - ABB
Carlos Renato Silva - ABB
Andressa Regina Feyh - Endesa Cien
Alison Marchioro - Endesa Cien

As Conversoras de frequência de Garabi 1 e Garabi 2 foram projetadas para atender as demandas de energia do sistema elétrico brasileiro,  possibilitando a importação de energia do sistema argentino. Entraram em operação em meados de 2000 e 2002, respectivamente. Possuem  capacidade de transmissão de 2200 MW, suprindo quase que 20% da  demanda da Região Sul. Nos últimos anos, com a escassez de fontes de energia no sistema argentino, o Complexo Garabi tem sido utilizado  como suporte energético para o país vizinho e também para o Uruguai, desta forma, alavancando sua importância não somente do ponto de vista elétrico, mas também do ponto de vista de estratégias de integração e cooperação internacional no Mercosul.   A partir do ano de 2011 as Conversoras sofreram uma alteração no seu modelo de negócio e passaram a atuar no Sistema Interligado Nacional - SIN, não somente com o intercâmbio de energia, mas também, para  estabelecer uma nova forma de evitar sub ou sobretensão na Rede de  Operação da região oeste do Rio Grande do Sul frente à contingência  da Linha de Transmissão de 525 kV entre Itá/SC e Santo Ângelo/RS.  Neste novo cenário foi solicitado pelo Operador Nacional do Sistema  (ONS), estudos, testes e simulações para interligação dos barramentos das duas Conversoras.  Neste trabalho serão abordados os resultados de alguns ensaios,  simulações e testes reais, bem como a repercussão no sistema elétrico brasileiro decorrentes da implantação da interligação dos barramentos das conversoras Garabi 1 e Garabi 2, bem como a flexibilização de  intervenções de manutenção através da operação em anel das linhas de transmissão. Evidencia-se através deste, a importância dos trabalhos realizados pelas equipes de controle, manutenção, operação e proteção da Endesa CIEN e parceira ABB na viabilização destas alterações.

TT-290  -  Apresentação Oral
ANÁLISE DE ATUAÇÕES DE PROTEÇÃO DIFERENCIAL EM GERADORES SÍNCRONOS   
Alan de Sousa e Silva - Endesa Cachoeira

Este trabalho propõe disponibilizar conceitos teóricos e básicos em relação à proteção diferencial e suas aplicações típicas no âmbito da proteção de geradores síncronos, bem como a análise e diagnósticos de falhas. O presente trabalho também apresenta conceitos relativos à influência das componentes harmônicas nas instalações elétricas e na atuação da proteção diferencial em geradores síncronos, através do relato de uma pesquisa realizada sobre uma ocorrência correlativa em geradores da Usina Hidrelétrica de Cachoeira Dourada (Endesa Cachoeira).

TT-291  -  Apresentação Oral
AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO DO ATIVO COMO GESTÃO DA VIDA ÚTIL DE TRANSFORMADORES DE POTÊNCIA   
Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino - Adimarco

Avaliação da condição de um transformador consiste na realização de um conjunto de testes de diagnósticos para análise do estado de operação deste equipamento e estimar a sua posição atual em relação ao seu ciclo de vida. Há a necessidade de sistematizar a análise com a combinação de diferentes métodos de diagnósticos e mapear os resultados em um modelo de condição que oriente o ciclo de vida do transformador de potência. Este trabalho mostra a proposta de uma metodologia para satisfazer esta necessidade.

TT-292  -  Apresentação Oral
MEDIDA EM CAMPO DOS PARÂMETROS DA LINHA DE TRANSMISSÃO E DETERMINAÇÃO DO FATOR DE TERRA   
Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino - Adimarco
Guilherme Sanches Penariol - Adimarco

Este trabalho apresenta um método avançado para medir e calcular os dados de impedância da linha de transmissão e a comparação com dados calculados. Todas as medições são realizadas com variação de frequência, abaixo e acima da frequência da rede e os resultados são interpoladas, eliminando-se interferências de sistemas energizados. A partir destes resultados as impedâncias de sequência positiva e sequência de zero, bem como o fator K em vários formatos são calculadas. São mostrados testes realizados em linhas de transmissão no Brasil e no México.

TT-293  -  Apresentação Oral
DOS RELÉS ELETROMECÂNICOS AOS RELÉS DIGITAIS - DESENVOLVIMENTO DAS TÉCNICAS E EVOLUÇÃO DOS PROCEDIMENTOS DE TESTE  
Marcelo Eduardo de Carvalho Paulino - Adimarco
Guilherme Sanches Penariol - Adimarco
Mauro Braga Lopes - Adimarco

Os testes de relés de proteção têm sofrido diversas alterações ao longo dos últimos anos com a evolução dos relés eletromecânicos aos relés digitais multifuncionais, aumentando a complexidade desses dispositivos, inclusive sendo adicionado o sistema de comunicação e mensagens GOOSE de comando e controle baseadas na IEC 61850. Os testes de sistemas de proteção devem acompanhar as mudanças nos objetos em teste. Há a necessidade de padronização e sua simplificação. Este trabalho discute essa evolução e apresenta mecanismos para a padronização dos testes utilizando uma biblioteca de relés de proteção, a ainda demonstram um teste com estas novas tecnologias. Os procedimentos apresentados simplificam o trabalho do testador, diminuindo as necessidades de conhecimento do relé a ser testado, reduzindo os tempos de teste e preparação, além de promover a repetitividade dos testes.

TT-296  -  Apresentação Oral
GESTÃO DE ATIVOS BASEADA NA CONDIÇÃO E NO RISCO:  UMA ESTRATÉGIA BASEADA NA MANUTENÇÃO CENTRADA EM CONFIABILIDADE  
Luiz Rogério Varasquim - DNV GL
Luiz Carlos Ferraz Almada - DNV GL
Aline de Oliveira Marques - DNV GL
Heitor Inácio Sardinha - DNV GL


 As empresas concessionárias de serviços de utilidade pública do setor elétrico brasileiro baseiam-se em investimentos, operação e manutenção (O&M) de ativos, de acordo com aspectos regulatórios específicos que regem desde a geração de energia até o consumidor final. Neste contexto, a gestão ótima de ativos está cada vez mais em evidência, principalmente pelas seguintes razões:
- Custos de O&M superiores ao valor dos ativos.
- Dificuldade priorização de atividades.
- Aspectos regulatórios de remuneração atrelada ao desempenho operacional e na otimização do uso dos ativos
- Inovação: novas arquiteturas, Smart Grid, Geração Distribuída;
- Contínua expansão da rede;
- Minimizar o impacto ambiental;
- Envelhecimento da base de ativos e da mão-de-obra
- Exigências cada vez maiores por parte dos consumidores.
A Sistemática de Gestão de Ativos Baseada na Condição e no Risco (RCbAM – Reliability and Condition based Asset Management) desenvolvida pela DNV GL abrange todo o programa de manutenção do sistema elétrico de uma empresa concessionária, passando pelas fases de planejamento, inspeção, execução e controle. Ela busca otimizar a manutenção para potencializar os custos planejáveis e minimizar os compulsórios, tanto para o CAPEX como para o OPEX, via melhoria do desempenho e vida útil dos ativos considerando as melhores práticas de manutenção.

TT-297  -  Apresentação Oral
METODOLOGIA PARA DIMENSIONAMENTO DE ATIVOS RESERVA RESERVAS EM EMPRESAS CONCESSIONÁRIAS DE ENERGIA ELÉTRICA, APLICADA A TRANSFORMADORES DE FORÇA  
Luiz Rogério Varasquim - DNV GL
Heitor Inácio Sardinha - DNV GL
Clay Tutaj - DNV GL

As concessionárias de energia elétrica necessitam de um processo estruturado para o dimensionamento de ativos reservas para suas operações. Investir um montante acima do necessário, pode não trazer o retorno esperado e prejudicar a alocação de investimentos necessários para outras áreas. Por outro lado, a indisponibilidade de reservas pode trazer sérias consequências, tanto financeiras com penalidade relacionadas à confiabilidade do sistema elétrico, além do impacto negativo que esse tipo de ocorrência poderá trazer para a imagem da companhia. Essa situação se agrava para ativos essenciais para uma concessionária de energia elétrica, como é o caso dos transformadores de força. A combinação do risco de ocorrência de falhas catastróficas, com altos custos de substituição, longos prazos de entrega e implicações de confiabilidade que podem comprometer até mesmo o equilíbrio econômico e financeiro de uma empresa, representa um desafio para as empresas na hora de dimensionar os ativos reservas. Portanto, o dimensionamento dos ativos reservas deste tipo constitui uma tomada de decisão das mais importantes para as concessionárias.  Considerando este contexto, este trabalho tem como objetivo apresentar uma abordagem baseada no risco e nas características operacionais de uma determinada população de transformadores de força e, através de análises estatísticas, traçar cenários para subsidiar uma tomada de decisão ótima, alinhada com a aversão ao risco adotada pela empresa.

TT-299  -  Apresentação Oral
PADRONIZAÇÃO E INTEGRAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA MANUTENÇÃO DA ENDESA GERAÇÃO BRASIL   
Everthon Elias Alcântara dos Santos - Endesa Geração
Carlos Carvalho Nascimento - Endesa Geração

Em meados de 2012, foi criada a célula de Gestão da Manutenção no Setor de Serviços Técnicos da Diretoria Técnica da Endesa Geração Brasil, encarregada de trabalhar no modelo de gestão dos processos de manutenção de toda a Companhia, influenciar em decisões gerenciais relacionadas à Manutenção, elaborando e divulgando procedimentos e normas, criando e gerindo toda a base teórica necessária para a implementação da padronização de processo e dar o suporte necessário às plantas. O Projeto de Padronização da Manutenção da Endesa Geração Brasil teve início em Agosto de 2012 e visou estabelecer uma sinergia entre as Manutenções da empresa, uma vez que a Endesa Geração Brasil possui três plantas em operação e todos os processos de manutenção vinham sendo realizados de maneira totalmente independente, não permitindo uma gestão única. O projeto permitiu uma grande interação entre processos de manutenção, motivado também pelo desafio de que cada central envolvida possui uma tecnologia de trabalho distinta (hidrogeração, termogeração e transmissão).

TT-301  -  Apresentação em Pôster
GESTÃO DA MANUTENÇÃO BASEADA EM SISTEMAS DE MONITORAÇÃO ON-LINE NA LIGHT   
Gilberto Amorim Moura - Treetech
Paulo César de Souza - Light
Thiago Ribeiro Marcato Alves - Light
Ademir Alves - Treetech

O atual cenário dos mercados de energia elétrica no Brasil tem levado as empresas do setor, em especial as distribuidoras, a operar em um contexto de produtividade até então inédito, forçando a uma busca constante por maior eficiência, melhor qualidade de fornecimento e menores custos.  Este contexto tem levado a uma mudança nas filosofias de manutenção, acelerando a migração da manutenção preventiva para a preditiva. Alguns dos primeiros equipamentos em que se opera essa mudança são os transformadores de potência, visto que, além de essenciais para as redes de transmissão e distribuição, são, em geral, os maiores ativos de uma subestação e com maior potencial de causar prejuízos ao longo do ciclo de vida.    Sistemas de Monitoração On-line têm sido adotados como uma das principais ferramentas para possibilitar essa mudança sem colocar em risco a segurança e a confiabilidade da Operação da Light, permitindo conhecer sua condição e diagnosticando e prognosticando eventuais problemas.  Serão apresentadas as características técnicas, os sensores homologados, os modelos de engenharia disponíveis, a plataforma de TI utilizada e os resultados obtidos até o momento com a operação desse sistema de monitoração on-line e suas implicações atuais e futuras na gestão da manutenção da Light.

TT-302  -  Apresentação Oral
INTEGRAÇÃO SISTEMA ERP X METODOLOGIA E FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PARA GESTÃO DE CAPEX DE MANUTENÇÃO  
Everthon Elias Alcântara dos Santos - Endesa Geração
Carlos Carvalho Nascimento - Endesa Geração

Visando garantir a excelência operacional e o nível de disponibilidade de suas centrais, o grupo ENEL  investe na gestão da manutenção e operação de suas centrais através de projetos. O conjunto destes projetos formam a carteira de projetos (CAPEX) de cada empresa. A lista de projetos que compõem a carteira a cada ano, é definida após uma priorização que leva em conta critérios técnicos e risco ao negócio. Neste contexto, a excelência no acompanhamento destes projetos, garantindo sua realização, com qualidade, dentro do prazo e custo esperado e com informações precisas, são fundamentais para os atuais padrões de qualidade, gestão por processos e  administração exigidos pelo grupo. Nos últimos anos foi identificada a necessidade de um relatório e/ou ferramenta  para integração das diversas fontes de informações e dados, visando uma base única de dados  auxiliando o processo de tomada de decisão para uma gestão adequada de seus recursos.

TT-303  -  Apresentação Oral
FERRAMENTA DE ANÁLISE DA CONDIÇÃO DE ATIVOS HEALTH INDEZ   
Aline Marques - DNV GL
Luiz Rogério Varasquim - DNV GL
Mischa Vermeer - DNV GL

Frente ao desafio das empresas de manter uma população de ativos dentro dos padrões de confiabilidade e segurança requeridos pelas normas e pelo agente regulador a um custo prudente, a metodologia desenvolvida e aplicada pela DNV GL na Europa, Oriente Médio, Extremo Oriente e no Brasil para determinar a condição dos ativos e a sua vida remanescente, denominada Health Index, reúne informações da população de ativos foco, como os dados históricos de inspeção, testes, medições, dados ambientais, de operação, dentre outras. A estruturação dessas informações irá qualificar as ações necessárias, sendo estas relativas à continuidade regular da manutenção, à sua intensificação ou ainda à substituição do equipamento, via um sistema de cores que indica o tipo de ação que deve ser seguida. Agregando várias funcionalidades, as vantagens do Health Index podem ser descritas como uma ferramenta poderosa de suporte à decisão no planejamento das ações de manutenção para os ativos envolvidos totalmente customizadas ao ambiente de uma empresa de energia, além da oportunidade de estabelecer um reporte transparente ao órgão regulador quanto à gestão da base desses ativos. A versão desenvolvida para as empresas brasileiras, que abrange os conceitos gerais indicados para o início de uma implantação dessa natureza, e que requer uma quantidade de dados que normalmente é possível de ser obtido nas empresas. Essa versão permite o conhecimento da condição de ativos, ao mesmo tempo em que busca determinar e organizar quais são as informações mais relevantes para sistematização da análise das ações visando ampliar a sua vida remanescente ou a sua substituição.

TT-305  -  Apresentação Oral
ELETROBRÁS FURNAS USINA TERMOELÉTRICA DE SANTA CRUZ DISPOSITIVO PARA EXTRAÇÃO DE TERMOPARES DE TURBINAS A GÁS AUTORES  
Luciano Dias de Almeida - Eletrobrás Furnas
Angelo Márcio Fernandes Pereira - Eletrobrás Furnas
Manoel da Costa Lucas - Eletrobrás Furnas
Marcelo Jordão Pinto - Eletrobrás Furnas
Antônio Fazoli Fiaux - Eletrobrás Furnas
Jefferson de Oliveira - Eletrobrás Furnas

Equipamento Desenvolvido - Dispositivo para extração de termopares de turbinas a gás.  Breve Apresentação O objetivo do trabalho e apresentação de um dispositivo desenvolvido pela Equipe de Manutenção da Usina Termelétrica de Santa Cruz, para extração de termopares danificados e de difícil acesso no interior de poços de Turbinas a Gás, evitando a desmontagem do equipamento, diminuindo de forma significativa o tempo da realização da manutenção e os custos envolvidos, promovendo o rápido retorno à operação e reduzindo a indisponibilidade da Turbina a Gás. Notadamente de simples construtividade e de fácil manuseio, que se presta a retirar in loco, por pinçagem de uma parte ou seção de termopar que porventura se rompa e fique presa no interior do seu poço.  Campo de Aplicação  O termopar é um componente fundamental no sistema de supervisão, proteção e controle das Turbinas a Gás. A falha deste componente causa à redução da confiabilidade, podendo acarretar, em alguns casos, o desarme da Turbina a Gás, com a perda de disponibilidade.   Estado da Técnica Com a ocorrência do rompimento de um termopar no interior do poço do combustor da Turbina a Gás, segundo o fabricante, não havia como realizar a remoção do mesmo in loco. Para tanto, seria necessário levar o combustor até o fabricante ou responsável pela manutenção, que faria a desmontagem para retirada do termopar rompido.   Objetivo do Dispositivo O dispositivo foi projetado e fabricado nas instalações da Usina Termoelétrica de Santa Cruz para remoção de parte de um termopar quebrado (flashback) dentro do poço do combustor nº4 da UG21, o qual o fabricante da turbina (Siemens) informou que não executava este serviço em campo e a peça deveria ser enviada para a fábrica (EUA) para execução do reparo.

TT-307  -  Apresentação em Pôster
PROCEDIMENTO PARA RETIRADA DE POSTES DE MADEIRA EM ÁREA DE DIFÍCIL ACESSO   
Leandro Alves Ferreira - AES Sul
Angelo Simões Mendes - AES Sul
Edson Vitorino - AES Sul
Edson Savioli - AES Sul
Emerson Chausse Pacheco - AES Sul
José Aparecido da Silva - AES Sul

Existem milhares de postes de madeira na rede da AES Eletropaulo que se encontram em mau estado de conservação, trazendo riscos às residências e a população em geral. Muitos desses postes se encontram em áreas denominadas de difícil acesso por não permitirem a entrada de veículos pesados comumente utilizados para remoção de postes como é o caso dos caminhões munck.  Para atender estes casos foi desenvolvida uma solução para a retirada dos postes contemplando todas as normas de segurança da empresa. O método consiste no corte do poste em diversas seções desde seu topo até sua base utilizando máquina de corte elétrica e um sistema de ancoragem que permite a descida das seções cortadas até o solo sem risco de queda.

TT-308  -  Apresentação Oral
INSPEÇÃO TERMOGRÁFICA EMBARCADA EM VEÍCULO    
Angelo Antônio Quintão Maurício - AES Eletropaulo
Antônio João Monteiro - AES Eletropaulo
Alexandre Herculano Fernandes - AES Eletropaulo
Ricardo Lopes de Azevedo - AES Eletropaulo

Com a necessidade constante da empresa em buscar ganhos de performance em seus indicadores técnicos e com a evolução tecnológica dos materiais e equipamentos empregados na rede aérea de distribuição, se faz necessário adoção de metodologia e emprego de equipamentos de qualidade, de forma garantir a execução básica dos critérios de manutenção, alinhando as necessidades da empresa, as exigências técnicas e a perpetuação do negócio.  Na AES Eletropaulo, existe a preocupação constante em garantir a execução da manutenção na rede de distribuição e a neste trabalho vamos abordar umas das ações destinadas ao plano de manutenção que é a inspeção termográfica, reavaliando a forma de execução da inspeção e mudando a concepção do veículo e melhorando de forma significativa os quesitos de segurança, produtividade e qualidade para executar esta atividade.  Outro ponto a destacar, a AES Eletropaulo tem estimulado a busca por inovações em seus projetos, assim como melhorias em processos com a aplicação de ferramentas de qualidade e uma preocupação maior com no aspecto de segurança, que corresponde um dos seus principais valores.

TT-309  -  Apresentação em Pôster
METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DE DE CONECTORES PARA RAMAIS DE LIGAÇÃO EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA SECUNDÁRIA  
Alexandre Amaral - Comau do Brasil
Antônio João Monteiro - AES Sul
Luiz Eduardo Ribeiro Magalhães - AES Sul
Angelo Antonio Quintão Maurício - AES Sul

Com a evolução tecnológica dos acessórios, materiais e equipamentos empregados na rede de distribuição, se faz necessário a adoção de metodologia e ferramentas de qualidade, permitindo avaliar e selecionar um produto que atenda as exigências técnicas, as necessidades da empresa e a relação custo x benefício. Na AES Eletropaulo, existe a preocupação constante em utilizar na rede distribuição aérea o que há de melhor oferecido no mercado em matéria de conectores, que atingem um alto grau de eficiência capaz de garantir índices desejáveis de confiabilidade no sistema.  Outro ponto importante, a AES Eletropaulo tem buscado em seus desenvolvimentos e inovações, entre outros, os seguintes aspectos: qualidade no fornecimento de energia elétrica aos clientes, aumento da produtividade das equipes operacionais, praticidade no manuseio dos materiais/ferramentais às equipes e segurança na realização das atividades, sendo esse o valor numero 1 da AES Eletropaulo.  Entre muitos materiais utilizados nas redes de distribuição (sistema elétrico), os conectores merecem posição de destaque, pois deles dependem em grande parte, os índices de qualidade e continuidade do sistema.

TT-310  -  Apresentação Oral
EXCELÊNCIA NA LOGÍSTICA REVERSA DETRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA   
Edgar Noschang Kunz - Aes Sul
Cristiano Azolin Brutti - AES Sul
Adriano Gabiatti - AES Sul

A AES Sul possui parque atual de transformadores de distribuição que ultrapassa 60 mil dos quais avariam mais de 2,5 mil ao ano, gerando um custo estimado de R$ 11 milhões. Como a gestão de ativos depende de um gerenciamento com total eficiência e eficácia para alcançar resultado e ser sustentável, esse trabalho foca na redução de custos no processo de logística reversa do ativo transformador de distribuição que a AES Sul vem buscando sem arriscar o ressuprimento de estoques nem sua performance na rede de distribuição de energia elétrica. A redução de custos, a eficiência na operação e gestão e o cuidado ecológico nesse processo, são melhorias que possibilitam racionar o consumo de equipamentos novos, ter ótimo desempenho produtivo, possibilitar maior reaproveitamento de materiais e com menor consumo de recursos não renováveis. A excelência vem sendo conquistada nos últimos anos com forte empenho das equipes de trabalho do próprio processo, por meio de pesquisas, melhoria contínua e inovações. Assim, trata-se de uma importante prática sustentável para a empresa, que pode ser compartilhada com as demais distribuidoras de energia elétrica que desejam otimizar a base de remuneração de seus ativos.

TT-311  -  Apresentação Oral
METODOLOGIA DE CRIAÇÃO E REVISÃO DO MANUAIS DE PROCEDIMENTOS DE TRABALHO NA AES ELETROPAULO   
Alexandre Amaral dos Santos - AES Eletropaulo
Angelo Antonio Quintão Maurício - AES Eletropaulo
Luiz Eduardo Ribeiro Magalhães - AES Eletropaulo
Adonias Pereira - AES Eletropaulo
Leandro Alves Ferreira - AES Eletropaulo
Marcelo Alves Bezerra - AES Eletropaulo

Os Manuais de Procedimentos de Trabalho – (MPT) foram concebidos com o objetivo de padronizar os procedimentos de trabalho na AES Eletropaulo e apresentam uma visão geral da atividade operacional de campo. Foram implantados na AES Eletropaulo no ano 2005, com o lançamento de 36 manuais na AES Eletropaulo.   Atualmente, estão disponíveis cerca de 570 procedimentos de trabalho (MPT / IT) as equipes da companhia e das empreiteiras.   Desde 2013, a Gerência de Engenharia da Distribuição da AES Eletropaulo, implantou uma nova metodologia, visando priorizar a criação e revisão de manuais de procedimentos de trabalho – MPT e instruções de trabalho - IT.  Com a adoção desta metodologia de revisão dos procedimentos de trabalho, bem como as revisões e melhorias realizadas no processo, a cada dia, vem contribuindo na execução das tarefas pelas equipes, de maneira padronizada, com qualidade, inovação e mais segurança, além disso, vem contribuindo na melhoria dos índices de segurança na AES Eletropaulo.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Definição:
Troca de experiências entre os profissionais de Manutenção e Gestão de Ativos, através da divulgação do estado-da-arte em gestão, métodos e técnicas de trabalho, assim como, apresentação do progresso tecnológico e das modernas técnicas de gerenciamento e execução, visando à melhoria da qualidade, produtividade, segurança, preservação ambiental e racionalização de custos.

Quando:
Dias 30 de setembro, 01 e 02 de outubro de 2014.

Modalidades:
Os Trabalhos Técnicos do Congresso se dividem em duas modalidades:
Oral e Pôster.
Nos dias 30 de setembro, 01 e 02 de outubro, serão feitas as Apresentações Orais dos trabalhos nos auditórios e, no dia 01 de outubro, das 15h30 às 16h30, será disponibilizada a Sessão de Pôsters.

Temas (somente a título de orientação):
- Agronegócio;
- Confiabilidade na Manutenção;
- Conservação de Energia;
- Energia Elétrica;
- Engenharia de Manutenção;
- Fator Humano na Manutenção;
- Gerência, Organização e Custos de Manutenção;
- Gestão de Ativos;
- Indicadores de Manutenção;
- Informática na Manutenção;
- Instrumentação e Automação Industrial;
- Manutenção de Obras, Serviços Públicos, Transportes, Hospitais e Instalações Prediais;
- Manutenção e a Norma NR-10;
- Manutenção e a Automação Industrial;
- Manutenção e Meio Ambiente;
- Manutenção em Equipamentos e Instalações Específicas;
- Manutenção Preventiva e Preditiva;
- Manutenção Produtiva Total (TPM);
- Qualidade e Produtividade na Manutenção;
- Segurança na Manutenção e as NRs;
- Tecnologias e Técnicas Aplicadas em Manutenção;
- Terceirização na Manutenção;
- Treinamento e Qualificação de Pessoal de Manutenção.

Premiação de Trabalhos Técnicos:
O Comitê Técnico selecionará durante o evento, segundo critérios próprios, os cinco melhores Trabalhos Técnicos apresentados. O prêmio será informado na ocasião da apresentação dos contemplados na Solenidade de Encerramento.
No caso de Trabalhos Técnicos com mais de um autor, o prêmio será concedido apenas para um deles. Ressaltamos que Trabalhos Técnicos em que figurem como autores quaisquer membros da diretoria, conselheiros, empregados ou contratados da ABRAMAN não estarão concorrendo a esta premiação.

 

Mais informações

Emails:

servicos1@abraman.org.br
servicos2@abraman.org.br
eventos2@abraman.org.br
abraman-pr.sc@abraman.org.br

Telefones:
(21) 3231 7007 / (41) 3322-7818
(21) 98720 4738 / (21) 98720 4737

HOME
Rodape Interno
ABRAMAN - Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos
Av. Marechal Câmara, 160 - Sala 320 - Edifí­cio Orly - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
CEP 20020 080 - Telefone: (55) (21) 3231 7000 - Fax: (55) (21) 3231 7002
Desenvolvido por: